Home Noticiário Internacional WikiLeaks: vazamento mostra verdade sobre guerra no Iraque

WikiLeaks: vazamento mostra verdade sobre guerra no Iraque

156
21

O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, afirmou neste sábado que os cerca de 400 mil documentos secretos das forças americanas divulgados por seu site mostram a verdade sobre a guerra do Iraque, em uma coletiva de imprensa realizada em Londres.

Assange e outros quatro responsáveis realizam neste sábado uma coletiva de imprensa em um hotel de Londres. Apesar dos protestos dos Estados Unidos e da Otan, o WikiLeaks divulgou na sexta-feira à noite cerca de 400 mil documentos secretos do Exército americano sobre a guerra, que revelam mais de 300 casos de tortura de presos e mais de mil por coação por parte das forças iraquianas.

Segundo os documentos, desde a invasão americana no Iraque, em 2003, morreram mais de 100 mil iraquianos, dos quais cerca de 70 mil civis. Sefundo Assange, 15 mil mortos ainda são desconhecidos, o equivale a cinco vezes as vítimas do ataque terrorista de 11 de setembro contra as Torres Gêmeas de Nova York.

“Esta divulgação é sobre a verdade”, disse Assange, que também é redator-chefe da página especializada em vazar documentos de inteligência. Ele afirmou ainda que espera “corrigir parte deste ataque à verdade que ocorreu antes da guerra, durante a guerra e que continuou desde que a mesma terminou oficialmente”.

Na entrevista coletiva, realizada em um hotel londrino, participaram dirigentes de outras organizações americanas e britânicas, como o Center for Investigative Journalism, Public Interest Lawyers e a ONG Iraq Body Count.

Iraque não vê surpresas nos vazamentos

Na primeira declaração oficial após a publicação dos documentos, o ministério iraquiano de Direitos Humanos indicou que as publicações não contêm surpresas. “Os documentos não foram uma surpresa para nós, porque já havíamos mencionado vários dos fatos citados, incluindo o que ocorreu na prisão de Abu Ghraib, assim como em outros casos nos quais as forças americanas estão envolvidas”, declarou à AFP o porta-voz do ministério de Direitos Humanos do Iraque, Kamel al Amim.

O porta-voz citou diversos exemplos conhecidos do envolvimento das forças americanas ou da ex-companhia de segurança privada dos EUA Blackwater nas mortes de civis. Ele não comentou sobre os abusos cometidos pelas forças iraquianas contra prisioneiros, os quais o Exército americano optou por encobrir, segundo informações do WikiLeaks

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, condenou “nos termos mais claros” o vazamento de documentos que “coloquem em perigo a vida de americanos ou de seus aliados”, ainda que não tenha entrado em detalhes sobre as revelações. Mais de 50 mil soldados americanos ainda se encontram no Iraque após o fim da missão de combate das tropas dos Estados Unidos, no fim do mês de agosto.

Site divulgará documentos sobre Afeganistão
O WikiLeaks anunciou neste sábado a próxima divulgação de mais documentos sobre o Afeganistão. Um dos dirigentes do portal, Kristinn Hrafnsson, afirmou que “o WikiLeaks utilizou apenas um de cada seis informes relativos ao Afeganistão. Os documentos virão à tona logo”.

O site já havia divulgado, em julho, 77 mil documentos sobre a guerra. Os documentos revelavam detalhes sobre vítimas civis e supostos vínculos entre o Paquistão e os insurgentes talibãs.

FONTE: Terra/Agências Internacionais

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno
Bruno
9 anos atrás

Quem sabe isso abra os olhos do mundo sobre o que os EUA tem feito no Iraque.

Danilo
Danilo
9 anos atrás

A verdade que estas guerras (Iraque e Afeganistão) nunca tiverão precisão nos ataques, até porque a CIA nunca consiguiu informações precisas de verdade sobre quem devesse ser atacado ou não, a verdade é que a ordem sempre foi na dúvida atire primeiro pergunte depois, e no final quem mais paga o preço de uma má cordenação eo povo civil.

Grande coragem do site WIKILEAKS divulgar informações do Pentagono e da CIA parabens pela corajosa ação !

Vitor
Vitor
9 anos atrás

Hora dos Direitos Humanos meterem o pau nos EUA. Sançoes contra eles. Jornalistas no mundo inteiro condenar esses atos desumanos que vao contra as convencoes da ONU. E etc. Agora quero ver eles deferem a libertida em qualquer lugar no mundo com documentos oficiais que mostram que eles fazem o que querem no final das contas.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
9 anos atrás

Se eu não me engano, um tempo atrás o governo dos EUA exigia imunidade para os seus soldados que estavam atuando aqui na América do Sul. Taí o porque de eles fazerem questão disso. Os soldados cometem crimes e não podem ser punidos nos países ondem fizeram algo de errado.

Se fossem só casos isolados eles não fariam questão dessa imunidade. Mas o negócio ocorre com tanta frequência que eles procuram logo evitar que sejam punidos com rigor por aqui.

RaMbOoBr
RaMbOoBr
9 anos atrás

É a revolução da Internet.A bendita realmente é incontrolável.Parabéns ao WikiLeaks.Esperando mais por sair do forno.O Alto Comando americano deve estar de cabelo em pé depois desse segundo vazamento.

”a invasão do Iraque não foi uma tarefa fáci, mas que ela foi “necessária” para garantir a segurança dos EUA e a paz mundial.”…..George Insane Bush.

Segura peão!!!!

Colt
9 anos atrás

O mais interessante nessa história é que, queriam proibir o cara de publicar essas coisas.
Por essa e por outras é que a liberdade de informação é sagrada.
Não só a liberdade dos outros publicarem, mas também a liberdade que NÓS temos de ter essas informações e formar nossa própria opinião sobre as coisas.

Galileu
Galileu
9 anos atrás

Algumas coisas que gostaria de comentar: Parabéns ao Wikileaks, tinha certeza que o Tio San estava “maquiando” números principalmente de baixas, lembre-se que o Pentágono já perdeu e perde para a opinião pública americana. Gostaria de saber, talvez o Marine possa nos dizer, se lá dentro nas forças americanas, como é o recrutamento, eles falam para o jovem que o Afeganistão está mamão com açúcar?? não sei como que está essa política de recrutamento dos EUA…. Só por curiosidade, antes de irmos ao Haiti voluntariamente, minha OM nos mostrou vários videos de como estava as coisas por lá….. Quanto ao… Read more »

M1
M1
9 anos atrás

Alguém poe a mão no fogo pelo EUA?

Se tiver alguém não se preocupe, eles só vão queimar as pontas do dedos no ácido.

Tranquilo!

The_mal_voltou
The_mal_voltou
9 anos atrás

Adoro esses vazamentos, é assim que se descobre a verdade, nada de versões oficiais e notinhas de mídia mainstream.

Luan
Luan
9 anos atrás

Ainda precisam de documentos oficiais para descobrirem a verdade,e ainda se espantam.

Vale repetir aquela velha frase,que ja perdeu a graça de tantas vezes que foi repetida aqui “na guerra,a primeira a ir pra vala é a verdade” independente de quem amiguxus!NUNCA…em NENHUMA guerra,de QUALQUER lado a verdade será apresentada.der!

[]’s

@wagner
@wagner
9 anos atrás

E depois tem cara que endeusa os norte-americanos e acha que eles estão certos e todo o resto do mundo está errado ! Eis as ações dos maravilhosos deuses sobre a terra, não é nenhum chavista que está falando, são fontes dos próprios norte-americanos !! E tem cara que ainda toca o Tic Tac querendo que a mesma m aconteça com o povo iraniano ! As ações dos EUA no Iraque não se justificam por NADA. Em que pese a saída de Sadam ser uma coisa boa… Essa é a sociedade moderna e democrática que lidera o mundo ocidental ???… Read more »

B.O.B
B.O.B
9 anos atrás

Cade o ANTICOMUNISTA os outros pro americanos do blog pra comentar isso.O mais interesante e que o mundo ve os Estados Unidos de m… como o pais da “liberdade” eles nem queriam que publicassem os documentos…kkkkkk eita liberdade,cade o direito de liberdade da imprensa pra falar mais alto no pais da liberdade???….kkkkkk esse pais e uma piada.

Realmente cade os direitos humanos,cade os pro-americanos pra defender eles agora???

COMENTÁRIO EDITADO

Marine
Marine
9 anos atrás

Nossa como tem gente desinformada sobre qualquer coisa vindo dos EUA…Bem cada um interpreta da maneira que quer e vai achar fonte pra apoiar o que quer acreditar.

fuzileiro
fuzileiro
9 anos atrás

A liberdade de imprensa taí, publicaram os documentos quer mais o quê ? E isso prova que é o país da liberdade sim.

Marine
9 anos atrás

Pois e, e somente o 1st Amendment da Constituicao Americana….

Agora bater palma pra uma organizacao que publica documentos com a unica e somente intencao de embarassar os EUA sem qualquer preocupacao com os nomes de civis afetados em tais documentos fica dificil.

Quem dira os velhinhos chefes de vilarejos afegaos que foram mortos pelo Taliban que tiveram seus nomes expostos nesses documentos publicados sem qualquer responsabilidade jornalistica.

Como eu sempre disse, quer publicar, otimo e direito seu mas tenha responsabilidade e etica humana se nao for pelo menos jornalistica e apague o nome de civis nesses documentos.

SF!

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
9 anos atrás

Gostaria de ver o “corajoso” criador do wikileaks teria coragem suficiente para vazar documentos secretos das IDF. Claro que não! ele sabe que seria encontrado morto a pauladas em algum quarto de hotel(destino do terrorista Mahmoud Al Mahbouh), ou seria raptado e posteriormente julgado em Israel(destino do traidor Mordechai Vanunu). Ademais liberdade de informação é uma coisa, publicação de documentos sigilosos é outra. Por fim é bem provável que o aludido cidadão esteja a serviço de algum país estrangeiro, provavelmente a China, e usa as características da democracia ocidental(liberdade de expressão e judiciário independente) para minar a mesma por dentro.

Bernardo R.
Bernardo R.
9 anos atrás

Eu só me pergunto como que eles conseguem esses documentos……..
quem dá a informação?

Marine
9 anos atrás

Bernardo,

Essas informacoes sao conseguidas de forma ilegal, opositores da guerra que tem acesso a essas informacoes passam elas ao site. Inclusive um deles um soldado analista de inteligencia esta preso hoje acusado de passar informacoes secretas.

Sds!

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Isso prova a m… que o Sr. Bush e “seus chefes” (sabe-se lá quem) fizeram… o povo e o soldado americano não mereciam esta guerra (Iraque)! agora que arquem com as consequencias!
Muitos civis mortos… muitas crianças… bombardeio de cidades… para quê? armas de destruição em massa? nada! o que ocorreu de fato nesta sujeira toda?!

Sds!

Thiago
9 anos atrás

fuzileiro disse: 25 de outubro de 2010 às 11:37 “A liberdade de imprensa taí, publicaram os documentos quer mais o quê ? E isso prova que é o país da liberdade sim” Delculpe “fuzileiro” , nao sei se o seu comentario è resultado de uma inocente falta de conhecimento ou uma risivel defesa em mal fè. No mais ,tudo isso prova o contrario . O simples fato que o fundador de Wikileaks vive como fugitivo sobe ameaças e dos server de Wikileaks serem deslocados e sediados em Bélgica – Suecia( 2 paises que protegem essas atividades e concede essa liberdade… Read more »

Thiago
9 anos atrás

HMS TIRELESS disse:
25 de outubro de 2010 às 22:44

Oh o muro foi derrubado em 89, nao dà mais pra outra guerra fria nao ,jà passou o tempo, menos que nunca com a china …agora sò guerra das moedas ,esquenta nao;)