terça-feira, outubro 19, 2021

Saab RBS 70NG

Novo tanque russo Armata deixará seus análogos ocidentais para trás

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Armata - 1

Especialistas militares russos e alguns do Ocidente dizem que o novo tanque russo T-14 Armata superará seus concorrentes ocidentais, escreveu nesta segunda-feira (4) a agência Associated Press.

Anteriormente, antes do ensaio principal para a parada em Moscou, o novo tanque T-14 Armata foi mostrado ao público com a torre coberta com tecido. Esta sexta-feira (4) foi o primeiro dia em que o Armata foi exibido completamente sem cobertura.

Este tanque será a estrela da Parada da Vitória em Moscou em 9 de maio. No total, 16,500 militares e cerca de 200 peças de equipamento militar participarão do evento.
Segundo o programa de modernização militar, o exército russo deve receber 2,300 destes tanques até o ano 2020.

Armata - 2

A principal característica do Armata é a torre ser operada remotamente a partir de uma cápsula blindada e isolada. O tanque possui um sistema de radar único que pode rastrear, simultaneamente, até 40 alvos no solo e 25 no ar em um raio de 98 quilômetros.

O tanque possui um canhão com calibre de 125 milímetros, opera com projéteis de mais diversos tipos e supera em potência um dos melhores tanques do mundo, o alemão Leopard 2. O Armata também possuiu um canhão automático com calibre de 30 milímetros, que pode ser utilizado como elemento antiaéreo. Para combate com unidades menores, a torre está equipada com uma metralhadora com calibre de 12,7 milímetros.

Armata - 3

Armata - 4

Armata - 5

FONTE: sputniknews.com

- Advertisement -

48 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
48 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Melky Cavalcante
Melky Cavalcante
6 anos atrás

Bosco, Qual Seu Parecer Sobre o Armata ?

Wagner
Wagner
6 anos atrás

Magnífico !!! Lindoo !!!! Eu sempre disse que a Rússia se recuperaria… Tem uns 5 modelos novos para este ano. Nada mal para um país ” falido ” , que os críticos adoram xingar e deturpar. ( isso parece enaltecer o ego de alguns…) A Rússia está mostrando mais uma vez que pode se igualar ao ocidente em termos de armas de guerra. Claro que é um tanque novo e ainda está entrando em serviço, logo, se alguem descobrir um pequeno defeito nele, é algo normal, mas nao tenho duvidas que aparecerao os críticos mais uma vez, dizendo que ”… Read more »

Iväny Junior
6 anos atrás

Tudo indica que ficou um ótimo tanque. Só falta testar em combate.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Melky, Sem dúvida é um carro que sai na frente em termos de distribuição da tripulação, tirando-os da torre, o que sem dúvida aumenta o nível de sobrevivência já que um tiro nela em geral faz a munição guardada explodir. Os tripulantes ficando numa “cápsula” de sobrevivência, isolados da torre, é sem dúvida algo inovador já que até então os carros de combate, mesmo os dotados de carregador automático, tinham a torre ocupada pelo comandante e pelo atirador. Uma outra alteração decorrente da torre ser “não tripulada” é que toda a visão periférica do comandante e do atirador é sintética,… Read more »

luis
luis
Reply to  Bosco Jr
3 anos atrás

Ai passa em cima de uma mina de US$200 contos, empaca, e um talibã muito doido soca 2 RPG e já era. 🙁
Esses armamentos moderníssimos, caríssimos, fantásticos e NUNCA são usados em enfrentamento algum. Tipo o F-35.
Mas, fico pensando se fosse aqui. Custariam 3x mais, demoraria 6x mais e teríamos 2200 tanques parados por falha no contrato de manutenção e investigação de superfaturamento.

Oganza
Oganza
6 anos atrás

“Novo carro de combate russo Armata deixará seus análogos ocidentais para trás”– É mesmo? kkkkkkk Mas e esse carrocel ai? Isso ai é um T-90 de roupa nova. Mas ele tem a célula de sobrevevivência? Ué, claro que tem, até Formula 1 tem… Meus caros, qualquer um que conhece a história que levou ao advento da blindagem reativa e leu 10% dos relatórios (todos abertos) sobre as batalhas de tanks ocorridas de 1960 para cá, passa a compreender o mínimo necessário para saber a caca que esse carrocel vai gerar se bater uma faísca ali. A pergunta é: Qual será… Read more »

Wagner
Wagner
6 anos atrás

” Isso ai é um T-90 de roupa nova. ”

Eu disse… já começou…

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Iväny Junior,

é isso mesmo meu caro… toda vez que Russos mandaram seus blindados para algum lugar, eles sempre levaram o farelo… para mim até hj seu único mérito foram os T-34.

Mas não se pode tirar o mérito dos designs: o Armata ficou bonito… na verdade é MBT Russo mais palatável aos olhos desde o T-34.

Agora se briga bem, só um conflito para dizer… eu aposto que não… kkkkkk

grande Abraço.

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Os IFVs Kurganets 25 me parecem algo mais preucupante do que o Armata… Tirando o Namer, que nem existe ainda em quantidades suficientes, o ocidente não possui nada aparentemente tão efetivo, a excessão talvez fique com os novos Pumas do Exército Alemão, mas que tb estão entrando apenas agora em produção e ainda nem tem tripulações formadas.

De resto, isso é Russo jogando pra torcida Russa e afins.

Grande Abraço.

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

o Armata é um projeto novo, e nada tem a ver com o T-90 (que vem do T-72…), além do calibre de 125 mm do canhão principal. Li que no futuro, há provisões para adotar um canhão de 152 mm.
Esses tanques da parada não estão levando o canhão de 30mm.

Corsario137
Corsario137
6 anos atrás

A pergunta é: será exportavel ou e pra consumo interno?

Wagner
Wagner
6 anos atrás

A Uralvagonzavod está desenvolvendo o Armata a uns 5 anos, se não me engano, e é uma indústria enorme que produz tanques faz uns 50 anos. Com certeza eles testaram as melhores blindagens possíveis, e desenvolveram aquela que mais se adequava aos campos de batalha modernos. Não tem nada a ver com o T 90, o conceito é completamente diferente. Tudo nele é diferente… Com certeza os russos fizeram um bom tanque. Claro, tem que ser testado em batalha ainda, isso é óbvio, como qualquer projeto novo. ah, e tem muito Abrams despedaçado por guerrilhas xiitas no Iraque para contar… Read more »

Lyw
Lyw
6 anos atrás

O T-14 Armata não tem simplesmente nada a ver com o T-90, nada! A começar pelo chassiz, mais cumprido, mais largo e mais alto (não é só o habitáculo que é diferente)… A torre nem se fala…

O Armata é um Carro de Combate pesado, rompendo com toda uma linha de tanques médios que ocuparam as fileiras do exército russo desde os anos 1960, quando o último Tanque Pesado Russo parou de ser produzido, o T-10.

Portanto antes de sair desqualificando algo por picuinhas nos atentemos aos fatos!

Lyw
Lyw
6 anos atrás

Correções: chassis* comprido*

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Essa história de aumentar o calibre dos canhões de carros de combate é velha. Os mais cotados são os de 140 e 152 mm. Isso vai fazer os MBT ficarem grotescos e com pouco tiros disponíveis. O que se deseja é aumentar a energia dos projéteis cinéticos para que possam ter maior capacidade de perfurar blindagem a partir de distâncias maiores, e um dos caminhões é aumentar o tamanho do canhão em relação ao calibre já que chega uma hora que o cano já fica comprido demais. rsrss Há outros modos sem mexer com o calibre, que é aumentar a… Read more »

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Correção: “caminhões” não, quis dizer “caminhos”.

Santana Denis
Santana Denis
6 anos atrás

Achei a silhueta bem parecida com a do T90, e comparando “FOTOS” fiquei realmente com a impressão de um upgrade, não entendi o porque da torre ter ficado maior já que essa “não tem” espaço para pessoal, da a impressão que colocaram apenas reforço de blindagem em cima da antiga, não entendi tbm as entradas frontais na torre, aquilo não deixa mais frágil? Enfim o carro esta bonito, não acho o T90 um carro ruim. Não vou questionar (Nem tenho mérito para tal) o fato de ser divulgado que não há tripulação na torre, se for isso mesmo é um… Read more »

Lyw
Lyw
6 anos atrás

Bem, pra quem não conseguiu perceber a grande diferença entre as dimensões do T-90 e do T-14 (o que é completamente normal, ninguém é obrigado a saber de tudo) segue um link (divulgado pelo colega Maurício) que mostra isto de forma digamos, didática:

http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/05/size-comparison-between-armata-and-t-72.html

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
6 anos atrás

Santana…

As entradas frontas, acredito eu, devem ser as “entradas” do armamento modular, diga-se o canhão de 30mm e a metralhadora coaxial… Feito as primeiras renderizações 3d que mostrava a torre com 3 armas de tubo…

Rogério
Rogério
6 anos atrás

Bem diferente do vídeo mas achei bacana:

https://www.youtube.com/watch?t=132&v=PsAePLKmBfY

rsbacchi
rsbacchi
6 anos atrás

Liw, eu não acredito neste estudo dimensional.

Não existe suficiente informação para ter confiabilidade no mesmo.

Na minha opinião é pura estimativa.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
6 anos atrás

Eu acho que as tecnologias empregadas na concepção dessa arma, não combina com a tripulação.
Se no ocidente surgir algum projeto que siga esse conceito de blindado pesado, certamente não será tripulado.

Save Ferris!

Requena
Requena
6 anos atrás

Em primeiro lugar, o bicho ficou “nervoso”. 🙂 Em segundo lugar, os russos tem tradição em fabricar tanques, com certeza ele deve ser um excelente carro de combate. O Putin, ambicioso como é, abriu os cofres e exigiu o que eles pudessem fazer de melhor. E toda a nova família de blindados russos ficou muito bonita. Com o tempo o Bosco e o Bacchi vão nos dizer se eles são tão bons quanto parecem. 🙂 Por fim essa de “Novo carro de combate russo Armata deixará seus análogos ocidentais para trás” é patriotada russa. Pra quem não sabe a fonte… Read more »

Pedro
Pedro
6 anos atrás

Olá senhores! Como um amigo já disse “ficou irado”. Senhores como é um projeto novo acredito sim (sem ufanismos de entusiasta) que realmente é mais avançado que o M1, Leo II bem como do mais constante adversário: O Mekava. Apesar de ter sensores eletro-ópticos acredito que o principal sensor será o radar. Caro Bosco seria de MMW? Ah! Bosco e Bacchi (grandes mestres) o canhão de 125 mm tem uma pressão menor que os ocidentais por causa de sua capacidade de disparo de misseis? Será? Pelo que vejo dos tubos ao redor da torre acredito que tenha uma defesa contra… Read more »

M.A
M.A
6 anos atrás

Bosco, Seria possível que explicasse esses números para a energia na boca do cano das munições americanas e russas, por que essa diferença toda não me parece ser coerente com o que achei. Segundo o fact sheet do M829A3 e A1, pela OrbitalATK, ambos possuem respectivamente: 1555m/s de velocidade inicial, projétil pesando 10kg, ~12.1MJ e 1575m/s de velocidade inicial, 9kg e ~11.1MJ. Segundo o catálogo da rosoboronexport o projétil do 3VBM17 pesa 7.05kg e possui velocidade inicial de 1700m/s, ~10.1MJ. Todos os dados considerando o sabot + penetrador. A diferença máxima sendo 20%, comparado com os 60% com os outros… Read more »

Soldat
Soldat
6 anos atrás

Só não gostei com a comparação com o Leopard, porque não com a carroça do Merkava???????

Ih mexi com o vespeiro …hehe………

No mas que se exploda os Shermans… e os Challenger.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

M.A.
Fazendo uma conta rápida você está coberto de razão.
Energia cinética = massa x velocidade ao quadrado dividido por 2.
O site da Wiki me tapeou.
http://en.wikipedia.org/wiki/125_mm_smoothbore_ammunition
Eu não conferi os dados e lá eles calcularam levando-se em conta a massa do penetrador e não do projétil completo (penetrador + sabot), o que é interessante para sabermos a energia cinética do projétil em si, mas não o quanto é possível de ser conseguida pelo canhão.
Vou dar uma conferida em outras fontes.
Um abraço.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Pedro, Se um projétil químico ou cinético atingir um MBT, se tiver infantaria por perto ela vai sofrer de qualquer modo, e ainda pode mandar o veículos pras cucuias. Idem com a blindagem reativa. Tudo bem que os sistemas de proteção ativos são acionados mais distantes e podem atingir quem estiver nas proximidades, mas pelo menos em tese protege o veículo e seus ocupantes. De qualquer forma esses sistemas ainda são um elemento novo e forçará a adoção de medidas específicas no que concerne à atuação dos veículos protegidos junto com tropas desembarcadas. Quanto à diferença de desempenho dos canhões… Read more »

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Um dado talvez mais relevante para aferirmos o desempenho de canhões é relativo à capacidade dele de “suportar” pressão, que é referido com a unidade “bar”, basicamente igual à pressão atmosférica ao nível do mar.
Canhões de tanques suportam pressões na faixa de 5000 a 7000 bar.
Voou ver se acho algo sobre os referidos canhões pra gente poder discutir melhor qual canhão tem melhor desempenho bruto, o que não quer dizer que seja proporcional à capacidade da munição em perfurar uma dada blindagem numa dada distância.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Dados sobre canhões de tanques que em geral são relevantes: 1- capacidade de suportar pressão, em bar; 2- velocidade do projétil na boca do cano, em metros por segundo; 3- energia do projétil na boca do cano, em MJ; 4- capacidade de perfuração da munição cinética contra uma blindagem RHA equivalente a 2000 m, com 0º de inclinação, em mm; 5- capacidade de perfuração da munição cinética contra uma blindagem RHA equivalente a 2000 m, com 60º de inclinação em mm (nessa inclinação a espessura da blindagem dobra); 6- vida útil da alma (quantos disparos pode efetuar). Só de posse… Read more »

rsbacchi
rsbacchi
6 anos atrás

Bosco, desculpe-me dar um palpite.

Jamais li alguma critica dos ocidentais sobre o canhão de 125 mm soviético/russo/ucraniano. Sempre entendi que o mesmo era perfeitamente equivalente ao Rheinmetall e seus clones.

Toda critica que li foi sobre a munição APDSFS soviética, que devido ao seu pioneirismo e ao desenho dos municiadores automáticos adotadod, não conseguiram atingir os mesmo L/D dos penetradores ocidentais.

Vou ver se na minha gigantesca biblioteca sobre blindados, acho dados mais precisos sobre os canhões em discussão.

Abraços e mais uma vez me desculpe.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Que isso Bacchi!
Eu é que peço desculpas.
Como o M.A alertou, minhas afirmações sobre os canhões não foram precisas.
Ao que tudo indica não há diferenças significativas no desempenho dos referidos canhões.
Um abraço.

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

Pedro, Em relação ao radar que o Armata possa possuir, não faço a mínima ideia. Pela lógica deveria ser de onda milimétrica, mas nem sei se ele tem um mesmo. Se um MBT tiver um radar com alcance de 98 km, será um fato inusitado e completamente atípico, e lógico, teria também função AA. Só de ter radar já seria um fato único, mas aceitável tendo em vista que pode ser útil em mal tempo, neblina, etc., para detectar veículos em terra e com alguma utilidade para dar alerta contra ameaças aéreas. Tendo mesmo 98 km de alcance, não é… Read more »

rsbacchi
rsbacchi
6 anos atrás

Bosco, seguem alguns dados que obtive do Jane’s Ammunition Handbook 2011-12 e que talvez permitam uma comparação. Munição estadunidense de 120 mm: APDSFS-T M829A1 peso do penetrador + sabot 9,08 kg com velocidade de boca de 1.560 m/seg e pressão de 569.8 Mpa HEAT-MP-T M830 peso do projetil 13,5 kg com velocidade de boca de 1.140 m/seg e pressão de 480 Mpa Munição russa de 125 mm: APDS 3VBM19 peso do penetrador + sabot 3BM42M 7.05 kg com velocidade de boca de 1.700 m/seg e pressão de 460 Mpa HEAT-FS 3VBK25 peso do projetil 3BK29 18.4 kg com velocidade de… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

“O tanque possui um sistema de radar único que pode rastrear, simultaneamente, até 40 alvos no solo e 25 no ar em um raio de 98 quilômetros.” Roubaram o Aegis da US Navy e os americanos nem perceberam… O Soldat deve ter amado!!! Algumas observações: O canhão principal parece estar instalado mto baixo, em relação a torre. O que limitaria a depressão da arma em engajamentos em slope reverso. Aqueles cilindros próximos ao anel da torre, seriam da suite de auto proteção “Afganit”, se o giro da torre ainda for hidráulico e não elétrico, significa que temos explosivos expostos a… Read more »

rsbacchi
rsbacchi
6 anos atrás

Requena e Pedro – muito obrigado pela confiança que vocês tem por minha opinião.

Por enquanto não tenho nada a dizer, pois os fatos sobre os novos produtos do exército russo são quase nulos.

Quando tiver mais informações darei minha opinião.

Abraços

Lyw
Lyw
6 anos atrás

Bacchi, também aguardo ansiosamente por mais (e melhores) informações.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
6 anos atrás

Por enquanto e, a julgar pelo desempenho nos testes pré parada militar do dia da vitória, este Armata será o cone mais caro do campo de batalha.

Save Ferris!

Bosco Jr
Bosco Jr
6 anos atrás

O Bacchi colocou dados relativos às munições cinéticas e químicas (HEAT), o que nos lembra quem um carro de combate tem que ter sempre os dois tipos. Por mais capacidade de penetração em blindagens que um projétil APFSDS tenha, a partir de uma distância seu desempenho cai drasticamente, enquanto a munição HEAT (ou a HESH) mantém o mesmo poder de perfuração independente da distância. Sem falar que contra alvos não blindados a munição química é mais efetiva que um projétil cinético. Muito se fala de um blindado ser superior a outro, mas em geral esse tipo de comentário não vem… Read more »

Lyw
Lyw
6 anos atrás

Defense Update lança primeira análise detalhada do Armata:

http://defense-update.com/20150509_t14-t15_analysis.html#.VVCZrpOm0xm

Lyw
Lyw
6 anos atrás

Defense Update lança primeira análise detalhada do Kurganets 25:

http://defense-update.com/20150509_kurganets-25bmp-btr.html#.VVCbjZOm0xl

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Da série “Necessidades semelhantes, levam a soluções similares”, ou não???

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/05/armata-mbt-without-cladding-m1-test.html)

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Análise do novo blindado russo:

http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/05/janes-does-analysis-of-russias.html

Sandro Motta
Sandro Motta
5 anos atrás

Comida de A10 Warthog.

José Olveira Araújo.
José Olveira Araújo.
5 anos atrás

Para os apaixonados, tudo que é necessário para transformar espingarda dd encher pela boca em arma mais letal do mundo é gravar nela: Made in usa.

Fernando Augusto
5 anos atrás

tudo russo em material militar é melhor!!!! só que na hora do vamos ver é só balela

josé pereira
josé pereira
5 anos atrás

metralhadora alemã mg-42 , copiada mg-3 (OTAN ) Tanque Panther Alemão e T-34 russo , 5 Shermam para combater um novato cheio de problemas de fabricação Panther , Será que os gringos são bons ou nós que lambemos suas bolas ???

Últimas Notícias

Colin Powell, líder militar e primeiro secretário de Estado negro dos EUA, morre após complicações da Covid-19

(CNN) – Colin Powell, o primeiro secretário de estado negro dos EUA cuja liderança em várias administrações republicanas ajudou...
- Advertisement -
- Advertisement -