Home Forças Armadas Exército ficará no Alemão até julho

Exército ficará no Alemão até julho

102
14

Mesmo contrariado, o Exército vai permanecer no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro até julho de 2011. As tropas federais substituirão as Polícias Civil e Militar nas duas comunidades ocupadas. A avaliação da cúpula da Força é que há um consenso político, irradiado a partir do Planalto, que prega a permanência das tropas e torna a ampliação da missão irreversível. Acrescente-se ainda o clamor da população, que apoiou maciçamente a operação contra o tráfico.

A pressão política já era notada pela manhã, quando o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), anunciou a instalação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) do Complexo do Alemão e da Vila Cruzeiro, na zona norte, para 2011. Todo o processo deve levar de seis a sete meses. Esse é o tempo estimado para a realização de concursos públicos e treinamento dos policiais militares que vão atuar nas comunidades.

A Secretaria de Estado de Segurança está elaborando nova requisição ao Ministério da Defesa, com o estabelecimento das previsões legais para a operação. “Como nós temos a previsão de formar 7 mil homens em 2011, temos um cronograma. E a presença das forças do Ministério da Defesa no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro nos dará a garantia dessa nossa cronologia”, explicou Cabral. “É, na verdade, uma antecipação enorme de datas e de conquistas, mas, ao mesmo tempo, uma tranquilidade para que possamos continuar fazendo, sem comprometer nosso calendário de UPPs.”

Na quinta-feira, o ministro editou a Diretriz Ministerial n.º 14, que determinou apenas o reforço do apoio da União ao Estado, com a disponibilidade de blindados das Forças Armadas. Por nota, o Ministério da Defesa confirmou que vai avaliar “com celeridade” os eventuais novos pedidos de ajuste no apoio militar.

Bastidores. Os militares, porém, estão preocupados com a mudança da missão no Rio de Janeiro, que deixará de ser apenas de vigilância de perímetro, isto é, de controle das entradas e saídas do morro, para se tornar uma tarefa quase policial, desempenhada no interior do Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro. A legislação sobre operações de “Garantia da Lei e da Ordem (GLO)” abriga a nova missão do Exército. No entanto, uma mudança técnica será necessária para deixar claras as novas atribuições da Tropa.

O receio do comando das Forças Armadas, no entanto, é de que a duração da missão, somada ao novo perfil de operação nos morros, coloque os militares em contato íntimo com o narcotráfico, o que pode contaminar setores do Exército. Nesse período de quase oito meses, o efetivo de 800 homens do Exército deverá ser mantido.

Já se sabe que o modelo de atuação não será nos moldes de UPP. As tropas terão um comando militar e poderão reagir em caso de risco à segurança.

O NOME

COMPLEXO DO ALEMÃO

COMUNIDADE NA ZONA NORTE DO RIO

Na década de 1950, o imigrante polonês Leonard Kaczmarkiewicz, conhecido pela população como “alemão”, adquiriu terras na Serra da Misericórdia, dando assim início à ocupação.

FONTE: Estadão On-line

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
fn
fn
9 anos atrás

Nem iniciou o policiamento ostencivo e o comando ja se preocupa com a posibilidade de corrupção na tropa. Falar em poder de policia para as FAs é fácil o dificil e fazer e assumir a tarefa,não que com o tempo eles não aprendão, mas o POLOST não é fácil.Na hora que o capa preta começar a chamar para as audiencias e os advogados dos vagos começarem a fazer perguntas tentando desqualificar a prisão e tentando botar no do soldado que prendeu aí eles vão ver como é dificil. Bem vamos ver se realmente isto vai acontecer,eu acho que para esta… Read more »

Mustafah
Mustafah
9 anos atrás

Tô com você FN, nem chegaram já estão assustados com uma possível “contaminação” da tropa, agora vão ver o quanto é dificil a vida real, bem diferente de ficar brincando de guerra de “merntirinha”nos fundos de quartel

Antonio Costa
Antonio Costa
9 anos atrás

Não queriam tanto?

andeso
andeso
9 anos atrás

“Mustafah disse: 30 de novembro de 2010 às 11:02 Tô com você FN, nem chegaram já estão assustados com uma possível “contaminação” da tropa, agora vão ver o quanto é dificil a vida real, bem diferente de ficar brincando de guerra de “merntirinha”nos fundos de quartel” Pois é a vida real normalmente nunca é do jeito que se gostaria, ou se pensava que seria, acho que agora estão començando a descobrir, não que não tivessem tido já tempo de descobrir. Isso vai dar M… sem querer ser já sendo agorento. Quanto mais rápido a polícia(civil, Bope, PM), seja la qual… Read more »

andeso
andeso
9 anos atrás

Tenham cuidado com seus desejos, eles poderão se realizar.

DaGuerra
DaGuerra
9 anos atrás

Tremenda furada! Depois vão jogar a culpa nos Tenentes e Sgt que estarão lá na frente. Ou enquadram os vagabundos ou fazem vista grossa.A mesma situação do morro da providência.

Deivid
Deivid
9 anos atrás

Creio que o exercito seja incorruptivel!!,não a com que se preocupar,mas acho que é bom manter a tropa de choque no lugar até os PMs terem um treinamento adequado.
E usar a força nacinal de segurança,ao invés dessas divisões policiais.

alex
alex
9 anos atrás

Se no haiti a tropa desempenha papel de policia,combate traficantes e milicias,porque aqui nao pode?

fn
fn
9 anos atrás

Deivid,olha este negócio de exército não corrupto é sonho, tem corrupto em todos os lugares.Outra se tem alguem com treinamento para isto é a PM não me leva a mal mas no todo as FAs não estão preparadas ainda para fazer POLST,mesmo no haiti existe uma policia local as forças no haiti fazem patrulhas de combate e reconhecimento, mais as missões humanitarias. Uma coisa é tu tratar com vagabundo ,outra com cidadão de bem que fica brabo por ter sido abordado varias vezes.Na comunidado 98% das pessoas são de bem o dificil é lidar com elas sem cometer nenhum abuso.… Read more »

fn
fn
9 anos atrás

Outra coisa o crime de corrupção não é o unico crime que se pode cometer,tem um numero muito grande de crimes que podem ser cometidos, alguns até sem querer se comete.
Como já disse agora nós vamos ver quem tem “desculpem a palavra mas não sei outra que se enquadre melhor” ______ para aguentar o roxão.

________________________________

EDITADO

Palavras chulas não são permitidas.

Administração ForTe

Luiz Carlos
Luiz Carlos
9 anos atrás

EMPREGO DO EXÉRCITO NO RIO DE JANEIRO (O Exército faz isso sem qualquer coloração ideológica ou partidária. “O partido do Exército é o Brasil!”). General de Ex R1- CARLOS ALBERTO PINTO SILVA – ex-comandante de Operações Terrestres (COTer), do Comando Militar do Sul, e do Comando Militar do Oeste Existem implicações de ordem política, na atual conjuntura de fim de governo, que poderão, eventualmente, gerar reflexos futuros, em relação ao emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei da Ordem (GLO). As forças empregadas têm seu objetivo e sua ação determinados por autoridades e por instituições militares previstas na legislação… Read more »

JORGE TERRA NACER
JORGE TERRA NACER
9 anos atrás

TUDO QUE ESTA SENDO FEITO NO RIO DE JANEIRO E SO PARA QUE A COPA E AS OLIMPIADAS FIQUEM SEGURAS, MAS APÓS ISSO TUDO VOLTA AO QUE ERA E O POVO ESTA FERRADO. TUDO É MENTIRA, ENGANAÇÃO.

DBotura
DBotura
9 anos atrás

Sinceramente este problema deveria ser solucionado pelo “Estado” do Rio de Janeiro, ou falta “capacidade” subentende-se “vontade” de resolve-lo, o exército deve apoiar como o fez, mas não substituir a PM e a PC, isso é uma “vergonha”.

Andre de POA
Andre de POA
9 anos atrás

O partido do Exército é o Brasil? Pois bem, o Brasil precisa do exército aqui e agora! Vão se negar, fazer de má vontade ou ter briga de beleza sobre quem manda? pior para o exército que vai perder uma bela oportunidade de mostrar o seu valor e ser o heroi de milhares de crianças e jovens deste pais sofrido. Depois reclamam que ninguem sabe o que a arma faz, o seu valor e necessidade. Pois bem a necessidade é agora e os oficiais e praças que fizerem cara feia tem mais é de ir para a reserva. Cadê o… Read more »