Home Conflitos em andamento Guerra do Afeganistão já registra 600 militares ocidentais mortos só em 2010

Guerra do Afeganistão já registra 600 militares ocidentais mortos só em 2010

395
17

O total de mortes de militares estrangeiros no Afeganistão em 2010 se aproxima de 600 com a morte de outro membro do serviço neste domingo, uma figura indesejável que provavelmente vai pesar sobre os líderes ocidentais em meio à perda de apoio para a guerra.

As Forças de Assistência a Segurança Internacional (ISAF, na sigla em inglês), lideradas pela Otan, informaram neste domingo que um dos membros do seu serviço foi morto por uma bomba caseira no sul do país, elevando o total de mortes para 599 desde o início de 2010.

Nenhum outro detalhe sobre o incidente foi disponibilizado. Bombas caseiras, mas eficazes, responderam por mais da metade das perdas sofridas pelas tropas estrangeiras no Afeganistão este ano.

Com mais dois anos pela frente, o ano de 2010 já é o mais sangrento para as tropas afegãs e estrangeiras e civis desde a derrubada do regime taleban no final de 2001. Em todo o ano 2009, um total de 521 soldados estrangeiros foram mortos.

Os números são compilados pela ONG www.icasualties.org, que monitora as mortes de tropas ocidentais no conflito. De acordo com a organização ao menos 2.169 soldados morreram desde 2001.

Os EUA lideram o ranking com 1.348 mortes, em segundo vem o Reino Unido com 341, e os 480 restantes pertencem às tropas dos outros 44 países que compõem a Isaf.

FONTE: Agências Internacionais

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Danilo
Danilo
9 anos atrás

Eis o preço que se paga por não levar a sério a segurança dos acessos restritos de quem trabalha na força de coalisão seja militares ou civis, e mostra tambem que o povo afegão não está tão assim ao lado de quem diz que ali está para libertar o seu país na ” guerra contra o terror ” sei não Iraque e Afeganistão ja podem ser considerados os novos
” Vietnã ” nem Estados Unidos da América e nem os paises da OTAN podem dizer que tal medida tenha surtido o efeito desejado desde que invadiram ambos.

RaMbOoBr
RaMbOoBr
9 anos atrás

Hora de uma ”retirada estratégica” heheheheheheh…..
A cada ano que passa o cenário é mais desanimador.

Yuri França
Yuri França
9 anos atrás

Não tinha visto que já tinha esse tópico. Mas reparem que ele segura o fuzil pelo carregador, assim como os soldados brasileiros.

pap
pap
9 anos atrás

E os mortos,feridos,mutilados,desaparecidos e afetados

em geral do povo afegão?

Uitinã
Uitinã
9 anos atrás

Como o rei afegão disse o povo afegão nunca se rendera diante de outros povos isso vem desde o tempo dos persas, Macedônios, mongoís Soviéticos e agora americanos.

Bruno
Bruno
9 anos atrás

Danilo disse:
24 de outubro de 2010 às 14:28

Concordo.OS EUA não sabem combater guerrilhas,seja em florestas ou montanhas.Eles não controle nenhum sobre o Afeganistão.Está na hora de sai derrotados, da mesma forma que sairam da Coréia e do Vietnã.

Fabio ASC
Fabio ASC
9 anos atrás

Acredito que ele estiquem as guerras ao máximo de propósito.

@wagner
@wagner
9 anos atrás

Deram risada dos russo quando estes se retiraram por aquela maldita ponte em 89, se nao erro a data. O mundo ocidental achou aquilo o máximo e ficou brindando a morte de 15.000 almas de jovens soldados soviéticos( mortos com ajuda do ocidente), POIS ENTÃO AGORA O OCIDENTE QUE SE FERRE !!!!

Leandro RQ
Leandro RQ
9 anos atrás

Eu sou da opinião de que os países do ocidente não devem se meter em assuntos do povo islâmico.

Eles que vivam sob a opressão religiosa, com leis medievais, sem democracia, onde os jovens não tem futuro e as mulheres são tratadas como seres inferiores. Isso não diz respeito a ninguém, apenas a eles.

E se nenhum deles faz nada para mudar isso, azar o deles.

fuzileiro
fuzileiro
9 anos atrás

O problema é que por sua visão religiosa eles querem exportar isso para o mundo.

Marine
Marine
9 anos atrás

Exato fuzileiro, sao uma cultura que a cada dia esta mais atrasada com o resto do mundo mas os fanaticos ainda desejam forcar suas visoes religiosas no resto do mundo.

O resto do mundo civilizado pode pretender que nao enxerga isso e ignorar ou pode como primeiro passo abrir os olhos ja que a aceitacao do problema e a primeira parte de corrigi-lo.

Sds!

Joao Gabriel
Joao Gabriel
9 anos atrás

O problema é que o ocidente tambem quer exportar a sua visao religiosa para o mundo islamico, que tambem nao é grande coisa

HARM
9 anos atrás

Na verdade, os EUA tinham que dar um safanão no Afeganistão por causa da Al-Qaeda e o 11/09. Já o Iraque foi uma resolução de pai para filho – Bush pai não resolveu de vez em 1990 e o Saddam continuou no poder. Aí Bush filho teve a ideia de ‘resolver’ de vez – e… bom, a gente já viu o tamanho do atoleiro.

Yasser
Yasser
9 anos atrás

600 mortos??? Isso pq eles estão arredondando BEM pra baixo….

Marine
9 anos atrás

Yasser,

A sim claro, porque nao haveria familiares choramingando pelas ruas desses mortos que ficam escondidos ne?

E cada um que aparece aqui no blog tem hora….

Sopa
Sopa
9 anos atrás

Marine, vc que tá lá no meio, uma pergunta.

Você luta por lutar, luta pq. gosta de lutar seja onde for, ou luta por um ideal/ideologia/utopia ?

SdS.

Marine
9 anos atrás

Sopa, Nos lutamos pelo companheiro do seu lado, esse negocio de lutar pela bandeira, american way of life e torta de maca e besteira de Hollywood… Com relacao a dar um motivo pessoal, cada um acha um argumento diferente, uns dizem fazer por amor a corporacao ou orgulho, outros gostam de lutar e sao aventureiros mesmo, ja outros sao pragmaticos e veem isso como a profissao que escolheram e ainda ha os que acreditam veemente que ajudam os povos dos paises em quais estao lutando. Cada uma tem sua propria justificativa. Mas o sentimento universal sempre foi e sera o… Read more »