Home Noticiário Internacional Exército dos EUA suprimirá 12 brigadas de combate

Exército dos EUA suprimirá 12 brigadas de combate

467
12

vinheta-clipping-forte1O Exército dos Estados Unidos suprimirá 12 brigadas de combate com base nos cortes no orçamento do Pentágono, anunciou nesta terça-feira o chefe do Estado-Maior da força, general Ray Odierno.

Qualificando esta reestruturação como a mais importante desde a Segunda Guerra Mundial, Odierno disse à imprensa que o efetivo do Exército passará de 570 mil para 490 mil homens, o que levará esta força ao nível anterior aos atentados de 11 de setembro de 2001.

As 12 brigadas de combate, que contam com aproximadamente 3.500 homens cada e estão baseadas nos Estados Unidos (10) e na Alemanha (2), serão eliminadas durante os próximos quatro anos.

Como parte desta reorganização, as brigadas de infantaria e cavalaria serão reforçadas com um batalhão, acrescentando entre 600 e 800 homens a cada brigada.

No total, haverá uma redução de 80 mil homens no efetivo que será obtida, principalmente, através de baixas voluntárias e da passagem à reserva de alguns oficiais, revelou Odierno. As medidas afetarão unidades por todo o território dos Estados Unidos.

O Exército poderá reduzir ainda mais seus efetivos se o mecanismo de corte automático no orçamento prosseguir nos próximos anos, advertiu Odierno, citando a possibilidade da saída de mais 100 mil militares.

FONTE: Terra Notícias via Resenha do Exército

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Soldat
Soldat
7 anos atrás

Que bom vão embora da Alemanha.

Go home Amis…..

akhorus
akhorus
7 anos atrás

Apoiado Soldat.

Não tem mais nada que fazer ali.

Ora ora americano reduzindo efetivo ??

Não eram onipotentes ?? Contratem um milhão e invadam o Irã e matem 500.000 ué, eles não podem tudo ??

Guilherme Poggio
Editor
7 anos atrás

12 brigadas é muita coisa.

Só como comparação, seria como reduzir o número de brigadas do EB em mais de 1/3.

Vader
7 anos atrás

Caro Wágner, o Exército Americano não precisa invadir o Irã para mandar o regime dos aiatolás para a Idade da Pedra. Mas ainda se precisasse, não seriam 12 brigadas que fariam falta. Só na Guarda Nacional e na Reserva o US Army possui mais 560.000 homens.

Deixe de lado seu antiamericanismo debilóide: trata-se de uma mera reorganização de forças, coisa bem comum numa força armada de uma democracia.

Marine
7 anos atrás

Ninguem dos que continuam copiando materia mixuraca da Associated Press ate agora abordaram – afinal uma noticia dessas merece mais do que manchete enalise superficial e que: Sim estao reduzindo o numero de brigadas no U.S. Army, o que farao com que menos unidades estejam disponiveis para realizar o rodizio em deployments, mas o que NIMGUEM falou ate a gora e que esse cortes serao em maioria na aerea de apoio, servicos e o staff do QG dessas brigadas. Ou seja suas unidades de manobras (bataloes de infantaria e outras armas) serao adicionadas as brigadas ja existentes. O que eram… Read more »

Marine
7 anos atrás

Em um exercito que hoje conta com 1.160.000 homens com a maior experiencia de combate atual (quase 12 anos de “all-spectrum warfare”), quem acha que 12 QGs a menos faz tal exercito uma organizacao fraca, realmente nao entende de assuntos militares.

Requena
Requena
7 anos atrás

Marine

Eu ia perguntar exatamente isso. Se não tem a ver com o fim das Guerras do Iraque e Afeganistão.

Me parece meio obvio que os caras vão diminuir o efetivo, pois não vão precisar manter 100 mil homens em uma guerra do outro lado do planeta(no auge das duas guerras chegaram a ter mais de 200 mil soldados envolvidos).

Drcockroach
Drcockroach
7 anos atrás

Meio sem tempo p/ pesquisar, mas as duas brigadas que estao sendo desativadas da Alemanha sao as mesmas que jah estavam anunciadas faz um par de anos? Alias, o desativamento de uma jah estava no planejamento e a outra entrava e saia da desativacao. Sinceramente, as Forcas Armadas nao sao exatamente um exemplo de como manejar orcamento. A verdade que as 4 brigadas na Alemanha jah poderiam ter sido desativadas faz muito, mas muito tempo. Para os colegas terem uma ideia das instalacoes envolvidas (proprias e alugadas, e nao somente bases, mas ateh quartos de hoteis, por exemplo) lah, observar… Read more »

Vader
7 anos atrás

Drcockroach disse:
27 de junho de 2013 às 2:15

Se produz é ultra-hiper-high-turbo-power top-top secreto.

Mauricio R.
Mauricio R.
7 anos atrás

Efeito da sequestração do Orçamento da Defesa, o USMC tb está sendo passado na faca.
Tem “grunt” na internet, espumando de raiva!!!
O EFV se foi, o MPC tb, não se sabe o que será colocado no lugar do AAV-7 e se gastam verdadeiros rios de dinheiro c/ V-22; CH-53K e o onipresente F-35B.
Não que não sejam necessários, somente que está havendo um desbalanceamento nas capacidades da força.
E o elemento de manobra, agora centrado em meios aéreos, perde “pegada”, perde “peso”.

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

Poggio
Na verdade 12 brigadas representaria quase metade do poder de combate do EB, que tem 26 Brigadas, sendo 24 delas efetivamente grandes unidades de combate, ja que a Brigada de Artilharia Antiaérea e a Brigada de Operações Especiais tem menor efetivo do que os usuais 3500- 4000 de uma brigada convencional.

12 Brigadas representa o poder de combate do exercito argentino.

É bastante coisa, mas não para um exercito gigantesco. Com redução das operações no Iraque e Afeganistão e com a redução dos riscos na Europa, nada mais natural.