quinta-feira, outubro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Índice de liberdade econômica 2013: Brasil em 100º lugar

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

1. Os dez primeiros: Hong Kong, Cingapura, Austrália, Nova Zelândia, Suíça, Canadá, CHILE, Maurícia, Dinamarca, Estados Unidos.

2. Ranking completo.

3. Análise do centésimo lugar do Brasil.

4. Portal.

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daglian
Daglian
8 anos atrás

Gostaria que bolivarianos e tipos semelhantes tirassem lições deste ranking. Infelizmente não irão.

Países com economia livre (ou seja, sem ou com mínima intervenção na economia) SEMPRE foram e SEMPRE SERÃO mais desenvolvidos economicamente. Está aí o Chile, país que arrisco dizer exceção na América Latina, que caminha totalmente contra a maré bolivariana, intervencionista, etc.

tpivatto
tpivatto
8 anos atrás

Turma do BRIC
Brasil: 110
Rússia: 139
Índia: 119
China: 136

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Fui lá ler a “análise” sobre o Brasil. Os problemas, aliás os de sempre: quadro legal frágil, com intervenções econômicas e políticas sobre o Judiciário; excesso de intervenção do Estado, que já se mostraram ineficientes; corrupção generalizada.

O Brasil, dadas sua extensão territorial e riqueza deveria ser o que é hoje a China. Deveríamos estar próximos do que é os EUA. Mas não, somos um país de araque, corrupção generalizada, vivemos ainda no tempo das Capitanias Hereditárias.

Guilherme Poggio
Editor
8 anos atrás

Maurícia?

Vader
8 anos atrás

Quem conhece o Chile sabe o porquê que esse país está indo de vento em popa. O Chile é um exemplo de como um país pobre, mas organizado, livre e com um povo com vontade de trabalhar pode se tornar rico e dar boa qualidade de vida para seu povo sem depender de um Estado gigantesco, verdadeiro Leviatã, que determina todos os aspectos da vida da sociedade civil. Não tenham dúvidas senhores: o Chile será muito em breve uma potência regional, talvez a maior potência da América do Sul. Mesmo sendo um país relativamente pobre em recursos naturais e assolado… Read more »

Vader
8 anos atrás

Guilherme Poggio disse:
12 de janeiro de 2013 às 14:11

Creio que o correto seja Ilhas Maurício.

MAD DOG
MAD DOG
8 anos atrás

Lembram da ALCA, pois é, o CHILE soube escolher, taí o resultado. Enquanto nós, nos alinhamos com Venezuela, Bolívia, Argentina, etc, num sonho (deles petralhas, bolivaristas, comunistas), de formarem a “URSAM – União das República Sul Ameicanas”, sigla esta por minha conta, um bloco único nas américas, tentando assim recriar o jurassic park da antiga URSS e Cuba. Estamos vivenciando um momento que os governos sul americanos parecem “curva de rio”. Ainda bem que tudo passa! Diria ainda, que a Colombia caminha também para ser no futuro outra forte potência no continente, pois sabe fazer suas escolhas. Afinal, pobreza só… Read more »

Drcockroach
Drcockroach
8 anos atrás

Pois eh, mas a gerentona tem parametros de desenvolvimento da decada de 60.

Por que nao se inspirar, e estabelecer metas de governo, no indice de facilidade de negocios do Banco Mundial, ou do indice de Desenvolvimento Economico, ou o indice de competitividade? Alguns paises fazem isto.

Basta olhar o time: Dilma (cv falsificado?), Mantega, Pimentel…

[]s!

Últimas Notícias

Forças Armadas da Ucrânia usam drone turco Bayraktar TB2 em Donbass

As Forças Armadas da Ucrânia usaram drones de ataque de média altitude Bayraktar TB2 em Donbass. Os drones de ataque...
- Advertisement -
- Advertisement -