sexta-feira, abril 16, 2021

Saab RBS 70NG

Razões da desindustrialização do Brasil

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

(Ex-Ministro Jorge Castro – Clarín, 08) 1. A indústria brasileira perdeu posições, principalmente no mercado interno. Os bens manufaturados importados representaram 14,5% do consumo interno de produtos industriais em 2008 e subiram para 18,5% em 2011; isso ocorreu como parte de sua menor participação no PIB, que passou de 16,6% para 14,6 % no mesmo período, um nível semelhante ao de 1955 (no governo de Juscelino Kubistchek).

2. A indústria brasileira se contrai em um mercado interno que se expande (em 2011, o PIB cresceu 2,7%, e a indústria 0,3%). No ano recuou 3,9%, a sexta e mais intensa queda consecutiva desde setembro de 2009 (-7,6%). Esta queda é parte de uma tendência de longo prazo, que é a diminuição na taxa de crescimento potencial do Brasil. Nos oito anos do governo Lula (2003-2010), o PIB cresceu 4,41% ao ano e a inflação aumentou 4,74% ao ano, com uma taxa de crescimento potencial de 4,5% / 5%.

3. A taxa de investimento em 2011 (Formação Bruta de Capital Fixo / FBCF) foi de 17,85% do PIB, o mesmo nível de 15 anos atrás, e o aumento da produtividade não somente foi baixo, mas decrescente (média de 0,9% entre 2000 e 2008 e diminuindo ainda mais a partir de 2009).

4. O fato fundamental da economia brasileira, é que está se tornando cada vez mais caro produzir no país, resultado direto do nível elevado do “custo Brasil”, um dos mais altos do mundo. O Brasil tem a maior carga tributária entre os países emergentes (38% do PIB), com uma taxa negativa de poupança (-2% do PIB) e uma baixa taxa de investimento (17,9%), principalmente público. Sua infraestrutura também é muito atrasada e faz com que as atividades de exportação – fabricação e matérias-primas – tenham enormes custos e atrasos, envolvendo uma poderosa penalização, com a consequente perda de competitividade.

5. Assim, a construção de uma plataforma submarina de exploração para a indústria do petróleo (pré-sal), custa no Brasil custa o dobro do que custaria na China ou na Coréia do Sul. O “custo Brasil” é o principal fator que impulsiona a “desindustrialização” do Brasil.

- Advertisement -

2 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Invincible
Invincible
9 anos atrás

Agora deveriam ir para a TV e dizer…

Nunca na história desse país se destruiu tanto a indústria.

Isso só prova mais uma coisa. Essa euforia econômica do Brasil é um reflexo da locomotiva chinesa rebocando os preços das commodities e criando a falsa impressão de crescimento econômico.

A Indústria é o que faz uma economia girar de fato. É lá que se sustenta a base da sociedade, é onde se agrega valor. Mas isso qualquer um com inteligência média sabe.

O problema é que elegemos gente que não chega a ter nem mesmo inteligência média.

Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
9 anos atrás

Viva o Brasil!
Em uma decada de PT, não se investiu NADA. Só se desviou!
Parabens aos que votaram!

Guerras Modernas

O gigantesco número de helicópteros dos EUA perdidos na Guerra do Vietnã

Durante a Guerra do Vietnã, milhares de aeronaves dos EUA foram perdidas para a artilharia antiaérea (AAA), mísseis superfície-ar...
- Advertisement -
- Advertisement -