Home Ministério da Defesa Operação Ágata 7 – Movimento de compras no Paraguai caiu em 70%

Operação Ágata 7 – Movimento de compras no Paraguai caiu em 70%

516
13

infografico - AGATA 7

vinheta-clipping-forte1Durante os primeiros oito dias de operação Ágata VII, que apresenta um grande contingente de soldados do Exército Brasileiro na fronteira, o movimento de pessoas e veículos caíram 50% na cidade de Foz do Iguaçu, o efeito sobe para 70 % em Ciudad del Este, no lado paraguaio, o que impacta o comércio fronteiriço.

Os controles são apertados, tanto na área da Ponte da Amizade e do pedágio, no km 29, São Miguel do Iguaçu.

Desde a última quarta-feira (22), as patrulhas foram estendidas para as águas do Rio Paraná, com o claro objetivo de interromper a atividade dos já “famosos” portos clandestinos instalados em ambos os lados, que se opõem pelas autoridades brasileiras.

FONTE: Portal Guaíra

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renato Andrade
Renato Andrade
7 anos atrás

Tal operação deveria ser realizada sempre em nossas fronteiras para coibir diversos ilícitos. A polícia e Receita Federal sozinhas não dão conta.

JAIRO BORGES
JAIRO BORGES
7 anos atrás

Sou a favor de qualquer operação que vise trazer a paz e a tranquilidade ao território brasileiro, fechar totalmente as fronteiras coibindo a entrada de drogas e armas e grandes contrabandos é o correto, mas tratar os sacoleiros como bandidos é uma posição que visa distorcer a verdade, pois pessoas que dentro da lei tem o direito a cada trinta dias de trazer 300 dólares e usam isto para sobreviver, é distorcer a verdade pois estes miseraveis não fazem tanto mal ao pais ao contrario de politicos que com uma caneta na maõ trazem um prejuizo imensuravel, a lei deve… Read more »

stadeu
stadeu
7 anos atrás

Lógico que uma operação dessa magnitude é uma gota no oceano, dada a extensão do território, quantidade de pessoal e equipamento, mas o resultado das estatísticas são excelentes e há notícias que em alguns lugares da fronteira alguns ilicitos simplesmente param, senão velho, é cana dura mesmo. Parabéns. Acho que deveríamos tomar essa iniciativa fazendo essas operaçãoes em caráter SIGILOSO ou a nível superior a esse, não tenho dúvida que as prisões e apreensões demandarão uma estrutura mais forte com relação aos flagrantes feitos. Questão de planejamento . Também acho que poderíamos sincronizar essas operações com o outro lado da… Read more »

Gabriel
Gabriel
7 anos atrás

O Paraguai é um paraíso para os contrabandistas , o pequeno e médio empresário brasileiro sofre um bocado com o custo Paraguai

Eduardo Ramos
Eduardo Ramos
7 anos atrás

Poderia-se fazer uma materia mostrando como os Comando militares do Sul ,Oeste etc se preparam para atuar na operação Agata 7 juntamente com as suas respectivas unidades militares !

Eduardo Ramos
Eduardo Ramos
7 anos atrás

perdão leia-se Ágata 7

WomF
WomF
7 anos atrás

Qual seria o “prazo de validade” dessa operação?

Lucas
Lucas
7 anos atrás

Uma dúvida, por que o governo brasileiro não emprega as forças armadas na vigilância constante das fronteiras? Pois durante a operação o movimento cai, porém assim que a mesma se encerra, os delitos voltam a ser rotineiros nas cidades fronteiriças.

colombelli
colombelli
7 anos atrás

Lucas, esta tarefa não é missão constitucional das FA e pode gerar sérios problemas. Com o tempo, os marginais descobrem que que as FA não são exatamente tudo o que eles pensam. Descobrem que elas não pode fazer muito mais que a polícia contra eles efetivamente e começam a “tentear” como a gente diz aqui no sul. Logo, logo perdem o respeito e a hora que elas perderem o respeito, ou seja, eles perderem o medo, ai não tem mais ninguem depois. O armanento a doutrina militar são para destruição e ações violentas e de choque. Poder de policia repressiva… Read more »

Carlos_Góes
Carlos_Góes
7 anos atrás

Bom dia Colombelli.

Sugiro, ao invés de criar uma Guarda Nacional, talvez criar uma policia de fronteiras (ao molde americano) talvez tenha um melhor resultado.

Mas não adianta apenas criar policia. Como no modelo americano, e necessário investir muito em tecnologia para este tipo de força e situação (exemplos: muros de contenção, sensores de movimento e presença, câmeras de vigilância, centrais de monitoramento, meios aéreos e principalmente, capacitação e salários dignos para os membros desta força).

douglas
douglas
7 anos atrás

carlos vc esta por fora se ai no sul nao tem policia de fronteira pesquise antes de falar no parana tem um batalhao da policia militar criado somente para regiao de fronteira,o befron.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Bom dia Colombelli é elogiavel a ação do governo em tentar acabar com a entrada de contrabando, armas e drogas no pais… porem algo tem q ser resaltado nessa operação… nao é mil, nao é dez mil e muito menos cem mil pessoas q dependem deste comercio q licito 300dolares… é muito mais de um milhao de pessoas q estao desempregadas e ja começaram a passar por necessidades em seu lar… O limite de 300 dolares nao é respeitado pelos orgaos de fiscalização… coloque 1500dolares de merc em seu carro com mais 4 amigos e veja oq acontece ao passar… Read more »

leigo de minas
leigo de minas
7 anos atrás

estou de pleno acordo com a operaçao agata 7,mas so nao comcordo nun ponto,o governo deveria almentar essa miseria de cota, 300 dolares para no minimo 1500 dolares por pessoa pagando o que exceder o limite,permitindo assim que pessoas simples possa levar o seu pao para seus lares,e facil combater humildes sacoleiros o dificil mesmo e combater os grandes comtrabandistas que se vesten de politicos que governan para grandes empresarios deste paìs.