Home Opinião Somos mesmo Terceiro Mundo!

Somos mesmo Terceiro Mundo!

265
57

JOÃO MELLÃO NETO – O Estado de S.Paulo

vinheta-clipping-forteQuase ninguém se encoraja a abordar esse tema, mas é preciso que seja dito: o papel que o Brasil vem exercendo na diplomacia internacional é visto pelos especialistas como tolo e ingênuo, além de macular a nossa autoimagem de país sério.

Aqui, na América do Sul, onde a nossa maior praga política, o populismo, renasce com força, não somos vistos como uma liderança, como deseja o governo. Quase todos os nossos vizinhos nos encaram como “o primo rico”. Ou seja, aquele que tem sempre a obrigação de “pagar a conta”.

O Chile – nosso atualmente único colega de subcontinente em condições de chegar ao Primeiro Mundo – nos ignora.

Já a Argentina – que foi realmente uma potência mundial até meados do século passado – vive nos chantageando para que o Mercosul não seja desmantelado. A todo momento o governo platense apresenta uma nova barreira comercial protecionista contra os produtos de exportação brasileiros, sob o enganoso pretexto de estar protegendo a sua economia nacional e seus interesses contra a “falta de simetria econômica” entre as duas nações. Ou seja, o mercado interno brasileiro está – e assim tem de permanecer – escancarado às investidas dos poucos produtos argentinos que têm preço competitivo. Já o mercado argentino está travado por barreiras contra o Brasil. “Muy hermanos” esses nossos vizinhos. Mas os problemas que eles nos criam se resumem a isso. O governo “peronista” de Christina Kirchner não precisa de uma “mãozinha” política do Brasil. Os argentinos são muito orgulhosos e não aceitam favores desse tipo provenientes dos brasileiros.

Com relação à Venezuela, é diferente. Hugo Chávez praticamente comprou a simpatia e a boa vontade dos argentinos. Para tanto se dispôs a assumir razoável parcela da dívida interna argentina. A Venezuela dispõe de recursos suficientes para tais atos de generosidade. Eles provêm do seu petróleo. Com tais divisas disponíveis, o “bolivarianismo” – o novo socialismo latino-americano – está sendo exportado para todo o continente. E, atualmente, os grandes líderes políticos da região são os venezuelanos, e não os brasileiros.

Seria natural que nós usufruíssemos tal condição. Afinal, o Brasil é o maior país do continente latino-americano – tanto em extensão territorial como em população e também em poder econômico. Mas a opção de nossos atuais governantes tem sido a de alimentar a nossa “consciência pesada” com relação aos nossos vizinhos. E eles bem sabem se aproveitar disso.

Evo Morales, na Bolívia, chegou ao poder com um discurso claramente antibrasileiro. Segundo ele, o Brasil, no passado, teria abusado da boa-fé boliviana para comprar o Acre “pelo preço de um cavalo”. Como pouca gente, por aqui, conhece bem a História, a versão pegou. E serve, agora, para alimentar nos brasileiros um insuportável sentimento de culpa.

Obviamente, não foi bem assim. E o que estamos pagando à Bolívia como uma forma de compensação tardia tem um preço muito elevado. Compramos o gás natural que eles produzem. O problema é que a nossa produção interna de gás é mais do que suficiente para atender às demandas da economia. O gás proveniente da Bolívia está literalmente sobrando. Mas jamais nos ocorreu suspender o contrato. E os líderes bolivianos vão, para sempre, continuar falando mal da gente.

No Brasil, as nossas esquerdas sempre alimentaram o discurso antiamericano. Ninguém percebe, por aqui, que, para os nossos vizinhos, os grandes imperialistas não são os norte-americanos, mas sim os brasileiros.

O atual governo do Equador, que apregoa ser nacionalista, começou a sua gestão estatizando várias empresas brasileiras. Foi uma atitude que pegou bem por lá. Ainda mais porque os nossos dirigentes aceitaram isso sem reclamar.

Agora, no Paraguai, o ex-bispo “progressista” Fernando Lugo venceu as eleições presidenciais prometendo renegociar o contrato de Itaipu, mais do que decuplicando o preço que o Brasil paga pela sua energia. Ainda não aconteceu nada, mas as nossas autoridades já deram seguidas demonstrações de que a boa vontade brasileira com relação ao pleito é imensa.

O apoio incondicional que o nosso governo tem dado a Hugo Chávez contradiz, na prática, o compromisso brasileiro com a democracia e as suas instituições. O mesmo argumento vale para Cuba. O nosso governo, para tanto, faz vista grossa a todos os atentados aos direitos humanos que por lá ocorrem.

Resultado: não logramos ser líderes de nada, na América Latina. Passamos até por alguns ridículos, como o de Honduras.

O nosso presidente foi convencido a visitar um monte de nações insignificantes da África como forma de se projetar no mundo. Em vão.

A maior cartada do nosso governo foi a suposta intermediação na questão do Irã. Para isso demos guarida institucional ao ditador de lá, quando o resto do mundo evita fazê-lo. O homem é um vira-lata internacional. E o que conseguimos com isso? Nada, além do vexame que protagonizamos nos últimos dias.

Presidente, não seria hora de repensar nossa política externa?

Os seus assessores na área, nos últimos oito anos, têm lhe garantido que tais iniciativas tortuosas serviriam para que obtivéssemos uma cadeira permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Nunca estivemos tão longe disso. As nossas insólitas e erráticas investidas diplomáticas, ao contrário, criaram uma imagem do Brasil como um parceiro pouco confiável.

Presidente, ainda é tempo de botar esses incompetentes na rua!

JORNALISTA, DEPUTADO ESTADUAL, FOI DEPUTADO FEDERAL, SECRETÁRIO E MINISTRO DE ESTADO. E-MAIL: J.MELLAO@UOL.COM.BR

57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flavio
Flavio
10 anos atrás

matéria muito boa!!! Só tenho a lamentar o que ocorre no país que tanto amo. Infelizmente, nossos governantes nem sempre acertam em todos os assuntos. Isso só mostra o quanto somos gigantes de musculos fracos. Mas, como diz o nosso hino: deitado eternamente em berço esplêndido. Pena que não é um berço de responsabilidade e compromisso com o país, mas um berço de fracos e corruptos preocupados apenas com o seu bolso, esquecendo o país que deveriam cuidar. Mas….este ano tem copa, campeonato brasileiro, todo ano tem carnaval, em 2014 copa, em 2016 olimpiadas, temos mulatas dançando… Enfim, acho que… Read more »

Lanterna Verde
Lanterna Verde
10 anos atrás

Primeiramente gostaria de salientar que o texto é bastante lúcido e conciso. Porém discordo do autor quanto a questão nuclear do Irã, como assim vexame internacional, sinceramente não entendi, pois conseguirmos levar um acordo nuclear ao Irã, não podemos nos influenciar pelas políticas de Washington que despreza a mediação de países emergentes, e que ficou clara a vontade destes sobre um fracasso turco-brasileiro nas mediações com o país islâmico. É preciso ainda esclarecer que sobre os possíveis embargos argentinos sobre produtos brasileiros, o governo não ficou parado(não estou fazendo campanha política) e logo aplicou retaliações, pois produtos perecíveis como frutas… Read more »

KeplerK
KeplerK
10 anos atrás

100% propaganda política. Um lixo neocon.

muscimol
muscimol
10 anos atrás

The thin red line of world politics!! …. welcome to the machine Brasil!

🙂

Alexandre GRS
Alexandre GRS
10 anos atrás

Prezados, Apesar de expressar o ponto de vista do jornalista, fica visivel o cunho político que o texto abarca. Fato que algumas coisas que o referido Sr. cita, conferem com a verdade porém, em sua grande maioria, o texto é altamente tendencioso. Alias, nada de estranho em um ano de eleições. Sempre procurei ser pragmático e fugir de linhas partidarias. Agora, nunca compactuarei com injustiças e, muitas linhas escritas pelo jornalista demonstram claramente um ataque enviezado e inveras. Quando o mesmo aborda o envolvimento diplomático brasileiro como infantil e tolo, o mesmo vai contra renomados periódicos mundiais onde podemos citar:… Read more »

Ademir
Ademir
10 anos atrás

Matéria ridícula……feita para pessoas alienadas continuarem sendo, totalmente política querendo perssuadir uma única forma de pensamento!

athalyba
10 anos atrás

Logo que ví esse texto postado aqui, pensei que o ForTe tinha capitulado da pior maneira à manipulação neocon tupiniquim. Eu, que lí o texto ontem, fiz questão de escrever ao ex-deputado e apontar as gritantes falhas de argumentação que constam do editorial. Estamos com gás sobrando ??? Chávez líder na AL ??? Passivos frente aos argentinos ??? O Chile nos ignora ??? Essas quatro perguntas, se respondidas seriamente, desmontam a argumentação sôfrega do cidadão. Nem vale a pena falar do “ingênuo e tolo”, pq eu cansei de batalhar contra o complexo de vira-lata que essa parcela da elite brazuca… Read more »

robert
robert
10 anos atrás

qnt abobrinha!

Ah, é que daqui uns dias começam as festas juninas, dai da pra fazer um monte de doce com isso!

Antonio
Antonio
10 anos atrás

Esse artigo retrata a visão dos conservadores. Um velho discurso. Impregnado de complexo de inferioridade. Livre de correntes ideológicas, todos deveriam ler a revista Carta Capital dessa semana. Depois voltem aqui e postem seus comentários.

roberto correia matos
roberto correia matos
10 anos atrás

O jornal o Estado de São Paulo faz parte do famigerado PIG cuja função é desacreditar o país. De sorte que ultimamente esse tipo de trabalho não tem respaldo da população que vê ações dessa natureza como falta de informação e também falta de patriotismo. É evidente que falta ao autor da matéria conhecimentos em política externa.

Vitor
Vitor
10 anos atrás

Concordo plenamente que temos uma política de terceiro mundo. Mas isso foi feito para compensar a esquerda do partido do presidente ja que ele cuidou tao bem do capitalismo do nosso país 🙂

Aldo
Aldo
10 anos atrás

carta capital livre de correntes ideológicas…….QUÁ,QUÁ,QUÁ……. Petista, carta capital é a grama ideológica que serve de repasto aos quadrúpedes de mentalidade jurássica da nossa esquerda tupiniquim. quanto a sermos conservadores…my ass dumpie! Quem quer conservar alguma coisa são voc~es, conservar a roubalheira desenfreada do lulo-petismo, a aliança espúria com os grandes bancos e empresas de telecomunicações, a empresa do g~enio dos negócios lulinha, o domínio dos fundos de pensão pelos sindicatos cutistas. Eu não, eu quero mudar isto, quero essa gente na cadeia. Quanto a diplomacia é uma vira-latice só, ficamos latindo para os EUA, que ´não dá nenhuma bola… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

Perfeito. Simplesmente perfeito. Não há sequer o que comentar. A diplomacia do Itamaralívia é uma vergonha nacional. Aliás, ontem assisti ao Globo News Painel, e os especialistas convidados, um deles estrangeiro, e incluindo o Ex-Chanceler Celso Laffer, foram unânimes em caracterizar a recente pantomima do Irão como o maior fiasco da diplomacia brasileira em todos os tempos. De fato, foi tão ridícula, tão intrusiva, tão cretina a atuação de Pindorama no episódio que conseguiu unir Rússia, China e EUA, no inédito prazo de 24 horas, em torno de novas sanções ao Irão. Lula não conseguiu sequer ser o idiota útil… Read more »

ingenuo
10 anos atrás

como podemos ser de primeiro mundo se nosso presidente apóia todos os tipos de terrorista e safadesa e finge não saber de nada,só falta ele coloca um represente das farcs e outro do epp no congresso se é que ja não tem por debaixo dos panos

Antonio M
Antonio M
10 anos atrás

O texto é ótimo, concordo.

O problema é que a militância esquerdoba agora acredita que um erro conserta o outro. Fazem o que governantes anteriores faziam mas, que na oposição condenavam para quando no poder fazer exatamente a mesma coisa, porém propagandeando como a coisa certa.

O que lamento mesmo é que o texto independente da matiz ideológica é escrita por um político (janista e ministro de Fernando Collor) que no poder fez ou faz o quê ?!?!?!?!?

sarraf
sarraf
10 anos atrás

Texto ruim e tendencioso hein?

desde quando o Brasil dialogar com a Venezuela contradiz a democracia, uma vez que Chavez foi eleito democraticamente?
outra coisa, as relações brasileiras com “nações insignificantes” africanas visa os nossos interesses estratégicos, tanto no comércio quanto na obtenção de riquezas.
Esse cara, além de reacionário da pior espécie, segue a linha “veja” da ciência política, a linha do liberalismo de cócoras e do alinhamento automático, que só prejudicaram o país ao longo da nossa história.

lc
lc
10 anos atrás

Diplomacia dirigida por figuras de extrema má-fé, orientada por uma ideologia e anti-americanismo estúpidos. Juntando-se a isso um líder de comportamento histriônico e megalômano.
Só podia acabar em fiasco mesmo.

P.S.
“Antonio disse:
24 de maio de 2010 às 8:44”

“Ler carta capital livre de correntes ideológicas.”

Só pode ser piada.

Sds.

Caipira
Caipira
10 anos atrás

Bom dia!

Depois quando eu me refiro ao nosso país como terceiro mundo caem matando….

Ei editores acessei hoje porquê esperava encontrar uma matéria em homenagem ao dia da Infantaria….não vai rolar nada?
Quero deixar aqui a minha admiração pela infantaria, a mais nobre das armas!!

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Propaganda política! Amigos, não sou lulista, pelo contrário, até hoje me sinto cosntrangido ser governado por pessoas sem estudo! considero primordial que um governante tenha vivência e intelecto fomentado! é requisito mínimo! por isso vemos e ouvimos o nosso presidente falando bobagens mil… e pq não fazendo? ou deixando de fazer o que tem que fazer? por puro desconhecimento de causa! procuro não entrar no mérito da falta de honestidade… pois até então nenhum dos nossos líderes tem moral para falar algo do Lula… O negócio aqui é simples! apesar de falar algumas meia-verdades, este sr. está pouco preocupado em… Read more »

Floresteiro
Floresteiro
10 anos atrás

Aff,
dizer q está errado de tudo é exagero, pois fatos como o de Honduras e as bravatas de alguns vizinhos são as mais puras verdades.
Quanto as invenções e distorções, não vou nem mencionar porque outros já citaram.

Só sei que toda vez que o Brasil vai contra a linha dos grandes países, me aparece idiótas como estes.

Certo faziam os antecessores, que puxavam o saco e não eram criticados.

Brazil!!!!!!!!!!!!!, ou melhor, Petrobrazz!!!!!!!!!!!!

Floresteiro
Floresteiro
10 anos atrás

Correção: PetrobraX

Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

Odeio o PT. E tenho nojo do PFL/PSDB. Não voto no Serra. E muito menos na Dilma. Mas que o autor o texto falou umas verdades bem dolorídas pra turma do “companheiro”, isso ele falou… Um ponto importante sobre as discussões políticas aqui no blog. Existem milhares de “membros do partido” que foram nomeados pelo PT para ocuparem cargos no governo federal. E eles estão morrendo de medo de perder o emprego. Dai ficam nos blogs mais influentes, como esses da triologia, o dia inteiro defendendo tudo o que o “companheiro ” faz. Igual a turma do “sociólogo” fazia. Dois… Read more »

Carlos
Carlos
10 anos atrás

São declarações de um neofacistazinho tucano.
O Brasil nunca, nunca, e repito nunca antes esteve tão respeitado no âmbito internacional.
Existem muitos descontentes com isso, como os babões do PSDB e DEM assim como os alienados adoradores do EUA.
AInda bem que você não é mais político algum, pessoas assim transformam nossa nação no que há de pior no mundo.

Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

SUGESTÃO AO BLOG: Um tema muito interessante e que tem a ver com os assuntos discutidos aqui no FORÇAS TERRESTRES, A “Guerrilha Guarani”

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?edition=14739&local=1&section=1014&source=a2912675.xml&template=3898.dwt&uf=1

Capixaba
Capixaba
10 anos atrás

Infelizmente o forte se tornou um blog mais politico do que militar, preferia o Forte de meses atraz.

Peço humildemente a vola a abordagem de assuntos estratégicos e militares a exemplo dos blogs do Poder Aere o e Naval, pois, aqui o temo só tem sido detonar o Lula e os diplomatas brasileiros.

urss
urss
10 anos atrás

Claro q sao 3° mundo.(infelizmente ainda)

Mas o facto é q nao sao 3°mundo por nenhuma das razoes apontadas no texto e todos vcs sabem disso, no entanto os comentarios seguiram apenas uma ideologia politica.

Vader um país nao é 1° ou 3° mundo por ser governado pela esquerda ou pela direita.

Lucius Clay
Lucius Clay
10 anos atrás

Descordo totalmente do texto; se nossa política fosse assim tão ruim, porque nosso comércio exterior tem crescido tanto com o mundo todo? Acho que tem pessoas que só sabem escrever sobre o que acontece de negativo e não vêem o que está acontecendo de bom…

Vader
Vader
10 anos atrás

urss disse:
24 de maio de 2010 às 11:47

“Vader um país nao é 1° ou 3° mundo por ser governado pela esquerda ou pela direita.”

