Home Veículos Emprego das embarcações Guardian 25 do EB no Estágio de Operações no...

Emprego das embarcações Guardian 25 do EB no Estágio de Operações no Pantanal

1044
14

guardian 25 do EB

As modernas embarcações Guardian 25, que integram o Projeto SISFRON, serão empregadas no patrulhamento das áreas de fronteira. Cada embarcação é equipada com GPS, sonar e rádio moderno.

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
wwolf22
wwolf22
6 anos atrás

Quantas foram adquiridas ?!?!?!
Deve ser complicado ficar mais de 05 horas em pe e debaixo do sol nessas embarcações… uma duvida, como os soldados matam a sede hj em dia ??? utilizam aquela mochila com capacidades de 10 litros ou continuam com os cantis ??

E as embarcacoes adquiridas da Colombia, ficaram so naquelas 02 unidades ??

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Uma lancha fluvial americana??? Meu Deus… não sabemos fazer mais lancha? Quem essa matéria quer enganar com esse papo furado de alta tecnologia? Aki na Luisiana o povo pesca e MUITO. Meu sogro larga o trabalho todos os anos para entrar na temporada de caça do alligator… é o 13º salário dele e volta e meia vou com ele. Pois bem… a lanchinha dele (é inha mesmo, mal dá 6 pessoas) tem GPS, Rádio (USCG) e sonar… na verdade isso é comum em mais da metade das embarcações por aki. E ele tem um amigo, o Sally, que tem um… Read more »

MAD DOG
MAD DOG
6 anos atrás

Boa tarde, Caro Oganza. As embarcações Boston Whaler, são projetadas para fainas e são mundialmente reconhecidas pela sua qualidade, praticidade e robustez, qualidades indispensáveis para qualquer tipo de faina fluvial ou marítima. Há 20 anos, já tinha o conhecimento de suas embarcações por meio de catálogos quando da minha atuação na área de construção naval na Angel Marine, http://www.angelmarine.com.br, o qual desenvolvemos alguns protótipos para o combate a incêndio, salvamento etc. Na época já trazíamos um diferencial na propulsão das embarcações, utilizando um hidrojato de fabricação 100% nacional, (O mesmo utilizado nos protótipos da VBTP CHARRUA) + um motor V8,… Read more »

Oganza
Oganza
6 anos atrás

MAD DOG Concordo com vc em todos os pontos da conjuntura política, econômica e industrial. Mas tem uma coisa que é engraçada: Todo mundo diz que americano adora carro, e é verdade, mas quando vim para ka, me impressionei com a cultura do barco, existe uma cultura do barco aki que impressiona e não é só isso, existe uma cultura de navegação fluvial. No estado onde moro, Luisiana, deve ter mais barco que em toda a Amazônia brasileira, parece que todo mundo tem algum tipo de casco, nem que seja apodrecendo no quintal. Na Luisiana tem-se cidades horizontais, sem muitos… Read more »

Carlos Soares
Carlos Soares
6 anos atrás

EDITORES:

“Três empresas apresentam propostas para reconstrução da base brasileira na Antártica”

Porquê meu comentário está bloqueado há dois dias ?

MAD DOG
MAD DOG
6 anos atrás

Oganza Muito bem lembrado, aí a cultura de barcos é totalmente outra! Realmente a risco dizer que nos EUA, provavelmente é um barco para cada 02 ou 03 veículos! É que aí, se faz apologia a riqueza desde pequeno, aí ser rico, próspero e bem sucedido, é bonito, motivo de orgulho! Já aqui é bem diferente, infelizmente criou-se uma cultura de apologia a pobreza e igualdade social, porém nivelada por baixo. E claro o custo de uma embarcação aí é praticamente a mesma de se ter um carro! Já aqui … além de ser coisa das “Elites”! Por isso o… Read more »

Oganza
Oganza
6 anos atrás

MAD DOG,

o dia que nós entendermos que só existe a POSSIBILIDADE de igualdade social o dia em que tivermos duas coisas:

IGUALDADE DE JUSTIÇA e LIBERDADE ECONÔMICA.

E essas duas coisas ai de cime meu caro NUNCA existiram no Brasil, principalmente a primeira.

Grande Abraço.

MAD DOG
MAD DOG
6 anos atrás

Ozanga,

Concordo com gênero, número e grau!

Mas, acredito que ainda há esperança, pois como nós, há muitos que compartilham e simpatizam dessas ideias. O problema é que poucos ou nenhum estão nas esferas políticas de nossa Nação!

Grande Abraço.

Baschera
Baschera
6 anos atrás

O modelito é de fabricação norte-americana. È da BCGP (Brunswick Commercial Government Product) da Flórida.

E as imagens não mostram, mas elas tem um toldo….

Sds.

http://defensa.com/images/stories/noticias/2014/10/lancha-guardian_1.jpg

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

“Gostei dos bocas de fogo… METE MEDO em traficantezinho SIM rsrs e…”

Eu não gostei achei fraquinho, até parece que vão capinar mato e não patrulhar fronteira.
A meu ver na proa deveria haver aquele reparo combinado canhão 20mm/morteiro 81mm, nos flancos adicionava o lançador de granadas as Mags e na popa adicionava um reparo de .50, duplo.
E perdido em algum lugar dentro do barco, um par de lança-chamas.
Hoje não bastam somente armas de grosso calibre, umas explosões ajudam.

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Mauricio,

https://www.youtube.com/watch?v=RjlDRTemjzQ

falando em poder de fogo, acho que vc quer disso aqui para cima… rsrsrs

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Mauricio, “até parece que vão capinar mato e não patrulhar fronteira.” Mas é isso mesmo… eles vão fazer patrulha e não fazer infiltração ou exfiltração de alguma equipe. Eles irão fazer revistas em outros barcos, fazer checagens de curvas de rio, averiguação de novos furos, buscar ou deixar uma patrulha em determinado ponto… etc… etc E digo mais… quando estiverem em patrulha mesmo, vai ter só a MAG na proa, no máximo a .50. E isso nós NUNCA iremos ver em um matéria por aki ou em qualquer lugar, pois quando a imprensa chegar, vai estar todo mundo equipado e… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

“Oganza 15 de outubro de 2014 at 16:37 #”

Positivo operante, vc entendeu o espírito da coisa.

Walter
Walter
5 anos atrás

Sou o fabricante das Lanchas Fishing e em nada ficam a desejar em relação as Boston Whaler, eles adoram gastar dólares ao invés de prestigiar e fomentar a indústria nacional.
Criar uma versão militar das Fishing é relativamente fácil. Já temos pronto o projeto pronto para blindagem com fibra de aramida e com características de insubmergilidade.
Abs.