Home Conflitos em andamento Exército do Mali retoma localidade de Konna

Exército do Mali retoma localidade de Konna

290
7

Exercito do Mali - foto via Malijet

vinheta-clipping-forte1 O exército malinês anunciou nesta sexta-feira que recuperou o controle total da localidade de Konna (centro do país) na quinta-feira, cuja tomada no dia 10 de janeiro por combatentes islamitas precipitou a intervenção francesa no Mali.

“Recuperamos o controle total da localidade de Konna, depois de termos infligido grandes perdas ao inimigo”, assegurou o exército malinês em um breve comunicado.

Esta informação foi confirmada por uma fonte de segurança nacional.

O ministro francês da Defesa, Jean-Yves Le Drian, reconheceu no dia 15 de janeiro que o exército do Mali ainda não havia recuperado Konna, situada 700 km a nordeste de Bamako.

A zona não é acessível a observadores independentes.

mapa localidade de Konna

Na quarta-feira e, posteriormente, na madrugada de quinta-feira, soldados do Mali apoiados por militares franceses enfrentaram islamitas armados perto de Konna.

No dia 10 de janeiro, a queda de Konna por uma ofensiva surpresa dos combatentes islamitas desencadeou a intervenção da França, que temia um avanço dos islamitas em direção a Bamako (sul).

No início, as forças francesas intervieram com bombardeios aéreos e depois com efetivos terrestres.

FONTE: AFP, via pop.com

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
União Europeia propõe reunião sobre o Mali em 5 de fevereiro | Forças Terrestres - ForTe - Estratégia, Tecnologia Militar e SegurançaivanildotavaresrsbacchiObservadorIvan Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ivan
Membro
Member
Ivan

Importante observar o mapa de Mali nesta matéria. …sempre o mapa… he he he… No sentido horário podemos observar os seguintes países que tem fronteira com Mali: * Argélia; * Niger; * Burkina Faso; * Costa do Marfim; * Guiné; * Senegal; * Mauritânia. Com um grupo terrorista dominando o governo de Mali, seu território pode ser um hub para grupos armados para operações de desestabilização em várias direções, com o agravante que não tem entrada pelo mar, por onde as marinhas ocidentais normalmente se impõe. O pior para Paris é que fica em uma posição central na região de… Read more »

Observador
Visitante
Member
Observador

Caro Ivan I, “o Mapento”:

A lógica muda um pouco mais para o Sul. Aí encontramos países com a maioria católica ou animista (Guiné, Costa do Marfim, Gana, Libéria, Togo e Benin), ao contrário do Norte da África, eminentemente muçulmano.

Isto é garantia de ausência de conflito?

Como falamos da África, é lógico que não!

Eu creio que poderemos ver na África, dentro de alguns anos, algo que pensamos estar fadado ao esquecimento:

Guerras religiosas entre estados soberanos.

Basta que os países do norte sejam governados por radicais islamicos e encontrem o pretexto de defender as minorias religiosas (muçulmanos) nos países do sul.

ivanildotavares
Visitante
ivanildotavares

Senhores, A França age por seus interesses primeiramente mas tem total aprovação do Ocidente. Agora eu quero ver qual vai ser a reação da Rússia e, particularmente, da China, que tem investido bem em alguns países da África. Caro Observador, Então, você concordou com a designação que dei ao meu conterrâneo Ivan: “O Mapento”. Ainda sobre o inteligente Ivan: li um comentário do Vader lá no PA em uma matéria que relacionava o FX-1 com o Weekliks (ou Wikleeks) em que o nobre Vader o chamou de Mestre Ivanildo. Será que o nosso mapento é também meu xará, como certa… Read more »

ivanildotavares
Visitante
ivanildotavares

O nome correto é “Wikilears”.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

Será que não é “Wikileaks”?

Bacchi

ivanildotavares
Visitante
ivanildotavares

Sim, prezado Bacchi. Obrigado pela correção final.

Abraços

trackback

[…] Exército do Mali retoma localidade de Konna […]