quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Saab RBS 70NG

General que chefia Missão da ONU no Congo profere palestra no Ministério da Defesa

Destaques

Rússia e Arábia Saudita assinam acordo para implantação de fábrica de fuzis Kalashnikov

A Rússia assinou um acordo com a Arábia Saudita para implementar a primeira fase de produção conjunta de fuzis...

MBT Leopard 2 da Alemanha será equipado com o Trophy APS da Rafael

COLÔNIA, Alemanha – Os ministérios da defesa alemão e israelense assinaram um acordo para a compra do sistema de...

Tabela de salários dos militares das Forças Armadas para 2021

Sabe quanto ganha um Sargento, Capitão ou Cadete da Marinha, Exército e Aeronáutica? Veja a tabela de soldos dos...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

cruz_intranetElogiado pela mídia internacional por sua atuação no comando das Forças de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) na República Democrática do Congo (Monusco, na sigla em inglês), o general Carlos Alberto Santos Cruz proferiu palestra nesta segunda-feira no Instituto Pandiá Calógeras, no Ministério da Defesa.

Nomeado em maio de 2013 passado para comandar a Monusco, a frente de quase 20 mil homens de 20 países, o general foi apontado pela agência britânica Reuters como decisivo no processo de pacificação e estabilização do país africano, em guerra civil desde 2012.

Santos Cruz lidera uma experiência inédita entre os chamados capacetes azuis: a Brigada de Intervenção, uma unidade de soldados das Nações Unidas (ONU) que tem autoridade e equipamentos para ações ofensivas. Com esta iniciativa, ao lado do exército congolês, o comando brasileiro conseguiu derrotar os rebeldes do grupo armado M23.

Para o general, o desempenho do país em missões de paz “é uma combinação da diplomacia, da experiência militar e da determinação do governo”.

O general também dirigiu as operações de paz no Haiti e a sua contribuição neste país foi relevante para sua escolha pela ONU para chefiar a Monusco.

Atualmente, o Brasil participa, além da Monusco, de missões de paz no Haiti (Minustah) e na chefia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil).

FONTE: Ministério da Defesa

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -