domingo, outubro 24, 2021

Saab RBS 70NG

‘Todos queriam ver Dilma, menos Obama’, diz analista

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em artigo provocador publicado na quarta-feira no The Guardian, o presidente Barack Obama foi acusado de menosprezar a visita de sua colega brasileira, Dilma Rousseff. O motivo da omissão estaria na histórica visão de mundo de Washington. “A ideia de que um país latino-americano pode servir de modelo (aos EUA) está além da compreensão (dos americanos)”, diz o autor do texto, o jornalista nova-iorquino Jason Farago.

“A segunda pessoa mais poderosa do continente chegou a Washington na segunda-feira. No entanto, o mais poderoso passou a maior parte de seu dia caçando ovos de páscoa no gramado da Casa Branca”, afirmou Farago.

Ele compara a boa situação econômica do Brasil e o índice de popularidade de 77% de Dilma com a crise nos EUA e com a polarização no Congresso americano. “O Brasil é o país dos Brics que não ganha o respeito dos EUA, mesmo em 2012”, disse.

FONTE: O Estado de S. Paulo – 13.04.2012

- Advertisement -

9 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
aldoghisolfi
aldoghisolfi
9 anos atrás

“O Brasil é o país dos Brics que não ganha o respeito dos EUA, mesmo em 2012″.
Lembro dos velhos Maragatos que diziam que respeito (liberdade) não se mendiga, conquista-se!

ernaniborges
ernaniborges
9 anos atrás

EUA parceiro estratégico ! ?

Parceiros se tratam como iguais e não como colonizador X colônia.
Precisamos – infelismente – deles sim. Mas eles precisam de nós como nunca !
Da próxima vez que pisarem em nosso solo devemos tratá-los reciprocamente.

Daglian
Daglian
9 anos atrás

ernaniborges,

Com todo o respeito mas… os EUA precisam de nós? No que?

Novamente, acha que merecemos o respeito deles ou de qualquer outro país sério no mundo? Nos aliando aos iranianos, cubanos e, se bober, até com os norte-coreanos. Não tem como sermos tratados como potência ou algo do tipo.

Uitinã
Uitinã
9 anos atrás

Daglian disse: 13 de abril de 2012 às 17:31 Com um pensamento desse de um próprio brasileiro que se diga não tem nem o que comentar. O brasil merece respeito sim o brasil e o 5 país do mundo em extensão territorial, população e logo 5 economia do mundo, se isso não e motivo pra se ter respeito por nós, eu que sou brasileiro achei uma palhaçada a atitude Iank, e o que eu acho que todos brasileiros deveriam sentir então compatriota menos, pois todos vivemos sobre o solo brasileiro e devemos ter que agir como tal como brasileiros acima… Read more »

Daglian
Daglian
9 anos atrás

Uitinã, Existe uma diferença entre ser patriota e ser cego. Ser patriota é amar ao seu país incondicionalmente, mas criticar seus erros e procurar melhorá-lo. Ser cego é acreditar que tudo o que o mesmo faz é o correto. Parafraseando com a vida real… você respeita alguém só porque essa pessoa é rica (por exemplo)? Acredito que não, a não ser que ela também tenha caráter, etc. O Brasil é extenso territorialmente, cresce economicamente, mas não tem Forças Armadas equipadas à altura e tem uma política externa confusa, displacente e inconsequente. Com todo o devido respeito Uitinã, mas eu sou… Read more »

ernaniborges
ernaniborges
9 anos atrás

Caro Daglian.
Não só os EUA, mas o mundo inteiro necessita do nosso NIÓBIO, sem o qual não haveria mísseis, aviões à jato, etc… Cerca de 98% das reservas conhecidas atualmente estão por aqui, sem contar com outras “terras raras. Só como exemplo da dependência deles dos nossos recursos naturais.
Um grande abraço.

Daglian
Daglian
9 anos atrás

Prezado ernaniborges, Interessante este informação sobre o Nióbio. Realmente, exportamos muita matéria prima. Mas creio que há um engano em dizer que eles dependem de nós nisso. Se pararmos de exportar o Nióbio (e outros recursos), nós não temos de onde tirar dinheiro, considerando que nossa indústria é irrisória frente a deles e ainda diminui ano a ano. É a velha história do valor agregado. Porém, politicamente falando, o Brasil ainda é um país não muito importante, o que não vai mudar se o Itamaraty não se decidir entre ser aliado dos EUA/Europa ou aliar-se à Rússia/China. Não que o… Read more »

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

Exemplo de país latino? 2ª pessoa mais poderosa? 77% de aprovação? Esse repórter recebe salário de quem?!?!?!?! A Dilma estava no governo LuLLa desde o início e o que tem feito no seu próprio é corre atrás dos corruptos que nossa imprensa denúncia e o melhor que fez foi chorar no discurso de despedida dos mesmos e substituir por alguém que é pior. Nunca admitiram que herdaram um país melhor, economicamente falando, do que deixaram seus aliados atuais como Sarney e Collor que possbilitou gastarem muita grana em bondades que lhe garantem um curral eleitoral nunca imaginado. e até hoje… Read more »

ernaniborges
ernaniborges
9 anos atrás

O grande problema do Brasil, é que o Nióbio é vendido “in natura”, a preço de banana estragada.
Nióbio é minério “ESTRATÉGICO”, muito mais inportante que petróleo ou urânio.
O mundo moderno é altamente dependente dos satélites e para se colocar um em órbita é imprescindível o emprego do NIÓBIO.
Já imaginaram o trunfo que o BRASIL tem nas mãos e não tira proveito disso ?
Falo do nióbio mas é só um exemplo dentre tantos outros…

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -