Home Conflitos em andamento Talibã derruba helicóptero da OTAN no Afeganistão

Talibã derruba helicóptero da OTAN no Afeganistão

241
11

Quatro soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) morreram nesta quarta-feira, quando o helicóptero em que viajavam foi derrubado pelos talibãs no sul do Afeganistão. A informação foi passada por um porta-voz do comando das forças internacionais à agência de notícias AFP.

“Quatro soldados da Otan morreram depois que seu helicóptero foi alvo de tiros hostis na província de Helmand” – um reduto dos islamitas, declarou um porta-voz da Otan, sem dar mais detalhes ou precisar a nacionalidade dos soldados. O porta-voz do governo da província de Helmand, Daoud Ahmadi, disse que o ataque ocorreu por volta do meio-dia do horário local.

O porta-voz do talibã Qari Yousef Ahmadi reivindicou a responsabilidade pelo ataque, dizendo que militantes derrubaram o helicóptero com dois foguetes. Os insurgentes também anunciaram ataques frente à operação em Kandahar planejada pelos comandantes americanos.

Violência – A última segunda-feira foi um dos dias mais difíceis para os militares estrangeiros em dois anos. Sete americanos, dois australianos e um francês morreram em combates e na explosão de bombas artesanais no sul e no leste Afeganistão.

Nos últimos meses, a média diária de mortes no país foi de um a dois soldados das forças internacionais. A violência já matou 28 soldados da Otan somente neste mês, incluindo as casualidades desta quarta-feira.

Os números mostram o desafio enfrentado pela Otan, que sofre para combater os talibãs em um momento em que eles parecem estar em posição de força. Porém, o secretário de Defesa americano, Robert Gates, disse que os Estados Unidos pretendem seguir com a operação e esperam sinais de progressos até o final do ano, apesar do crescente número de vítimas.

Operação – Tropas americanas e britânicas estão operando em Helmand, parte de um grupo de províncias pelo sul afegão, onde se concentra o talibã. Em dezembro passado, Obama ordenou o envio cerca de 30.000 soldados americanos para o país, como parte de uma estratégia que busca trazer um fim à insurgência que já dura nove anos.

Os comandantes americanos ainda planejam uma grande operação em Kandahar, que eles esperam mudar o curso da guerra e possibilitar o começo das retiradas das tropas para julho de 2011.

FONTE/FOTO: Veja, com agência France-Presse/AFP

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tito
Tito
10 anos atrás

Me desculpem os editores, mas o comentário acima é um dos mais estúpidos que eu já vi no blog, podem me editar se quiserem.

Wolfpack
Wolfpack
10 anos atrás

As Forças da OTAN estão metidas em um buraco sem saída. Lembra uma outra Guerra, sem objetivos claros, sem conquista territorial, sem saber diferenciar entre população civil e militar do Talibã. Fazem sortidas para emboscar o inimigo, mas as vezes são emboscados pelas IEDs… Conselho, deixem este lugar logo… O pior é ver Australiano, Frances, Alemão comprando Guerra de Americano. As viúvas agradecem com suas lágrimas. []s

Manoel
Manoel
10 anos atrás

dificil imaginar um País dominado pelos talibãs e sua mentalidade retrograda

Rogério
Rogério
10 anos atrás

giap49 disse:
10 de junho de 2010 às 18:32

Manda um abraço lá pro pessoal do bunker da companheira.

Rogério
Rogério
10 anos atrás

Tito, deviam editar o comentário racista dele.

[]s

Joao Gabriel Porto Bernardes
Joao Gabriel Porto Bernardes
10 anos atrás

Caro giap 49 Em parte tenho que concordar com você,realmente é um guerra sem sentido,que só satifaz os interesses de pessoas que estão atrás de uma mesa na frente de um note com ar condicionado lá em NY ou Washington…afinal de contas como que um país que envia o homem a lua,não consegue capturar um único terrorista?só a massa alienada que não percebe isso porque está ligada em eventos,como essa porcalhada de copa do mundo…Mas quanto a derrubar mais helos,não concordo,pois invariavelmente,querendo ou não,estará ceifando vidas inocentes que muitas vezes estão lá não por que querem ou patriostismo,mas talvez pra… Read more »

Marine
10 anos atrás

DOVER AIR FORCE BASE, Del. — The transfer team’s steps were meticulously synchronized. Their white gloves were spotless. The flag wrapped around each case was tight, each with an identical number of stars and stripes showing. They said little — just a few orders, barely audible over the clanging rotors of the Boeing 747. The Air Force chief of staff held a sharp salute as they walked by. The service secretary held his hand over his heart. Four of their colleagues were killed two days earlier, when insurgents shot down their HH-60G Pave Hawk helicopter during a medical-evacuation mission in… Read more »

Marine
10 anos atrás

Giap49,

Pois e Giap49, nem “baby-killers” eles eram….Todos membros de um esquadrao de resgate em missao de SAR. Mas com certeza assassinos como esses merecem ser derrubados todos os dias.

Marcos
Marcos
10 anos atrás

Meus respeitos as familias desses soldados… Morreram lutando por um país e um povo que não são o deles… Quem sabe um dia o povo afegão consegue se libertar da opressão do fundamentalismo islâmico…

Vader
Vader
10 anos atrás

Parabéns Poggio, pelo seu apreço pela democracia. De fato, viver na democracia tem seu preço: termos de conviver com quem a quer solapar. E lutar contra eles apenas com os instrumentos democráticos. A gente de fato só pode vir a lamentar um cidadão comemorar a morte de outros seres humanos. Bem se vê o apreço que a ideologia que o sujeito professa tem pela vida humana. Nada de mais, considerando-se que o sujeito apóia um regime de opressão obscurantista-fundamentalista do século dez. E que certamente amaria que o mundo fosse governado por um outro regime (felizmente falido) que matou dezenas… Read more »