Home Análise A Síria é aqui

A Síria é aqui

175
3

acerto_de_contas_pm_e_pcc_emsp_Latuff

Daniel Cerqueira

 

vinheta-clipping-forte1A ONU anunciou recentemente que desde o princípio do conflito na Síria, em março de 2011, cerca de 70 mil pessoas foram mortas naquele país. Nesse mesmo período no Brasil, segundo nossos cálculos, baseados nas informações oficiais do Ministério da Saúde, 120 mil pessoas foram assassinadas. Porém, ao contrário de uma guerra pontual, o conflito difuso por cá já dura décadas – tendo vitimado mais de 1,4 milhão de indivíduos, desde 1980 – e pode ser vaticinado com pequena margem de erro: em 2013, algo em torno de 60 mil pessoas sofrerão homicídio, sendo em sua esmagadora maioria homens, jovens, negros ou pardos, com menos de sete anos de estudo, que serão mortos nas vias públicas, por arma de fogo, no período noturno, entre 20h e meia-noite.

Até a década de 90, o debate da segurança pública no país seguia num movimento pendular, que ora clamava por mais policiamento (e de preferência uma polícia dura para acabar com os criminosos); e ora repousava no determinismo do crime como uma consequência natural das mazelas sociais. Nos anos 2000 a mudança: percebeu-se que o debate bipolar era por demais simplório; e que o caminho implicava numa política que unisse a prevenção social com o bom policiamento, que respeita os cidadãos. No plano político houve também importantes inovações. Exatamente em 2000, após o incidente do ônibus 174, pela primeira vez a segurança pública foi tema das eleições municipais; e o governo federal interveio mais diretamente na questão, com o estabelecimento do 1º Plano Nacional de Segurança Pública e do Fundo Nacional de Segurança Pública. Já na era Lula, a ideia de integração entre os entes federativos e de política preventiva baseada em ações locais foi levada a sério, em que as prefeituras formulariam propostas de programas a serem financiados pelo governo federal.

Afora os problemas de governança e de coordenação entre os entes federativos, ainda não resolvidos, descobriu-se que apenas poucos municípios estavam habilitados a fazer tais propostas. Por outro lado, o desafio de conter os homicídios no Brasil é uma tarefa tão árdua e tão importante que não pode ficar apenas a cargo das polícias, das prefeituras, ou do governo federal.

É hora de um pacto anti-homicídio que envolva os vários entes federativos, a sociedade civil, o empresariado e a academia; e que seja baseado não apenas numa carta genérica de intenções, mas orientado por um diagnóstico preciso sobre as condições e os fatores criminogênicos em cada uma das 288 cidades com mais de cem mil habitantes no Brasil. E onde cada programa e política adotada tenham a sua efetividade avaliada quantitativamente, em vez de ter o seu sucesso festejado pelo senso comum. Esta é a hora! Se não pelas tragédias diárias que desestruturam as famílias brasileiras, pela perda econômica associada a essas mortes, que somam R$ 110 bilhões, a cada ano.

FONTE: O Globo via Resenha do Exército

FOTO: Brasil de Fato

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
MAD DOGGiordaniMarcos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

Evo Morales quer que Chile peça perdão pelos três soldados detidos em território chileno.
(EFE – 01/03/13)

Governo paraguaio EXIGE que Brasil devolva troféus da Guerra da Tráplice Aliança
(AFP – 01/13/13)

Giordani
Visitante
Member
Giordani

Evo Morales quer que Chile peça perdão pelos três soldados detidos em território chileno.
(EFE – 01/03/13)………O chile vai dar uma banana pro seu Evo.

Governo paraguaio EXIGE que Brasil devolva troféus da Guerra da Tráplice Aliança
(AFP – 01/13/13)………O governo do brazil vai devolver os troféus.

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

… Quer resolver de forma simples e prática o problema de segurança no Brasil!

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE E DE VERDADE!!! … Veja o resultado daqui 20 anos, uma nova geração com valores, conhecimento e real chance de prosperidade!!! … Sem demagogia, independente de qualquer sistema ideológico e de quebra não teremos mais esse políticos chulos e corruptos que temos hoje!

Ah!!! … Durante esse vinte anos de formação dessa garotada!!! … ROTA NA RUA e BANDIDO NO RABECÃO!!!