quarta-feira, outubro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Hezbollah: países bolivarianos, tríplice fronteira e Brasil

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clipping-forte1(El País, 23) 1. Informes do Departamento de Segurança Interna e do Tesouro dos EUA, sobre a expansão do Hezbollah na Venezuela e nos países da ALBA, dizem que isso ocorreu graças à relação entre o falecido Hugo Chávez e o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad – cujo país é o principal patrocinador do Hezbollah – e sobre as relações entre a milícia e os cartéis de drogas mexicanos e a guerrilha colombiana das FARC colombianas, para lavar dinheiro e financiar suas atividades terroristas.

2. De acordo com um estudo publicado em 2011 por Roger Noriega, ex-subsecretário de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental, grupos extremistas islâmicos do Oriente Médio receberam entre 300 e 500 milhões de dólares por ano, provenientes de atividades ilegais da Tríplice Fronteira, (Argentina, Brasil, Paraguai).

3. A expansão dos interesses iranianos na América Latina, impulsionada pela estreita relação entre Ahmadinejad e o falecido presidente venezuelano, Hugo Chávez, garantiu a consolidação dos Hezbollah nos países da ALBA, especialmente a ilha Margarita, que, de acordo com Noriega, “tornou-se um paraíso para terroristas e traficantes de drogas”. “As Ilhas Margarita tem eclipsado a tríplice fronteira como refúgio principal e centro de operações do Hezbollah na América”, disse Noriega em seu relatório.

4. A outra célula do Hezbollah na América Latina, denunciada por Noriega, é coordenada por Mohsen Rabbani, considerado o cérebro do atentado à AMIA e que supervisionaria, de acordo com o diplomata, uma rede de recrutamento do Hezbollah na América Latina. A revista brasileira Veja chamou Rabbani de “O professor terrorista”. De acordo com a publicação, citando fontes da inteligência brasileira, “cerca de 20 integrantes da organização, além de Al Qaeda e da Jihad Islâmica, estão usando o Brasil como um centro de atividades terroristas”. “O fato de o Brasil estar preparando a Copa do Mundo e as Olimpíadas, o torna um alvo atraente para o terrorismo internacional”, disse Noriega.

FONTE: Ex-Blog do Cesar Maia

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Turquia e Coreia do Sul assinam declaração para fornecimento de motores para o MBT Altay

Foi assinada uma declaração de intenções entre a Coreia do Sul e a Turquia para o fornecimento de motores...
- Advertisement -
- Advertisement -