terça-feira, abril 20, 2021

Saab RBS 70NG

Monumento aos Mortos da 2ª Guerra Mundial poderá ser tombado pelo Iphan

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O Monumento aos Mortos da 2ª Guerra Mundial, no Parque do Flamengo, conhecido também como Monumento aos Pracinhas, poderá ser tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O encaminhamento favorável dos pareceres técnicos sinaliza que a medida será aprovado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan, na reunião programada para os próximos dias 4 e 5 de novembro, na capital fluminense. A informação foi dada à Agência Brasil pelo gabinete da presidência do Iphan. Segundo o órgão, o monumento é um bem público situado no parque já tombado pelo instituto desde 1965.

Com projeto dos arquitetos Marcos Konder Netto e Hélio Ribas, o monumento foi construído entre os anos de 1957 e 1960 e é integrado por três obras que homenageiam a Força Aérea Brasileira, os pracinhas das Três Armas (Exército, Marinha e Aeronáutica) e os combatentes e civis que morreram em operações navais. Um museu instalado no local abriga equipamentos usados pela Força Expedicionária Brasileira (FEB) e objetos apreendidos de soldados alemães.

Durante a reunião, os 22 membros do Conselho Consultivo do Iphan avaliarão também os pedidos de proteção federal para mais cinco bens culturais:o Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro (AM), o Ritual Yaokwa do Povo Indígena Enawene Nawe (MT), a paisagem natural de Santa Tereza (RS), o Centro Histórico de São Félix (BA) e o encontro das águas dos Rios Negro e Solimões (AM).

Constará ainda da pauta um tema polêmico: a devolução ao Paraguai do canhão El Cristiano (O Cristão), construído com material de sinos de igrejas, atualmente em exposição no Museu Histórico Nacional, no Rio, e que constitui um troféu da Guerra da Tríplice Aliança, ou Guerra do Paraguai. Os combates se estenderam de 1865 a 1870, envolvendo os quatro principais membros do atual bloco do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai). A arma foi apreendida em 1868, quando o Brasil tomou a Fortaleza de Humaitá, no Rio Paraguai. O compromisso de devolução do canhão foi assumido em março deste ano pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil (IGHMB), general-de-divisão Aureliano Pinto de Moura, é contra a devolução de qualquer troféu de guerra. Ele disse hoje (28) à Agência Brasil que a possibilidade de devolução do El Cristiano “é um desrespeito aos soldados que morreram no Paraguai em defesa do Brasil. “Eles [paraguaios] invadiram o nosso país, eles têm que arcar com as consequências. O canhão fica aqui”. Caso haja a devolução, Moura defendeu que o Paraguai devolva também navios brasileiros apreendidos durante a guerra.

O Conselho Consultivo do Iphan dará o seu parecer sobre o assunto mas, de acordo com o Decreto Lei 3.866, de 29 de novembro de 1941, somente o Presidente da República tem a competência para destombar um bem do patrimônio histórico e artístico nacional, atendendo a motivos de interesse público. Portanto, a palavra final sobre o canhão caberá ao presidente Lula.

FONTE: Pernambuco.com/Agência Brasil

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
lucas lasota
lucas lasota
10 anos atrás

Aproveitando a oportunidade para denunciar o total descaso com o museu do expedicionario na rua das marrecas. Um desrespeito a memoria nacional!

Infa
Infa
10 anos atrás

So o Lula mesmo pra querer devolver um trofeu de guerra, acho q se ele quer fazer politica de boa vizinhança, existem milhoes de outras formas, mas devolver um trofeu de guerra, daqui a pouco iremos devolver as peças de artilharia alemães da IIGM tambem..
Bom existe um abaixo-assinado de uma campanha pela permanência do canhão: http://ocanhaoenosso.com.br/index.php

Sagran Carvalho
Sagran Carvalho
10 anos atrás

Espero que muitos brasileiros responsáveis e que respeitam sua história assinem este abaixo assinado.
É mais uma prova que a PeTralhada não respeita o seu povo nem as instituições deste país, e mais ainda, é um desrespeito muito maior aos brasileiros que tombaram o campo de batalha da Fortaleza de Humaitá!!!
Quanto ao restante da matéria dou todo apoio para o tombamento do Monumento aos Pracinhas.
Abraços

Wilson Figueiredo
Wilson Figueiredo
10 anos atrás

O buraco é mais em baixo. Já faz muito tempo, no Brasil, restauração e cuidados com dinheiro público (nosso) é gasto sem discuções em igrejas. Nada contra mas, os religiosos arregadam seu dinheirinho sem nenhum tipo de tributação, não cuidam de seus monumentos e, esperam sempre a grana do Iphan, inclusive (salvo engano), há um orgão especial para esses monumentos religiosos. Como disse, faz muito tempo mesmo. A questão não é simplesmente esse papo furado de petralha/serrinhapazeamor, nós brasileiros ainda achamos normal cuidar de patrimônio particular e esquecemos nossa história de lutas e de verdadeiros brasileiros. (só para relembrar: essas… Read more »

Freire
Freire
10 anos atrás

Nada mais justo.é nossa História amigos.

Brasil.

Paulo
Paulo
10 anos atrás

Caro Wilson Figueiredo

Se o nosso presidente Lula gosta de ajudar países amigos, por que ele não pode ajudar também o Vaticano?
Aliás, o Vaticano é o que mais mantém representações diplomáticas em nosso País. Gerando milhares de empregos aqui. Muitos destes “consulados” são até mesmo atrações turísticas.

Fico à vontade pra fazer esta brincadeira porque sou católico.

Em tempo: alguém acredita aqui que o Lula vai se sensibilizar com o abaixo assinado? Duvido.

Abraços

defourt
defourt
10 anos atrás

lucas lasota disse: 28 de outubro de 2010 às 21:42 –x– Eu concordo contigo Lucas mas infelizmente não há MEMÓRIA NACIONAL. A última vez em que os visitei estavam vazios. Tanto este na rua das marrecas quanto o do aterro do flamengo. Ah! o do aterro num dia de semana só com uma simpaticíssima família de Sul-coreanos… Somente estádio de futebol enche! [com direito a trocadilhos!] Abraços. A tempo: Na alma essa de dizer que o Vaticano é um Estado então que cuide de suas embaixadas… Na Alma! Faça Direito ou seja Diplomata; ou melhor: os dois! Você tem futuro!… Read more »

Alberto
Alberto
10 anos atrás

Devolver o canhao e a Larissa Riquelme ao Paraguai? Nunca! Mas falando serio, nao acho que o Lula nao vai fazer mais isso…. o canhao é um simbolo nacional. Alem disso, o presidente do Paraguai nao canta mais de galo pq esta doente e sem moral depois de descobrirem que ele era adepto da “teologia da inseminacao”

Reportagens Especiais

Fuzil IMBEL IA2

Por Claudio Queiroz No final de maio de 2014 uma equipe do Forças Terrestres/Forças de Defesa visitou a fábrica da...
- Advertisement -
- Advertisement -