quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab RBS 70NG

Grupo Israelense investe no RS

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

elbit-logo

vinheta-destaque-forteA Elbit Systems anunciou ontem em Haifa, Israel, a ampliação dos seus negócios no Rio Grande do Sul. A gigante da tecnologia militar vai entregar à subsidiária Aeroeletrônica, com sede em Porto Alegre, um contrato de US$ 50 milhões para a modernização de 70 aviões militares.

O vice-presidente executivo da Elbit, Ran Hellerstein, manifestou ainda a intenção de construir na Capital uma nova sede e ampliar o número de funcionários dos atuais 150 para até 500 nos próximos anos. O projeto do novo edifício já tramita na prefeitura. Além disso, o braço gaúcho da Elbit vai absorver a manutenção dos helicópteros argentinos Pampa.

As novidades foram reveladas durante a visita da missão gaúcha que está em Israel. A comitiva foi recebida com bandeiras do Brasil e até chimarrão. Depois da apresentação dos produtos e dos projetos da Elbit, os visitantes conheceram de perto a linha de aviões de vigilância e de combate que voam sem pilotos.

Hellerstein disse que a decisão de investir mais no Brasil foi baseada em fatores como custos atrativos, qualidade da linha de produção e eficiência da mão de obra do Estado.

Nos próximos dias, o Executivo municipal encaminhará à Câmara de Vereadores a proposta de redução da alíquota do ISSQN da Elbit de 5% para 2%. Pela proposta, a empresa se comprometeria a arrecadar o mesmo valor de hoje após a implantação dos novos projetos.

A aprovação do incentivo é fundamental para garantir a totalidade do investimento. A direção da Elbit deve estar em Porto Alegre no dia 17 de novembro para um encontro com o prefeito José Fogaça.

Unisinos assina parceria em áreas técnicas

Também em Haifa, a Unisinos anunciou ontem a parceria com o Technion, uma das principais universidades do mundo nas áreas técnicas. O acordo prevê coope­ração em automação, eletroeletrônica, desenvolvimento de medicamentos e de energias renováveis.

– A parceria se baseia nos cem anos de experiência em inovação do Technion e na oportunidade de crescimento conjunto que a Unisinos oferece – disse a diretora de inovação do Parque Tecnológico da Unisinos, Susana Kakuta.

FONTE: Resenha CCOMSEX / Via Plano Brasil

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flavio De Paula
Flavio De Paula
12 anos atrás

Muito bom

isso mostra que temos mão de obra qualificada a preços competitivos. Que bom seria se o governo resolvesse aproveitar estas características e investisse em P%D.

BRASIL!!!

Baschera
Baschera
12 anos atrás

Que modelo de avião e de quem seriam este anúncio de modernização de Us$ 50 milhões para 70 aviões ?? O custo da modernização seria de pouco mais de Us$ 700 mil cada um……!!! Seriam os Bandeco da FAB ??

Sds.

Bronco
Bronco
12 anos atrás

Posso estar errado, mas 70 aviões devem ser:

48 AMX (dos cerca de 56, haviam alguns com sérios problemas estruturais que não entraram no contrato);

12 A-4 da marinha (9 monoplace e 3 biplace);

10 F-5 comprados da Jordânia (ouvi uma história de que um ou dois F-5 comprados da jordânia não seriam modernizados por questões contratuais).

Bronco
Bronco
12 anos atrás

Perdão pelo “AMX”. Quis dizer A-1.

pcostrj
pcostrj
12 anos atrás

Uma grande notícia !!!!

Pode ser os Bandeirantes, os A1, A-4 e F-5 já devem estar no pacote.
O que ainda seria definido seria dos Bandeco como diz o Baschera.

Tomara que saia logo essa modernizações.

Abs,
PR

Últimas Notícias

EDEX 2021: GIDS do Paquistão revela o SHAHPAR-II, drone armado de média altitude e longa duração

O conglomerado de defesa do Paquistão, Global Defense and Industrial Solutions (GIDS), revelou uma versão armada de seu drone...
- Advertisement -
- Advertisement -