terça-feira, agosto 3, 2021

Saab RBS 70NG

Leitão leva ao comando do Exército, preocupação com demarcação

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

vinheta-clipping-forte1O presidente da Subcomissão de Demarcações de Terras Indígenas, deputado Nilson Leitão (PSDB/MT), participou na manhã desta terça-feira (4) de reunião no Comando do Exercito Brasileiro para tratar sobre as demarcações de terras indígenas que tem causado grande caos no país. Junto com o presidente da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA), deputado Jerônimo Goergen (PP/RS), e o deputado Paulo Cesar Quartiero (DEM/RR), o General Enzo Martins Peri recebeu os parlamentares.

A preocupação dos deputados é referente à condição de calamidade em que se encontram diversos estados devido à maneira errônea como são feitas as demarcações pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI). A falta de eficiência, critérios e estudos têm causado confusões deixando inúmeras famílias desalojadas e criando conflitos – que chegam a gerar mortes – entre índios e não-índios.

Os últimos escândalos divulgados na mídia mostram a existência de laudos fraudulentos para que houvesse novas demarcações. Prevendo que a calamidade estava perto de acontecer, no último mês, Leitão e a bancada ruralista estiveram reunidos com o vice-presidente da República, Michel Temer; com a Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; com o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; com o Advogado-Geral da União, Ministro Luís Adams; e agora com o comandante General do Exercito, Enzo Martins.

Em todas as audiências o objetivo era encontrar uma solução rápida para colocar fim aos conflitos. “O que nós buscamos todo esse tempo é uma intervenção do governo. A situação é desesperadora e as famílias que estão sendo desalojadas não aguentam mais o descaso! Nosso último recurso agora é buscar auxilio junto ao Exército”, diz Leitão.

O questionamento levantado na reunião de hoje é a atuação da Funai, órgão responsável pelas demarcações, uma vez que uma de sua finalidade é cuidar do bem estar do índio, o que visivelmente não tem acontecido. “As demarcações estão acontecendo de forma desenfreada. Qual o sentido das demarcações se os índios estão abandonados?”, questiona o deputado.

Ao General foram entregues documentos com revindicações e protestos em relação à situação, além de explicações sobre o tamanho da desordem. (Carolina Alves/Assessoria)

FONTE: Diário de Cuiabá

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
8 anos atrás

Vamos ter de voltar para a Europa.

AMX
AMX
8 anos atrás

É o que esse governo vem fazendo: incitando diferenças.
Concordo com o Marcos. Infelizmente, agora está assim. Quem é “não-índio” e “não-negro”, é visto como culpado de tudo de errado que tem no país.
Como povo, devemos nos unir contra esse tipo de coisa. O Brasil é de todo mundo. Não interessa quando chegou, ninguém é mais ou menos brasileiro de que outro apenas por etnia e cor.

Aurélio
Aurélio
8 anos atrás

A solução deste problema é simples : não existem privilégios para índios, negros, amrelos, brancos, mestiços, etc. o que existe são direitos iguais para todos os nascidos aqui, a saber: os brasileiros. Também devem ser extintas todas as ONG’s, nacionais ou estrangeiras , envolvidas em ecologia, meio -ambiente, religião , por fazem apologia do atraso. Não há mais reservas indígenas, o que há, são terras da União , e , como tal pertencentes aos brasileiros.

Ernani Borges
Ernani Borges
8 anos atrás

Todas as respostas anteriores estão corretas e ponto final.
Que as “ONGS” estrangeiras cuidem dos “índios” dos seus respectivos países.

Ernani Borges
Ernani Borges
8 anos atrás

No Brasil vivemos reféns dos menores infratores, da opção religiosa alheia, dos políticos, dos índios, da imprensa que desinforma, de órgãos reguladores que só atrapalham, de conselhos de classe que só fazem extorquir os profissionais, etc …

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
8 anos atrás

O Brasil, hoje, vive à mercê do anarquismo e a tendência é piorar. Deveríamos exigir uma nova Constituição com um texto mais ou menos assim seguinte :
Art. 1º – Ficam todos os cidadãos, natos ou não, sejam brancos, pardos, negros, amarelos, índios, hetero ou homossexuais, independentemente de sua ideologia, religião, time de futebol e classe econômica e social, a ter vergonha na cara.
Art. 2º – Revogam-se as disposições em contrário

colombelli
colombelli
8 anos atrás

A FUNAI foi por anos aparelhada por eles agora deu nisso. Estão fazendo demarcações a torto e a direito, sem critério e avacalhando com a agricultura no pais. Os indios ganham as reservas e depois saem incomodar nas cidades ou invadir novas áreas. Sabe qeu serão premiados. Estão fomentando a discórdia e o aparteid com cotas disso e daquilo e favorecimentos. Ora, os imigrantes alemães chegaram ao Brasil na década de 20 do século XIX e mal desceram dos navios foram lutar pelo Brasil nas guerras cisplatinas. Os italianos no sul receberam as piores terras que havia e nenhuma ajuda… Read more »

Vader
8 anos atrás

Dividir para conquistar prezados. Dividir para conquistar.

É apenas e tão somente isso.

Heron
Heron
8 anos atrás

Indios?? tá bom, vamos fazer de conta que a gente acredita. Eu sou descendente de italianos, falo um pouco de italiano, gosto de um bom vinho e massas, mas não quer dizer que sou italiano, oras!! Eles são descendentes de indios e cidadãos brasileiros como qualquer outro, e como tal tem todo o direito de um cidadão, mas parece que alguém fez lavagem cerebral nesses infelizes. É como disse o Vader, “dividir pra conquistar” só pode ter forças externas ou internas trabalhando pra acontecer esse tipo de coisa, pq não faz o menor sentido essa mobilização toda por parte desses… Read more »

drcockroach
drcockroach
8 anos atrás

Um livro muitissimo interessante eh o do Hans Staden, 1557: “Viagem ao Brasil”. Tenho uma copia pdf no meu laptop. Hans Staden era um mercenario Alemao que acabou capturado pelos Tupiniquims e nao foi canibalizado imediatamente porque os principais guerreiros estavam fora da aldeia lutando, e os que ficaram estavam em duvidas; no fim ele acaba se tornando quase de “estimacao” da tribo, e depois de indas e vindas, e trocas entre tribos, ele escapa e escreve o livro. Os indios mais atuavam como criancas, nao existe nada de “mistico” sobre eles, ou “sabedoria” da natureza. Esta tendencia de mistificar… Read more »

drcockroach
drcockroach
8 anos atrás

Presente de fim de semana do DrCockroach, vcs encontram uma versao pdf do livro aqui:

http://purl.pt/151/2/hg-16656-v_PDF/hg-16656-v_PDF_08-G-R0150/hg-16656-v_0000_rosto-189_t08-G-R0150.pdf

[]s!

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -