quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Saab RBS 70NG

Com apoio da ONU, tropas no Congo se preparam para combater rebeldes

Destaques

Rússia e Arábia Saudita assinam acordo para implantação de fábrica de fuzis Kalashnikov

A Rússia assinou um acordo com a Arábia Saudita para implementar a primeira fase de produção conjunta de fuzis...

MBT Leopard 2 da Alemanha será equipado com o Trophy APS da Rafael

COLÔNIA, Alemanha – Os ministérios da defesa alemão e israelense assinaram um acordo para a compra do sistema de...

Tabela de salários dos militares das Forças Armadas para 2021

Sabe quanto ganha um Sargento, Capitão ou Cadete da Marinha, Exército e Aeronáutica? Veja a tabela de soldos dos...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

M23 rebels in DRC

Luis Kawaguti

Enviado especial da BBC Brasil a Goma (República Democrática do Congo)

Brasília

vinheta-clipping-forte1Pela primeira vez em meses, os soldados da República Democrática do Congo venceram uma grande batalha contra as forças do grupo rebelde M23, que luta contra o governo do país. A vitória deu ânimo aos militares, que recebem apoio da ONU.

Hoje há mais de 50 grupos rebeldes operando no leste do Congo. O M23 é o maior deles.

Desde o meio de julho, esses rebeldes e o Exército congolês têm travado uma violenta campanha militar nos arredores de Goma, a principal cidade do leste do Congo.

Uma tropa da ONU liderada pelo General brasileiro Carlos Alberto dos Santos Cruz está no país para proteger a população dos rebeldes.

Porém, até agora, enquanto ocorrem negociações de paz (estagnadas, porém ainda em curso), os capacetes azuis não têm interferido na luta.

A ONU fornece apoio aos congoleses com suprimentos e assegurando a proteção de Goma, usada pelo Exército congolês como uma importante posição para lançar ataques.

Em campos de treinamento, os militares congoleses recebem condicionamento físico e aprendem técnicas para atacar seus adversários – inclusive em combates corpo a corpo se necessário.

Mas a responsabilidade de trazer de volta a paz à região não recairá apenas sobre as forças do governo. Essa é uma das tarefas mais difíceis assumidas pela ONU na atualidade.

FONTE: BBC Brasil

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -