Home Economia ‘Loucos de direita’ dos EUA ameaçam sistema financeiro, diz ministro britânico

‘Loucos de direita’ dos EUA ameaçam sistema financeiro, diz ministro britânico

91
14

O ministro de Negócios, Inovação e Treinamento da Grã-Bretanha, Vince Cable, criticou neste domingo o impasse do Congresso americano para a elevação do teto de sua dívida, afirmando que alguns poucos “loucos de direita” ameaçam o sistema financeiro mundial.

Em entrevista à BBC, ele disse que a disputa no governo americano representa um risco maior aos mercados globais do que a crise na zona do euro.

“A ironia da situação no momento, olhando para a abertura dos mercados amanhã é que a maior ameaça para o sistema financeiro mundial vem de alguns poucos loucos de direita no Congresso americano e não da zona do euro.”
As negociações fracassaram na sexta à noite, quando o líder da Câmara dos Representantes (deputados federais) dos Estados Unidos, o republicano John Boehner, se retirou das negociações com a Casa Branca sobre um acordo.
Segundo o governo americano, caso o Congresso não autorize a elevação do teto da dívida – atualmente em US$ 14,3 trilhões (cerca de R$ 22,2 trilhões) – até 2 de agosto, os Estados Unidos terão de parar de cumprir seus compromissos financeiros.

Prazo final

Esta sexta-feira marcava o prazo final estabelecido por Obama anteriormente para que um acordo fosse fechado e pudesse tramitar no Congresso e ser aprovado a tempo de evitar o calote.
Outro encontro de emergência no sábado entre Obama e os líderes do Congresso também não chegou a um consenso.
Há divergências entre os dois partidos sobre a profundidade dos cortes e que programas devem ser afetados.
Um dos principais pontos de discórdia se refere ao pagamento de impostos. Obama quer que o pacote inclua o fim dos cortes de impostos concedidos à camada mais rica da população ainda durante o governo de seu antecessor, George W. Bush.
Os republicanos se recusam a aprovar qualquer medida que inclua aumento de impostos.

Calote ‘impensável’

No entanto, o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, disse nesse domingo que está confiante em um acordo.
“É impensável a ideia de que esse país não cumprirá com suas obrigações”, disse Geithner em entrevista à rede americana CNN. “Isso não vai acontecer.”
Ele afirmou ainda que a proposta republicana de primeiro elevar o limite da dívida e só então negociar os cortes era “irresponsável” e não seria aceita pelos democratas.

FONTE: BBC

14
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
cvn76VaderMarineMarco Antônio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marco Antônio
Visitante
Marco Antônio

O mandato de Bush caracterizou-se pelos cortes de impostos para as camadas mais abastadas da populacao estadunidense……neste momento de crise fiscal, quando se exige de todos o sacrifìcio, esta parcela da populacao se nega a abrir mao dos beneficios concedidos e encontram politicos inconsequentes que lhe dao guarida…..de outro lado, ha aqueles que nao abrem mao de beneficios sociais insustentaveis atualmente. Ambos os lados prejudicam o pais. Radicais inconsequentes existem em todo mundo. Têm discursos semelhantes…..costumam chamar de “revolucao” os GOLPES que promovem…..temos exemplos de direita e de esquerda…..

Marco Antônio
Visitante
Marco Antônio

Desculpem a falta de acentos e cedilhas……teclado estranho…..

Marine
Membro
Member

Marco Antonio, So discordo da maneira como a midia no mundo inteira coloque em contexto os “tax breaks” para os “ricos”. Os EUA nao sao republica de banana da America Central. Tais breaks existem por duas razoes economicas simples, primeiramente eles estao visados nao a multimilionarios como a midia faz parecer na sua eterna vontade de demonstrar “class warfare”. Os cortes sao voltados a micro e pequenos empresarios, aqueles que empregam cerca de 70% da populacao americana. Seja uma empresinha de construcao com 10 trabalhadores ou um dono de restaurante com 30. Os breaks nao existem para que milionarios enfiem… Read more »

Vader
Membro
Trusted Member

É o seguinte negada: o sistema financeiro do mundo inteiro baseia-sa, desde a Guera Civil Americana, em um único “porto seguro”: o fato de que o Tio Sam JAMAIS deixou de honrar suas dívidas.

Se isso acabar o mundo passará por uma recessão que poderá durar décadas e abalar as estruturas de poder mundial, com reflexos imprevisíveis.

Quem viver verá.

cvn76
Membro
Famed Member
cvn76

Marine! Desta vêz vou discordar de você hehehe! A questão é muito mais complexa do que aparenta ser. Concordo que o pequeno empresário deve pagar menos impostos para que assim ele possa investir mais….. Mas o que vemos hoje em dia, são os ultra-milionários, na sua grande maioria banqueiros pagando muito pouco ou quase nada em inpostos. Interessante que nos anos 1950 a 1970, os milionários pagavam quase que 50% do que ganhavam em impostos e ninguém nunca chamou os presidentes da época como Eisenhower, JFK, Johnson entre outros de “socialista” como o Obama agora está sendo chamado só porque… Read more »

