segunda-feira, setembro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Forças policiais de países europeus e da África do Sul irão usar pistola russa Osa

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

804px-Wasp_(non-lethal_weapon)

vinheta-clipping-forte1Forças policiais de países europeus e da África do Sul irão usar a pistola Osa (Vespa) de fabricação russa. Na exposição internacional Enforce Tac 2013, que se realizou na cidade alemã de Nuremberg, o desenvolvedor da Osa, o Instituto da Investigações de Química Aplicada (NIIPH, na sigla em russo), recebeu encomendas da Suíça, Alemanha e África do Sul para a produção da pistola.

A polícia alemã encomendou um lote experimental de pistolas russas Osa. Se os resultados dos testes forem positivos, a parte russa receberá nova encomenda para o fornecimento de maiores quantidades.

O sistema multifuncional Osa é uma arma não-letal constituída por uma pistola e um amplo arsenal de cartuchos especiais. A Osa é uma arma singular que não tem análogos no mundo inteiro, salienta o chefe de departamento de relações econômicas externas do NIIPH, Artem Muranov:

“Se repararmos na pistola sob a ótica de arma não-letal, segundo a classificação internacional de armamentos, veremos qua a Osa possui um melhor efeito refreador sendo sua ação penetrante mínima. Isto é, a Osa coibirá de forma garantida quaisquer atos de agressão sem exercer no organismo humano uma ação que possa causar lesões graves ou a morte.”

De acordo com os peritos, a principal vantagem da Osa consiste em seu tamanho. A pistola tem dimensões reduzidas e pesa pouco, o que lhe dá vantagens em comparação com outros sistemas de armas semelhantes, refere Maxim Popenker, historiador de armas russo:

“Os análogos, via de regra, têm dimensões muito maiores. Se calhar, são de carga múltipla, mas são grandes. A pistola russa, sempre e quando observadas as regras de operação, garante uma alta fiabilidade. No que concerne à conformidade às regras internacionais, o NIIPH é uma instituição séria e responsável, que pode readaptar agilmente seu produto às exigências concretas do cliente.”

A Osa é a única pistola que dispõe em seu arsenal do cartucho flashbang, ou seja, de efeito sonoro-luminoso. Foi desenvolvido com implementação de tecnologias que se utilizam no fabrico de munições para unidades das forças especiais. O efeito sonoro-luminoso brinda bons resultados quando usado contra grupos de pessoas nas horas de escuridão ou em recintos fechados. Este produto tem perspetivas promissoras no mercado de exportação, acredita Artem Muranov:

“A pistola despertou grande interesse dos organismos de defesa da ordem pública de quase todos os países da Europa, e não só. Estamos trabalhando ativamente com países do Oriente Médio. Já recebemos vários pedidos para vendermos lotes experimentais. Naturalmente, há também certos problemas, pois cada país apoia seus produtores nacionais, mas procuramos e encontramos soluções. As forças especiais de países da Europa e de outros países, estamos certos, irão ser equipados com a Osa. É que a pistola foi incluída no catálogo da OTAN como arma recomendada para utilização por unidades envolvidas em missões de paz.”

Atualmente, as forças policiais de todo o mundo estão manifestando um interesse cada vez maior pelos sistemas de armas não-letais. Como mostraram os acontecimentos da chamada Primavera Árabe nos países do Norte da África, as ações de protesto muito frequentemente desembocam em confrontos de rua. Na Europa, manifestações pacíficas também às vezes se transformam em atos de violência. Portanto, as forças policiais de diversos países prestam uma atenção especial precisamente a este tipo de armas.

FONTE: Voz da Rússia

- Advertisement -

1 COMMENT

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
8 anos atrás

Como ela funciona? Ela dispara as 4 munições sequencialmente de forma (semi) automática ou é necessário selecionar cada munição?

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -