segunda-feira, outubro 25, 2021

Saab RBS 70NG

Exército no ataque

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O ministro Nelson Jobim tem um abacaxi nas mãos. O Comando do Exército decidiu comprar 18 helicópteros de ataque russos MI-28, mas alguns brigadeiros ligados ao gabinete de Jobim insistem na compra de modelos MI-35, como os adquiridos pela FAB. Alegam a necessidade de padronização. A mecânica é a mesma, porém o MI-28 custa 30% menos do que os MI-35 negociados em 2008.

FONTE: Isto é / COLABOROU: Marcos Saulo

- Advertisement -

138 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
138 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

Brigadeiros querendo interferir nas compras do EB?

Notícia fake!!!

Nossos nobres brigadeiros não conseguem comprar os caças do FX2 porque o governo atrapalha.

Se for pra fazer algum lobby ou pressão, seria para a compra dos caças.

Não creio que iriam interferir nas compras do E.B.

Acho que é mais uma sacanagem dessa revista com nossas FFAA.

ALDO GHISOLFI
ALDO GHISOLFI
10 anos atrás

Concordo com o Leandro. Para exercer qualquer tipo de pressão, muito mais importante liquidar com o FX. A vantegem estaria apenas no transporte de efetivo? Isso paga a diferença financeira?

A FAB tem se mostrado ineficiente em nível tal que acho que os Brigadeiros não têm nada a ensinar ou opinar aos Generais.

Fake? Pode ser.

Nick
Nick
10 anos atrás

Supondo que a notícia tenha fundamento, não vejo porque padronizar tudo com MI-35, a não ser que esse modelo fosse ser fabricado lá em Itajúba. Mas é tudo prateleira, e o MI-28 me parece mais adequado como um Heli de ataque que o MI-35. Aliás 18 é pouco, uns 48 seria o ideal para uma pronta resposta a qualquer incursão terrestre no nosso território.

[]’s

[]’s

Flavio
Flavio
10 anos atrás

Quem sabe a necessidade é o exercito e não peões de gabinete.O helicoptero mi-28 é excelente.

vplemes
vplemes
10 anos atrás

Istoé? Esta revista devia mudar o nome para Quantoé! A mais venal do brasil!

Milan
Milan
10 anos atrás

Não foi essa a intenção da criação do Ministério da Defesa? Compras padronizadas?

O Exército não pode mais decidir suas compras e ponto final. Existe uma hierarquia que deve ser respeitada. Agora uma questão técnica: se os russos já fornecem apoio logístico ao Mi-35, por que nao ofereceriam ao 28? O Min Def que analise isso, faça bom uso de nosso dinheiro e equipe as forças adequadamente. E se não fizerem isso, que nos dêem explicações.

A parte boa é que pelo visto o Mi-35 tem agradado a FAB.

Sagran Carvalho
Sagran Carvalho
10 anos atrás

fratricidio…já vi isto antes…lembram Nael MG ( MB ) e ala aérea da FAB…pensei que isto não mais ocorresse, isto se a noticia for de fato verídica!!!
Cada um no seu quadrado.
Abraços

João Paulo Caruso
João Paulo Caruso
10 anos atrás

E o Brasil vai ser o primeiro do mundo a usar o Mi-28?
será que os russos já tem um sistema de assistência técnica bem desenvolvido?

Pode ser um negócio meio arriscado. Se for verdade é claro.

Eduardo
Eduardo
10 anos atrás

Cada um tem q cuida de suas compras, pra q padronizar? será q eh birra de criança “a ele tem Mi-28 e eu o Mi-35, eu tbm quero o Mi-28 senão vo leva a bola embora =(”

Tenha só, se o EB escolheu esse eh esse e ponto!

João Paulo Caruso
João Paulo Caruso
10 anos atrás

“por que nao ofereceriam ao 28? ”

Talvez porque eles só tem uns três ou quatro! Nem eles sabem como seria.

Paulo
Paulo
10 anos atrás

Observem o texto. O comando do EB “decidiu” comprar. Segundo a revista, o que se discute é o modelo e não a compra.
Ou é fofoca ou é fato. Então por que a FAB não decide os aviões e pronto?

Paulo
Paulo
10 anos atrás

Em tempo: por aviões me refiro ao FX-2.

Eduardo
Eduardo
10 anos atrás

E outra, o EB ja tem helicópteros pa carregar pessoal e o Mi-35 faz isso tbm, acho q seria ideal o Mi-28 pois parece q ele eh mais rápido e ágil.

emilson_GAC
emilson_GAC
10 anos atrás

coisa linda!estavamos precisando de um puro sangue, se for verdade o chavitos vai ficar com uma inveja danada… os brigadeiros tem qe eh se preocupar com o FX2….

marujo
marujo
10 anos atrás

O Jobim, amigo do peito do Serra, também se empenha para vender Rafale à FAB e aos Emirados Árabes. Por que será tanto empenho para vender às Forças brasileiras e aos países aquilo que eles não querem? Ainda mais, quando é mais caro que suas opções de equipamentos preferenciais. Será que o Jobim, que tem um pé na situação e outro na oposição, continuará ministro por quanto tempo?

