terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

Os brasileiros mortos no Haiti

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

1) Zilda Arns, 75 anos – Médica pediatra, sanitarista, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança e fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa. Ela também representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Conselho Nacional de Saúde e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES). Nasceu em Forquilhinha (SC) e morava em Curitiba (PR). Tinha duas irmãs, uma das quais, a irmã Helena, foi diretora do Colégio Santa Inês, em Porto Alegre, além do arcebispo emérito de São Paulo, Paulo Evaristo Arns.

2) Emilio Carlos Torres dos Santos – Militar da Minustah (Mission des Nations Unies pour la stabilisation en Haïti), coronel do Exército, do Gabinete do Comandante do Exército, sediado em Brasília (DF)

3) Bruno Ribeiro Mário, 26 anos – Primeiro-tenente do Exército, natural de São Gabriel (RS) – Estudou no Colégio Militar de Santa Maria (RS) e, há quatro anos, antes de embarcar para o Haiti, servia no 5º Batalhão de Infantaria Leve, em Lorena (SP). Completaria no fim de semana seis meses na missão de paz no país caribenho e voltaria ao Brasil no sábado, para comemorar o aniversário em Santa Maria, no próximo dia 8.

4) Raniel Batista de Camargos – Subtenente do Exército, do 37º Batalhão de Infantaria Leve, sediado em Lins (SP).

5) Davi Ramos de Lima, 37 anos – Segundo-sargento do Exército, natural de Garanhuns (PE). Cresceu em João Pessoa (PB) e seguiu a carreira do pai. Servia o Exército desde 1995. Era lotado no 5° Batalhão de Infantaria de Lorena (SP), onde morava. Era casado e pai de 3 filhos.

6) Leonardo de Castro Carvalho – Segundo-sargento do Exército. Servia no 5º Batalhão de Infantaria Leve em Lorena (SP).

7) Douglas Pedrotti Neckel – Cabo do Exército, natural de Cruz Alta (RS). Também servia no 5º Batalhão de Infantaria Leve em Lorena (SP). Radicado com a família no interior de São Paulo há 14 anos, sempre sonhou em servir o Exército e chegou a trancar o curso de Adminstração na Faculdade São Joaquim quando surgiu a oportunidade de embarcar para o Haiti. De malas prontas, voltaria neste sábado.

8 ) Washington Luis de Souza Seraphin – Cabo do Exército. Servia no 5º Batalhão de Infantaria Leve em Lorena (SP).

9) Arí Dirceu Fernandes Júnior – Cabo do Exército, natural de São Vicente (SP). Servia no 2º Batalhão de Infantaria Leve de São Vicente (SP), antes de seguir para o Haiti, em 2004. Se preparava para voltar ao litoral paulista no dia 24 deste mês.

10) Antonio José Anacleto – Soldado do Exército. Servia no 5º Batalhão de Infantaria Leve em Lorena (SP).

11) Tiago Anaya Detimermani, de 23 anos – Soldado do Exército, natural de Cachoeira Paulista (SP). Também servia no 5º Batalhão de Infantaria Leve em Lorena (SP). Foi para o Haiti em julho e preparava-se para voltar ao Brasil no sábado. Terça-feira era seu último dia de trabalho quando aconteceu o terremoto que destruiu o Haiti.

12) Kleber da Silva Santos – Soldado do Exército, natural de São Vicente (SP). Servia no 2º Batalhão de Infantaria Leve de São Vicente (SP), antes de seguir para o Haiti, em 2006. Se preparava para voltar ao litoral paulista no dia 24 deste mês.

FONTE: O Globo

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alexandre G.R.S.
Alexandre G.R.S.
11 anos atrás

PRezados,

É com muito pesar que assistimos e acompanhamos as notícias… Aos militares Brasileiros que pereceram nessa trágedia, os nossos mais profundos sentimentos… e aos que ficam, o dever de continuar seguindo suas vidas.
Que a espiritualidade maior cuide de todos, quer encarnados quer desencarnados.

Sds.

lucas lasota
lucas lasota
11 anos atrás

Minhas condolencias a todos que, no servico da patria, tombaram neste tragico evento!

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

Meus pêsames aos familiares deste que perderam a vida em missão de paz.

Mausher
Mausher
11 anos atrás

Meus sinceros sentimentos a todos!

São perdas irreparáveis, todas elas.

Dona Zilda Arns é exemplo de cidadania e humanidade a ser seguida.

Uma vida dedicada à dignidade humana, ao próximo, isto sim, servir verdadeiramente a Deus.

“Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos.” (Salmos 116 : 15)

E eles se foram em plena luta, servindo!
Descansem em Paz.

Marlon
Marlon
11 anos atrás

Pelo amor de Deus, que tragédia. Pelo menos uns 2 haviam terminado o desdobramento de 6 meses, e estariam voltando para casa no sábado, realmente triste isso.

Marlon
Marlon
11 anos atrás

Observei melhor agora, na verdade 4 estavam para voltar no sábado, sendo que um deles terminaria o desdobramento na terça, justamente no dia do terremoto. Algumas coisas realmente ficam sem explicação.

Gabriel
Gabriel
11 anos atrás

Minhas condolencias a todos que, no servico da patria, tombaram neste tragico evento! [2]
Realmente uma tragedia, em um lugar q agonizava para tentar se estabelecer como naçao vem uma desgraça dessas, simplismente tragico!!

Caipira
Caipira
11 anos atrás

Só gostaria de expressar minha solidariedade para as famílias das vítimas.
Estes brasileiros morreram no cumprimento do dever, ajudando pessoas que precisavam.

marco antonio
marco antonio
11 anos atrás

Missão cumprida destes brasileiros que foram ajudar um pais que passa por um período de provação ,que deus possa receber estes guerreiros com muito carinho.

Soraia
Soraia
11 anos atrás

estou a PROCURA DE UMA BRASILEIRA, o nome dela é Iraildes Moreira, estava na cidade de Jacmel, por favor caso tenham alguma informação, meu email é soraia_diniz30@hotmail.com

Últimas Notícias

Saab apresenta soluções inovadoras em defesa e segurança na 6ª Mostra BID

Entre os dias 7 e 9 de dezembro, a Saab participa da 6ª Mostra BID, no Centro de Convenções...
- Advertisement -
- Advertisement -