quarta-feira, setembro 22, 2021

Saab RBS 70NG

Na contramão de negociações, Irã ordena aumento do nível de enriquecimento de urânio

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Mahmud Ahmadinejad

vinheta-clipping-forteTEERÃ – O presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, ordenou neste domingo que a Agência de Energia Atômica do país comece a produzir urânio enriquecido a 20%, o nível mais alto até agora, para um reator de pesquisa em Teerã. Ahmadinejad não estabeleceu, porém, uma data para o início do processo de enriquecimento.

– Se Deus quer, o enriquecimento a 20% começará – disse Ahmadinejad em discurso transmitido pela televisão estatal.

A decisão contraria as negociações para o programa nuclear intermediadas pelas Nações Unidas. Pelo acordo, o Irã exportaria seu urânio com baixos níveis de enriquecimento em troca de combustível refinado para o reator de Teerã. O objetivo é garantir que o país não enriqueça o urânio a um nível superior que seria potencialmente usado em uma bomba nuclear.

Autoridades iranianas vêm repetindo, no entanto, que o país pode produzir sozinho combustível enriquecido a 20% se não houver consenso sobre a obtenção de material no exterior.

– Dissemos a eles (o ocidente) que viessem para fazer um troca, embora possamos produzir o combustível enriquecido a 20 por cento nós mesmos – disse Ahmadinejad em um discurso televisionado.

– Demos a eles de dois a três meses para o acordo. Eles começaram um novo jogo e agora eu peço ao Dr. Salehi que inicie a produção do combustível usando centrífugas – acrescentou ele, referindo-se a Ali Akbar Salehi, responsável pelo programa de energia nuclear.

Ahmadinejad acrescentou, por outro lado, que as negociações não estão encerradas:

– As portas para a interação ainda estão abertas.

Na sexta-feira, do ministro das Relações Exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, fez comentários otimistas sobre as perspectivas de um acordo. Estados Unidos e a Alemanha, entretanto, disseram no sábado não ver sinais de que Teerã irá fazer concessões em seu programa nuclear.

FONTE: O Globo, com Agências Internacionais / FOTO: AFP

- Advertisement -

54 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
54 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Estou ansioso pelas declarações de LuLLa e militantes, apoiando o programa nuclear iraniano principalmente a respeito dessa nova empreitada do “legítimo” presidente iraniano e um dos atuais bibelôs anti-americanistas do momento.

Braziliano
Braziliano
11 anos atrás

Segundo as teorias conspiratórias vigentes, o atual governo mundial já determinou aos seus prepostos que iniciem os preparativos para reduzir a população do planeta.

Vale tudo: guerra nuclear, fome, aborto, epidemia, filme do Lula, etc.

Será que Obama, Lula, Ahmadinejad, Chavez, Putkin, Bush, estão nos fazendo de bobos???

São inimigos de mentirinha?

Seal
Seal
11 anos atrás

Esse Mahmud Ahmadinejad presidente do Irã,eu acho que não dá para confiar nele.Mesmo assim ainda acha gente que o apóia como o presidente Lula que mostrou fotos para o mundo todo ao lado desse cara,apoiando suas ambições.Um presidente sul americano apoiando um país árabe pouco confiável.Já mandou inaugurar duas fábricas de mísseis,um anti-aéreo e outro anti-tank.O Irã em projetos de mísseis estão bem avançados.Isto leva a outros paises do sudeste asiático a uma corrida armamentista nuclear. Fato disto, é a Índia que testou também com sucesso seu míssil de longo alcance terra-terra com capacidade para transportar ogivas nucleares, Agni III.… Read more »

caravlhomtts
caravlhomtts
11 anos atrás

É isso ai pessoal,Índia testando míssil longo alcance,aumentando seu poder atómico e ainda se traveste de pais pacifico e espiritualizado.
Agora o Irã,não tem semana,que não tenhamos uma noticia sobre esta escalada atómica do Irã,Israel com artefatos atómicos,loucos para atacar o Irã,e o Irã,louco para que Israel os ataque,que Deus ajude os homens de boa vontade nesta parte do mundo.

M1
M1
11 anos atrás

Eu duvido que alguem lance um míssil atômico contra Israel, eu duvido mesmo!

No caso de um ataque nuclear, tá todo mundo no mesmo barco, Israel, líbano, síria, jordania, egito e iraq. Vai tudo pro beleléu!!!!

Opinião sobre o assunto?

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Eu não acreditava que terroristas poderiam sequestrar aviões a jato de médio/grande porte e atirá-los contra edíficios, isso dentro de território americano, até que ……

davidjp
davidjp
11 anos atrás

o que os usa estao esperando para meter uma bomba nuclear na cabeça desse loco?

A-Bomb
A-Bomb
11 anos atrás

Os Aiatolas estão pedindo para virar poeira nuclear.
A china que o único pais do conselho de segurança que poderia vetar uma ação contra o Irã ja esta perdendo a paciência.

Quero ver o que o Mula vai fazer agora.
O sapo Barbudo se ferrou nessa.
Nem China E Rússia vão apoiar.

Quero ver o Mula se livrar desse abacaxi em ano de eleição.

Leopoldo Duarte
11 anos atrás

Pelo que andei analisando é uma questão de tempo para uma nova guerra eclodir no oriente médio, Israel já tentou articular um plano de ataque impedida pelos E.U.A., não sendo exagerado,acho que é mais fácil criar um motivo para atacar o Irã, é bem mais fácil de que aquela apresentada contra o Iraque. Se Irã força mais ainda a barra vai ser inevitado um ataque. Ninguém quer ver o Irã com capacidade de enriquecimento de urânio, e se esse urânio vaza para mãos de terroristas?
É melhor uma guerra agora…

M1
M1
11 anos atrás

Como dizia o capitão Nascimento,

Isso vai dar *erda, vai dar *erda!!!

KeplerK
KeplerK
11 anos atrás

Ou a matéria foi escrita por um ignorante em energia nuclear ou é de má fé mesmo. Não tem nada a ver 20% de enriquecimento com bomba nuclear, que necessitam de, pelo menos, 92%. O que é muito mais difícil de obter.

Enriquecimento a 20% é o mínimo necessário em reatores nucleares compactos ou com longo tempo de substituição do elemento combustível. A única implicação bélica no caso seria que esses reatores são semelhantes aos instalados em submarinos ou porta-aviões a propulsão nuclear.

angelo
angelo
11 anos atrás

Seal:
Somente para enriquecer seu comentário, os iranianos não são árabes e sim persas. Forte abraço.

RodrigoBR
RodrigoBR
11 anos atrás

Peraaaaí! O Irã é o reino do Diabo porque quer enriquecer urânio para reator nuclear para gerar energia? O Irã é “do mal” porque quer possuir bomba atômica??? Porque os EUA,Israel,etc não são o Diabo e o irã é??? Acordem pessoal!!! Vcs ficam entrando na onda do governo americano!!! Os EUA tem quase 10.000 ogivas nucleares!!! E vcs estão crucificando o Irã??? Vcs se deixam influenciar fácil demais… Amanhã quando o Brasil começar a enriquecer 100% do urânio e possuir seu reator nuclear operacional seremos nós os demônios??? Não é isso que a Marinha do Brasil está fazendo com o… Read more »

Galileu
Galileu
11 anos atrás

Quanto essa picuinha entra EUA e Irã, eu sou imparcial, você tem os EUA procurando seu mais novo inimigo, afim de manter sua economia que se baseia em armas, tecnologia, o que ha de valor no mundo e pra manter suas linhas de montagem evitando a falência de seus maiores compradores, USAF, USARMY e USNAVY precisam sempre estar em guerra, senão vão ficar que nem a Dassault, vivendo de mesada do governo francês. Porquê o Irã, ou qualquer país do mundo não pode desenvolver armas nucleares? se é tão ruim porque os membros permanentes do conselho da ONU tem?? Porque,… Read more »

RodrigoBR
RodrigoBR
11 anos atrás

O ódio do Irã contra os EUA foi culpa dos próprios americanos!!! Foram eles que fortaleceram, bancaram e apoiaram Saddam Houssein! Saddam iniciou a guerra Irã-Iraque nos anos 80! Quando Saddam atacou o Kwait(um dos maiores produtores de petróleo do mundo) em 1991 os americanos e seus aliados iniciaram a guerra do Golfo! Foram os americanos que “criaram” o Bin Laden também! Ele era o chefe da resistência contra os soviéticos no afeganistão desde a década de 70! Eles os treinaram tão bem que hj nao conseguem pegá-lo!!! Quando Bin Laden não “servia” mais aos interesses dos EUA eles o… Read more »

nozes
nozes
11 anos atrás

parabéns RodrigoBR

pelo menos alguem aki não e alienado!

Carlos
Carlos
11 anos atrás

Parabens pelo comentario RodrigoBR.

davidjp
davidjp
11 anos atrás

colega RodrigoBR vc tem razao em quase tudo que disse, concordo contigo mais dizer que esse loco ta cutucando onça com vara curta isso ele ta!
abraços!

Leopoldo Duarte
11 anos atrás

Com base no meu comentário acima descrito: Leopoldo Duarte em 07 fev, 2010 às 21:57; Concordo em parte com o comentário do RodrigoBR em 08 fev, 2010 às 0:54, realmente os E.U.A, são os maiores conspiradores no mundo, a questão é, independente se os E.U.A façam suas conspirações, não sou a favor do desenvolvimento nuclear do Irã, não porque tenho algo contra o Irã, más se essa tecnologia cai em mãos erradas a coisa pode fica feia mais tarde e aqueles que acham que não tem nada a ver com esse história vai se queixar mais tarde. Independente das jogadas… Read more »

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Se for para estudar história, a luta pelo poder, conspirações etc. começou com Adão e Eva e em seguida com Abel e Cain! Brincadeiras à parte, foi apenas para lustrar QUANDO que a humanidade não manipulou, conspirou, consolidou interesses ?! O que representou Roma? Ivan, o terrível?! A Inglaterra ?! Os EUA são a sequência da história, que iniciou com a colônia que lutou por sua independência da metrópole e baseado em seus valores chegou onde chegou e defendem isso com unhas e dentes. Os EUA financiaram canalhas sim, por serem o “menos pior” em época de Guerra Fria onde… Read more »

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

lustrar = ilustrar

A-Bomb
A-Bomb
11 anos atrás

RodrigoBR em 08 fev, 2010 às 0:31

Caro RodrigoBR o Irã é um pais terrorista.
Governado por uma ditadura religiosa.

O Brasil teria todo direito de ter armas Nucleares (é um pais pacifico e a gritaria não seria tão grande)mas os Terroristas Islamicos do Irã não.
Alem do mais o Brasil nunca ameaçou tirar ninguém do mapa como o Irã.

Um conselho amigo pare de ler site sobre teoria das conspirações.
Isso esta afetando seu cérebro.

Todas essas teorias malucas que voce citou não passam de um monte de bobagens totalmente infundadas.

Bayron
Bayron
11 anos atrás

Concordo com o RodrigoBR em vários pontos: 1 – O Brasil apoia o Irã, pois, assim como eles nós também planejamos enriquecer urânio para gerar energia… e, se formos ocntra eles, estaremos indo contra nós mesmos. O Irã já foi prestesto dos EUA quererem interromper nosso programa e ter acesso irrestrito às nossas centrífugas a alguns anos (se não me engano em 2003). 2 – O França, EUA, Inglaterra, Israel, etc não podem acusar eles de serem o “lado mau da força”, sendo que esses países são detentores de armas atômias e relutam ao máximo de se desfazer delas. Alias,… Read more »

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Ah sim, quem não gosta das tecnologias americanas, largue de “blogar” pois precisa de computador pessoal com placa de rede ethernet e protocolo TCP/IP, Internet e banda larga ou modem discado etc, tudo invenção americana.

Capixaba
Capixaba
11 anos atrás

Antonio M em 08 fev, 2010 às 9:30 Não é porque esses fatos ocorreram ao longo da história que temos que aceitar a imposição norte americana hoje. Os tempos são outros. O fato é que eles apoiaram esses canalhas que você citou e outros mais. Infelizmente eram canalhas mesmo, fizeram oque fizeram em seus países, mas, os EUA mantiveram o apoio incondicional sempre… com exceção do Saddam, que ao fazer querra pelo Petróleo foi ocntra seus interesses e do Bin Laden (filho dos EUA), que se voltou contra eles. Não sou anti-norte americano, pelo contrário, adimiro sua hstória e pernagens… Read more »

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

“…segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 Israel pune oficiais por uso de fósforo branco durante ofensiva em Gaza O Exército israelense submeteu dois oficiais a punição disciplinar por terem autorizado a utilização de fósforo branco no bombardeio de um bairro residencial em Gaza, há um ano. Segundo o documento enviado à ONU pelo Exército israelense, um general de brigada e um comandante de divisão sofreram punição disciplinar por terem “arriscado vidas humanas” quando autorizaram a utilização de armamentos com fósforo branco para bombardear o bairro de Tel El Hawa, no dia 15 de janeiro de 2009, durante a operação defensiva… Read more »

Capixaba
Capixaba
11 anos atrás

Antonio M em 08 fev, 2010 às 9:39

Ei… existiram outras invenções como esta. O padrão estabelecido acabou esse devido a força deles no mercado. Mas acredito, se o mundo decidisse utilizar outra coisa teríamos sim ao que recorrer.

Mas assim como utilizamos isso, eles utilizam muitas outras coisas criadas pelos outros… e por aí vai meu querido. Pare de encherga-los como o centro único do mundo. São normais e não deuses.

eduardo
eduardo
11 anos atrás

As difereças entre o Brasil e o Irã no caso do desenvolvimento de tecnologia nuclear são as seguintes: 1 – o Brasil é uma democracia, com liberdade de imprensa, liberdade de organização, eleições competitivas e rotatividade de governos. 2 – O Brasil é um estado laico cujas políticas não são direcionadas por teólogos. 3 – O Brasil é um país de cultura e valores ocidentais, que defende a autodeterminação dos povos, condena a guerra e defende a convivência pacífica entre os povos. 4 – O Brasil acredita que tem o direito a desenvolver a tecnologia nucler e, em troca desse… Read more »

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Sr. Capixaba, Quem investiu, financiou para tornar operacional foram Força Aérea e Exécito americanos (ENIAC) e depois mais investimentos e pesquisa americanos para aperfeiçoá-lo e produzir em escala comercial que permitiu miniaturizá-lo e torná-lo pessoal. As redes locais, Wan e internet foram trabalho encomendados pelo Pentágono afim de interligar suas bases pelo mundo e que também foram disponibilizados em versões pessoais e corporativas. Mérito deles. Não descarta que envolveu muita gente, de todas as procedências mas, quem “empacotou e colocou na prateleira” foram os americanos. Isso é apenas um resumo e obviamente poderia ser de outro jeito mas, não foi.… Read more »

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

“…EUA mantiveram o apoio incondicional sempre…”

Não. Até em relação ao Brasil, Jimmy Carter disse que não apoiaria ditadura e quem não apoiasse os direitos humanos. Era o sinal da mudança. Aconteceu com Noriega e Trujillo também.

“…Baby Doc no Haiti e seu filho foram apoiados pelos EUA…”

Majoritariamente a França que o apoiava, o Haiti foi colônia francesa. E Baby Doc ainda vive e exilado na França.

Marine
11 anos atrás

Antonio M,

Parabens pela sensatez, pragmatismo e real conhecimento de historia; Quem dera tivessemos mais bloguistas como o senhor.

Sds!

Antonio M
Antonio M
11 anos atrás

Obrigado pela deferência sr. Marine.

A intenção é sempre aprender e pelo que já li no seus posts de seu conhecimento e vivência, é um testemunho fantástico.

abçs!

Capixaba
Capixaba
11 anos atrás

Antonio M em 08 fev, 2010 às 12:22

Sim, eles inventaram isso. Mas se fosse o caso teríamos outros padrões a recorrer além do deles. Mas como o mercado deles é mais forte, acabou prevalecendo o padrão deles… o que não ocorreu no caso da TV Digital, por exemplo.

Como eu disse, admiro muitos evetos e persolnalidades históricas dos EUA… mas sou contra a atual politica arrogante e “controlacionista” deles.

Dell72
Dell72
11 anos atrás

Uma pergunta como se classifica as ações israelenses durante a ocupação Inglesa logo apos o fim da segunda guerra?
alguem ja leu a respeito ou viu algum documentario?
não existem “bons” em lugar nenum do mundo, nem nós somos, tudo depende das circunstancias do momento vivido ou que vira.
não adianta ficar-mos falando deste ou aquele, pois nunca conseguiremos entender realmente o que se passa por tras da cortina.
E no fim ficamos aqui batendo cabeça uns com os outros.

COMANDANTE MELK
COMANDANTE MELK
11 anos atrás

Senhores, vamos ser pragmáticos, um Irã dotado de artefato Nuclear não interessa a ninguem, muito menos ao Brasil(Não sejam tolos em imaginar que o governo Brasileiro não sabe disso). A meu ver, não devem ser envidados esforços no sentido de frear, o mal disfarçado desejo de Teerã em possuir poderio belico nuclear. A realidade, é que o regime que governa este país é francamente contra tudo oque “nós´´ civilização ocidental, cremos, acreditamos. A meu ver, tal regime, não se furtaria em utilizar qualquer método necessario(Neste caso, o poderio nuclear) para fazer valer as “suas ideias e interesses´´(Usando inclusive, segundo individuos… Read more »

Seal
Seal
11 anos atrás

O Brasil nunca falou em riscar ninguém do mapa,além disso é assinante de tratados que impedem a fabricação de artefatos nucleares e é contra a constituição do país de tal fabricação.Já o Irã ameaçou riscar o Estado de Israel do mapa,negou o holocausto na WW2,é bom ficar de olhos bem abertos. Segundo algumas fontes,o Irão testou também um caça invisível aos radares inimigos,que após vários testes,entrará em produção.E um sistema de baterias anti-aéreas similar ao S-300 russo. Além de enriquecer seu próprio urânio, o que levanta temores sobre o risco de produção de armas nucleares, o Irã anunciou ontem ter… Read more »

jacinto oliveira pinto
jacinto oliveira pinto
11 anos atrás

esse Marine é um brasileiro servindo nos eua? Que beleza em fera….

bruno luiz
bruno luiz
11 anos atrás

Antonio M em 08 fev, 2010 às 9:39 Você é um dos mais errados. Não é porque não apoiamos algumas coisas que os EUA fazem, que vamos parar de consumir seus produtos. Você é como o Felipe Cps. Sempre arruma um jeitinho de generalizar algo. “hora, se não gosta do que os EUA fizeram, pare de usar os produtos deles.” Amigo na boa, ser contra ao posicionamento exagerado dos EUA não significa que os odiamos ou não iremos mais comprar nada deles. Assim como alguns países europeus que não gostam que o Brasil venda seus produtos agrícolas mais baratos que… Read more »

bruno luiz
bruno luiz
11 anos atrás

O ódio do oriente médio não é necessariamente contra o ocidente, mas sim alguns países que se aventuraram em abusar daquela região. Nunca vi nenhum país daquele lugar ameaçar a Argentina, Brasi, México e etc. O ocidente do eixo EUA está pregando esssa falsa idéia de que eles estão contra todo o ocidente, o que não é verdade. Também não é uma guerra religiosa contra os “infiéis”. Se fosse isso, não seriam tão amigos assim da China, nem da, sei lá o que da onde. O que acontece é uma espécie de revanche por interesse contra os países que são… Read more »

Noel
Noel
11 anos atrás

Só uma palhinha nesse debate, Argentina, Brasil, México e outros, nunca tiveram peso no Xadrez político mundial, e mesmo assim, a Argentina sofreu um atentado terrorista em Buenos Aires, com oitenta e poucos mortos em 1994.

Dinho
Dinho
11 anos atrás

Caso o Irã consiga produzir uma arma nuclear, os EUA serão os primeiros a propor parceria, independente de ser um governo teocrático, e de ser inimigo de Israel. Qual país hoje possui arma nuclear e é tratado como o Irã ou Coréia do Norte, que possivelmente estejam querendo produzí-la? Veja a situação do Paquistão: É uma democracia? É adepta da cultura ocidental? Ao menos reconhece a existência de Israel? No entanto os EUA os tratam como parceiros na luta contra o terrorismo. Por acaso a India possui alguma restrição por possuir armamento nuclear? Por que não há vistoria da AIEA… Read more »

Galileu
Galileu
11 anos atrás

Quanta …… os caras escrevem aqui…

Tem um par aqui que devem estar lá no afegasnitão defendendo os yankees, porque escrever que o irã tem caça stealth já é demais..

Mais eu entendo, o tio sam, para entrar numa guerrinha qualquer que seja, precisa apresentar para o congresso quem é seu mais nomo inimigo..

E vale de tudo até dizer que o irã tem caça stealth, canhão de plasma, tecnologia alienígena…..

bruno luiz
bruno luiz
11 anos atrás

Noel em 08 fev, 2010 às 20:03

Eram grupos terrorista da própria argentina, e não da AlQaeda.
Assim, nossos terroristas são bem diferentes, eles não são de fazer escândalos, pelo contrario, agem no silêncio como ninjas.

Marine
11 anos atrás

Nao vou entrar muito no merito da questao dos porques… Mas na opiniao de quem ja esteve no Oriente Medio em varios paises, conversou com varias pessoas e ja encarou terrorista de olho a olho. Baseado em tudo que ja li, desde relatorios a livros, palestras e tudo mais na funcao de melhorar meu conhecimento sobre o local eu diria o contrario. Os fanaticos la nos odeiam nao por causa da politica externa dos paises ocidentais, essa e a desculpa oficial. A verdadeira razao e a influencia cultural que temos na sociedade deles. Odeiam Britney Spears e as mini-saias e… Read more »

Noel
Noel
11 anos atrás

bruno luiz, sem querer me alongar mais nesse tema, lembro-lhe que o presidente iraniano indicou para o cargo de ministro da Defesa um homem que é acusado oficialmente pelo atentado terrorista em Buenos Aires em 1994. Ahmad Vahidi é um dos mentores do ataque. Ele era o comandante da Força Quds, grupo que teria realizado o ataque terrorista. O fato de terem participados terroristas anti-judeus locais, não altera nada, até pq o modus operandi é o mesmo dos grupos palestinos, e para as pessoas que morreram, e principalmente para seus familiares, tanto faz ser o grupo X, Y ou Z.… Read more »

bruno luiz
bruno luiz
11 anos atrás

Noel em 09 fev, 2010 às 0:57 Ok, mas mudando de assunto. O ódio interminável “contra” ocidente é um tanto interessante de se notar, é como os valores da China (e o japão também) no inicio do século passado ser contrario (em alguns casos) aos costume e modos ocidentais, das vestes até os costumes da sociedade. Mas acabaram sendo totalmente ocidentalizados (o mais interessante é que foi numa época em que historicamente os EUA não eram o que são hoje (potência mundial e altamente “influenciativa”) ). Voltando ao Oriente Médio. Bem, podemos ver uma espécie de “ocidentalização” desses “antiocidentais”, é… Read more »

bruno luiz
bruno luiz
11 anos atrás

Noel em 09 fev, 2010 às 0:57

Queria saber a sua opinião sobre o modo de pensar dessas pessoas que, de acordo com o que dizem, odeiam o ocidente, uma vez que já vivem em meio as comodidades que o ocidente tem a oferecer.
Já que odeiam esse jeito de vida, por que acha que eles ainda sim, vivem nesse mundo de televisão, informática, tecnologia nuclear e etc.
Por favor, não me leve a mal por perguntar isso, apenas que saber a sua opinião.

Grato

Noel
Noel
11 anos atrás

Muito simples Bruno, creio que vc está misturando a população muçulmana em geral, com os radicais religiosos. Temos o próprio Irã como exemplo do que vc relatou, sua população é bem “antenada” com modo de vida ocidental, sem perder seus valores históricos, porém o poder é dominado pelos lideres religiosos, eis um X a questão, existem outros. Grande parte da população arabe/muçulmana realmente convive com muito do que o Ocidente oferece, muitos podem até não simpatizarem com o Ocidente, têm até seus motivos, porém não são doentes que pregam o extermínio dos diferentes, o que é fato nos diversos grupos… Read more »

Zétobias
Zétobias
11 anos atrás

Gostaria de dizer o que acho da situação: Não passa de 2010 os EUA, com aval da Rússia, pulverizarão as instalações nucleares e de mísseis (lançadores e fábricas)do Irã. Não será Israel a fazer o serviço, pois a situação no OM se tornaria muito perigosa. Não serão atacados alvos civis. Tenho certeza que novos armamentos de precisão serão testados. Depois de concluída a tarefa, que não demorará mais de 48 horas, a capacidade bélica do Irã voltará a era do estilingue. A consequência disso será a deposição do regime dos aiatolás, porque o povo iraniano já está cheio daquilo. E… Read more »

Athos
Athos
11 anos atrás

Sim KeplerK, como o Iran disse, este nível(20%) de enriquecimento poderia suprir as necessidades médicas do país.

Lógico que não serve para fazer bomba com esse urânio mas, afinal de contas, alguém está aí para isso. Eles estão sentados sobre uma das maiores reservas de petróleo do mundo e isso é o que interessa.

Últimas Notícias

Grupo de Artilharia Antiaérea realiza exercício de tiro real

Praia Grande (SP) – O 2º Grupo de Artilharia Antiaérea participou, no período de 13 a 17 de setembro,...
- Advertisement -
- Advertisement -