Eu disse isso? 🙂

Sds.

Ultroloth
Ultroloth
10 anos atrás

Se quer ser neutro tem que posta o outro lado também, ou declare que é contra logo, fingir neutralidade é a pior coisa a se fazer.

athalyba
10 anos atrás

Lucius Clay, direto ao ponto.

Mas tem gente que não acha nada demais tirar os sapatinhos pra entrar nos EUA, como o Celso Lafer …

Para os que sofrem do “complexo de vira lata”, só resta uma sugestão: ladrem, eqto a caravana passa …

Pedro
Pedro
10 anos atrás

“Capixaba, apenas publicamos a opinião de um político que julgamos ser importante para o debate.” > Isso que é o grande problema desse blog. Os editores estão sendo parciais, onde apenas “um lado” é colocado e o outro fica sem nada. Nunca vejo ou são em bem menores numeros as opiniões que geralmente são a favor do atual governo. Se vcs querem ser justos e trazer um bom nivel para os debates, tem que mostrar os dois lados da moeda. Pq o texto do jornal britanico que elogia a medida do Brasil e da Turquia, ou os comentários do Secretário… Read more »

Pedro
Pedro
10 anos atrás

“Descordo totalmente do texto; se nossa política fosse assim tão ruim, porque nosso comércio exterior tem crescido tanto com o mundo todo? Acho que tem pessoas que só sabem escrever sobre o que acontece de negativo e não vêem o que está acontecendo de bom…” > Esse é o famoso complexo de virá lata do brasileiro. O colega descreveu bem o que é, se o cara vai bem, tem um monte de gente com ciúme que fica puxando o cara para baixo, só para o prazer de ver ele se ferrar. Isso é na politica, nas empresas, faculdades e até… Read more »

Excel
Excel
10 anos atrás

Concordo plenamente com o texto. A participação brasileira na questão do Irã foi digno de diplomacia de terceiro mundo, afinal gritou, rebolou mas no fim levou tapa de quem manda no pedaço. O Brasil tem potencial para ocupar um lugar entre os países mais influentes do mundo, mas está sempre olhando o fim do caminho e não o meio, através do qual pode chegar ao fim visionado. Acho que o problema é isso, que sabemos que podemos fazer parte deste grupo, e temos tanta certeza disso que queremos esse lugar no grito e não no merecimento, através de um trabalho… Read more »

athalyba
10 anos atrás

“Pq o texto do jornal britanico que elogia a medida do Brasil e da Turquia, ou os comentários do Secretário Geral da ONU sobre o acordo, não estão aqui?”

Pedro, perfeito … Desmontando a falácia da imparcialidade …

Antonio M
Antonio M
10 anos atrás

Já postei aqui uma vez mas, não resisto principalmente quando querem dizer que o governo LuLLa “peitou” o imperialismo e sempre usam o exemplo de um diplomata que simplesmente obedeceu a um procedimento de segurança por causa da suspeita, de uma possibilidade de ataque terrorista do qual o referido embaixador não foi acusado mas, simplesmente poderia ser o portador, ou qualquer um, mediante ação de algum terrorista. É como se culpasse exclusivamente o Correio por enviar uma carta-bomba, contrabando, drogas…. “Sabe com quem está speaking? Sou o Amorim” Elio Gaspari , Folha S.Paulo, 2007 Qualquer pedestre pode dizer ao guarda… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

athalyba disse: 24 de maio de 2010 às 12:34 “tirar os sapatinhos pra entrar nos EUA, como o Celso Lafer …” Como afirmado pelo próprio no Globo News Painel que foi ao ar ontem (domingo 23/05/10), a Chanceler da Rússia e o Embaixador da China também tiveram de se descalçar para passar pelo detector de metais no aeroporto, quando o país mais poderoso do globo terrestre estava em DEFCON 2 devido aos covardes ataques terroristas de 11/09/2001. E nenhum deles criou caso por causa disso. E ainda, completou o Ex-Ministro para o mediador do debate: “poderia muito bem ter dado… Read more »

Lucius Clay
Lucius Clay
10 anos atrás

Quero ressaltar que não deixaria de colocar a matéria no blog, o Galante está certo, deve divulgar tudo, independente das opiniões aqui proferidas, o que critiquei foi o valor dado as argumentações do autor. Achei-as sem fundamento, até parece que a gente tá defendendo um governo, e não a atitude de um órgão ou entidade, independente de sua ideologia ou não, temos que trazer resultados concretos para o país e que isso se reflita positivamente no nosso mercado… Cabe a nós diversificarmos e incrementarmos ainda mais nosso comércio, seja lá com quem for… É assim que Rússia, França, Israel e… Read more »

Marco Antonio Lins
10 anos atrás

Ilmo Srs.

Tem varios comentarios no Plano Brasil, não esqueçam de lêr.
“Os fracos não tem vez nem credibilidade”
” Irã,Suntzu e a Dominitrix”
” Os oportunista da vêz”

urss
urss
10 anos atrás

Vader disse:
24 de maio de 2010 às 12:24

urss disse:
24 de maio de 2010 às 11:47

“Vader um país nao é 1° ou 3° mundo por ser governado pela esquerda ou pela direita.”

Eu disse isso? 🙂

Sds.

Nao Vader, é claro q vc nao disse isso.
Apenas citei vc pq vc é aquele q defende uma ideologia com mais garra aqui no blog, hehehehe

Antonio M
Antonio M
10 anos atrás

E os militantes também não se incomodaram quando Chaves concedeu uma entrevista a Rede Record/Paulo Henrique Amorin quando de uma visita ao Brasil e exigiu para isso, que na sala onde a concedeu fosse pendurado um grande quadro de Simón Bolívar que ficou ao fundo.

E se fosse uma entrevista do Obama com um quadro de George Washington ?!?!!?

athalyba
10 anos atrás

Realmente, Marco Antonio, o Plano Brasil faz um ótimo contraponto às matérias que insistem em nos expor, aqui no Brasil, como “tolos e ingênuos”.

A caravana continua passando, eqto os vira latas latem …

Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

Quer dizer que os “companheiros” não estão satisfeitos com os blogs?

Então façam um favor a todos. DESAPAREÇAM daqui!!

Não sei como o Galante e cia aguentam essa turma…

Antonio M
Antonio M
10 anos atrás

Quem late muito e não faz grande coisa principalmente na política internacional é o governo LuLLa.

Um cão velho e desdentado …..

Vader
Vader
10 anos atrás

urss disse: 24 de maio de 2010 às 13:55 “Apenas citei vc pq vc é aquele q defende uma ideologia com mais garra aqui no blog, hehehehe” Acho que o amigo está a me confundir com outro, pois eu defendo exatamente o oposto: não deve haver ideologia alguma a pautar o Estado ou sua atuação interna ou externa. Muito menos em suas relações internacionais, que devem ser pautadas pelo interesse nacional em primeiro lugar e pelo pragmatismo em segundo. Sempre. Defender os interesses de poder regional (Foro de São Paulo) de uma corja de bolivarianos populistas da pior espécie me… Read more »

urss
urss
10 anos atrás

Vader , vc simplesmente sentee repudio por qualquer ideia de esquerda, nao adianta disfarcar

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Galante,
publique a “notícia” sobre o conteúdo da carta do Obama para o Lula, sobre o Irã, antes do acordo Brasil/Turquia x Irã, onde ao que consta é o mesmo que o Obama queria 6 meses atrás… está em vários meios de comunicação… incluinod o Terra…

Não achas melhor, do que ficar rebatendo críticas ao blog?

Não esqueças que ainda estou esperando a matéria sobre os risco do projeto NG para o Brasil… e até agora nada!

Com todo respeito e admiração

Francisco

MA
MA
10 anos atrás

Só uma pergunta, sem qualquer intensão de ofender ou algo assim, mas, antes do governo Lula houve algum grande sucesso diplomático por parte de outros governos anteriores?

Ah, o governo Lula foi muito ruim em alguns aspectos, sem dúvida, mas não foi de todo mal, há de se admitir… Nada o é!
Ele deixou algumas coisas na política externa que o próximo governante poderá aproveitar.

Vader
Vader
10 anos atrás

urss disse:
24 de maio de 2010 às 14:25

“Vader , vc simplesmente sentee repudio por qualquer ideia de esquerda, nao adianta disfarcar

Não caro URSS, a esquerda não detém tal privilégio. Eu sinto igual repúdio, nojo e asco por todas as “ideologias” e todos os “ismos” em geral.

Sds.