quarta-feira, março 3, 2021

Saab RBS 70NG

Rússia testa novos métodos de camuflagem de mísseis

Destaques

Gastos da China em pesquisa e desenvolvimento atingem um recorde de US$ 378 bilhões

O Escritório Nacional de Estatísticas da China disse que os gastos com P&D, que visam desenvolver novos serviços...

Rafael conclui o desenvolvimento da versão superfície-ar do míssil I-Derby ER

A Rafael Advanced Defense Systems Ltd. concluiu o desenvolvimento da versão de defesa aérea baseada em solo do míssil...

Exército Russo recebe novo lote de tanques de batalha T-90M atualizados

O Exército Russo recebeu o novo lote do tanque de batalha principal T-90M Proryv-3 (Avanço), de acordo com um...

RT-2UTTKh Topol-M

ClippingMilitares russos submeteram a testes os novos Veículos de Apoio Logístico e Camuflagem (MIOM, na sigla em russo), destinados a tornar “invisíveis” os sistemas de mísseis balísticos Topol-M e Yars, segundo relata a edição de quarta-feira, 2, do jornal Rossiyskaya Gazeta.

De acordo com a publicação, os novos veículos foram postos a prova na unidade de mísseis estratégicos Teikovo, situada a, aproximadamente, 300 quilômetros de Moscou, na província de Ivanovo. O tenente-coronel Guenrikh Gaidyukevich, das Forças de Mísseis Estratégicos da Rússia, comentou que os sistemas de base móvel Topol-M e Yars mudavam constantemente de lugar enquanto os militares instalavam unidades falsas com a ajuda dos MIOM.

O oficial também explicou que o novo empreendimento fará com que seja impossível rastrear o movimento dos lançadores móveis e determinar sua posição exata. Durante os testes, os militares também praticaram instalar modelos infláveis em tamanho real de sistemas de mísseis.

O MIOM é um equipamento multiuso. Além das funções de camuflagem, ele também ajuda a cumprir missões de reconhecimento, ampliar caminhos para a passagem de tropas, avaliar a capacidade de carga de pontes e medir a contaminação radioativa do solo, entre outras funções.

O Exército russo receberá este ano sete veículos do tipo. De acordo com o programa nacional de produção de armas, as Forças de Mísseis Estratégicos da Rússia devem incorporar 50 MIOM até 2020. Como resultado, segundo as autoridades do país, as unidades equipadas com mísseis balísticos Topol-M e Yars se tornarão “invisíveis” para eventuais inimigos.

FONTE: Diário da Rússia

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -