segunda-feira, agosto 2, 2021

Saab RBS 70NG

Com emissora de TV invadida por militares, Clarín critica postura do governo contra a imprensa

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Anderson Scardoelli

A emissora de TV por assinatura argentina Cablevisión teve sua sede, em Buenos Aires, invadida por militares na tarde desta terça-feira, 20. A ocupação durou cerca de três horas e o veículo chegou a ficar fora do ar em alguns momentos, conforme afirma o site da empresa. O canal pertence ao maior grupo de comunicação do país, que é responsável pela publicação do Clarín.

Em sua versão online, o Clarín criticou duramente a decisão dos militares. De acordo com o site, a invasão ao canal de TV aconteceu devido a uma ordem judicial com base em uma denúncia apresentada pelo concorrente Supercanal, a quem o grupo mandatário da TV invadida classificou como “alinhado ao Kirchenismo”. O termo faz alusão ao sobrenome da presidente argentina, Cristina Kirchner.

Outra reclamação do Clarín é o fato de a decisão judicial, que acatou a denúncia e permitiu que cerca de 50 militares entrassem nos estúdios da Cablevisión, ter sido emitida pela Justiça de Mendoza, interior da Argentina, cidade em que o grupo ressalta não ter nenhuma operação. O site do jornal também publica que a ação militar foi acompanhada na íntegra por profissionais de emissoras que apoiam o governo de Cristina, sendo citados como “ultraoficialistas”.

Segundo o Clarín, o advogado da empresa televisiva já apresentou duas denúncias criminais por invasão e abuso de autoridade. O veículo ainda menciona que a ação realizada hoje foi sem precedentes, podendo ser comparada apenas na ocasião em que a redação do Clarín foi “recebida” por cerca de 200 fiscais em 2009.

“A polícia ocupou o nono andar do prédio, trancou-nos e pediu todos os documentos para os executivos da empresa. Eles foram, então, ocupando outros andares da sede da Cablevisión. Eles também checaram os pertences de cada pessoa que entrou na sede da empresa”, relata o site do Clarín.

FONTE: Portal Comunique-se

- Advertisement -

7 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
9 anos atrás

Eu não sou apoiador de opressão, mas o pessoal da imprensa, no mundo todo, estão muito longe de serem santinhos. Repare que no informe acima não foi dito o porque da entrada da polícia no prédio, nem quais foram as acusações.

Se um maconheiro pego em flagrante costuma negar toda a acusação feita contra ele, imagine orgãos de imprensa, acostumados que são a contar a sua versão dos fatos…

erabreu
erabreu
9 anos atrás

Clésio,
partindo de um governo comprovadamente corupto, personalista, demagógico e que à exemplo do nosso passa como um trator ao arrepio da lei em várias circunstâncias, como se tudo fosse “normal”, e que tenta de todas as maneiras amordaçar a imprensa não alinhada.
Aqui até tentaram, mas a cara de pau não foi tanta.
Triste Argentina. Parece que os caras não aprendem nem com os próprios erros.

Optimus
Optimus
9 anos atrás

Se fosse nos EUA, seria motivo de estarrecimento… mas como é num país governado por um membro do Foro de São Paulo (bolivariano)… nada mais justo destruir as “mídias golpistas”, não é mesmo, sr. Clésio?!
George Orwell foi profético em “A Revolução dos bichos” mesmo…
Aguardem… em breve veremos cenas assim por aqui tbm… José Dirceu já avisou…
http://br.noticias.yahoo.com/dirceu-critica-luta-moralista-corrup%C3%A7%C3%A3o-161500701.html

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Deveria ocorrer o aperfeiçoamento das leis e orgãos de justiça pois se a imprensa publica algo que alguém se sinta ofendido, algo equivocado etc. que haja o processo e se elucide o ocorrido. Se a questão seria a de “beatos”, tanto o governo como FAs, advogados, engenheiros, médicos também possuem os seus então não seria possível concordar com a invasão da rede TV “A la Chaves” pelo governo argentino por esse motivo. Hoje no Brasil, a imprensa é e majoritariamente quem mais mostra os esquemas, os meandros da corrupção e impunidade. Quais outros orgãos trazem a tona tanta sujeira? Os… Read more »

Vader
9 anos atrás

Ditadura é isso aí parceiros. Venefavela, eCUador, Bolixo, e agora os Arcretinos, para não falar no Paragay do padreco safadão, e no Urugay do ex-guerrilheiro.

Preparem-se, pois não fomos pro buraco ainda porque temos uma imprensa séria e poderosa. Mas mais quatro anos dessa corja e já era: serão cinquenta anos de ditadura comunista.

Átila
Átila
9 anos atrás

Triste AL com seus inúmeros esquerdistas metidos a espertinhos.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
9 anos atrás

Imprensa séria no Brasil? É o mesmo que dizer que o governo americano é comunista…

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -