Home Noticiário Nacional Avibras apresenta novo veículo militar em Jacareí, SP

Avibras apresenta novo veículo militar em Jacareí, SP

620
36

Tupi

‘Tupi’ passará por por testes do Exército e deve participar de uma licitação. Empresa diz que projeto pode gerar cerca de mil empregos na região.

Do G1 Vale do Paraíba e Região

ClippingA Avibras, empresa do setor de defesa instalada em Jacareí (SP), apresentou nesta quinta-feira (10), o novo veículo militar ‘Tupi 4×4′. O modelo fabricado em parceria com a empresa francesa Renault foi construido para concorrer na licitação para a renovação da frota do Exército brasileiro. A empresa estima que mil vagas de emprego poderão ser geradas.

O veículo blindado, que pesa 8 toneladas, ainda passará por testes do Exército. O governo federal pretende comprar 30 veículos para missões de paz no Haiti, no Líbano e em àreas urbanas do país, como na pacificação das favelas no Rio de Janeiro. O Tupi pode ser carregado com armas ou pequenas tropas.

Os testes serão feitos até junho. O gerente de negócios da Avibras, Marcos Agmar de Lima, disse que se aprovado, a fabricação do novo veículo pode gerar cerca de mil empregos na região. “A previsão é que gere cerca de 250 empregos diretos e de 750 a 800 indiretos”, disse.

A Avibras preferiu não revelar o valor investido no projeto, que demorou quatro meses para ser concluído. “Acreditamos ter produzido o melhor veículo entre os concorrentes e estamos bem confiantes”, afirmou Lima.

O auge da produção da Avibras foi na década de 80. Nos últimos cinco anos a empresa passou por problemas financeiros e por três vezes houve demissão em massa. Em 2013, a empresa anunciou a assinatura de um contrato de fornecimento de lançadores de foguetes para a Indonésia, um acordo de mais de R$ 900 milhões.

Tupi 2

FONTE: G1

36
Deixe um comentário

avatar
36 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
14 Comment authors
Nicolas LancasterWagnerGuilherme Poggiorsbacchithomas_dw Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Lyw
Visitante
Member
Lyw

As pessoas costumam confundir licitação e concorrência!

O Tupi será avaliado e participará em uma concorrência do EB, não uma licitação, já que não necessariamente a proposta de custo mais acessível é a que tem mais chances, e sim aquela que melhor se enquadrar nos requisitos operacionais, se sair melhor nos testes, oferecer melhor proposta de industrialização etc, e claro, uma boa relação custo-benefício!

Augusto
Visitante
Member
Augusto

A Avibrás se associou com a Renault Trucks e “criou” a versão nacional do Sherpa.

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Ficou bacana viu ,mas (nao sei se esta concorrendo também) o equivalente da Iveco também parece ser um bom veículo ,no mais que venha o vencedor novinho pro deleite dos militares do EB.

Sds.

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Alguém sabe a diferença entre o Tupi e o Sherpa?

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Sim. \o primeiro não sabe que não é e o segundo pensa que é.

Grande abraço

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Bem, parece que podemos ter um novo JPX 2 Jason Live. Tchê , os caras não aprendem, é impressionante.

Grande abraço

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Juarez, O Tupi não sabe que não é um Hummer? Um bom veículo? O Sherpa pensa que é um Hummer? Um bom veículo? Qual veículo é o ideal, na sua opinião? O da Iveco? Quanto ao JPX, tudo que o Eike faz é uma porcaria, independentemente do parceiro. Então não sei se a Panhard teve culpa no cartório. Em relação à Avibrás, não sei o que dizer. Tirando o Astros, parece-me que nada mais deu certo em sua história. Enfim, vejo a compra de um blindado 4×4 como uma “evolução” no EB. Tomara que compre um veículo adequado, com um… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Meu nobre Rafael, o ideal seria que o EB comprasse um veículo testado em combate, com grande escala de produção e farto suprimento, não importando se é da Chechênia, da Bósnia, do reino do Avilã, ou da PQP, pois vão compra 32 unidades e manda r par aum lugar do diabo, aonde os israelenses atiram até nas moscas que voam, agora comprar mais uma merda com lego montada peça Avierros by entubacion, é de fod….

Grande abraço

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Caro Juarez, Eu odeio toda e qualquer forma de entubação. Por isso torço para que ocorra uma concorrência séria e que se escolha o melhor para o EB. Mas, até por isso, eu fiz aquela primeira pergunta sobre a diferença entre ele e o Sherpa. Bem ou mal, o Sherpa é um veículo com certa escala. Fora que veículos não são como aviões de caça, tendo muitas peças civis que garantem certa escala. E tendo sido feito em apenas 4 meses, creio que ele seja praticamente um Sherpa com uma ou outra pecinha made in Brazil (aquelas mais insignificantes, como… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Sugiro avaliar outros concorrentes……

Grande abraço

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

Barbarídade, ninguém aprende nada neste país???
Escapamos por pouco daquela aberração, o Guará e agora caminhamos p/ mais uma tranqueira francesa!!!
E por obra e graça da “Encostada”, ainda por cima.
Vade retro, Satanás!!!
Afasta de mim esse cálice!!!
Os 3 melhores veículos desta categoria, testados em combate no Iraque e/ou Afeganistão:

RG-32;
Dingo 1/2;
Ocelot

Nem os israelenses tem melhor.
E neste caso, “Hummer” não é sinônimo de “bom veículo”, nem c/ alguma vaca tussindo!!!

Mayuan
Visitante
Mayuan

Mas bah, ninguém lembrou do Gaz Tigr daí?

Lyw
Visitante
Member
Lyw

Eu sugiro que vocês leiam o edital antes de falar de entubation ou qualquer outra coisa!

Pra quem não sabe, qualquer empresa pode inscrever um veículo, que se enquadre nos requisitos operacionais básicos descritos no edital, até o dia 31 deste mês. Ou seja, até o início do próximo mês saberemos quem se apresentou com um modelo para ser avaliado.

Não vejo até agora onde está o entubation!

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Liw, o diabo mora nos detalhes, aguarde e verás…….nada, neste país aconte por acaso, nada mesmo……

Grande abraço

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Maurício R.

Referi-me ao Hummer mais pela aparência, pois sei que ele está em vias de substituição nos EUA.

Porém, não acho que os Hummers que foram melhorados após se mostrarem, vamos dizer assim, vulneráveis a IEDs, sejam ruins.

Quanto aos veículos que você citou, o diferencial seria apenas o casco em V e melhor proteção contra IEDs ou tem mais vantagens?

E em termos de “testado em combate”, esses veículos já passaram por cima de IEDs e sua tripulação saiu viva?

Lyw
Visitante
Member
Lyw

“Os 3 melhores veículos desta categoria, testados em combate no Iraque e/ou Afeganistão:

RG-32;
Dingo 1/2;
Ocelot”

Estes veículos são de outra categoria!

Lyw
Visitante
Member
Lyw

Os 3 melhores veículos desta categoria, testados em combate no Iraque e/ou Afeganistão:
RG-32;
Dingo 1/2;
Ocelot

Maurício R.

Estes veículos são de outra categoria!

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

“E em termos de “testado em combate”, esses veículos já passaram por cima de IEDs e sua tripulação saiu viva?”

Sim, tanto o RG-32, como o Dingo, já o Ocelot é mais recente mas a tecnologia do veículo é tb mto boa.

Eder Albino
Visitante
Eder Albino

E tem o Iveco LMV que certamente será oferecido.
Será que a Colômbia não vai oferecer o Hunter TR-12?

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

Iveco LMV???
Ué a concorrência é p/ veículos blindados ou p/ churrasqueiras???
Nem pensar, esse aí é ruim demais, não passou no teste de emprego real em campo.

Hunter TR-12???
Esse deve ser o favorito de nosso chatíssimo ministro da Defesa.

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Maurício R, Você tem mais dados sobre os veículos e sua sobrevivência? Testes feitos com o mesmos tipos de IEDs em veículos diferentes? Ou sua opinião é sobre o que aconteceu em combate? Não que eu despreze o que aconteceu em combate, mas teríamos que saber a carga explosiva do IED que atingiu cada veículo antes de julgar os veículos. Hipoteticamente, não dá para comparar o que um IED com 30 kg de explosivo faz num LMV com o que um IED com 2 kg faz no RG-32. E, afinal, alguém tem ideia dos custos? (vi certa vez que na… Read more »

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Missões de pacificação? então agora isso virou missão definitiva do EB? Acorda comando!

E se são apenas 30, como pensam em empregos em x ou y numero? ou será que haverá uma compra “cumpanheira” de entubação?

thomas_dw
Visitante
thomas_dw

Para uma missao de paz no Libano. o maior perigo sao os grupos radicais islamicos que constantemente implicam com o ja inutil trabalho da ONU, o que o Brasil poderia obter, e sem custo, sao veiculos MRAP dos EUA, que estao doando eles a quem quer.

Infelizmente, no Libano, nem os MRAP dao conta dos inumeros perigos, o melhor para nós é nem pensar em se meter naqule ninho de marimbondos que é o Libano.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

thomas, a tua ideia é simplesmente brilhante, mas não acredito que o governo brasileiro fosse pedir algo ao governo dos EUA.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Caro thomas_dw

Você tirou as palavras da minha boca.

Mas falando em MRAP, parece que o Paquistão vai receber alguns. Pelo menos a USAF não terá que pagar pelo transporte aéreo desses monstrinhos.

Prezado Mauricio R.

Eu concordo com o Rafael Oliveira. Em muitas situações de combate o LMV se saiu muito bem. Não dá apra esperar que ele seja um MRAP. E a lista de usuários desse veículo é de respeito. Na minha opinião a IVECO acertou muito nesse projeto.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Poggio lá, tem que ser o melhor, pois se não vai ser caixão e vela preta.
Não pode ser estilo “mulher meio grávida”, ou é ou não é, e este que tu citou apesar não ser o pior, ainda está longe de ser um veículo blindado confiável.

Grande abraço

Wagner
Visitante
Wagner

Mas ele seria o nosso Humvee ou Gaz Tiger, diganos assim ??

Seria a nossa versão nacional desses veiculos ??

É para a mesma coisa, não é ??

Não deveriamos então encomendar pelo menos uns 100 ou 200 dele ???

Pq daí padroniza o transporte, igual aos americanos e russos fizeram.

Bom, nao sei se esse veiculo é perfeito, mas, sinceramente, dado nosso estado, se produzirmos aqui, mesmo que montando, e comprarmos uns 100 desse, já é uma grande evolução.

Depois se der guerra bota uns sacos de areia em cima… igual aos americanos fizeram nos humvee…

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

Nós saberemos em 30 Abril, quais serão os veículos que serão oferecidos para o EB.

Neste dia deverá ser entregue para ser testado, ao CAEx (centro de Avaliações do Exército), um veiculo da marca/tipo que está sendo oferecido para satisfazer o ROB do EB..

Mayuan
Visitante
Mayuan

Concordo que o governo atual não está muito numa de pedir nada aos EUA mas aí surgem duas perguntas:

Qual governo, em ano eleitoral, não se beneficiaria de ter obtido por valores baixos, equipamentos de qualidade para as Forças Armadas?

Se o EB os obtivesse e eventualmente não se mostrassem adequados ao que se deseja, vocês acham que as forças policiais não poderiam fazer ótimo uso deles?

De resto, concordo 100% com Juarez. O que sai mais barato? Comprar um veículo que salva a vida de uma guarnição ou pagar pensão eternamente pra meia dúzia de famílias?

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Prefiro que vença um veiculo de produçao nacional, ja que estes existem, pois ficar comprando só de fora quando há produto aqui dentro nao ajuda nada a fortalecer nossa industria de defesa e a capacitar nossa mao de obra a desenvolver produtos mais e mais modernos e competitivos no mercado internacional (mesmo que só aqui na América Latina).

Sds.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

O hummvee ou para ser mais exato o HMMWV (High Mobility MultipurposeWheeled Vehicle), não foi concebido como um veiculo blindado. Pode-se dizer que ele é o super substituto do Jeep. Devido as necessidades que surgiram durante as Guerras do Golfo, e principalmente no Afeganistão, foram concebidas variantes com blindagem adicional. A versão final foi a M1114 Up_armoured HNMWV, com um peso de combate de 5.489 kg. O resultado foi um “quebra galho”, com peso acima bem acima do seu projeto original (Ex.: M1038A1 com peso carregado de 3.574 kg), e que não satisfazia plenamente as necessidades. Como um segundo quebra… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Correta a análise do Bacchi.

Só acrescento que a licitação do EB tem em seus requisitos que o “peso em ordem de marcha” é de R$ 8.000 kg (ao que parece, esse seria o peso máximo) e a “capacidade de carga” é de 1.000 kg ao que parece, esse seria o peso mínimo) .

Sendo assim, a licitação não tem por objeto a compra de veículos da categoria de M-ATV, mas, sim, de veículos da categoria do Tupi e do LMV.

Então não adianta torcer para um veículo pesado sem que se torça para que seja feita outra licitação.
.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

Rafael Oliveira, muito obrigado. O peso minimo é o peso em ordem de marcha MENOS a carga. Ou seja, o peso minimo do VBMT-LR será é em torno de 7.000 kg. Você está muito enganado em seu comentário sobre o M-ATV. Eu não sou nenhum imbecil que esteja sugerindo o M-ATV no lugar do veiculo que o EB está procurando. Eu acho a especificação do VBMT-LR muito boa e reflete aquilo que os Estados Unidos irão obter no JLTV O M-ATV foi um recurso de panico do exército dos EUA diante das reclamações de incompetencia, em por nas mãos dos… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Bacchi não pensei que você fosse imbecil (até porque já li muita coisa publicada por você na Revista T&D e seus comentários aqui no Forte), tampouco interpretei que você recomendasse o M-ATV para o EB, dentro desta licitação. O meu “complemento” foi mais no sentido de explicitar o que o EB quer (um veículo “leve” e o que ele não quer (um veículo com melhor proteção contra IEDs do porte do M-ATV). E quanto ao que eu escrevi no meu último parágrafo, ele era um comentário genérico e não “um comentário a seu respeito”. Lamento se te ofendi e agradeço… Read more »

Mayuan
Visitante
Mayuan

Bacchi, Respeito muito o conhecimento que você possui e tudo que você fez e faz. No entanto, queria te sugerir mais calma quando responder os comentários dos demais. A última frase do comentário do Rafael, pelo que entendi, se referia a comentários anteriores em que alguns, incluindo eu, demonstravam entusiasmo por veículos fora do designado pelo EB. Erro de entusiasta mas não de pessoas que sabem tanto quanto você. Nem todo mundo aqui tem o mesmo nível de conhecimento que você demonstra mas é normal dado que muitos não são profissionais da área, apenas entusiastas (eu incluso). No entanto, tolerar… Read more »

Nicolas Lancaster
Visitante
Nicolas Lancaster