Home Divulgação Primeiro helicóptero Pantera K2 do Exército inicia ensaios em voo

Primeiro helicóptero Pantera K2 do Exército inicia ensaios em voo

665
20

Aeronave será entregue à AvEx em dezembro, inaugurando um novo ciclo de parceria com as Forças Armadas

 

A entrega do primeiro helicóptero modelo Pantera K2, modernizado, para o Exército brasileiro, no próximo mês de dezembro, marcará o início de uma fase importante para a Helibras. Além de celebrar a concretização de um importante modelo de negócios – o retrofit de aeronaves militares, já adotado em diversos países – a empresa conclui também mais uma etapa do processo de capacitação de seus técnicos e que será importante para transformá-la em um dos pilares mundiais do grupo Eurocopter.

O retrofit de aeronaves militares vem sendo utilizado em frotas que envolvam bens de alta tecnologia e elevado valor de aquisição, como é o caso de helicópteros, aviões e navios militares.

No caso do contrato entre a Helibras e o Exército brasileiro, o helicóptero modernizado que acaba de iniciar os testes de voo é o primeiro de um total de 34 unidades que serão modernizadas. Eles receberão uma nova cablagem, novo capô do motor, tela VEMD integrada a um novo Glass Cockpit, novo piloto automático de quatro eixos, novo motor Arriel 2C2CG 40% mais potente, entrada de ar e radiador maiores e uma Caixa de Transmissão principal totalmente modernizada. Também contarão com novos radares meteorológicos e altímetros, modernos rádios de navegação e de comunicação, além de um novo rotor de cauda, aumentando significativamente a performance e a segurança.

“Depois de todas as outras fases que incluíram um aperfeiçoamento do design preliminar e detalhado da aeronave, executado pelo nosso Centro de Engenharia, e o envio de Engenheiros e Mecânicos para a Eurocopter, na França, para participarem de treinamento “On The Job”, também estamos finalizando os estudos para certificação e qualificação, além da formação de pilotos e instrutores”, explica Marco Wagner, gerente do Programa Pantera K2 da Helibras.

Este projeto está possibilitando à Helibras um importante salto tecnológico, o qual, juntamente com a fabricação do modelo EC725 e demais programas em andamento, levarão ao desenvolvimento e concepção do novo helicóptero brasileiro previsto para 2020. “A parceria entre a empresa e as Forças Armadas, construída a partir de uma visão de futuro, já está gerando benefícios para toda a sociedade, ampliando a malha industrial brasileira, além de ser um passo estratégico dentro do programa de expansão da Helibras, já que traz o domínio de importantes tecnologias, oferecidas em um modelo de grande performance, como o caso da família Dauphin, da qual deriva a versão militar Pantera, avalia Eduardo Marson Ferreira, presidente da Helibras.

A modernização dos Pantera K2 da Aviação do Exército – AvEx, adicionará mais de 275.000 horas de trabalho dentro da Helibras e está prevista para terminar em 2021, após a entrega do 34º helicóptero totalmente renovado. Esses helicópteros incorporarão o que há de mais avançado em equipamentos e ganharão uma vida útil para mais 25 anos de atividades.

DIVULGAÇÃO: Convergência Comunicação Estratégica / FOTO EM VOO: Helibras – Renato Olivas

20
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
Fernando "Nunão" De MartinigiltigerAlfredo AraujoMAD DOGVader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

off topic Corre o boato que milicos de pijama estão pressionando o General Enzo Peri a cassar a Medalha do Pacificador dada à José Genoíno por M. Jobã, tudo porque O Decreto nº 4.207, que regulamenta a concessão da maior honraria dada pelo Exército, é bem claro em casos como o de Genoíno. O Artigo 10 prescreve que perderá o direito ao uso da Medalha do Pacificador e será excluído da relação de agraciados o condecorado nacional ou estrangeiro que: a) tenha sido condenado pela Justiça do Brasil, em qualquer foro, por sentença transitada em julgado, por crime contra a… Read more »

tpivatto
Visitante
tpivatto

Marcos:
não sei qual a tua fonte, mas esse alegado fato não procede simplesmente porque a sentença do processo do mensalão ainda não transitou em julgado.
Aliás, sequer foram definidas as penas dos condenados. Então ainda está longe essa pretensão do “milicos de pijama”…
Até o trânsito em julgado, o governo já vai ter pensado em alguma saída ou interpretação calcada em algum parecer de algum órgão de assessoria jurídica, apontando alguma brecha ou exceção…

Giordani
Visitante
Member
Giordani

Mas convenhamos, foi uma p*** duma sacanagem dar a medalha ao genuíno…logo pra quem…aproveitem e deem uma pro fidel…

Quanto ao heli, que bom…

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

o Pantera sera capaz de disparar algum tipo de missil ??
ou vai continuar a disparar apenas foguetes ????

