sexta-feira, julho 30, 2021

Saab RBS 70NG

Discurso do Ministro da Defesa Celso Amorim

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

PALAVRAS DO MINISTRO DE ESTADO DA DEFESA, CELSO AMORIM, POR OCASIÃO DA CERIMÔNIA DE POSSE NO CARGO

BRASÍLIA, 2011.08.08

ANTES DE MAIS NADA, AGRADEÇO O HONROSO CONVITE DA PRESIDENTA DA REPÚBLICA, DILMA ROUSSEFF, PARA ASSUMIR A PASTA DA DEFESA.

SOU GRATO PELA CONFIANÇA E PELA OPORTUNIDADE DE PARTICIPAR DESSA IMPORTANTE ETAPA DA LONGA TRANSIÇÃO DO BRASIL RUMO A UMA SOCIEDADE MAIS LIVRE, MAIS JUSTA E MAIS IGUALITÁRIA.

SEREI BREVE.

A REALIDADE DE UMA POLÍTICA PÚBLICA COMPLEXA E MULTIFACETADA COMO A DEFESA NÃO OFERECE ESPAÇO À PRETENSÃO.

DE MANEIRA SERENA, CABE A MIM NESTE MOMENTO MAIS OUVIR DO QUE FALAR – SEM COM ISSO ME FURTAR AO DIÁLOGO FRANCO E TRANSPARENTE.

IDENTIFICO NOS MILITARES VALORES DIGNOS DE ADMIRAÇÃO:

– PATRIOTISMO;

– ABNEGAÇÃO;

– ZELO PELA COLETIVIDADE;

– RESPEITO À HIERARQUIA E À DISCIPLINA.

GRAÇAS A IMPORTANTES INICIATIVAS LEVADAS A CABO EM GOVERNOS ANTERIORES, E MAIS PARTICULARMENTE DURANTE O GOVERNO DO PRESIDENTE LULA, O PANORAMA DA DEFESA NACIONAL É QUALITATIVAMENTE DISTINTO DO CENÁRIO EM QUE NOS ENCONTRÁVAMOS NO INÍCIO DA REDEMOCRATIZAÇÃO.

CONTAMOS COM FORÇAS ARMADAS PROFISSIONAIS E PLENAMENTE CONSCIENTES DE SUA SUBORDINAÇÃO AO PODER DEMOCRÁTICO CIVIL.

A ESTRATÉGIA NACIONAL DE DEFESA E O PLANO DE ARTICULAÇÃO E EQUIPAMENTO DA DEFESA DELA DECORRENTE OFERECEM UM HORIZONTE DE CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO PARA O SETOR.

SOB O SIGNO DA CONTINUIDADE QUE CARACTERIZA OS ESTADOS QUE ATINGIRAM MATURIDADE DEMOCRÁTICA, TRABALHAREI PARA IMPLEMENTÁ-LOS.

FAREI ISSO COM ESPÍRITO CRÍTICO E DE MANEIRA ATENTA AOS AJUSTES E ADAPTAÇÕES QUE SE FAÇAM NECESSÁRIOS.

DEDICAREI ESFORÇOS AO FORTALECIMENTO DA INDÚSTRIA NACIONAL DE MATERIAL DE EMPREGO MILITAR E À AMPLIAÇÃO DA AUTONOMIA TECNOLÓGICA DE NOSSAS FORÇAS ARMADAS, EM ESTREITA COORDENAÇÃO COM OS MINISTÉRIOS DO DESENVOLVIMENTO E DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA.

O MOMENTO QUE VIVEMOS EM TERMOS DE POLÍTICA INDUSTRIAL REFORÇA ESSA PRIORIDADE.

O APRIMORAMENTO DA CAPACIDADE DE OPERAÇÃO CONJUNTA ENTRE MARINHA, EXÉRCITO E AERONÁUTICA, A RACIONALIZAÇÃO DE PROCESSOS E PROGRAMAS E O ROBUSTECIMENTO DA SUPERVISÃO DO MINISTÉRIO DA DEFESA SOBRE AS POLÍTICAS SETORIAIS DAS FORÇAS SÃO COMPROMISSOS DO TITULAR DA PASTA.

O ESTADO-MAIOR CONJUNTO DAS FORÇAS ARMADAS TERÁ IMPORTANTE PAPEL NESSE PROCESSO.

O INSTITUTO PANDIÁ CALÓGERAS, A SER IMPLANTADO COM CELERIDADE, SERÁ IMPORTANTE INSTRUMENTO DE REFLEXÃO SOBRE TEMAS ESTRATÉGICOS E SERVIRÁ PARA FORMAR OS FUTUROS ANALISTAS CIVIS DE DEFESA.

NÃO IGNORO A CENTRALIDADE DA QUESTÃO ORÇAMENTÁRIA.

CONHECENDO A ATENÇÃO QUE A PRESIDENTA DA REPÚBLICA ATRIBUI AOS ASSUNTOS DE DEFESA, CABE A MIM EMPENHAR-ME EM OBTER OS RECURSOS INDISPENSÁVEIS AO EQUIPAMENTO ADEQUADO DAS FORÇAS ARMADAS. CONTO PARA TANTO COM A COMPREENSÃO DE MEUS COLEGAS DA ÁREA FINANCEIRA. AFINAL, O PRÓPRIO DOCUMENTO LEGAL QUE INSTITUIU A ESTRATÉGIA NACIONAL DE DEFESA ESTABELECE VÍNCULO INDISSOCIÁVEL ENTRE ESTA E A ESTRATÉGIA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO.

DEVEMOS CONCEBER E APROVAR MECANISMO QUE PERMITA CONFERIR PREVISIBILIDADE, ESTABILIDADE E PERENIDADE AOS PROJETOS DE EQUIPAMENTO E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DAS FORÇAS.

NA MESMA LINHA, NÃO DESCONHEÇO AS LEGÍTIMAS ASPIRAÇÕES DOS MILITARES NO QUE SE REFERE À GARANTIA DE CONDIÇÕES DE VIDA COMPATÍVEIS COM SUAS RESPONSABILIDADES, VITAIS PARA TODA A NAÇÃO.

UM PAÍS PACÍFICO COMO O BRASIL NÃO PODE SER CONFUNDIDO COM PAÍS DESARMADO E INDEFESO.

VIVEMOS EM PAZ COM OS NOSSOS VIZINHOS. MAS O BRASIL É DETENTOR DE ENORMES RIQUEZAS E POSSUIDOR DE INFRAESTRUTURAS DE GRANDES DIMENSÕES.

CABE AO ESTADO BRASILEIRO RESGUARDAR EXTENSAS FRONTEIRAS TERRESTRES E MARÍTIMAS.

ALÉM DA INDISPENSÁVEL DEFESA DA POPULAÇÃO, DEVEMOS PROTEGER NOSSOS RECURSOS NATURAIS, A COMEÇAR PELAS RIQUEZAS CONTIDAS NA AMAZÔNIA E NAS ÁGUAS JURISDICIONAIS BRASILEIRAS.

AS DESCOBERTAS DE SIGNIFICATIVAS RESERVAS DE PETRÓLEO, SOBRETUDO NA CAMADA PRÉ-SAL REFORÇAM ESSA NECESSIDADE.

NOSSO TERRITÓRIO DA AMAZÔNIA AO AQUÍFERO GUARANI, QUE COMPARTILHAMOS COM OS VIZINHOS DO MERCOSUL, É REPOSITÓRIO DE ENORME QUANTIDADE DE ÁGUA, RECURSO CADA VEZ MAIS ESCASSO NO MUNDO.

É FUNDAMENTAL ASSEGURAR QUE A NOSSA SOBERANIA SOBRE O RECURSO ÁGUA – ALÉM DE SUA UTILIZAÇÃO SUSTENTÁVEL – SEJA PRESERVADA.

HOJE, É PRECISO ADMITIR, NOSSAS FORÇAS SOFREM DE CARÊNCIAS QUE NÃO PERMITEM O EFEITO DISSUASÓRIO INDISPENSÁVEL À SEGURANÇA DESSES ATIVOS.

HÁ UM DESCOMPASSO ENTRE A CRESCENTE INFLUÊNCIA INTERNACIONAL BRASILEIRA E NOSSA CAPACIDADE DE RESPALDÁ-LA NO PLANO DA DEFESA. UMA NÃO SERÁ SUSTENTÁVEL SEM A OUTRA.

ATENTOS AO ECUMENISMO QUE CARACTERIZA A INSERÇÃO INTERNACIONAL DO BRASIL CONTEMPORÂNEO, DEVEMOS VALORIZAR O CONSELHO DE DEFESA SUL-AMERICANO E INTENSIFICAR A COOPERAÇÃO ENTRE OS PAÍSES DA REGIÃO.

PRETENDO TAMBÉM ATRIBUIR ESPECIAL ÊNFASE AO RELACIONAMENTO DE DEFESA COM OS PAÍSES AFRICANOS.

JUNTAMENTE COM O ITAMARATY, FORTALECEREMOS A ZONA DE PAZ E COOPERAÇÃO DO ATLÂNTICO SUL.

BUSCAREMOS ASSEGURAR QUE O ATLÂNTICO SUL SEJA UMA ÁREA LIVRE DE ARMAS DE DESTRUIÇÃO EM MASSA, EM PARTICULAR DE ARMAS NUCLEARES.

CONTINUAREMOS A DAR NOSSA CONTRIBUIÇÃO A OPERAÇÕES DE PAZ DA ONU, DENTRO DOS PRECEITOS DO DIREITO INTERNACIONAL, SOBRETUDO NAQUELAS ÁREAS DE MAIOR INTERESSE PARA O BRASIL E ONDE DISPONHAMOS DE CLARA VANTAGEM COMPARATIVA.

DEFESA E SOCIEDADE DEVEM ESTAR PERMANENTEMENTE EM HARMONIA.

HISTORICAMENTE, NOSSAS FORÇAS ARMADAS CONSTITUIRAM IMPORTANTES INSTRUMENTOS DE ASCENSÃ0 SOCIAL.

É IMPORTANTE, ASSIM, QUE REFLITAM DE FORMA CRESCENTE A DIVERSIDADE DA SOCIEDADE BRASILEIRA.

DEVEMOS VALORIZAR A DISCUSSÃO DE TEMAS COMO DIREITOS HUMANOS, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E IGUALDADE DE RAÇA, GÊNERO E CRENÇA.

GOSTARIA DE ENCERRAR COM AS PALAVRAS DE UM GRANDE DEFENSOR DAS FORÇAS ARMADAS, JOSÉ MARIA DA SILVA PARANHOS JÚNIOR, O BARÃO DO RIO-BRANCO. EM SEU ÚLTIMO DISCURSO, PROFERIDO NO CLUBE MILITAR, EM 11 DE OUTUBRO DE 1911, RIO-BRANCO AFIRMOU:

“TODA A NOSSA VIDA COMO ESTADO LIVRE E SOBERANO ATESTA A NOSSA MODERAÇÃO E OS SENTIMENTOS PACÍFICOS DO GOVERNO BRASILEIRO, EM PERFEITA CONSONÂNCIA COM A ÍNDOLE E A VONTADE DA NAÇÃO.”

ESSA CONVICÇÃO SOBRE NOSSA VOCAÇÃO PACIFISTA NÃO IMPEDIU RIO-BRANCO DE, NAS SUAS PALAVRAS:

“LEMBRAR, COMO TANTOS OUTROS COMPATRIOTAS, A NECESSIDADE (…) DE TRATARMOS SERIAMENTE DE REORGANIZAR A DEFESA NACIONAL.”

MUITO OBRIGADO.

Fonte: MinDef

 

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -