terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

Morre mulher mais condecorada do Brasil

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Major Elza recebeu 35 medalhas, segundo CML. Ela serviu como enfermeira na Segunda Guerra Mundial.

MajorElza_fotocorFaleceu nesta terça-feira (8), aos 88 anos, a major Elza Cansanção Medeiros, mulher mais condecorada do Brasil, segundo o Comando Militar do Leste, com 35 medalhas. Major Elza, que morreu no Rio, foi a primeira brasileira a se apresentar como voluntária na Diretoria de Saúde do Exército, para lutar na Segunda Guerra Mundial, aos 19 anos de idade.

Segundo o Comando Militar do Leste, ela sonhava em lutar na linha de frente, mas teve que se conformar em seguir como uma das 73 enfermeiras no Destacamento Precursor de Saúde da Força Expedicionária Brasileira, já que, na época, o Exército Brasileiro não aceitava mulheres combatentes.

Major Elza teve complicações após uma queda em que o fêmur foi fraturado.

Durante a guerra, ela trabalhou nos hospitais de evacuação na Itália, distante do front, em turnos de 12 horas. Segundo o CML, nenhum soldado que foi tratado por ela morreu. Ela atuou como oficial de ligação e enfermeira-chefe no 7th Station Hospital, em Livorno. Com o fim da guerra, foi dispensada logo após o retorno ao país, indo trabalhar no Banco do Brasil.

Aulas para pilotar ultraleves

elza2Em 1957, as mulheres foram reconvocadas, podendo vir a ser militares de carreira. Dona Elza então retornou, continuando a trabalhar como enfermeira. De acordo com o CML, Elza era formada em jornalismo e, mesmo tendo trabalhado no Serviço Nacional de Informações (SNI), jamais pensou em abandonar a carreira militar.

Ela aprendeu a pilotar ultraleves aos 60 anos de idade. Escreveu três livros sobre sua participação na Segunda Guerra e deu sugestões importantes para a criação de um corpo auxiliar feminino para as Forças Armadas, base para a abertura das Forças Armadas do Brasil à participação das mulheres.

Velório no Palácio Duque de Caxias

O corpo da Major Elza será cremado após o velório, que acontecerá no salão nobre do Palácio Duque de Caxias a partir das 9h desta quarta-feira (9).

Entre as medalhas que recebeu estão a Medalha de Guerra, Medalha de Campanha, Ordem do Mérito Militar, Medalha Mérito Tamandaré e Medalha Mérito Santos Dumont.

- Advertisement -

4 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luan
Luan
11 anos atrás

Que não fique perdida na memória,junto com a FEB.
RIP
[]’s

Ten. Rocha
Ten. Rocha
11 anos atrás

É uma pena termos perdido essa figura tão importante da história da nossa Força Terrestre. Certamente foi muito bem recebida por seus pares que já desembarcaram desta vida.
Fica o exemplo de dedicação, de amor ao próximo e a Pátria.
BRASIL ACIMA DE TUDO

cinquini
cinquini
11 anos atrás

Agora ela está na companhia dos velhos herois!
Que descanse em paz a nossa heroina!

BRASIL ACIMA DE TUDO!

Meia Dúzia
Meia Dúzia
11 anos atrás

Ela vivia aparecendo no Colégio Militar do Rio de Janeiro… dava palestras sobre a FEB, autografafa livros com toda a paciência no mundo. Cheia de energia, cumprimentava um a um, mantinha o olhar vivo e sério a todo momento. Trajava sempre com muito orgulho sua farda e suas medalhas.

Lição de vida, exemplo a ser seguido. Triste saber que, como ela mesmo falou numa entrevista, “o brasileiro tem memória curta”, e provavelmente vai se esquecer dela também.

Ide em paz!

Últimas Notícias

SIPRI: Indústria global de armas floresce apesar da COVID

Um negócio de US $ 531 bilhões: O novo relatório do SIPRI mostra que os 100 maiores produtores de...
- Advertisement -
- Advertisement -