Home Blindados Heavy Infantry Fighting Vehicle – HIFV

Heavy Infantry Fighting Vehicle – HIFV

380
4

Em 2005 os Emirados Árabes Unidos contrataram a empresa Sabiex belga por US$ 15,8 milhões para transformar um carro de combate de origem italiana OF-40 em Transporte de Tropas Blindado Pesado no projeto Heavy Infantry Fighting Vehicle (HIFV) – Veículo de Combate de Infantaria Pesado.

O primeiro protótipo ficou pronto em 2007 e recebeu a torre do BMP-3 já em uso nos Emirados Árabes Unidos, mas limitando a capacidade de transporte de tropas para apenas quatro. O motor foi mantido na frente e a traseira recebeu uma grande rampa baixada por sistemas hidráulicos. A rampa também tem uma porta menor que abre para a direita.

O veiculo terá 8,5 metros de cumprimento, 3,35 metros de largura e 2,1 metros de altura.A capacidade de carga será de 10 tropas mais dois tripulantes. A proteção será no nível STANAG 5. O motor será o MTU MB838 Ca M501 diesel de 830Hp podendo atingir 60 km/h e com alcance de 600km. O peso máximo é de 45 toneladas incluindo a torreta do BMP-3.

Os Emirados Árabes Unidos receberam 36 carros de combate OF-40 da Itália e quatro na versão Armoured Recovery Vehicles (ARV) no início da década de 1980. Os OF-40 foram substituídos pelo carro de combate Leclerc. Até 2010 não se tinha noticias se a conversão dos 40 blindados OF-40 para o HIFV havia sido autorizada.

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan
Ivan
9 anos atrás

Quando falamos nos grandes comandantes de blindados pensamos em Heinz Guderian, George Patton, Erwin Rommel ou Gueorgui Jukov, todos da Segunda Guerra Mundial (SGM). Ou então lembramos dos ingleses Fuller e/ou Basil Liddell Hart, os idealizadores da arma blindada, antes mesmo da SGM. Mas durante as guerras árabe-israelense, na segunda metade do século XX, destacou-se um importante comandante de blindados judeu, o General Tal Israel, falecido em 2010. Somando seu conhecimento teórico com a experiência dos inúmeros combates blindados das IDF/Army, influenciou o pensamento militar israelense e certamente de outros países, sendo considerado o ‘pai’ do Merkava, um Carro de… Read more »

rsbacchi
rsbacchi
9 anos atrás

A noticia anterior diz: “…O motor foi mantido na frente e a traseira recebeu uma grande rampa baixada por sistemas hidráulicos. …”. Isto está errado. O OF-40 como a gigantesca maioria dos carros de combate moderno, tem o motor na traseira. A Sabiex para situar na traseira o compartimento dos fuzileiros embarcados com grande porta para a entrada/saida dos mesmos, inverteu a posição do motor. Exatamente como foi feito na conversão dos CC Centurion para VBTP Tensah, mencionado em um post anterior. “… Já houve, inclusive, uma experiência anterior, na conversão dos M-41 Walker Bulldog em M-41C Caxias. …”. Esta… Read more »

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

“…ecebeu a torre do BMP-3 já em uso nos Emirados Árabes Unidos, mas limitando a capacidade de transporte de tropas para apenas quatro. …”

A instalação de uma torreta por controle remoto não melhoraria tal capacidade?

rsbacchi
rsbacchi
9 anos atrás

Pelo que pude descobrir, a versão com torre tem tripulação de 7, e o sem torre, tripulação de 12 soldados.

Todavia não consigo entender onde fica a tropa de desembarque na versão com torre, pois a mesma (a torre) parece que fica localizada na traseira do veículo!!!

Bacchi