FAB pode enviar 2º avião para resgatar brasileiros no Suriname

Um segundo avião da Força Aérea Brasileira (FAB) pode ser enviado ao Suriname para resgatar mais brasileiros feridos em razão do confronto entre garimpeiros e moradores da cidade de Albina, na véspera de Natal. A primeira aeronave desembarcou em Belém (PA) no último domingo, com cinco vítimas.

Nesta terça-feira, a segurança foi reforçada na região de Tabaki, onde mais brasileiros teriam sofrido novas ameaças. O estopim do conflito, segundo autoridades locais, teria sido a morte de um surinamês por um brasileiro, a quem ele devia dinheiro. Em represálias o grupo de moradores conhecidos como “marrons” incendiou e destruiu a área de Albina.

Calcula-se que mais de 200 estrangeiros, entre brasileiros e chineses, tenham sido atacados por quilombolas surinameses, entre os quais pelo menos 20 mulheres teriam sido violentadas, confirmou o governo do Suriname.

O Itamaraty ordenou um mapeamento de todos os brasileiros que vivem naquele país, número estimado entre 12.000 a 22.000, a maioria em áreas de garimpo. A Embaixada do Brasil em Paramaribo informou que todos os brasileiros que estavam em Albina foram retirados do local e orientou a todos que evitem áreas de risco no Suriname.

FONTE: VEJA, com Agência Estado

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments