sexta-feira, julho 30, 2021

Saab RBS 70NG

Após anúncio de Ahmadinejad, EUA pedem maior pressão sobre Irã

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clipping-forteROMA e MUNIQUE – O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, voltou a sugerir neste domingo que a comunidade internacional adote sanções contra o Irã depois que o presidente do país, Mahmud Ahmadinejad, ordenou a produção de urânio enriquecido a 20%. Durante visita a Roma, Gates afirmou que a resposta do governo iraniano ao ocidente foi decepcionante.

– Se a comunidade internacional estiver junto e fizer pressão sobre o governo iraniano, acredito que ainda há tempo para sanções e pressões para funcionarem – disse Gates.

– Mas precisamos trabalhar juntos. Acho que todos nós podemos fazer mais – acrescentou, sem explicitar que tipos de sanções deveriam ser impostas.

Neste sábado, Gates já havia afirmado que não vê sinais de que um acordo esteja próximo.

O ministro da Defesa da Alemanha, Karl-Theodor zu Guttenberg, também criticou neste domingo a decisão de Ahmadinejad e ressaltou que a comunidade internacional precisa deixar claro para o Irã que “a paciência está no fim”.

– Pode ser que as sanções precisem ser ajustadas aqui e ali. Precisamos considerar cuidadosamente o impacto que nossas decisões possam ter – afirmou Guttenberg.

FONTE: O Globo, com Agências Internacionais

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ismael
Ismael
11 anos atrás

Está ficando um barril de pólvora e cperto do fogo: O Irâ há muito tempo não começa uma guerra. E foi atacado pelo um país amigo do ocidente, Iraque, nos anos 80. Israel tem armas nucleares e não teve escrúpulo de usar armas não permitidas contra os palestinos. ( 1200 palestinos mortos x 13 israelense) isto não é guerra, é massacre. Segundo Samuel P. Huntigton no seu Livro: O Choque de Civilizações os Estados não-ocidentais extrairam da 1ª Guerra do Golfo lições evidentes. Para uma alta autoridade militar indiana a liçao foi mais exolícita: ” Se você possuir armas nucleares… Read more »

Ismael
Ismael
11 anos atrás

Está ficando um barril de pólvora e perto do fogo: O Irâ há muito tempo não começa uma guerra. E foi atacado pelo um país amigo do ocidente, o Iraque, nos anos 80. Israel tem armas nucleares e não teve escrúpulo de usar armas de fósforo branco contra os palestinos. ( 1200 palestinos mortos x 13 israelense) isto não é guerra, é massacre. Segundo Samuel P. Huntigton no seu Livro: O Choque de Civilizações os Estados não-ocidentais extrairam da 1ª Guerra do Golfo lições evidentes. Para uma alta autoridade militar indiana a liçao foi mais exolícita: ” Se você possuir… Read more »

Leopoldo Duarte
11 anos atrás

Fiz alguns comentários a respeito do texto: Na contramão de negociações, Irã ordena aumento do nível de enriquecimento de urânio (acima), é uma questão de tempo para ocorrer um conflito entre o Irã e Israel.

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -