Home Sistema de Armas Falhas em armamentos russos

Falhas em armamentos russos

2182
69

Os armamentos russos têm fama de serem mais robustos mas a fama de mau funcionamento é grande no Ocidente. Será que é preconceito ou fato? Assista aos vídeos vídeos abaixo.

Falha no Armata

Falha no S-300

Fogo no Buk-M

Queda do Mi-28

Falha em lançamento de míssil

69
Deixe um comentário

avatar
69 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
46 Comment authors
CESARricardoRustam BogaudinovHendersonViper Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Em consideração ao Armata, todo equipamento novo é mais sujeito a falhas e devido a tecnologia embarcada qualquer equipamento independente de ser ocidental ou oriental tem mais margem de apresentar algum problema.

Doug385
Visitante
Doug385

Não faz isso. Tem gente por aí que vai enfartar.

marcus
Visitante
marcus

A Russia não precisa de inimigos. O material bélico russo já consegue fazer um grande estrago nos Russos.

Zefiris
Visitante
Zefiris

Falhas acontecem, independente da época e origem do equipamento. Presumo que só por dados estatísticos para saber a real gravidade delas. E os militares não devem fazer muita questão de alardear esses dados aos quatro ventos.

Leandro Wollick
Visitante
Leandro Wollick

Pelo menos ja vimos que vai ser difícil de ganhar de um armata no cabo de guerra! heheheheh

Pelo que da pra ver até pro própio exercito Russo sofre com peças de reposição. hehehe

Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

Um problema dos lançadores verticais com “lançamento a frio” é a possibilidade do míssil não ignitar seu motor foguete e vir a cair sobre a plataforma. O ideal seria que o lançador fosse ligeiramente inclinado de modo a quando isso ocorrer o míssil fosse lançado para longe do lançador. Com “lançamento quente” esse problema é muito reduzido. Aproveitando o gancho, muitos que comentam em blogs de defesa dizem que o sistema S-300/400 por adotar lançadores verticais é capaz de cobrir 360º enquanto o Patriot não o é por ter lançadores inclinados. Isso não é totalmente verdade. Para que o S-300… Read more »

Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

Havendo um radar de vigilância rotativo como o TPQ-75 o radar do Patriot MPQ-65 vira um radar de direção de tiro e “iluminação” e pode ser conteirado para o lado da ameaça detectada em qualquer azimute.

Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

TPQ-75 é errado. Quis dizer TPS-75.

Sidiclay Rocha
Visitante
Sidiclay Rocha

Bosco, uma dúvida:
Qual a diferença entre o lançamento a quente e o lançamento à frio??

Marcos Rogerio
Visitante
Marcos Rogerio

Existe alguma estatística, casos de reclamação ou cancelamento de contrato dos armamentos russos ou “recall” dos materiais vendidos?
Ou o que prova o baixa qualidade da indústria bélica russa é isso? meia dúzia de vídeos…

Luciano Meron
Visitante
Luciano Meron

Sim, há essa fama no ocidente, assim como o pós-venda russo ser péssimo. Porém, para que essa nao seja apenas uma seleção de desastres, há alguma estatística comparando armamentos similares?

O pessoal que tem tabelas sobre material bélico da II Guerra (evento onde os dados são mais conhecidos) tem dados sobre o número de panes e falhas de armamentos russos?

Felipe Silva
Visitante
Felipe Silva

Vai ver são os imperialistas yankees que estão sabotando cada veículo militar russo. É bem capaz de aparecer nego achando que isso é verdade.

Jorge Tadeu
Visitante
Jorge Tadeu

Qualquer equipamento militar ou civil, com componentes mecânicos e/ou eletrônicos está sujeito a defeitos diversos, o que não dá para afiançar com “certeza absoluta” se determinado equipamento de origem “x” ou “y” é bom ou ruim apenas por isso. Mas, obviamente, se considerarmos que o controle de qualidade da fabricação de peças é considerado menos eficiente no leste europeu, por conta de uma questão de filosofia quantidade x qualidade, é possível acreditar que os equipamentos russos e chineses são mais tendentes a defeitos. De qualquer forma, também é preciso considerar o adestramento correto dos usuários, pois, muitas vezes o equipamento… Read more »

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Olha gente… pra mim episódios como o caso do Armata ou do Buk pegando fogo não é falha do equipamento, é só as próprias maluquices dos próprios russos kkkkk que além de serem muuuuito divertidos são completamente sem noção. Tenho alguns amigos russos e durante o tempo em que morei em São Luís-MA, tive um casal de amigos russos que moraram quase um ano com a gente… sim eles são completamente sem noção… Querem uma palhinha? We Love Russia: https://www.youtube.com/channel/UCZQxEoRjVRXysRZ0vFPrlfw Simplesmente o canal mais divertido da web kkkkk e a maior compilação de atitudes no scene da história. Ps.: Não… Read more »

Sgt. Patrícia Melo
Visitante
Sgt. Patrícia Melo

Tem um cara ai que “no frigir dos ovos” escreve tanto essa expressão que dá até agonia em falar português….

