quarta-feira, outubro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Zelaya e Brasil saem como derrotados da crise em Honduras

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clipping-forteA crise em Honduras chega a um novo momento com a posse, nesta quarta-feira, do presidente eleito Porfírio Lobo. Após a cerimônia, o presidente deposto, Manuel Zelaya, perde qualquer chance de retornar ao poder e deixa a Embaixada do Brasil em Tegucigalpa rumo a República Dominicana sem a Presidência, apoio interno e internacional e a anistia.

Mas a lista de perdedores vai além de Zelaya. Inclui ainda o Brasil –com seu apoio insistente a restituição do presidente deposto, mesmo quando essa não era mais viável– a mediação fracassada da OEA (Organização dos Estados Americanos) e o discurso duro –mas que rapidamente se silenciou– do presidente venezuelano, Hugo Chávez.

No lado dos ganhadores, está o presidente interino, Roberto Micheletti, que deixou o poder como a peça de resistência diante dos esforços internacionais para a volta de Zelaya e com o título de deputado vitalício. Figuram ainda os Estados Unidos, que, apesar da relutância em admitir um golpe de Estado em Honduras, demonstraram ser a maior força de mediação no continente.

FONTE: Folha Online

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

139 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
139 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
athalyba
11 anos atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Essa Falha de S. Paulo não tem nenhuma noção mesmo …

Honduras está isolada economicamente, pouco mais de 10 delegações comparecerão hoje à posse de Porfirio Lobo, a intermediação dos EUA foi ridicula e não deu resultado nenhum, 90%¨da comunidade internacional não reconhece a eleição e o veículo da famiglia Frias ainda diz, sem base nenhuma, que o presidente não tem mais apoio interno … Só se for o institucional, pq o social continua lá, firme e forte.

Jornalzinho patético …

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Acabou-se a pantomima! Fora Zelaya, fora Itamaraty, fora OEA, fora Chavez, fora Lula!

Honduras se mostrou soberana e altaneira, e deu uma lição de democracia nas esquerdas mundiais. É um ponto de inflexão que vai ao fim e ao cabo acabar com a amaldiçoada armadilha populo-comunista na América Latina.

Parabéns ao Presidente Michelletti e ao Congresso Nacional Hondurenho, que aguentaram uma pressão que derrubaria muitos governos mundo afora! Parabéns àqueles que defenderam a democracia em Honduras!

Vergonha eterna para nossa diplomacia bolivariana! Vergonha eterna Celso Amorim! Vergonha eterna Marco Aurélio Garcia! Vergonha eterna Lula!

Sds.

athalyba
11 anos atrás

“Vidandeiras alvoroçadas, vem aos bivaques bulir com os granadeiros e provocar extravagâncias do Poder Militar”.

E a caravana passa, rodando em círculos e repetindo a história como farsa …

Esdras
Esdras
11 anos atrás

athalyba você está completamente correto, se me permite faço minhas suas palavras.

J Curitiba
J Curitiba
11 anos atrás

Nossa! A PeTistada está alvoroçada!!! Realmente nossa diplomacia só dá motivo para orgulho!!! Hahahaha!

athalyba
11 anos atrás

Esdras,
Fique à vontade, compadre 🙂

J Curitiba,
Se vc tiver alguma intimidade com a língua inglesa, leia essa matéria altamente aparelhada, daquela revista terrivelmente comunista-bolivariana chamada Foreign Policy:

http://rothkopf.foreignpolicy.com/posts/2009/10/07/the_world_s_best_foreign_minister

Qqer coisa, coloca no Google Translate:
http://translate.google.com/

Sds

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Chupem essa manga, Amorin, LuLLa e Chávez.

Chávez é o outro grande derrotado!

E quanto ao isolamento, vai cair imediatamente. Honduras fez tudo direitinho e não há mais o que discutir.

Bela rasteira no golpista bolivariano Zelaya, que ainda acabou saindo no lucro.

ESAO
ESAO
11 anos atrás

Basta o apoio norte americano para que se restabeça a vida em Honduras, mesmo que seja em dose homeopática.

O fórum de SP começa a ruir, perderam o Chile..o próximo será a Venezuela.

Lecen
Lecen
11 anos atrás

Com o advento do novo presidente, suponho que na próxima semana a maior parte da comunidade internacional irá reconhecer o novo governo.

O atual governo brasileiro, como é de praxe quando erra (o que ocorre muito frequentemente), vai simplesmente ignorar o assunto e seguir em frente.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Do Coturno Noturno. Bate forte esse Coronel (rsrsrs): “Sabem quem está ajustando os detalhes da saída de Zelaya da Embaixada do Brasil em Honduras, depois de quatro meses de hospedagem? O embaixador dos Estados Unidos da América, Hugo Llorens, e o subsecretário de Estado Adjunto para a América Latina,Arturo Valenzuela, além de uma delegação diplomática do Canadá. Por onde anda Marco Aurélio Porquito Garcia? E Celso Ratito Amorim? A visita vai embora e o dono da casa nem aparece para pegar as chaves? Amanhã o chapeludo parte para curtir o exílio na República Dominicana, deixando para trás um dos maiores… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Na linha do que disse o Coronel, vamos cantar uma musiquinha pra MAG e Celso Amorim? 🙂 “Maria Rita – João Nogueira Por onde andará Maria Rita Que andava gingando com laço de fita Por quem tenho grande admiração. É que eu preciso saber onde anda essa pequena Dos olhos redondos, da pele morena Que é para acalmar meu coração. Agora, eu chego no samba, meu peito se agita Porque sente a falta de Maria Rita Cabrocha bonita, corpo escultural. Por isso, eu preciso saber qual o seu paradeiro Bem antes que chegue o mês de Fevereiro Sem ela, pra… Read more »

athalyba
11 anos atrás

Rola uma simploriedade que atrai os iguais nos posts do Coturno Noturno, que fala sem apresentar provas … Aí fica fácil, né não ??? Acho, inclusive, que quem escreve o dito cujo é o César Benjamin !!! (rs) Além do mais, o tal post revela o quão obtuso pode ser um sujeito como ele: se o Brasil não reconhece o governo de Honduras, por que negociar com ele ??? Pra dar uma legitimidade institucional indireta aos pós-golpistas ??? Deixem os EUA fazerem o trabalho sujo 😉 Proponho uma campanha para mudar o nome do blog do cara para “Obtuso Noturno”… Read more »

angelo
angelo
11 anos atrás

Gostemos ou não, a Constituição hondurenha foi cumprida. Gostemos ou não, os EUA tem poder político e econômico. Gostemos ou não, continuamos um país de pouca importância no mundo, refém de uma péssima educação e falta de desenvolvimento tecnológico. Tais fatos nos tornam eternamente dependente de soluções mágicas da direita retrógrada ou da esquerda que perdeu o bonde da história, e não percebeu que o muro de Berlim caiu a muitos anos. Não a ditadura, seja de direita ou de esquerda. Não a censura a imprensa e a tentativa sempre presente de restringir as liberdades individuais.

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Em Honduras houve golpe sim mas, na verdade um contra-golpe. Quem tentou ser o golpista foi Zelaya, tentando sob a orientação de Chávez agir como ele: a partir de um mandato ganho democraticamente, usar dessa aprovação para aprovar mundanças constitucionas na surdina ou “cima-da-hora” e assim legislar em causa própria.

Sorte as instituições hondurenhas terem a solidez necessária para imediamtamente reagirem com o contra-golpe e o fizeram muito bem.

Logo logo, Zelaya será passado e esquecido.

OTV
OTV
11 anos atrás

Em Honduras houve golpe sim mas, na verdade um contra-golpe.[2] A ladainha petista só engana os analfabetos (que eles, os petistas, fazem questão que continuem assim). Gostemos ou não, a Constituição hondurenha foi cumprida. [2] Vamos ver se no final de 2010, se houver eleições, qual vai ser o comportamento das esquerdas e de sua milícia mui bem armada, o MST, caso a balança venha a pender para o lado contrário ao lulismo. Alguem aqui já leu o “O LIVRO NEGRO DO COMUNISMO” ? Alguem sabe onde posso encontrar este livro (não na net, mas em livrarias) pq me parece… Read more »

athalyba
11 anos atrás

Lecen, Concordo contigo, mas existe um condicional: a vontade do governo hondurenho de 1) Buscar a todo custo a reconciliação nacional. Isso implica em trazer para a mesa de negociações *todos* os atores sociais, coisa que os golpistas rejeitaram. Como a aleição teve uma abstenção muito alta, a Frente de Resistencia ao Golpe tornou-se uma força polítco-social que não pode ser mais ignorada. 2) Levar adiante as investigações sobre os abusos cometidos durante o golpe, conforme pediu a Human Rights Watch e a Anistia Internacional. Talvez vc não saiba, mas até agora são mais de 10 lideranças comunitárias mortas durante… Read more »

Gunsalmo
Gunsalmo
11 anos atrás

Os petistas podem gritar a vontade, mas a verdade é que a maioria do povo hondurenho não queria o Zelaya de volta. Isso foi demonstrado em diversas pesquisas realizadas durante a crise e, para quem não acredita nelas, basta ver o comportamento da população durante as eleições. O comparecimento às urnas foi bastante expressivo (maior do que no pleito que elegeu Zelaya) e isso num país onde o voto não é obrigatório. Se a maioria quisesse invalidar as eleições, bastaria ficar em casa, mas a verdade é que eles queriam se ver livres do Zelaya de uma vez.

athalyba
11 anos atrás
Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Então que a comunidade européia queira satisfações também do ditadorzinho Chávez.

Por causa da censura, ocorrem protesto onde já morreram dois manifestantes anti-Chávez.

Human Rights Watch e a Anistia Internacional estão indignadas co que acontece por lá ?!?!?!?

E com Honduras nos trilhos, logo logo estará normalizado. Basta usar o exemplo da Venezuela implodindo para comprovar o quanto agiram legitimamente contra a marionete bolivariana Zelaya, evitando uma desgraça maior.

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

“…Amorim – O Brasil tem dialogado. Não vou dizer que a solução lá foi boa (a eleição de Lobo). Todos sabem o que achamos da eleição. Mas poderia ter sido pior. Portanto, a presença do Zelaya na embaixada do Brasil ajudou que houvesse algum diálogo no país. A presença ajudou que fosse possível pelo menos uma solução, mesmo que não seja ideal e nem correta. A solução correta seria a realização de eleições com o presidente Zelaya no poder. Mas pelo menos diminuiu o grau de violência. …”

Diante do fiasco, Amorim ainda tenta um factóide.

Conversa de perdedor………

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Estado – O Brasil vai reconhecer o novo governo?

Amorim – O Brasil não reconhece governos. O Brasil reconhece estados. O problema, portanto, não é o de reconhecer o governo ou não. O problema é o tipo de relação que se vai querer manter. Isso vai depender da evolução da situação.

É a forma “discreta e diplomática” de Amorim dizer “Já reconhecemos” !!! rsrsrsrsr!!!!

Lecen
Lecen
11 anos atrás

Primeiro que não houve golpe em Honduras. Segundo que não houve contra-golpe. Todo o procedimento para a deposição do Zelaya foi legal. Com a EXCEÇÃO, repito, EXCEÇÃO, do banimento dele do país. O governo interino cometeu um erro gravíssimo, que foi simplesmente afirmar que Zelaya estava deposto e havia sido enviado para outro país. Não explicou exatamente qual foi o procedimento utilizado para depô-lo. Logo em seguida, começa a gritaria da esquerda “latrino”-americana. O Chávez e seus lacaios bolivariamos como o Correa e o Moralez esbravejando que havia ocorrido um golpe de Estado. A imprensa brasileira, completamente afinada com a… Read more »

Luiz Eduardo
Luiz Eduardo
11 anos atrás

angelo em 27 jan, 2010 às 12:06 = Comentario Perfeito!

QUE FIASCO!!! Uma mancha na ilibada e exemplar historia da diplomacia brasileira!

“É a forma “discreta e diplomática” de Amorim dizer “Já reconhecemos” !!! rsrsrsrsr!!!!” HUAHAUHAUHUAHUAHHUAHUA… Bem isso…

É, seu Amorim: o caro… saiu caro mesmo! Saimos extremamente enfraquecidos… MAG e Amorim são uns “genios” mesmo… é de rir pra não chorar…

Lecen
Lecen
11 anos atrás

Ao invés de “por isso mesmos, né?”, leia-se “por isso, menos, né?”

athalyba
11 anos atrás

Não foram mortes causadas por torturas, prisões ilegais, pelotões de fuzilamento, ou algo do tipo. Só pq vc quer Lecen, só pq vc quer … http://www.counterpunch.org/shansky01052010.html Alaém do mais, essa sua colocação que o golpe foi perpetrado por uma “maioria” não se sustenta, meu caro. O que houve foi o de sempre: uma minoria não queria mudança nenhuma e essa postura é que levou ao embate. O próprio partido Liberal reacinou contra a medida, considerada “progressita” demais. Afinal, uma nova Constituinte colocaria o país num rumo bastante diferente do que vinha sendo trilhado nas últimas décadas. O presidente levou adiante… Read more »

Lecen
Lecen
11 anos atrás

Zzzzz… um site obscuro e um texto escrito por um desconhecido.

Tá, próxima!

athalyba
11 anos atrás

O próprio partido Liberal reacinou contra a medida de convocar uma Constituinte para debater reformas constitucionais NO ÂMBITO CONGRESSUAL.

Desculpem, na pressa, acabei deixando a frase incompleta

athalyba
11 anos atrás

Counterpunch, obscuro ???

Bom, prum cara diretista e monarquista, é mais fácil desqualificar do que ler a matéria ou reconhecer o valor de uma fonte, né não ???

Agora, se vc não sabe ler inglês (ninguém lê uma matéria daquele tamanho em 2 minutos), tenta o Google Translate …

athalyba
11 anos atrás

Só pra ilustrar a “obscuridade” do Counterpunch (quem é profissional de mkt digital sabe o que é e como funciona o Page Rank do Google):

http://www.marketingdebusca.com.br/pagerank/?url=http%3A%2F%2Fwww.counterpunch.org

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

O que Zelaya queria fazer era inconstitucional. Forçou a barra e teve o que merecia, agora sacramentado.

Simples assim.

Gunsalmo
Gunsalmo
11 anos atrás

Não duvido que existam pessoas que ficaram do lado do Zelaya em Honduras. Afinal, por pior que seja a situação, sempre tem gente que lucra com ela. Todavia, o fato é que a eleição de Porfírio Lobo teve um índice de 60% de comparecimento, por coincidência, o mesmo índice do pleito que elegeu Obama (será que lá eles também queriam invalidar a eleição). É uma porcentagem bastante significativa para uma eleição onde o voto não é obrigatório. Acho que se pra maioria da população hondurenha o Zelaya já é página virada, quem somos nós pra dizer o contrário?

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Até no voto não ser obrigatório, Honduras consegue ser mais democrática que o próprio Brasil.

Até os governantes atuais do Brasil que sempre foram contra o voto obrigatório, se calaram quando no poder e nunca mais defenderam essa posição e nem falam mais no assunto mas, é simples o porquê: o voto obrigatório ajuda no voto de cabresto pois poupa o trabalho de enviar os eleitores às urnas, enquanto que com voto facultativo, é muito mais trabalhoso e custoso para a nossa classe política.

athalyba
11 anos atrás

Gunsalmo,

Seus 60% são um chute. Abaixo, uma análise sobre os números oficiais da eleição. Os números divulgados pelo STE deles falam em uma participação de 52,74%. Sempre lembrando que o Tribunal faz parte do sistema e que essa participação é realmente pequena, dado que o cenário político na época das eleições era propício à um comparecimento maciço da população:

http://pensieve.aeortiz.com/2009/12/21/final-voter-participation-52-74/

abcs

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

CHORA VIUVADA!!!! ACABOU A PANTOMIMA, rsrsrsrs 🙂

MAG E CA: “PERDEU PRAYBOY”!!! 🙂

rafaelscheffer
rafaelscheffer
11 anos atrás

HAHAHAHAHAHA,
“Figuram ainda os Estados Unidos, que, apesar da relutância em admitir um golpe de Estado em Honduras, demonstraram ser a maior força de mediação no continente.”
A folha é ótima, apoio a golpe de estado agora é atitude democrática. Demagogia do governo americano durou pouco, o respeito a democracia deles não vence o valor de seus interesses economicos e politicos.
O fato é que o Brasil manteve um posicionamento coerente, não se rendeu a mudança de posição dos EUA. E também que não temos nenhum poder fora o das palavras, afinal, qual a importancia do Brasil pra Honduras?

Emilio Matos
Emilio Matos
11 anos atrás

Por que não nomear o Itamar Frango como ministro de relações exteriores?

Acho que isso iria agradar toda essa cambada de neoliberais.
Quem sabe assim eles não param de cacarejar…

Douglas
Douglas
11 anos atrás

O amigo Lecen está correto….

apenas repito aqui o que venho expondo nesses últimos meses em outros posts..

O real peso da diplomacia brasileira no cenário internacional é descortinado nesse caso de honduras.. o peso é nenhum!

não obstante, Lulla, o “operário” presidente, continua a ser tratado como um “pet” pelo mundo, todos querem tirar fotos com ele. Ganha prémios pelos mais variados motivos, mas quando o veem ao lado de Zelaya, do Irã, etc, simplesmente o ignoram.. é isso.

Douglas
Douglas
11 anos atrás

Sobre apoio interno a Zelaya, Honduras como qualquer outro pais da AL, tem um contingente muito grande de pessoas que vivem em dificuldades economicas, sempre “no aperto”… esses governos populistas ditatorais usam essas pessoas como massa de manobra para se perpetuar no poder, criando ainda um tipo de culto a personalidade… foi assim em Cuba, é assim na Venezuela, Equador e Bolívia… querem que seja assim no Brasil, com o PT criando infindáveis “bolsas”…. Até hoje em Cuba, vc encontra pessoas enebriadas no mito fidel, defendendo com unhas e dentes a ditadura cubana… é um fenomeno de alienação política que… Read more »

Bayron
Bayron
11 anos atrás

Caraca, tem gente aqui que acha que tudo é PT… minha nossa! Povo sem noção, vamos tirar o tapa olho gente, tão parecendo cavalo de carroça, só olha para onde o dono deixa.

Tocha
Tocha
11 anos atrás

Nooooooooooooooooooooooooooooooooooooooossa! athalyba se revelou nesse post! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk NOVO PETRALHA da Trilogia rsrsrsrsrs. Cada crítica que tu vê ao Lula, MAG, Celso Amorim, MST, CUT, Fórum de São Paulo, Marx rsrs, Dilma Capacete, ONGs pseudo-defensoras de “direitos humanos” cuja única finalidade é angariar fundos pra campanhas eleitorais e etc, tá ele lá, como um autêntico fiscal ideológico da turma rosa-shock rs. Me desculpe se te irritei colega athalyba, mas a impressão que está passando é esta! OBS: Quem discorda da tua ideologia NÃO É necessariamente teu INIMIGO! Não há a necessidade de a cada crítica aos teus preceitos tu SEMPRE fazer… Read more »

Gunsalmo
Gunsalmo
11 anos atrás

Athalyba,
“o cenário político na época das eleições era propício à um comparecimento maciço da população”!?????
Durante as eleições, o que não faltaram foram boatos de que haveriam confrontos entre partidários de Zelaya e as forças de segurança. Mesmo que esse número 52% esteja correto, é sim um índice muito alto para uma eleição onde o voto não é obrigatório.

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

“quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Antes de deixar o poder, Micheletti retira Honduras da Alba

Ex-presidente deixou sede do Executivo e as aparições públicas na

TEGUCIGALPA – O ex-presidente de facto de Honduras Roberto Micheletti assinou antes de deixar o poder o decreto legislativo que ratifica a saída do país da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba)…”

Não dormiram no ponto. Parabéns hondurenhos, que possam seguir seu caminho sem a sombra de Chávez e seus aceclas …….

Ícaro
Ícaro
11 anos atrás

Novidade…, este tipo de comentário só poderia vir da Folha mesmo, que defende a Ditadura e ainda a chama de “DITABRANDA”.

Caro escritores deste Blog, antes de vocês copiarem e colarem, tenham pelo menos coragem de procurar outras fontes e fitrarem as notícias.
Creio que vocês têm inteligencia e capacidade suficiente para produzir um bom artigo como já li outras vezes neste espaço.

A Folha de São Paulo não é exemplo de credibilidade !!

athalyba
11 anos atrás

Tocha, Pode ficar sussa pq eu aprecio o bom humor, que na minha modesta opinião é um sinal de inteligência 🙂 Mas esse papo de “patrulha” é coisa de complexo de inferioridade de alguns … A verdade é que eu não suporto desinformação e manipulções grosseiras dos fatos ou se leio algum coisa que foge de uma análise intelectualmente honesta, como é o caso desse lixo de matéria da Falha de S. Paulo (o jornal que APOIOU o golpe militar de 64 e cedeu seus caminhões de entrega para transporte de presos torturados). E alguns colegas aqui do blog mandam… Read more »

Bayron
Bayron
11 anos atrás

Concordo com o athalyba, essa matéria está um pouco além dos fatos.

Braziliano
Braziliano
11 anos atrás

Caro Athalyba.

Você tem alguma informação, dentro dos seus critérios, sobre como o Capitão Lamarca matou, ops., desculpe, deu fim ao tenente do exército que estava sob seus “cuidados”.

A versão que eu tenho é do Coronel Jarbas Passarinho. Já viu né!

Wilhelm
Wilhelm
11 anos atrás

Mais uma derrota para a dupla dinâmica:
M.A.”top-top” Garcia e C.Amorim.

athalyba
11 anos atrás

Braziliano,

O pouco que sei sobre o controvertido Carlos Lamarca e a relação deste com o tenente da PM Alberto Mendes Júnior é bem superficial …

Uma guarnição da PM estava atrás do Lamarca, acabou emboscada e o tenente, prisioneiro. Para não arriscar serem localizados pela polícia que ainda estava na área, mataram o tenente de um forma um tanto bárbara: a coronhadas. Como o tenente se ofereceu para ficar no lugar dos comandados feridos (eram 20 PM’s e 7 guerrilherios, se não me engano), ficou como herói. Se foi esse ocorrido, merecidamente.

Sds

MO
MO
11 anos atrás

politi(ti)ca externa do Brasil:

OMC = perdemos
Bissau = Deus salve Portugal
Dili (Timor) = God save os Australopitecos
Libano (terremoto)= Ai jizuis
China (sobre o mercado) = sifu
Em qualquer encontro com a Condolezza Rice = Çeuçu Abobrim toda vez de Robert
Bolivia = preciso falar ?
Venezuela = ai …..
Chile = Quien sao ustedes, famueso uien ?
Fonduras = fizemos o que ?
Darfur = fingimos ue não ouvimos

Alguem questiona ?

MO

………. E ????????????????????????????????
Haiti = era essa reação pifia que se imaginava ?

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Criticam a Folha mas, não criticam LuLLa por apoiar Sarney et Caterva na censura ao Estadão.

Querem defender a postura do governo LuLLa quanto a burrice e arrogância de suas ações em Honduras, achando correto em não reconhecer o novo governo que ganhou o pleito legitimamente tendo auditoria internacional mas, se calam na hora que Lulla & Amorin reconhecem como legítimo o pleito fraudado no Irã do truculento e obtuso ahmadinejad.

E querem que nos preocupemos com a opinião de um jornal enquanto devemos nos preocupar com os atos de nossos governantes??!?

Contradição pouca é bobagem…

Últimas Notícias

Turquia e Coreia do Sul assinam declaração para fornecimento de motores para o MBT Altay

Foi assinada uma declaração de intenções entre a Coreia do Sul e a Turquia para o fornecimento de motores...
- Advertisement -
- Advertisement -