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

Xiiiiiii…ou deveria ser $hiiiiiii…

Marco antonio Lins
10 anos atrás

Srs

Ate que emfim nos saimos dessa teoria ocidentalizada
e agora estou vendo o nosso glorioso EB tomar uma decisão acertada. É preciso saber que a função operacinal do EB não a mesma da FAB. Agora somenta falta o TOR-M2- A FAB devia criar uma base aqui no Ibura -Recife com esquadrão de Sukhoi-34 para estar atento ao Atlantico, se lembre que na 2º Guerra já existio uma base uma base.

Leandro RQ
Leandro RQ
10 anos atrás

Vamos analisar a notícia como verdadeira.

Existe um “grande detalhe” nessa história.

Não podemos esquecer que a compra desses helicópteros russos(MI-35) foi feita através daquele famoso ex-brigadeiro da FAB que é sócio de um dos maiores “senhor das armas” do planeta.

Talvez ele seja um dos “brigadeiros ligados ao gabinete de Jobim” que a matéria fala.

Isso explicaria a oferta do MI-35 para o EB…

Pra quem não lembra da história, segue link da matéria sobre ele publicada na mesma revista:

http://www.istoe.com.br/reportagens/67391_O+SENHOR+DAS+ARMAS

Vader
10 anos atrás

Se é que a notícia é verdadeira (infelizmente a Isto É tem o péssimo costume de dar “barrigada”), alguém tem dúvidas de que o EB vai “dançar” na história? Só pode ser brincadeira. Quando finalmente se decide por algo apropriado para a sua missão vem o mofino Min Def e “tesoura” a do EB. Nesse país tudo é difícil, meus amigos… Política é tudo. E a técnica e a doutrina que se danem… Em sendo verdade, é uma baita sacanagem da FAB com o EB. A FAB aceitou passivamente o estrupício MI-35, que nem é heli de ataque nem de… Read more »

pap
pap
10 anos atrás

ola Para pensar. Será que efetivamente nosso exercito não precisa mais de helicopteros de ataque do que de tanques?Geralmente,nosso exercito, exceto pela epoca aurea da engesa, sempre usou blindados datados.E agora não é diferente, mm com o Leopard modernizado, ainda o exercito usa blindados antigos.Será que em termos de mobilização e pronta açao helicopteros nao poderiam compensar a deficiencia em blindados? Por que nao investir em helicopteros russos, tanto o havoc como o hind, para compensar a parte blindada? Até porque, se pensar bem, que efetividade tem os obuseiros autopropulsados no exercito? O sistema Astros nao seria uma compensaçao para… Read more »

Galileu
Galileu
10 anos atrás

Não acredito nessa de brigadeiros interferirem…materia da Istoé, sabem como é!!!
Até onde eu sei uma força não interfere em outra, tipo “politica da boa vizinhança”

Outra coisa, o EB não joga o jogo da FAB E MB, se é que me entendem….

Do mais se exisitr mesmo o interesse do EB pelo MI-28, Tor e etc,.. fico muito feliz, pois como disse uma vez, há muito preconceito ou havia muito preconceito das nossas forças sob material russo.

Mi-28 na Venezuela, Brasil…é A. do Sul a trancos e barrancos parece que se encaminha a um consenso sobre defesa.

pap
pap
10 anos atrás

Adendo ao comentario anterior Ao que me parece, com helicopteros há poder de pronti- dão e efetividade de ação rápidas.Talvez os helicopteros tem “mais a cara” do atual exercito brasileiro que os tanques – importantes, mas para um momento seguinte de reforço e presença,todavia deveriam ser tanques adequados ao territorio brasileiro -um tanque medio, até 40 toneladas, que poderia ter sido o OSORIO. Talvez um dia o exercito posse ser equipado com um tanque mais condizente com o que ele merece para proteger o pais. Um exemplo de tanque nao poderia ser o black panther sul coreano, aquele da suspensão… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
10 anos atrás

Nunca antes na historia desse Pais esse tipo de transação gerou tanta polemica… tudo é feito para que qualquer ser mortal desse planeta duvide da seriedade desses processos…

Sou só eu que enxergo isso?

Imperador

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

Galileu disse:
29 de outubro de 2010 às 15:28
Não acredito nessa de brigadeiros interferirem…materia da Istoé, sabem como é!!!
Até onde eu sei uma força não interfere em outra, tipo “politica da boa vizinhança

É…a MB que o diga…

Fabio ASC
Fabio ASC
10 anos atrás

É, nossos Brigadeiros estão com medo de ter um Heli com capacidade de ataque inferior ao do EB.Vergonha.

Esses Brigadeiros aí nem pra festa de criança servem.

É bom m esmo o FX- 2 ficar para o próximo Governo, quem sabe mudando os Brigs a FAB volta aos trilhos.

Fabio ASC
Fabio ASC
10 anos atrás

E o pior, em todos os Blogs: “Exército Brasileiro defineo resultado do FX -2: após comprovadacapacidade do Generalato em comprar coisa bos, o MD decidiu passar para as mãos dos Generais a decisão sobre o FX – 2. Especula-se queos Russos já teriam oferecido ainstalação de uma Fábrica da Sukhoi em São Bernardo do Campo para fabricar aqui todos os caças de 5 Geração, tanto os do Brasil como da Rúusis e Índia, além é claro, de possíveis futuros compradores. EB, braço forte, mão Amiga, cabeça que pensa.”

huahuahuhauhauhau:)

DV
DV
10 anos atrás

Tem cara de boataria vazia de imprensa marrom.

Eu acho que seria é muito bom ter um problema desse tipo no EB: MI35 ou MI28?

Que problemão para quem não tem helicóptero de ataque de verdade. Fofoca à parte, o importante é que venha. Ou um ou o outro. É sempre melhor que nada.

Natan
Natan
10 anos atrás

A solução inteligente não seria ignorar constrangimentos financeiros e rivalidades entre terra e ar e simplesmente criarmos a capacidade de operar e manutenir ambos? A partir de um parque de manutenção centralizado? Se as FFAA falam em reequipagem e modernização, temos de lembrar que mesquinharia e vaidade nessa hora é um tiro no pé.

Anderson
Anderson
10 anos atrás

Olha eu sou fã dos armamentos Russo mais nesse caso
Tigers pois já temos a parceria com a Eurocopter melhor os Tigers produzir aqui é a melhor coisa.

The_mal_voltou
The_mal_voltou
10 anos atrás

Havoc é muitíssimo capaz, forte, robusto e potente, acabaria com as plantações de maconha e pistas de pouso com facilidade tremenda.
Apoio essa compra 100%

luiz otavio
luiz otavio
10 anos atrás

minha opinião de leigo, prefiro os Kamovs, Ka 52, e salvo engano, na Rússia foi o Kamov que ganhou a concorrência sobre o Mi28, mas pela falta de grana tem poucas unidades. mas o mi28 cumpriria o papel sem dúvida.

ABULDOG74
ABULDOG74
10 anos atrás

Se confirmando a compra, parabéns ao EB!!
Excelente opção de aquisição!!

Seal
10 anos atrás

Para o EB o Havoc-MI- 28 é mais adequado.Esses Brigadeiros não conseguem definir o FX-2 então não metem a colher. O Brasil precisa se armar.Com a novas descobertas de petróleo na camada Pré-Sal,o Brasil passaria a ser o 10º exportador mundial(29 bilhões de barris até agora),na frente de Catar e Estados Unidos. Isso chama a atenção de observadores internacionais. O Brasil só não sofreu agressões armadas ainda,pela fama do valor pessoal de seus soldados,e por possuir um gigantesco parque industrial civil e militar capaz de reverter qualquer situação. Veja outros países com grandes reservas, segundo dados da Opep: (em bilhões… Read more »

JClaudio
JClaudio
10 anos atrás

Como já falei outras vezes, acho uma idiotice sem tamanho querer padronizar todos os equipamentos das Forças.

1. A padronização deve existir sempre que possível, mas não deve ser um fim em si mesma;
2. O que é adequado para uma Força pode não ser para a outra;
3. Das três Forças, todos sabemos que a FAB é a mais amadora. Sempre foi assim, a Marinha impõe, o Exercito persuade e a FAB aceita as sobras.

E Viva o Brasil, tão Grande e tão Bobo!

marujo
marujo
10 anos atrás

Torço para que o EB compre os MI-28, o mais depressa possível. Há muito merece ter um verdadeiro helicóptero de ataque, não Esquilos precariamente armados.

rogerio
10 anos atrás

concordo dv um ou outro ta bom melhor que nada

Athos
Athos
10 anos atrás

A verdade é que a compra do 35 foi um prêmio de consolação pelo chute que os EUA deram na Sukoi no FX2.
Os EUA não permitiram que a Sukoi figurasse na lista tríplice, assim, os russos ganharam um contratinho para acabar de vez com estes rumores sobre a manutenção russa.