Marine
Membro
Member

cvn76, Os “ricos” em decada anteriores chegavam a incur uma carga tributaria chegando na casa dos 80% amigo (incluindo impostos estaduais, propriedade, renda, “capital gains tax” e outros varios) ou seja a carga era demasiada para se voltar ao mesmo nivel e termos crescimento da economia. Nao vivemos mais na economia dos anos 50-70, o mundo hoje e outro. Milionarios nao pagando muito ou quase pouco e devido aos “tax loopholes” e nao aos “tax brakes”. Isso e evasao e brechas no codigo da receita que faz dessas coisas legais, entao o problema nao e com a “mecanica” de que… Read more »

Marine
Membro
Member

By MICHAEL J. BOSKIN “President Obama has been using the debt-ceiling debate and bipartisan calls for deficit reduction to demand higher taxes. With unemployment stuck at 9.2% and a vigorous economic “recovery” appearing more and more elusive, his timing couldn’t be worse. Two problems arise when marginal tax rates are raised. First, as college students learn in Econ 101, higher marginal rates cause real economic harm. The combined marginal rate from all taxes is a vital metric, since it heavily influences incentives in the economy—workers and employers, savers and investors base decisions on after-tax returns. Thus tax rates need to… Read more »

Marine
Membro
Member

Outro excelente artigo: “Bipartisan budget negotiations to raise the debt ceiling are focused on deficit reduction. That’s progress. It’s imperative that we rein in spending given the risks posed by our growing debt, ongoing deficits and President Obama’s spending binge. But we should be wary of “balanced” spending-cut/tax-hike proposals promising phony future savings. Lawmakers should pay heed to five vital lessons from the history of attempts to consolidate the budget and reform major programs: 1) Cut spending, don’t raise taxes. In a comprehensive study of post-World War II fiscal consolidations in developed economies published last year by the National Bureau… Read more »

Marine
Membro
Member

cvn76,

So para ficar claro, nao defendo nenhum dos lados cegamente. Concordo 100% que aqueles republicanos que sao a favor de apenas cortes e contra qualquer tipo de aumento de arrecadacao estao absolutamente errados!

Mas nao sou a favor de aumentar impostos na faixa que faz mais de $200,000 por ano. Defendo a ideia de que o governo deve aumentar a receita sim, mas com o “tax code” com menos brechas e simplificado.

Ainda assim o “ratio” de cortes para aumento de renda ainda deve ser de pelo menos 3:1.

Sds!

cvn76
Membro
Famed Member
cvn76

Oi Marine Entendo o seu ponto de vista e concordo com alguns detalhes e discordo em outros….o que é normal!! Eu próprio me considero de direita/conservativo….mas o que vemos hoje nos EUA é um absurdo! Já não há mais um debate baseado em dados econômicos; virou uma questão ideológica….e sou da opinião que esse “Tea-Party” composto em grande parte por cristão ultra-radicais que gostaria de ensinar nas escolas que somos descendentes de Adão e Eva entre outras bobagens está no fundo prejudicando o próprio país…..não será assim que os problemas serão solucionados….é preciso chegar a um acordo…é preciso ceder em… Read more »

cvn76
Membro
Famed Member
cvn76

Outro detalhe que esquecí!

A debandada das indústrias americanas para a China já vem ocorrendo há muitos anos…..mesmo durante os 8 anos de Reagan e 12 do clan Bush….ou seja querer culpar os democratas por isso acho meio exagerado…..
Nesse meio tempo tivemos 8 anos do Clinton e agora o Obama….

Por exemplo, a Alemanha tem custos bem mais altos que os EUA e nem assim o país está sofrendo de firmas sendo fechadas…..muito pelo contrário….estão exportando como nunca…

Como disse, é complicado…..não se deixe influenciar por partido algum!
Abs

Marine
Membro
Member

cvn76, Concordo com o tema central do amigo, deve haver um debate em que ambos os lados reconhecam que pela propria natureza do governo bi-partidario, devem ceder em alguns pontos e chegarem a um acordo que nenhum dos dois estejam 100% felizes. So discordo da caracterizacao do Tea Party como uma movimento formado apenas por radicais de direita ou evangelicos e outras coisas como a CNN, MSNBC e NYT gostariam de caracterizar. O Tea Party e um movimento conservador mas formado por pessoas de todas as classes mesmo que sua maioria sejam de classe baixa ou media. Nao sao em… Read more »

Marine
Membro
Member

Tambem concordo amigo que o problema do “manufacturing” americano e complicado, nao quis culpar apenas os democratas, na realidade minha birra maior cai com os sindicatos egoistas. Na minha humilde opiniao o problema maior e a estrutura da economia americana que e hoje e baseada excessivamente em servicos. Nao se fabrica nada, somos apenas um pais que repassa dinheiro pra la e pra ca, tudo um mundo de sonhos e baseado em confianca do mercado mas ja vimos o problema disso recente nao e? 😉 O interessante e que debatendo aqui hoje sobre os sindicatos e olha a noticia que… Read more »

cvn76
Membro
Famed Member
cvn76

Concordo com você ( em parte ) hahaha! Acho imoral que enquanto os trabalhadores contribuiram para a firma se recuperar, tanto que os custos por hora caíram US$ 20,00 por hora, um super manager ganhe 26 milhões….. Nos últimos anos em um modo geral, os salários de grande parte da população diminuiram ou estagnaram….. Claro que os sindicatos procuram arrancar o máximo possível, os chefões procuram dar o mínimo possível….sempre foi assim….sem novidades até aí….! O poder dos sindicatos nos EUA caíram muito, eles não tem mais a força hoje como tinham há uns 20-30 anos atrás…… O que vemos… Read more »