domingo, agosto 1, 2021

Saab RBS 70NG

Brasil mostra, em seminário, processo de elaboração de seu Livro Branco de Defesa

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Representantes de quatro Estados-membros da Junta Interamericana de Defesa (JID), entre eles o Brasil, apresentaram em seminário a metodologia e as etapas de elaboração de seus Livros Brancos de defesa nacional – publicações que trazem a visão do governo sobre o tema. O evento aconteceu na sede da JID em Washington, nos Estados Unidos.

Com a apresentação de Brasil, Canadá, Estados Unidos e Peru, outros países integrantes da Junta Interamericana puderam coletar subsídios para implementar ou aperfeiçoar as respectivas publicações do gênero.

Realizado no final de outubro, o seminário foi dirigido pela secretaria da instituição, em coordenação com a Secretaria de Segurança Multidimensional da Organização dos Estados Americanos (OEA). Ao todo, estiveram presentes autoridades civis e militares de 21 países americanos e da Espanha.

Brasil

Coube ao chefe da Assessoria de Planejamento Institucional do Ministério da Defesa, general-de-divisão Julio de Amo Junior, a exposição a respeito do Livro Branco brasileiro. Em sua apresentação, o general Julio trouxe o histórico dos documentos de defesa do país e apresentou a versão do Livro entregue, em julho, ao Congresso Nacional.

Na oportunidade, ele citou propostas e sugestões para os países que ainda não possuem Livros Brancos. E abordou algumas das melhores práticas sobre o tema, como a realização de seminários e concurso nacional acadêmico para envolvimento da sociedade com o assunto defesa, além da elaboração de oficinas temáticas. Segundo afirmou, essa é uma “maneira prática e fácil de envolvimento de outros setores no Livro Branco de Defesa”.

Segurança

O evento, intitulado Seminário sobre Políticas e Doutrinas de Defesa – “Livros Brancos”, possibilitou, também, o incremento das medidas de fomento da confiança e segurança promovidas pela JID.

É responsabilidade da secretaria do órgão recolher informações oficiais de caráter militar e de defesa de cada Estado-membro da OEA. O objetivo é estudar, analisar, elaborar e divulgar os informes de medidas de confiança mútua adotadas por eles, na elaboração dos Livros Brancos e no intercâmbio de pessoal, desenvolvidos para melhorar as relações entre os Estados americanos.

Criada em 30 de março de 1942, a Junta Interamericana de Defesa é uma organização militar e de defesa regional. Constitui oficialmente uma entidade da OEA e, por meio de representantes civis e militares designados pelos Estados-membros, presta serviços de assessoria técnica, consultoria e educação em assuntos militares e de defesa no Hemisfério.

FONTE: Ministério da Defesa

- Advertisement -

2 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
8 anos atrás

Off-topic:

Administradores, não sei o que aconteceu, mas está horrível de acessar a Trilogia pelo Safari.

Sds.

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Brasil mostra, em seminário, processo de elaboração de seu Livro Branco de Defesa

ou

Brasil mostra, em seminário, processo de elaboração de seu Livro de Defesa em Branco

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -