Home Política Externa Unasul define plano de defesa para a região com respeito à soberania...

Unasul define plano de defesa para a região com respeito à soberania dos países

58
0

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O plano de defesa para os 12 países que integram a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) deve ser anunciado hoje (11) em Lima, no Peru. O ministro da Defesa, Celso Amorim, e mais 11 autoridades participam dos debates. O centro das preocupações é a definição de um projeto comum para equilibrar os gastos militares e medidas que garantam o respeito à soberania, à integridade e à inviolabilidade dos países.

O Conselho de Defesa Sul-Americano é o mecanismo responsável pela integração dos países da Unasul – a Argentina, o Brasil, a Bolívia, o Chile, a Colômbia, o Equador, a Guiana, o Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e a Venezuela. A reunião é comandada pelo ministro da Defesa do Peru, Daniel Mora, e pela secretária-geral do bloco, Maria Emma Mejia.

Maria Emma Mejia disse que o Conselho de Defesa Sul-Americano estabelece a confiança mútua entre seus integrantes e serve como “exemplo para o mundo”. Segundo ela, as discussões em Lima reafirmam o “respeito pela soberania, a integridade territorial e a inviolabilidade” dos Estados.

Nesta reunião serão definidos ainda os projetos de cooperação militar, que preveem exercícios combinados em áreas fronteirição e operações de manutenção da paz. Também devem ser definidos os planos de formação e treinamento em defesa .
“Esse plano de ação em debate mostra que o Conselho de Defesa não é apenas extremamente dinâmico, mas é focado no fortalecimento da América do Sul como uma zona de paz e como uma lição para o mundo”, disse Mejia.

*Com informações das agências públicas de notícias do Peru, Andina, e do Equador, Andes//Edição: Graça Adjuto

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments