Home Artilharia EUA divulgam imagens que supostamente mostram disparos russos contra Ucrânia

EUA divulgam imagens que supostamente mostram disparos russos contra Ucrânia

194
18

os-estados-unidos-divulgaram-imagens-de-satelite-que-segundo-o-governo-confirmam-suas-alegacoes-de-que-a-artilharia-russa-disparou-em-direcao-a-ucrania-em-apoio-aos-separatistas - FOTO USDOD

Clipping  Os Estados Unidos divulgaram neste domingo (27) imagens de satélite que, segundo o governo, confirmam suas alegações de que a artilharia russa disparou em direção à Ucrânia, em apoio aos separatistas pró-russos.

As quatro imagens, obtidas pelo gabinete do diretor de inteligência nacional e enviadas à imprensa pelo departamento de Estado, mostra setores da fronteira entre Rússia e Ucrânia.

Em duas delas aparecem o que os Estados Unidos garantem ser baterias russas em seu território: lançadores múltiplos de foguetes e morteiros autopropulsados.

As imagens também mostram crateras provocadas por impactos perto de posições militares no lado ucraniano da fronteira.

A terceira imagem mostra o que Washington diz ser uma artilharia pesada ativada por separatistas a partir da própria Ucrânia.

“A amplitude da área de impactos perto de unidades militares ucranianas indica que foram disparados foguetes de vários pontos (…), alguns contra um povoado da zona”, afirma a legenda da foto.

Moscou nega ter feito qualquer intervenção direta no conflito na Ucrânia e acusou Washington de alimentar uma campanha contra o país.

Os Estados Unidos afirmaram na quinta-feira que a Rússia havia lançado ataques a partir de seu território e que planejava entregar lança-foguetes mais pesados e poderosos aos seus aliados na Ucrânia, os rebeldes pró-russos.

Para isso, o Departamento de Estado citou informação de inteligência até divulgar no sábado as fotografias.

A Ucrânia também se queixou de que dois de seus aviões foram derrubados por mísseis disparados a partir de território russo, mas esta informação não foi confirmada pelos Estados Unidos.

Os temores dos danos que os separatistas pró-russos provocam com armas pesadas russas aumentaram fortemente depois que um avião comercial malaio foi derrubado quando voava sobre a Ucrânia com 298 pessoas a bordo.

FONTE: UOL

18
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
RogérioAntonio MIvanjoseboscojrlynx Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

Foi-se o tempo em que fotografias de satélites serviam pra provar algo. Nos novos tempos do relativismo e revisionismo há os que irão acreditar e há os que nunca irão acreditar. Quem acredita, acredita sem as provas. Quem não acredita, não acredita, nem em fotografia e nem se Jesus baixar na Praça de São Pedro e dizer que é verdade. Essas provas servem pro governo americano tomar suas decisões, mas para o governo da Venezuela ou da Coreia do Norte, não significam absolutamente nada. Para os fanboys de terroristas islâmicos e ditadores, antiocidentais de plantão, na sua caminhada purgativa civilizatória,… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Member
Carlos Alberto Soares

Estimado Bosco

Compartilho 1.000% das suas afirmações.

Agora temos a dupla Timão & Pumba na trilogia, será que eles vão se manifestar ?

Quem sabe não foram os Incas Venusianos apoiados por Kiev os responsáveis ?

Ou uma conspiração assassina do Chaim Azriel Weizmann ?

Particularmente creio que o Adolf Putin está jogando alto, não tem oponentes, depois dou minha opinião para corroborar minha afirmação.

Blind Man's Bluff
Visitante
Member
Blind Man's Bluff
Corsario137
Visitante
Corsario137

Carlos Alberto Soares
28 de julho de 2014 at 1:16 #

Carlos, eu chamo eles de Glasnost e Perestroika, as únicas duas palavras em russo que eu aprendi na minha vida.

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

O titio Sam ultimamente só vê com os zoio de longe o pau quebrando e fala uma meia duzia de palavras.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Caro eduaro.pereira1! Acontece que sempre que dava um enrosco destes e Tio Sam botava ordem na cozinha, vinham um monte esquerpatas frustrados,”minorias” descerebradas e ainda para piorar mesmo sendo velha europa, a comunidade “mundo encantando da eurobambilãndia” ainda achava ruim o tamanho do porrete, agora como Tio Sam de bolso vazio e a população não tem vontade bancar novas intervenções eu acho que estão fazendo o certo, ou seja, contrbuindo com inteligência e os bambis que saiam da toca e se virem com seus “multiroles fazem tido a ppreço de ouro”, simples assim. Quem botou o bode sala que tira… Read more »

Gilberto Rezende
Visitante
Member
Gilberto Rezende

Estas fotos americanas tem o mesmo grau de credibilidade daquelas que os EUA mostraram para PROVAR a existência de armas de destruição de massa de Saddam Husseim no Iraque.

Mas mesmo assim, de maneira INDIRETA e incompetente eles não mostram baterias de BUK em território Ucraniano sob domínio rebelde e sim tentam induzir que o míssil que teria derrubado o avião da Malysian Air poderia ter sido disparado pela Rússia.

São uns Jênios…

lynx
Visitante
lynx

Bosco Eu não vou te perguntar os números da mega-sena porque sua professia era tão óbvia que não levou nem 24 horas para se concretizar! Kkkkkkk Credibilidade mesmo tem o Tzar Putin I. Incentiva a alternância de poder sem perseguir seus adversários, enaltece a liberdade de imprensa… Tem uma guerra na sua fronteira, que diz ser neutro a respeito, e não apresentou uma única imagem de satélite para provar que foram os ucranianos os responsáveis pela derrubada do MH-17. Nem sequer detectaram um míssil de mais de 5 metros, em trajetória transversa aos seus radares. Mas apareceu com um power-point… Read more »

Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

O Gilberto cita que os EUA não mostra veículos lançadores do sistema BUK em território rebelde, mas eu pergunto: ele iria acreditar se mostrasse? rsrsss Quanto às armas de destruição em massa no Iraque, desculpa esfarrapada dos americanos, foi em boa hora. Na verdade o Saddan teve foi 15 anos de sobrevida. Tivesse os americanos entrado em Bagdá em 91 e ele teria sido executado bem antes. Como os americanos fizeram a caca de pararem a investida justificada contra o Iraque em 91, o jeito foi inventar uma desculpa pra avançar em 2003 e terminar o serviço. Ficou feio pra… Read more »

Ivan
Membro
Member
Ivan

É óbvio que Moscow está apoiando o movimento separatista do leste da Ucrânia com armas e pessoal treinado. Desnecessário ver foto de satélite, basta ter senso crítico e paciência de ler o que sai na imprensa alemã, inglesa, americana e russa. Sim, ler o que os russos escrevem é importante, pois a quantidade de versões desparatadas é tão grande que cada uma nega e/ou inviabiliza a anterior. Não sei qual foi a pior: a do míssil ucraniano que tentou abater o avião do Vladimir (que cruzava os céus de Belarus / Bielorrússia) ou a do Su-25 subindo a 10.000 metros… Read more »

Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

Talvez com isso os bonzinhos de plantão e pladinos da justiça aprendam para que serve espionagem, e que ao invés de apenas criticar os espiões, pensarem o porquê que não fazemos nossas lições de casa …..

Rogério
Visitante
Rogério

Ivan

O Estrategista

Carlos Alberto Soares
Visitante
Member
Carlos Alberto Soares

Caro Ivan 28 de julho de 2014 at 22:17 # Na Romênia o Adolf Putin não vai se meter: “Washington pretende reforçar até 600 elementos o atual contingente destacado na base de Mihail Kogalniceanu, na região leste da Roménia, bem como aumentar o número de “aviões necessários”, explicou Traian Basescu, numa carta enviada ao Parlamento romeno, segundo a agência romena Mediafax, citada pela agência noticiosa espanhola EFE. O atual contingente norte-americano nesta base aérea romena é de mil soldados que estão destacados para “missões específicas”, acrescentou a Mediafax. A base de Mihail Kogalniceanu é um importante centro de trânsito das… Read more »

Ivan
Membro
Member
Ivan

Carlos,

O jogo russo é xadrez.

Existe população russa artificialmente deslocada por Moscow durante a existência da URSS por toda a Europa Oriental e Ásia.

Na Modávia há uma região autonomo que fica entre a margem ocidental do Rio Dinieste e o sul da l Transnistria
https://www.ut.ee/eikiberg/map/transnistria/moldova_map_transnistria.jpg

Ivan
Membro
Member
Ivan

Na Moldávia há uma região autonoma que fica entre a margem ocidental do Rio Diniester e a fronteira sudoeste da Ucrânia. Esta região chamada Transnistria tem um grande percentual de ‘russos’ que vivem a lutar por sua ‘independência’, com se um Estado daquele tamanho com 500 mil habitantes fôsse viável. http://www.wanderingearl.com/wp-content/uploads/2012/08/TransnistrianRegionMap.png Este é um dos enclaves que Moscow pretende usar para justificar a Grande Rússia. Na Europa vc encontra Estõnia, Letônia, Lituânia e Ucrânia com esse tipo de problema com os russos. O terrível castigo que o povo russo não merece é que os chineses estão a se infiltrar na… Read more »

Ivan
Membro
Member
Ivan

http://people.eku.edu/davisb/geo100/Russiapopdistributionmap.jpg

Acima o link para um mapa demográfico Eurásia.

Observem com atenção a concentração dos ponitnhos vermelhos em relação aos conflitos que estamos acompanhando.

Sds.,
Ivan, o mapento.

Ivan
Membro
Member
Ivan

Pelo que se apresenta na matéria acima os russos começaram a usar mísseis táticos contra o exército ucraniano sobre os corredores sanitários com os quais estes últimos tentam separar os separatistas (trocadilho infâme) dos patronos moscovitas.

Certamente são mísseis balísticos táticos 9M79 «Toshka», código Otan SS-21, do legado soviético.

O Exército Vermelho ainda possue umas duas centenas de veículos lançadores, mas não sei se todos operacionais.
http://www.areamilitar.net/directorio/TER.aspx?nn=281&P=80&R=EX#A1

Sds.,
Ivan Ivanovich.

Ivan
Membro
Member
Ivan

http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=1404

Mas agora (ver o link acima) o Exército da Ucrânia que tem o mesmo lançador e míssil está usando contra os separatistas o mesmo recurso.

É uma escalada particularmente perigosa pois estes mísseis soviéticos não eram um primor de precisão (+- 160 metros), mas com ogivas de quase meia tonelada.

Observem que os russos não estão usando seus Iskander (SS26) mais modernos para manter a guerra de informações e contrainformação.

Como já escrev, o leste da Ucrânia é um barril de pólvora no meio de um campo minado com um monte de bêbados correndo segurando tochas acesas.

Sds.,
Ivan, o Terrível.