quarta-feira, outubro 20, 2021

Saab RBS 70NG

Assessor de Mursi diz que “golpe de Estado” está em curso no Egito

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Egito-helicóptero-com-bandeira-480x270

vinheta-clipping-forte1 Um dos assessores mais próximos do presidente do Egito, Mohammed Mursi, e alto funcionário da Irmandade Muçulmana, Esam Haddad, disse nesta quarta-feira que está havendo um “golpe de Estado” no país, que gerará muita violência.

“Centenas de milhares de pessoas se reuniram em apoio à democracia e ao presidente. E não o abandonarão por esse ataque. Para impedi-los, terá que haver violência, seja do exército, da polícia ou de mercenários. Em qualquer caso, haverá um derramamento de sangue considerável”, disse Haddad em sua página no Facebook.

O assessor, para quem esta será a última oportunidade de escrever na rede social, pediu para que se “chame o que está acontecendo por seu verdadeiro nome: golpe militar”.

Haddad considerou que a mensagem que se estenderá pelo mundo islâmico será o que “a democracia não é para os muçulmanos”.

O conselheiro de Mursi criticou os que querem continuar justificando a necessidade de eleições presidenciais antecipadas no grande número de manifestantes que apoia essa ideia.

Além disso, defendeu as tentativas do presidente nas últimas semanas de convocar um diálogo nacional apesar da rejeição da oposição, que por sua vez “convidava os militares a serem os guardiões do governo no Egito”.

“A oposição negou categoricamente todas as opções que implicavam uma volta às urnas”, destacou.

Haddad também indicou que, dentro do jogo democrático, Mursi não estava na obrigação de oferecer uma iniciativa como a que apresentou ontem e que contemplava um governo de união nacional e a reforma constitucional, entre outros pontos.

Para o assessor, só era questão de esperar as eleições seguintes e punir Mursi nas urnas

FONTE:/FOTO EFE, via portal Terra/Reuters

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Colin Powell, líder militar e primeiro secretário de Estado negro dos EUA, morre após complicações da Covid-19

(CNN) – Colin Powell, o primeiro secretário de estado negro dos EUA cuja liderança em várias administrações republicanas ajudou...
- Advertisement -
- Advertisement -