domingo, outubro 17, 2021

Saab RBS 70NG

Vamos aprender com a Alemanha?

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Alemanha de Merkel num mundo globalizado e hiperconectado!

 

(Jorge Castro – Clarín, 19) 1. O superávit em conta corrente da Alemanha é o primeiro do mundo em relação ao PIB, superando a China. As exportações da Alemanha para China, Índia, Brasil e Rússia, somadas, eram 2,2% do total em 2000. Agora, em 2010, subiram para 20,7%, crescendo 366% nesse período. O aumento da produtividade foi de 20% entre 2000 e 2010. A chave de seu boom exportador é a potência competitiva de sua indústria manufatureira que é a primeira do mundo, em especial nos equipamentos e bens de capital, além da produção automotriz.

2. A Alemanha induziu o fechamento massivo dos setores incapazes de competir, como construção naval, consumo eletrônico, telefonia celular e vestuário. A taxa de juros real é negativa. O sistema financeiro internacional paga pelo “privilégio” de emprestar a Alemanha. O PBI industrial cresceu 9% em 2011 e os setores de maior expansão foram o automotor (+13.4%), engenharia (+13%) e produção metalomecânica (+12%).

3. A metade das exportações europeias a China são alemãs e recebe 25% das vendas da China a Europa. Na acumulação capitalista, na atual fase de globalização e hiperconexão, as políticas económicas são pouco relevantes frente às mudanças de fundo.

4. (BBC, 20) Produtividade. Horas de trabalho por ANO: México: 2.250 / Chile: 2047 / Rússia: 1981 / EUA: 1787 / Itália: 1774 / Japão: 1728 / Espanha: 1690 / Reino Unido: 1626 / Alemanha: 1413 / Holanda: 1379. (Fonte OECD)

5. Mais importante ainda para a força industrial da Alemanha é seu sistema educacional. A metade dos jovens no ensino médio está em treinamento vocacional e a metade destes em estágio em empresas. Os estagiários entre 15 e 16 anos, passam mais tempo no lugar de trabalho que na escola. E depois de três anos tem garantido o emprego. Ninguém acha isso algo menor. Assim, o sistema educacional alemão é uma espécie de fábrica de trabalhadores altamente qualificados para suprir as necessidades específicas das empresas.

- Advertisement -

7 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
shipbuildingbr
9 anos atrás

A industria naval alemã ainda existe, mas manteve “em casa”, pelo menos por enquanto, a parte mais especializada e com construções de mais alto valor monetário e tecnológico. É bom lembrar que boa parte dos desenhos construídos na China e principalmente na Coréia são lá no fundo projeto de escritórios alemães. Eles só não constroem por uma questão de mercado preço + tempo = lucro. Se amanhã a maré virar, e ela sempre vira, nada impede que eles mudem o foco dessas parcerias para outro lugar ou até tragam de volta para casa a construção porque eles tem o que… Read more »

Edu Nicácio
9 anos atrás

Vamos aprender com a Alemanha? Vamos sim, assim como também devemos aprender com o Japão, com Taiwan, com a Rússia, com a Índia, com o Reino Unido, com a Holanda, com a França, com a Coreia do Sul, com Singapura (SINGAPURA!!!)… Vejo manifestações exageradas para que o governo federal aumente o percentual dos repasses à Educação, de 5% para 10% do PIB (já está aprovado um aumento para 7,5% do PIB), porém, uma coisa que muita gente se esquece é que não adianta todo o dinheiro do mundo repassado à educação no Brasil enquanto não matarmos no ninho uma aberração… Read more »

Marcos
Marcos
9 anos atrás

É que tem um cara aqui no Brasil, muito Xperto, que acha que Bolsa+Socialismo+Sindicato vai dar em algo.

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

O acesso ao ensino superior público, na Alemanha, tem cotas raciais???
O ex-piloto de caça noturno Martin Drewes, radicado aqui no Brasil desde o fim da 2ªGM, concedeu entrevista ao Geneton Morais Neto da Globo News, lá pelo fim da entrevista, que teve um momento tenso qndo o entrevistado foi questionado a respeito do Holocausto, perguntado sobre os motivos que levaram a Alemanha de 1940 a guerra e a atual pujança alemã na Europa do Euro; respondeu c/ um sorriso bastante irônico de satisfação.
Rodou, rodou, mas a Alemanha finalmente chegou lá.
Infelizmente aqui por Pindorama, ninguém sabe, ninguém entendeu.

Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
9 anos atrás

Alguem ja ouviu falar em High Speed Trading?

Requena
Requena
9 anos atrás

O Brasil precisa de um projeto de nação. “Só” isso.
Enquanto for essa zona, não vai mudar nunca.
Aqui tá quase tudo errado. Tem que “zerar” o país e começar tudo de novo.

Luiz Paulo
Luiz Paulo
9 anos atrás

Complementando Edu Nicácio… Podem colocar todo o dinheiro do mundo na educação… enquanto ficarem ensinando a ‘pedagogia do amor’, onde não há cobrança, onde o esforço e o mérito são esquecidos e os erros são sempre ‘entendidos’ (afinal todo ser humano é um coitadinho ‘levado pelo vento da história’), nada muda. Nossa escolas estão infestadas por uma ideologia na mesma forma como ela era no inicio do seculo XX e ainda quere ver o ‘gigante adormecido’ acordar? Enquanto não aparecer alguém com um bom apoio e aquilo roxo para confrontar/desmascarar a ‘inteligensia bem pensante’ do pais e arrancar esses ‘zumbis’… Read more »

Últimas Notícias

VÍDEO: Sistemas de Defesa Antiaérea de Ponto da China

A China apresentou vários sistemas de armas no Zhuhai Air Show 2021 no final de setembro. Entre os fabricantes, a...
- Advertisement -
- Advertisement -