quinta-feira, outubro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Contribuinte americano financia ‘senhores da guerra’ afegãos

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Investigação do Congresso dos EUA aponta falhas nos contratos para pagamento do transporte de alimentos e suprimentos

Os contribuintes americanos criaram inadvertidamente uma rede de senhores da guerra por todo o Afeganistão, que estão ganhando milhões de dólares escoltando comboios da Otan e atuando fora do controle tanto do governo afegão quanto dos militares americanos e da Otan, segundo os resultados de uma investigação do Congresso divulgada na segunda-feira.

A investigação, iniciada no ano passado pelo Subcomitê da Câmara para Segurança Nacional, descobriu que o dinheiro dado a esses senhores da guerra afegãos frequentemente equivale a pagamentos de proteção ao estilo máfia, com alguns comboios da Otan que se recusaram a pagar sofrendo ataques.

O subcomitê, liderado pelo deputado John F. Tierney, democrata de Massachusetts, também encontrou evidências sugerindo que o dinheiro do contribuinte americano estava chegando ao Taleban. Vários supervisores de empresas de transporte disseram aos investigadores que acreditavam que os homens armados que contrataram para escoltar seus comboios subornaram talebans para não atacarem.

Os senhores da guerra que são pagos com dinheiro americano, disseram os investigadores, estão minando o governo afegão legítimo que os soldados americanos estão lutando para construir, e provavelmente ameaçarão o governo após a partida dos americanos e da Otan.

A fonte de dinheiro do contribuinte é um contrato de US$ 2,1 bilhões para pagamento do transporte de alimentos e suprimentos para cerca de 200 bases americanas por todo o país árido e montanhoso, que em muitos lugares não possui estradas pavimentadas.

O relatório de 79 páginas, intitulado “Senhores da Guerra S.A.”, pinta um quadro anárquico do Afeganistão contemporâneo, com as principais estradas do país sendo controladas por grupos de homens armados free lance que não respondem a ninguém – e que são pagos pelos Estados Unidos.

O Afeganistão, apontou a investigação, conta com centenas de empresas de segurança privada não registradas e que empregam até 70 mil homens armados em grande parte não supervisionados.

“As principais empresas de segurança contratadas”, disse o relatório, “são senhores da guerra, homens fortes, comandantes e líderes de milícias que competem com o governo central afegão por poder e autoridade”.

“Os senhores da guerra prosperam em um vácuo de autoridade do governo e seus interesses estão em conflito fundamental com as metas americanas de construção de um governo afegão forte”, disse o relatório.

No coração do problema, apontou a investigação, está o fato das forças armadas americanas pagarem para empresas de transporte para levarem seus suprimentos por todo o Afeganistão – deixando que as empresas cuidem de sua própria proteção. As empresas de transporte, por sua vez, pagam aos senhores da guerra e comandantes para fornecerem segurança.

Esses subcontratos, apontou a investigação, são feitos sem qualquer supervisão do Departamento de Defesa, apesar das instruções claras do Congresso para que o departamento realize essa supervisão. O relatório declara que os oficiais militares em Cabul tinham pouca ideia de para quem as empresas de transporte estavam pagando para fornecer segurança ou quanto gastaram nisso, assim como raramente inspecionaram um comboio para descobrir.

O relatório recomenda que as forças armadas acertem os contratos de transporte e segurança separadamente.

Ele também lista os vários senhores da guerra que controlam trechos de estrada no Afeganistão: Ruhullah, que como muitos no Afeganistão tem apenas um nome, tem a reputação de lidar impiedosamente com as aldeias ao longo das estradas que controla; Matiulllah Khan, cuja milícia de 2 mil homens controla a estrada entre Kandahar e Tirinkot; e Abdul Razziq, o comandante da polícia de fronteira em Spin Boldak, uma das principais rotas de caminhões de transporte para o país.

Ruhullah comanda uma força de cerca de 600 homens armados que trabalham para a Watan Gestão de Risco, uma empresa de segurança supervisionada por Rashid e Rateb Popal, que são primos do presidente Hamid Karzai. Em uma entrevista no mês passado, Rashid Popal negou que sua empresa pague aos insurgentes talebans.

O relatório disse que a Watan Gestão de Risco e Ruhullah receberam “várias dezenas de milhões de dólares” para escoltar comboios da Otan.

“Muito depois dos Estados Unidos deixarem o Afeganistão e o negócio de proteção de caminhões fechar as portas, esses senhores da guerra provavelmente continuarão exercendo um grande papel como centros autônomos de poder político, econômico e militar”, disse o relatório.

O relatório detalhou os episódios em que as empresas de transporte que se recusaram a pagar aos senhores da guerra para escolta de seus caminhões foram atacadas pelos mesmos homens. Um executivo de empresa de transporte que se recusou a pagar para Ruhullah disse aos investigadores que seus caminhões foram atacados pelos homens dele. Ruhullah, disse o executivo, “está disposto a explorar impiedosamente a falta de controle militar ao longo das rotas em que atua”.

Tradução: George El Khouri Andolfato

FONTE: The New York Times

- Advertisement -

14 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
Vader
11 anos atrás

Caro giap49: a América é um país cheio de erros e problemas. Bastante longe da perfeição ou de ser o paraíso perdido. Cheio de gente que não presta (como aliás no mundo todo). Ainda assim, é uma verdadeira democracia, aliás a mais antiga, mais sólida e mais coerente da história da humanidade. E a que maiores benefícios trouxe à espécie humana, como um todo. E é apenas numa democracia que esse tipo de coisa errada aparece, é discutido abertamente, e é dada a oportunidade de se corrigir os erros cometidos por governantes e governados. Em outros países, inclusive muitos que… Read more »

Marine
11 anos atrás

Vai comecar a discussao politica… Sao por essas que o Forte e a chacota dos blogs e afogenta comentarios que contriburiam ao debate aqui. Vader, sei que voce se sente frustrado com certos comentarios aqui… Giap49, colega por favor passe a fazer comentarios fundados no topico da materia. Todos nos ja sabemos de seu desgosto pelo pais do norte, seu ponto ja esta mais do que determinado. Exemplos de assuntos que voce mesmo poderia ter tocado nesta materia seriam: Como reforcar a logistica americana? Como o Taliban pode melhor atacar essa cadeia logistica? Quem e encarregado disso? Que equipamentos poderriam… Read more »

Vader
Vader
11 anos atrás

giap49 disse: 22 de junho de 2010 às 13:50 “Países democráticos não invadem outras nações” Quem foi que lhe ensinou essa besteira? Invadem sim, se necessário for para a sua segurança ou de seus interesses estratégicos. Países verdadeiramente democráticos (não falo de Banânia ok?) não são tontos em quem todo mundo passa a mão na traseira: a diferença é que o poder de decidir invadir ou não, retirar-se ou não, ir à guerra ou não, pertence ao povo, e não a uma classe dirigente autoperpetuada ou a um tirano. Ou você chamaria a França de De Gaulle, por exemplo, de… Read more »

Vader
Vader
11 anos atrás

Marine, só agora vi o seu coment. Desculpe, tem razão. Talvez seja mais salutar não responder ao Giap. Como ele não se retrata, embora saiba estar errado, significa que está de má-fé. Assim talvez seja melhor ele ficar falando sozinho mesmo.

Abs.

Vader
Vader
11 anos atrás

Giap, eu lhe dei fatos, você respondeu com dogmas.

“dogma
(latim dogma, -atis, opinião, dogma, do grego dógma, -atos) s. m. 1. Ponto fundamental e indiscutível de uma crença religiosa, filosófica, ideológica, etc. 2. Máxima, preceito.”

Como queira, fique com eles. Este foi o último post que me dignei lhe responder. Tenha uma boa vida.

Joao Gabriel Porto Bernardes
Joao Gabriel Porto Bernardes
11 anos atrás

Bom caros colegas,ao meu ver,o que parece que está acontecendo é que o contribuinte americano está pagando para que seus filhos morram em uma guerra que se desfocou do sentido a muito tempo,são dez anos de guerra já quase! onde está o Bin Laden? até hoje nada,me surpreende que um país que leva o homem ao espaço,que conquista a lua não é capaz de pegar um maldito árabe que tem insuficiencia renal e ainda prende cidadãos comuns(contribuintes) que tentam por conta própria ir capturar esse terrorista… Quanto a democracias que invadem outros países não são democracias,eu descordo,é perfeitamente aceitável desde… Read more »

Jclaudio
Jclaudio
11 anos atrás

Vader me desculpe, mas o seu conceito de democracia está errado. democracia quer dizer governo do povo, para o povo e pelo povo. dizer que Israel é uma democracia e que o Irã não é contraditório. existe em israel os mesmos fundamentalistas que existem no irã, a única diferença é que uns são muçulmanos, portanto semi-humano e outros são judeus, os escolhidos de deus. nenhum governante israelense toma uma medida contraria aos fundamentalistas judeus. Democracia é um ponto de vista, é o conceito usado pelas grandes potencias para legitimarem seu poder. todas as grandes democracias citadas cometeram crimes terríveis, que… Read more »

Vader
Vader
11 anos atrás

Jclaudio disse: 23 de junho de 2010 às 14:01 “democracia quer dizer governo do povo, para o povo e pelo povo” E eu disse o contrário ou mesmo conceituei democracia? Sabe porque não me dei essa tarefa? Porque conceituar democracia é tarefa aspérrima. Isso porque democracia é uma experiência, e até mesmo um valor, e não simplesmente um conceito abstrato, que o amigo levianamente tenta impingir, erroneamente (a meu ver). “dizer que Israel é uma democracia e que o Irã não é contraditório” Não, não é contraditório não. Não se fraudam eleições em Israel. No Irão sim. Nem em Israel… Read more »

Vader
Vader
11 anos atrás

Joao Gabriel Porto Bernardes disse: 23 de junho de 2010 às 10:40 JG, muito bom seu comentário. Muito realista. Tem algo errado na história do tal Bin Laden. E tem muita coisa errada na sociedade americana. A começar pelo alto consumo de drogas. Mas daí a detestá-los e denegrí-los (como alguns aqui fazem reiteradamente) vai uma distância muito grande. Os EUA, com todos os seus erros e defeitos, foram o país que maior riqueza espalhou na história da humanidade. Suas invenções evitaram a morte de bilhões de pessoas nos últimos 100 anos, e sua economia impulsionou a era de maior… Read more »

Vader
Vader
11 anos atrás

Jclaudio disse: 23 de junho de 2010 às 14:01 “todas as grandes democracias citadas cometeram crimes terríveis” Já que o amigo é formado em Direito, deve ter estudado um pouco de Filosofia do Direito: lembra-se do porque Sócrates aceitou beber cicuta, mesmo depois de instado pelos amigos, e até mesmo por alguns dos que o condenaram, a fugir? Para preservar a credibilidade das leis de sua democracia ateniense, e para fazer com que melhores leis fossem aprovadas. Amigo, não ponha a culpa das péssimas leis que temos no mundo nas democracias. Exija, isso sim, dentro de tais democracias, melhores leis.… Read more »

Joao Gabriel Porto Bernardes
Joao Gabriel Porto Bernardes
11 anos atrás

E aí Vader!! Olha cara eu não odeio os EUA pelo contrário eu até de certa forma os invejo e admiro pelo seu patriotismo verdadeiro( e não essa hipocrisia que só vemos de 4 em 4 anos),por suas leis rígidas contra o crime,e pela força de trabalho,pois se os EUA são assim hj é graças aos cidadãos que se empenharam e construíram esse grande país,além é claro dos magníficos carros que eles fabricaram de 1950 até 1979 rsrsrs.O que eu não concordo Vader é com alguns covardes que não gostam de aparecer,que ficam brincando de xadrez com o mundo e… Read more »

André Oliveira
André Oliveira
11 anos atrás

Eles não abriram ainda a caixa preta da Halliburton e da Blackwater…Esses sim são os grandes bandidos…Os EUA invadem o Afeganistão para combater o fundamentalismo Taleban e endossan o Fundamentalismo wahabita da Arábia Saudita, uma monarquia absolutista, os pais espirituais do Taleban..É tudo grana, dane-se quanto milhões morrem nisso..

Marine
11 anos atrás

Andre, o colega acha que o regime do Taliban e igual ou melhor do que como vive a populacao na Arabia Saudita? O senhor ja esteve em algum desses paises pra opinar?

Alecsander
Alecsander
11 anos atrás

Marine Sem querer defender qualquer regime de direita ou de esquerda, mais procure no Google e veja sobre direitos humanos na Arábia Saudita, o desrespeito que eles comentem com os cidadãos sauditas (principalmente com as mulheres) você não termina de Le em um mês, e a política saudita não deve em nada para o Taliban. Naquele país coisas que aqui seriam banais, lá são delitos muito graves, e levar chibatadas em praça publica é algo muito comum lá mesmo contra crianças. As mulheres sauditas acusadas de cometer adultério são condenadas a morte por execuções que só podem ser definidas como… Read more »

Últimas Notícias

Forças Armadas da Ucrânia usam drone turco Bayraktar TB2 em Donbass

As Forças Armadas da Ucrânia usaram drones de ataque de média altitude Bayraktar TB2 em Donbass. Os drones de ataque...
- Advertisement -
- Advertisement -