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

A reforma desse helicóptero Pantera é um grande embuste, vão levar quase 10 anos p/ reformar 34 células!!!
E estão fazendo um tremendo de um estardalhaço!!!
Como nunca antes, neste país…
Esse serviço, feito aonde se trabalha c/ honestidade, retidão e há realmente capacidede técnica em executa-lo, não levaria mais de 3 anos.
O duro será achar outro usuário, c/ tantos Panteras, p/ reformar.
É somente outro factóide.

thomas_dw
Visitante
thomas_dw

Um dos mais bem conceituados helicopteros do mercado

http://en.wikipedia.org/wiki/Eurocopter_AS565_Panther

Israel preferiu ele ao Lynx que a Marinha do Brasil usa

graanbarros
Visitante
graanbarros

wwolf22,
Provavelmente será o MSS.5.1, míssil desenvolvido pela Mectron.
Saudações!

Vader
Membro
Trusted Member

Deixa eu ver se entendi direito: O retrofit de 34 células será concluído em… 2021?????? Dois mil e VINTE E UM???????? Vamos contar quantos anos? Estamos em 2012, ok? Então são um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, NOVE ANOS!!! Não, não é para fabricar, é para RETROFITAR as 34 unidades!!! Isso dá a incrível cadência de 3,7 aeronaves/ano!!! Ou uma aeronave a cada 3,2 meses!!! Ou uma aeronave a cada 96 dias!!! É isso mesmo ou errei na minha conta??? Será que a filial da Eurocopter no Brasil leva mesmo 96 dias de trabalho para RETROFITAR um Pantera,… Read more »

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

Caro graanbarros,
grato pela informacao.

acabei de dar um google e nao achei nada a respeito do missil MAS 5.1
A unica coisa que achei eh que ele eh derivado do MSS 1.2
alguem te iformacao a respeito do MAS 5.1 ???
nem no wikipedia tem informacao…

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

Caros,

Com um governo que brinca de governar!!!… Só poderia dar nisso… risos!!! 9 anos fala sério!
… Talvez pudessem contratar a compra de mais uns 66 Panteras, 54 BH, 20 Chinnock e uns 48 helicópteros de combate, para equipar BAVEXs no Sul, Campo Grande e Nordeste.
Aí sim, teríamos uma verdadeira aviação do Exército, com condições mínimas para um País de tamanha grandeza!

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

Ah, esqueci dos BAVEXs no Sudeste e Norte, que seriam complementados.

Alfredo Araujo
Visitante
Member
Alfredo Araujo

Gente… tem q ver se essa cadência é ditada pelo fornecedor ou pelo cliente !!
Pode ser q a FAB não queira parar toda a frota de Panteras…

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

Segue meu devaneio, risos.

BAVEX Manaus 24 BH, 12 Panteras, 12 – Helis Ataque, 4 – Chinnock e 8 – Cougar, além de 12 Esquilos ou sucessor, distribuídos em 03 Esq. Manobra, 01 ataque, 01 transporte e 01 Recon.

BAVEX, Santa Maria, Taubaté e Campo Grande: 24 Panteras, 12 BH, 4 Chinnock, 8 Cougars, 12 – Ataque, 12 Recon, distribídos em 03 Esq. Manobra, 01 ataque, 01 transporte e 01 Recon.

BAVEX Nordeste – 16 Panteras, 8 Cougars, 4 Chinnocks e 12 recon, distribídos em 02 Esq. Manobra, 01 transporte e 01 Recon.

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

Alfredo, quem os opera é a Aviação do Exército e não a FAB, mas entendí a menssagem!

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

correção “entendi”

Giordani
Visitante
Member
Giordani

– Pô apertaparafusosbrás! Dez anos pra retrofiar trinta e poucas células?
– É que eu quero evitar a fadiga…

Só rindo mesmo! Só rindo! 🙁

Alfredo Araujo
Visitante
Member
Alfredo Araujo

É mesmo MAD DOG…
Deixei passar essa… =D

Vader
Membro
Trusted Member

Alfredo Araujo disse:
25 de outubro de 2012 às 17:19

FAB? 🙂

giltiger
Visitante
giltiger

Helicóptero não é exatamente a prioridade 01 do Comando do Exército…

TALVEZ a baixa cadência de retrofit seja a pedido do próprio EB…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Giltiger, Vader e demais,

Até onde sei, a baixa cadência de modernização atende à própria programação de revisões das células / motores atuais, de forma a compatibilizar com a diagonal de manutenção e evitar custos duplicados ou fora de hora (por exemplo, retirar antes do ideal um motor que ainda tem uma boa quantidade de horas antes da revisão ou mexer numa célula antes da hora de sua inspeção nível parque).

Não tem tanta celeuma assim, até onde eu me lembro.