quinta-feira, outubro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Iveco vai exportar o blindado Guarani

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Iveco Veículos de Defesa, coligada do grupo Fiat, vai levar para o mercado internacional o novo blindado brasileiro Guarani, veículo padrão do Exército que pretende desenvolver dez diferentes configurações a partir da versão básica. O primeiro cliente externo será a Argentina, que finaliza um pedido de 14 unidades.
O diretor-geral da empresa, o engenheiro Paolo Del Noce, identifica outras “boas possibilidades” de negócios no Chile, Colômbia e Equador – os três países lançaram programas para a substituição de suas frotas.

O Exército brasileiro vai receber 2.044 blindados até 2029, em grupos de 100 unidades por ano. O valor total da encomenda bate em R$ 6 bilhões – cerca de R$ 2,9 milhões cada. A linha de montagem da Iveco Defesa fica em Sete Lagoas, a 70 quilômetros de Belo Horizonte. A compra do lote inicial de 86 unidades foi formalizada pelo governo no dia 7 de agosto. Parte da fatura de R$ 240 milhões cairá na conta do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) – Equipamentos. Na sexta-feira (07), em Brasília, durante o desfile oficial da Independência, o blindado Guarani participou pela primeira vez da solenidade, apresentado com o canhão israelense UT-30/Br de 30 mm.

Organizações como o Centro de Estudos Estratégicos e de Defesa da Universidade de Georgetown sustentam que a demanda mundial, exceto Estados Unidos e Rússia, para blindados médios, será de 20 mil veículos encomendados até 202o ou 2022. Pelo valor médio, estarão em discussão recursos da ordem de US$ 30 bilhões, ou cerca de R$ 60 bilhões. Paolo Del Noce acredita que o produto brasileiro possa entrar nessa disputa. “Trata-se de um veículo com potencial de gerar interesse no mercado mundial”. Embora o Guarani seja propriedade intelectual conjunta do Exército e da Iveco, Del Noce acredita que poderá atender as necessidades da Marinha para equipar os Fuzileiros Navais. “Nosso modelo é anfíbio para aplicações fluviais, todavia podemos adequá-lo ao emprego no mar”, disse.

A Fiat-Iveco inaugura até dezembro a fábrica dedicada aos produtos de defesa, dentro do complexo de Sete Lagoas. O investimento, segundo Del Noce, é de R$ 55 milhões. “Quando as linhas de produção estiverem atuando a plena capacidade, o número de fornecedores imediatos será superior a 110, e os indiretos serão mais de 600”, sustenta. O índice de participação dos componentes nacionais é de 60% no Guarani. O Guarani é, a rigor, uma Viatura Blindada de Transporte de Pessoal – Médio sobre Rodas, um VBTP-MR. Terá navegador GPS, sensores de detecção laser e sistema ótico de visão noturna.

FONTE: O Estado de S. Paulo

NOTA DA EDITORA: Você encontra mais informações sobre as capacidades e empregos do Guarani na reportagem da 5ª edição da revista impressa Forças de Defesa.

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
fabioCrescenti
fabioCrescenti
9 anos atrás

É impressão minha ou não se fla amais em vender armas na África?

Já foi definida a qtde que virá com torres? E quais as torres foram escolhidas?

Velame!
Velame!
9 anos atrás

Boa noite! Dos primeiros 86, 10 com a torre Can 30mm e 76 com a REMAX .50. Sds

fabioCrescenti
fabioCrescenti
9 anos atrás

Obrigado.

Vader
9 anos atrás

Então, só uma dúvida:

Salvo engano a Iveco internacional tem um produto similar. Alguém confirma?

Nesse caso, como é que ela vai exportar algo para concorrer com um produto genuinamente seu?

Velame!
Velame!
9 anos atrás

Vader, acho que vc acabou matando uma charada… Discutindo com outros cavalarianos, estávamos questionando pq o Guarani havia sido concebido com 6 rodas ao invés de 8. A dúvida estava no fato de que, com seis rodas, a futura versão com Canhão só poderá suportar o de 90mm (similar ao do Cascavel, só q com Can mais moderno) e não o de 105mm. Este último seria compatível com a Mun utilizada pelos Leopard, facilitando enormemente a Log, sem mencionar no poder de fogo. Depois de toda essa volta: a Iveco fabrica o CENTAURO 8X8 com Can 105 mm! Tá explicado…… Read more »

Últimas Notícias

Forças Armadas da Ucrânia usam drone turco Bayraktar TB2 em Donbass

As Forças Armadas da Ucrânia usaram drones de ataque de média altitude Bayraktar TB2 em Donbass. Os drones de ataque...
- Advertisement -
- Advertisement -