Foi um primeiro passo. Gostaram, agora o exército quer também.
Eu prefiro o 28, e que se contrate mais mecânicos.

flw

Manock
Manock
10 anos atrás

Seal disse: “O Brasil só não sofreu agressões armadas ainda, pela fama do valor pessoal de seus soldados,e por possuir um gigantesco parque industrial civil e militar capaz de reverter qualquer situação.” 1-Fama do valor pessoal de seus soldados – bobagem, isto não impede nenhuma aventura militar inimiga. Impediu os argentinos de tentar tomar as malvinas do temidos e profissionais ingleses? 2-Gigantesco parque industrial civil e militar – se o nosso parque industrial, civil e militar é gigantesco, o Russo seria colossal? o norte-americano seria astronômico? Um míssil de cruseiro de 500 mil dólares deixa inoperante uma refinaria de 2… Read more »

Uitinã
Uitinã
10 anos atrás

Agora sim nosso exercito parece ta rumando ao futuro não sei como a eurocopter ja não tentou enfiar o TIGER em noís

Jacubão (21 Kg mais magro e papai de novo)
10 anos atrás

Mas a FAB se mete em tudo mesmo.
Foi criada com as aeronaves da marinha, ficou com ciúme do NAEl Minas Gerais e queria até mandar no navio, ficou por décadas impedindo q outras forças ultilizassem aeronaves de asas fixa, mas ela pode operar asas rotativas e agora essa?
PQP, tenha santa paciência.

Hanoi
Hanoi
10 anos atrás

Fico feliz com o constante interesse do EB em modernização. Mas por outro lado triste em, no caso da notícia ser real, sabotagem por parte da FAB. Não sei dizer qual o melhor, acredito que ambos cumpririam sua missão por aqui, mas sinceramente entre eles prefiro o Mi-28. Minha preferência, pensando estrategicamente (a mais do que apenas na máquina em si), seria o Rooivalk! Por pura e simplesmente usar plataforma que já trabalharmos localmente: os Puma! Acredito que tornaria mais barato e fácil de manutenir, além de ser um bom heli… Devíamos aprender com os russos, que sempre tiveram FAs… Read more »

defourt
defourt
10 anos atrás

Achei uma excelente notícia!

O EB precisava de uma PURO (verdadeiro) ATACANTE há muito!

O que me entristece é ver a FAB ainda com picuinhas idênticas ao tempo em que a Marinha adquiriu o (PA) Minas Gerais.

Essa FAB não sai de mil-novecentos-e-cinquenta-e-seis não? Haja PICUINHA!

Apollo2010BR
Apollo2010BR
10 anos atrás

Torço pelo mi28,, inferior aos apaches e ao Ka52, mas ainda um heli de ataque muito bom, e dentro da nossa realidade, principalmente devido a força do REAL em cima do Rubro ( a moeda da russia é essa nao é?).

Uma observação: ja pensaram se eses mi28 sejam realmente comprados, quem sabe o corpo e fuzileiros navais (CFN) nao se interessa tambem!!

abraços…

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Athos disse:
29 de outubro de 2010 às 16:56

Os EUA não deixaram ? Este não é o Governo independente que cospe na cara dos gringos ?

De qualquer maneira, se a notícia da Quanto É! for real, podemos dizer que seja justiça poética…

Não tinha general da SELOM endossando relatório do Rafale para a FAB ?

ahahahahaha

007
007
10 anos atrás

o asunto nao é fab é eb então porfavor deiche a fab em paz i o migui 28 é uma boua opiçao para o eb valeuuuuu

Artur Paulo
Artur Paulo
10 anos atrás

Na verdade as duas aeronaves são diferentes, pois uma é somente de ataque e a outra mista ataque/transporte pois já que os MI24/35 levam uma esquadra (08 homens). O certo seriam as duas aeronaves operando no EB e na FAB sendo que as duas forças deveriam possuir pelo menos uns 40 MI28 e mais uns 24 MI35 no caso da FAB e no caso do EB 30 MI28 e 40 MI35 pois esse necessita de uma aeronaves mistas para o desembarque e acompanhamento em campo de batalha. Não seria mal mais uns 20 MI35 para a MB apoiando os Fuzileiros… Read more »

Freire
Freire
10 anos atrás

Milan tú é TB, pq o EB tem que dar explicações?meu Deus!

Brasil.

Freire
Freire
10 anos atrás

Esta FAB é muito Picuinha,um de seus maiores herois ela despreza,Major Brigadeiro Moreira Lima,heroi do senta pua é ignorado pela FAB! esperar o que?

Fox Bravo
Fox Bravo
10 anos atrás

Ave, parece até mandinga uma notícia boa vem sempre acompanhada de uma ruim. O gentalha!!!
O ministério da picuinha este da defesa, eu só gostaria de saber de qual defesa, dos lobistas, vendedores internacionais do mercado negro e estadistas em crise.

MatheusTS
MatheusTS
10 anos atrás

Preferia 18 de cada porque um transporta, ataca e defende outro é um puro atacante nato.
os 2 são otimos mais prefiro no momento mi-28.

istoé chuta muito……

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -