Home Ajuda Humanitária ‘Eles atiraram na cabeça dos passageiros’

‘Eles atiraram na cabeça dos passageiros’

134
46

Brasileira relata ação das forças israelenses a bordo dos navios

Barra de Cinco Pixels

vinheta-clipping-forteA cineasta brasileira Iara Lee, que estava a bordo de um dos barcos interceptados na manhã de segunda-feira, diz que “os israelenses começaram atacar de forma indiscriminada” e que em alguns casos atiraram na cabeça dos ativistas.

Iara Lee falou à Folha por telefone do presídio de Beer Sheva, no sul de Israel. Junto com ela estão detidos centenas de ativistas que tripulavam a frota de seis navios que tentava romper o bloqueio marítimo israelense e levar ajuda humanitária à faixa de Gaza. Pelo menos nove ativistas foram mortos a tiros, e dezenas ficaram feridos em confrontos com soldados israelenses durante a interceptação das embarcações. Israel alega que os soldados reagiram ao ser atacados com barras de ferro e facas, e que abriram fogo para evitar um linchamento.

“Esperávamos que eles dessem tiros na perna, tiros no ar, só para aterrorizar as pessoas, mas foram direto. Eles atiraram na cabeça dos passageiros”, relata a cineasta.

Iara Lee se negou a assinar uma declaração admitindo que entrou ilegalmente em Israel, o que aceleraria sua deportação do país. A embaixada do Brasil em Tel Aviv colocou um advogado à disposição da brasileira, que também tem passaporte americano. Ela será submetida a um procedimento administrativo e deve ser expulsa de Israel.

Os confrontos que resultaram nas mortes dos ativistas ocorreram a bordo da maior embarcação, onde havia cerca de 500 ativistas, a maioria turcos, quando a frota se encontrava em águas internacionais.

O violento incidente deflagrou onda mundial de condenação a Israel, que alegou que havia extremistas nos navios e que os soldados agiram em legítima defesa.

Iara Lee é uma produtora e cineasta brasileira de ascendência coreana radicada nos EUA. Entre suas obras estão os documentários “Synthetic Pleasures” (1995), que trata do impacto da alta tecnologia sobre a cultura de massas, e “Modulations” (1998), sobre música eletrônica.

FONTE: Folha.com

LEIA TAMBÉM:

46
Deixe um comentário

avatar
46 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
33 Comment authors
Wolfpackrodriggo.marquesRogérioFloresteiroEAFAL Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Capixaba
Visitante
Capixaba

Foi necessário para se defender das sofisticadas forças de defesa dos navios equipadas com os mais modernos pedaços de pau e barras de ferro… sorte que não tinam as pedras de última geração senão nem teriam chances de dar esses tiros…. aaaaaaa vá… que m**** isso tudo heim, plo geito a paz sta longe e Isral quer ela assim, bem longe.

claudii/Itajaí-sc
Visitante
claudii/Itajaí-sc

Agora vamos ter gastos com essa Senhora.
Já que ela não quer ser deportada que fique por lá.

Invincible
Visitante
Invincible

O pessoal esquece que soldado não é policial.

Soldado é treinado para matar. E pedaço de pau mata sim…

Outra coisa… O manifestantes pegaram as armas de alguns soldados. Eles estavam armados.

V.T.G.
Visitante
V.T.G.

“Elite units are supposed to know how to take over a ship without sinking the state, how to overcome passengers wielding clubs and knives without sowing death, how to keep two pistols and a rifle from being wrested from them.”

From Seven idiots in the cabinet by Yossi Sarid.

Antonio M
Visitante
Antonio M

E esse pessoal também se desacostumou a obedecer lei, obedecem apenas a si mesmos! Tanto que sabiam que não deveriam passar com os navios por onde passaram e forçaram assim mesmo!

E se tiver brasileiros baderneiros juntos então …..

V.T.G.
Visitante
V.T.G.

Eu acredito que Israel tem direito de se defender, mas tudo tem um limite. Uma coisa é um país fiscalizar, impor regras e até mesmo impedir que qualquer embarcação transite DENTRO DE SEU MAR TERRITORIAL, é uma questão de soberania. Agora, uma atitude desta, executada em águas internacionais, das duas uma, ou é ato de guerra ou de pirataria. Não tenho informações privilegiadas, não sei se o capitão no navio lia Karl Marx, se torcia para o L.A. Lakers, ou se ele realmente desobedeceu uma ordem de se dirigir ao porto mais próximo para inspeções, como alguns aqui afirmam. Mas… Read more »

Ilia
Visitante
Ilia

faço copypaste do meu post do topico anterior. Não faremos dos turcos uns santos. Primeiro: Quem perdeu nessa situação foi claramente Israel que se deixou envolver nessa provocação da parte de alguem que esta claramente contra Israel. Por outro lado nós não sabemos que tipo de “pacifistas” vinham a bordo do navío, podiam lá estar pessoas ligadas à actividade anti-israelita, ou seja do ponto de vista de Israel, claro que os navíos tinham de ser ditos. Não venham com histórias que essa ajuda humanitária faría grande direfença em Gaza. 5 navíos daquele tamanho não levam assim tantos mantimentos. Ou seja… Read more »

Ultroloth
Visitante
Ultroloth

Acho que eles esperava uma repressão normal para protestos ou seja a boa e velha madeira neles, o que é errado mais é o usual.

E não tiros como em um extermínio principalmente em um lugar que se intitula a única democracia na região.

Ilia
Visitante
Ilia

V.T.G. tudo bem que a carga foi inspecionada, mas onde? Turquia? claro que Israel não confia nesse tipo de inspecções. Depois, pelo que parece os barcos não tinham grande intenção de irem para Israel para serem inspecionados de novo. Essas atitudes de Israel são totalmente ilegais e vão contra as normas internacionais e sim são muito irritantes, pois obviamente não lhes ira acontecer nada (ninguem vai invadir Israel por causa de um incidente assim lol) A indignação das pessoas baseia-se no facto de ter morrido gente. Se os soldados simplemente tivessem feito barcos regressar, isso sería assunto de 10 seg.… Read more »

Lucas
Visitante
Lucas

Vendo os vídeos que estão no Estadão fica evidente que os Israelenses agiram em legítima defesa, aqueles que criticam deveriam se colocar o lugar deles, imagine que na hora em que você embarca no navio um bando de pessoas “armadas” vem em sua direção, e por incrível que pareça arma branca mata sabiam. É incrível como há hipocrisia nesse mundo.

José Maria Bravo
Visitante
José Maria Bravo

Há um aspecto central nesse debate. Israel, junto com os EUA, são dos 4 ou 5 países no mundo que afrontam a comunidade internacional e se recusam a assinar a Convenção da ONU sobre os Direitos do Mar, a Convenção de Montego Bay, que estabelece a Zona Contígua ao Mar Territorial, de mais 12 milhas, e a Zona de Exclusividade Econômica, de 200 milhas. Em razão disso, Israel declara para si e para o mundo, formalmente, que somente reconhece o Mar Territorial, 12 milhas náuticas, para qualquer outro país e para si próprio. A ação, por todos os relatos, inclusive… Read more »

Capixaba
Visitante
Capixaba

Cara… vai dizer que Israel agil em legítima defesa??? Eles nem tinham que ter entrado lá e se entraram fizeram uma _____, pois, qualquer um sem treinamento nenhum faria aquilo ali… Oque espera-se de uma unidade militar assim, ainda mais de Israel, é que estejam treinados para agir “cirurgicamente” em situações adversas… aí vão em um navio com gente armada com pau e ferro fizeram essa lamera toda.

EDITADO. MODERE O PALAVREADO

war dog
Visitante
war dog

Esta “cineasta” pacifista brasileira que usa passaporte americano fez dois videos na vida, um com o patrocinio do governo iraniano e outro sobre a orquestra sinfonica da coreia do norte.
Que outros tirem as conclusões que quiserem…

Antonio M
Visitante
Antonio M

Se eu tivese uma arma, rifle calibre 12, .380, 9mm etc e se um meliante pequeno, grande, médio com arma de verdade ou falsa, faca, facão, estilingue ou, cão raivoso pequeno, médio, gande “viralatas” ou pitbull e invadir meu quintal ameaçadoramente, seria recebido com chumbo quente, independente do seu porte……

DrEngAir
Visitante
DrEngAir

Soldados são treinados para lutar contra outros soldados ou terroristas, Israel agiu muito errado, nunca pensei que eles poderiam errar tanto.
Primeiro se era para mandar soldados eles deviam estar armados com no máximo armas de borracha, gás de pimenta, cassetete…
Segundo era muito mais fácil os navios serem abordados perto da costa.
Quantas vezes a guarda costeira dos EUA já fizerem esse tipo de missão. Tiro de aviso e depois tiro somente para desativar a embarcação sem baixas.

EL
Visitante
EL

Eu não tenho mais paciência pra ouvir essa papagaiada do pessoal criticando as ações de Israel, pois ficam fazendo um “oba oba” em cima do ocorrido. A verdade é que os críticos, os quais desejam represálias aos israelenses, nunca sofreram o risco de levar um foguete do Hamas na cabeça. Não vou falar do possível conteúdo da ajuda humanitária e do perigo que poderia estar escondido em suas cargas, pois algumas pessoas já falaram muito bem deste assunto, neste post e no anterior. Basta dar uma olhada na história de Israel que vocês verão o motivo da operação da IDF.… Read more »

Thomas
Visitante
Thomas

Desculpe dizer isto – mas as afirmações dela são para dizer o minimo, absurdas.

Nao ha razão para isto ter acontecido o que ela afirmou, se a ordem fosse atirar para matar, bastaria torpedear o navio.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Torcidas a parte, foi um “amadorismo” esta ação de Israel! desembarcar num navio cheio de manifestantes e de gente que não concorda com a segregação/bloqueio de Israel aos palestinos é querer e esperar o quê? que os mesmos não hajam tb!? pq não inutilizaram o comando/controle do navio apenas? ou acompanharam até o docagem dos navios… depois… em terra… poderiam… como policia… investigar…. usando, muito provavelmente policia de choque, especializada em gerir tumultos… mas não era isso que eles queriam… não querem que chegue mesmo a ajuda! querem dobrar os palestinos pela inanição/miséria… e isso é uma tristeza só… não… Read more »

lucas lasota
Visitante
lucas lasota

Editores,

onde estao os posts com os videos? Tinham algumas discussoes interessantes sobre o tema.

lucas lasota
Visitante
lucas lasota

Perdoem-me editores, falei besteira..

estao no Naval…rsrs

Vader
Visitante
Vader

Francisco AMX disse: 1 de junho de 2010 às 13:17 É isso ae Chicão! Porque não torpedearam os navios? 🙂 Cara, Gaza é “zona de guerra”! Enquanto o grupo terrorista Hamas não deixar o poder e entregá-lo para a Auitoridade Nacional Palestina, continuará a ser tratada como warzone; é uma tristeza para o povo, mas Israel não tem alternativa: é isso ou continuar tomando foguetes Kassan na cabeça! Cara, vc já viu um vídeo que rola na net dos terroristas fazendo mísseis de latas de pêssego e tâmaras? Latas de frutas! Os caras cortam, derretem, soldam, e usam pra fazer… Read more »

E nada vai acontecer!!
Visitante
E nada vai acontecer!!

Querem apostar quanto como nada vai ser feito em represalia ao que os israelenses fizeram???? Os USA já interferiram pra amenizar as criticas da ONU e tenho certeza absoluta que NADA vai ser feito contra esse ato covarde DE PIRATARIA !!! pois quem ataca um navio em águas internacionais, cheio de civis (incluindo um premio nobel da paz), mata pesoas desarmadas e apreende a carga do navio só pode ser classificado como o que??? pelo pouco que sei o nome disso é pirataria (sem mencionar a obvia motivação do governo israelense, que é manter o povo palestino em estado de… Read more »

RodrigoBR
Visitante
RodrigoBR

Vcs são muito alienados! Vcs já estudaram um pouquinho de história para depois vir comentar sobre esse assunto aqui? O que vc faria se amanhã alguem “criasse” um país com o estado do Rio ou São Paulo e enviasse para cá um monte de estrangeiro que não tem nada a ver conosco? Depois de nos ROUBAR a parte mais importante do nosso território eles ainda nos massacrassem e nos controlassem 24h por dia, nos proibissem de estudar, de receber comida, remédios e ÁGUA??? Vc como brasileiro iria ficar sem fazer nada? Não tem amor a sua pátria, sua terra??? Vai… Read more »

Vilas Nobre
Visitante
Vilas Nobre

Acho interessante conhecer a repercussão na imprensa israelense quanto a este episódio… Fonte: Estado de São Paulo Imprensa israelense critica governo após ataque a frota humanitária Editoriais desta terça-feira chegaram a pedir a renúncia do ministro da Defesa 01 de junho de 2010 | 8h 11 JERUSALÉM – O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, foi alvo de uma incomum onda de críticas por parte da imprensa de seu país, que chegou a pedir a renúncia do ministro da Defesa, Ehud Barak, pelas trágicas consequências do ataque a uma frota de ajuda humanitária na segunda-feira. Pelo menos nove pessoas morreram e quase… Read more »

RodrigoBR
Visitante
RodrigoBR

Parabéns Vilas Nobre por trazer as notícias da opnião pública israelense!

war dog
Visitante
war dog

“Uma terra sem povo para um povo sem terra”, alguem ai se lembra do slogan. Lá pelo final dos anos 40 esta era a frase de efeito que excluia a existencia dos palestinos para qualquer convivio.
A definição terrorista é ambigua pois Menachem Begin, judeu nascido na Polonia, lider da Irgun, explodiu o Hotel King David, um hospital ingles e assassinou Lord Moutbaten, posteriormente foi eleito primeiro ministro. E ele, um polones, chamava os palestinos de terroristas.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Vader, segue palavras de um Israelense:

“Ben Dror Yamini, do jornal “Maariv”, cita em seu artigo “Uma liderança de tolos”. Para ele, é normal que líderes cometam erros, mas “é preciso saber diferenciar erros cometidos ingenuamente e erros cometidos quando o resultado é previsível de antemão”.

é disso que falo!

Abraço!

JClaudio
Visitante
JClaudio

parabens Robrigo BR, você disse tudo que eu ia dizer, poucos como vc conhece a história real e não a que é vendida. se me permite apenas complementar seu comentário: O HAMAS foi eleito democraticamente pelos palestinos, que estavam cansados da corrupção e inépcia do FATAH, foi o FATAH que se recusou a entregar o poder. mas a democracia só vale quando os eleitos são aliados dos USA/Israel, afinal “democracia é quando eu mando em você, quando você manda em mim é ditadura”. Um grande abraço e parabéns pelos comentários e pela forte base histórico/cultural.

dieter91360
Visitante
dieter91360

O filho caçula dos EUA,como sempre violando todas as leis internacionais,sem esperar nenhuma concequencia. Mas que ninguem diga nada,nunca,ou é taixado de nazista e anti-semita.

Gibbabr
Visitante
Gibbabr

RodrigoBR, vc disse muito bem; os karas tem direito de se defender e defender seu povo e país (mesmo eu não concordando com o negocio de homem-bomba, nem atakes contra civis) vi em outro artigo daki alguem falando que alguns que comentam são “anti-americanistas” e não contra a politica genocida de Israel, eu achei isso meio sem visão pois alguns podem ser anti-americanos (como eu mesmo, que sou contra a politica da mão de ferro militar dos USA) mas isso não sega a TODAS as pessoas para o que é errado, indeopendente de quem está de que lado, ou alguem… Read more »

DrEngAir
Visitante
DrEngAir

Vilas Nobre,

Parabéns pelo post. Depois dessa matéria qualquer comentário a mais vai ser inútil.

[]’s

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
Visitante

RodrigoBR disse:
1 de junho de 2010 às 14:45

Vcs são muito alienados!

Vcs já estudaram um pouquinho de história para depois vir comentar sobre esse assunto aqui?

E você, já estudou por acaso? Só me responda uma coisa, você sabia que junto com Israel foi criado um estado Palestino?

E que os países árabes vizinhos não aceitaram a partilha, atacando Israel para tomar seu território?

Já estudou essa parte da história?

LBacelar
Visitante
LBacelar

Triste situação, Israel é um cancer dentro do oriente médio, que se não for tratado, será responsável por um novo holocausto! Os americanos, principais apoiadores e mantenedores do estado sionista na região erraram uma vez com a criação da Libéria, botando dentro de um curto espaço de terra, etnias diferentes sendo muitas inimigas mortais umas das outras, deu no que deu, em pouco tempo a violência alcançou um padrão inaceitável. Agora a mesma _________________ocorre com Israel, um estado criado com pouco estudo da região, misturando etnias rivais, forçando as a conviverem no mesmo espaço considerado sagrada e indivisível por ambas.… Read more »

Ricardo
Visitante
Ricardo

Me impressiona muito algumas opiniões fascistas que tenho lido. Demonstram que há malucos em todo lugar e a barbárie está logo ali na esquina, basta dar poder a quem não se deve e o resto a história ensina…

Patriota
Visitante
Patriota

Mais uma vez Israel vai ficar impune !
Isso só vai acabar quando houver um país arabe poderoso capaz de jogar os israelenses na parede
e cobri-los de pancada.

V.T.G.
Visitante
V.T.G.

Todo mundo conhece a história da criação do Estado de Israel, justo ou injusto, isto é ato concretizado que nunca mais vai mudar, Israel está lá para ficar, isto é fato. A discussão aqui gira em torno de uma intervenção militar patética e ilegal, que acabou em morte, justificada por um temor que não é privilégio deste Estado. @Ilia: concordo, Israel deve desconfiar, mas nada de impor suas vontades onde não lhe é direito. Se quiser inspecionar, que faça em seu território. Para isto, bastava esperar a frota entrar em seu mar territorial e incapacitar a navegação de cada navio.… Read more »

dieter91360
Visitante
dieter91360

Realmente,Patriota,o que falta para Israel é muita pancada mesmo. É a única lingua que eles faam. Como disse um amigo acima,como reagiriamos se Israel tivesse sido criado no Rio? E não podessemos alimentar nossos filhos,ou mandar los pra escola? E cada dia chegassem mais Apaches,F-16,M-1 Abrahams e bombas de ala precisão para manter os brasileiros de cabeça baixa? Se teu pai,por exemplo houvesse desaparecido ha 20 anos numa prisão israelense? Ficarias quietinho,com o rabo entre as pernas? Ou lutarias pelo pouco de dignidade que resta? Pela sobrevivencia? Não se preocupem não,que daqui a pouco começaremos a experimentar uma campanha de… Read more »

PC
Visitante
PC

V.T.G. disse: “Ou seja, tudo errado! E isso não é de hoje, faz tempo que Israel parou de jogar limpo, Sabra e Chatila e 1982, Fósforo Branco em 2009, o caso do Hotel em Dubai no começo deste ano, o ataque da frota agora, entre vários outros “incidentes”!” V.T.G., concordo com a totalidade do seu post em gênero, número e grau. vc só esqueceu de citar o tiro ao alvo aos civis praticado pelo exército e denunciado por alguns soldados. Essas atitudes não são dignas de um Estado que se diz democrático e evoluído. Por todos os sofrimentos e perseguições… Read more »

RodrigoBR
Visitante
RodrigoBR

caro Mikhail Aleksandrovitch Bakunin, “E você, já estudou por acaso? Só me responda uma coisa, você sabia que junto com Israel foi criado um estado Palestino? E que os países árabes vizinhos não aceitaram a partilha, atacando Israel para tomar seu território? Já estudou essa parte da história?” Estudei sim, mas parece que vc não estudou muito bem. Primeiro que a criação do estado de Israel é um absurdo total, é o mesmo que amanhã a ONU decretar que a metade do Brasil agora é outro estado e pertence a estrangeiros, constituídos em sua grande maioria de europeus(Judeus) que nada… Read more »

OTV
Visitante
OTV

Não há muito o que dizer: se foi em águas internacionais foi um ato pirataria de Israel, e os ocupantes dos navios tentaram se defender da pirataria. Mas isto vai dar em que? Nada X Nada! Quem perdeu a vida foi quemse deu mal. Como alguém disse no outro comentário: se fossem fuzileiros iranianos, já haveria uma chuva de bombas em Teerã. É só lembar de vários outros casos em que países cometeram estes abusos, mas ficou por isto mesmo. Até agora só Sadan, e uns poucos dirigentes de países pequenos foram julgados por barbarie. E se foi em águas… Read more »

EAFAL
Visitante
EAFAL

“Esperávamos que eles dessem tiros na perna, tiros no ar, só para aterrorizar as pessoas, mas foram direto. Eles atiraram na cabeça dos passageiros”, relata a cineasta.

Uê !? Então eles estavam esperando levar tiros nas pernas? Agora entendi. Eles reagiram por que queriam tomar pipoco. Vai entender…….

Floresteiro
Visitante
Floresteiro

RodrigoBR disse:
1 de junho de 2010 às 19:12

Falou tudo.

Rogério
Visitante
Rogério

Grande estudante RodrigoBr, me explica uma coisa, a palestina não fazia parte do Reino Unido?

Havia um país chamado Palestina antes de 1.947?

Não foram criados os dois no mesmo dia, Israel e Palestina, a partir de um territorio sub mandndato do Reino Unido, que antes era do Império Otomano?

rodriggo.marques
Visitante
rodriggo.marques

Existe muita confusão nesta divisão da Palestina. “”“a terra é nossa porque está escrito no nosso livro sagrado que Deus disse que era nossa” !!! “” Não é bem assim e também na Biblia Cristã, a Canaã dos Judeus também e relatada. Detalhe, é bem maior do que o Estado de Israel atual… Ali houve uma sucessão de tomadas e retomadas de posse… Por exemplo, a Mesquita Al-Aqsa está construída exatamente sobre as ruínas do Templo de Salomão, destruído pelo Imperador Romano Tito. O que existe lá hoje é apenas uma das laterais do Templo( na verdade, parte de um… Read more »

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

O fato foi confirmado por investigação turca, após perícia nos corpos das vítimas, de tiros na cabeça a curta distância.
Os israelenses estão ganhando a Guerra militar e perdendo a Guerra na Mídia.