Bosco
Visitante
Bosco

Sidiclay, O lançamento a frio usa um método pneumático (gás pressurizado) que expulsa o míssil de seu tubo lançado-o para o alto. Só depois dele estar a uma certa distância do lançador é que o motor foguete é acionado. Esse método, como não poderia deixar de ser, produz um forte recuo e o sistema pneumático está no lançador e não faz parte do míssil. No lançamento quente o míssil aciona seu motor foguete dentro do tubo de lançamento. Não produz recuo e o tubo ou container é só um tubo com o trilho, aberto dos dois lados. No caso de… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

Armas falham em qualquer lugar do mundo, com frequencia. Ainda mais equipamentos novos. Falha em equipamento militar não é exclusividade russa. Equipamento novo exige testes, aperfeiçoamentos, falhas acontecem. Se mais ou menos que no resto do mundo, sei lá. Não sou estatístico militar. A Rússia possui forças enormes, com um numero colossal de equipamentos. Será que essas falhas representam um fracasso de sua industria militar ??? Acho que é meio exagerado dizer isso… Considerando-se a verba disponivel, e a fuga de cérebros, acho que a Rússia está fazendo um trabalho excepcional com suas indústria militar. Talvez os USA tenhm 400… Read more »

Andrei
Visitante
Andrei

1 – video – rapaz que travada foi essa? nem outro tanque conseguiu tirar do lugar, garanto que qualquer tanque ocidental com problema semelhante seria puxado até por um uno. 2 – reparou no impulso que o míssil possui sem qualquer forma propulsão própria? que sistema ocidental faria algo semelhante? 3 – Simplesmente brilhante, largaras em chama. 4 – Uma manobra incrível quando completada, mas a gravidade do acidente não permite nenhuma piadinha… 5 – não consegui acompanha, onde aquele míssil parou? São muitos problemas, um vexame, não necessariamente uma catástrofe, já que a situação permite que sejam detectados, consertados… Read more »

Alan
Visitante
Alan

Kkkkkkkk era aviões caindo agora isso,onde estar o Ursinho de pelúcia? lembrando ao falsos comunistas militante de pt,psol,pc do b,etc….. que vão embora do brasil e vão morar na demócracia de CUBA,COREIA DO NORTE,CHINA,ETC….

leo
Visitante
leo

ansioso pra ver esse t-14 em ação e principalmente o t -15 acho show também desistiram do terminator que era um conceito bom pra cenários urbanos e apostaram no t-15 que deve ser melhor ainda .

roberto santos
Visitante
roberto santos

Não é novidade, desde a década de 50 que eles são fanfarões, armamento só de H

Vader
Membro
Trusted Member

Marcos Rogerio
5 de agosto de 2015 at 17:42 #

“Existe alguma estatística, casos de reclamação ou cancelamento de contrato dos armamentos russos ou “recall” dos materiais vendidos?”

Aos montes. Os russos se defendem dizendo que entregam as armas funcionando e o resto “la garantia soy jo”…

Só que a maioria das armas não são do tipo “descarte após o uso”.

Recall de material russo foi soda hein parceiro?

Cheque com quem já teve um Lada… 🙂

Zefiris
Visitante
Zefiris

Bem, submarinos russos tem histórico de problemas e acho que é a nação com o maior número de SSN/SSBN espalhados inertes no fundo dos mares. SSBN da classe Yankee I afundou em 1986 no Atlântico Norte. Um Project 645 (não recebeu codinome por parte da OTAN) afundou em 1982 no Mar de Kara. SSN da classe November afundou em 1970 no Golfo da Biscaia. Um Project 685 afundou em 1989 no Mar de Barents, onde outro classe November afundou em 2003. E tem aquele famoso SSGN da classe Oscar-II que afundou em 2000, mas foi recuperado. Aliás, sempre quando vejo… Read more »

Wilson
Visitante
Wilson

Os Russos quando ganham uma guerra é por falta de material do inimigo que não tem munição para acertar em tanto blindado, avião e navio. Vencem pelo cansaço…kkkk

Andrei
Visitante
Andrei

“Aliás, sempre quando vejo alguém fazendo alarde sobre usinas nucleares por causa de Fukushima, eu os lembro que esses submarinos de propulsão nuclear – e eventualmente com torpedos/mísseis nucleares – estão a décadas no fundo dos mares e o mundo ainda não acabou.”

Calma, pode demorar centenas de anos para a água do fundo dos oceanos voltar a superfície, mas um dia a conta vai chegar, não tenha pressa…

Zefiris
Visitante
Zefiris

Bem, meio off-topic, mas o que eu quis salientar é que usinas nucleares para uso civil são bem mais seguras do que usinas nucleares ambulantes que são alvos preferenciais em uma guerra. É contraproducente ser contrário a energia nuclear, pois ela é essencial para um crescimento sustentável da humanidade e está cada vez mais segura e confiável. O problema que ocorreu em Fukushima meramente foi advindo da união de 2 eventos extremos (terremoto de 9 graus + tsunami) e a usina nuclear ser antiga (segunda geração). Fosse uma usina de terceira geração, ou só ocorrido o terremoto, não haveria maiores… Read more »

Claudio Donitz
Visitante
Claudio Donitz

youtube.com/watch?v=bvQGg6BcNks

youtube.com/watch?v=ey-pxV7qPZQ

youtube.com/watch?v=8540BtC7pzM

youtube.com/watch?v=43jSsoQK9DA

youtube.com/watch?v=1-q_kIf1zbI

youtube.com/watch?v=OkT3I6RDPkw

youtube.com/watch?v=CUtyUTLeW1g

youtube.com/watch?v=wh7ZpOFe-3g

O Youtube tá aí e tem fail para tudo quanto é gosto de americano, russo, francês, inglês etc. Alguns são até engraçados.

Claudio Donitz
Visitante
Claudio Donitz

Este é o verdadeiro tópico troll(Será falta de assunto?)

Sugestões:

Israel evaluates converted 767 as tanker alternative

flightglobal.com/news/articles/israel-evaluates-converted-767-as-tanker-alternative-415375/ ).

SM-6 as anti-ship missile?

breakingdefense.com/2015/08/pit-lrasm-against-tomahawk-for-anti-ship-missile-vadm-aucoin/

Mistral warships: Russia and France agree compensation deal

bbc.com/news/world-europe-33798102

Nenhum dos incidentes/acidentes descritos ocorre de forma recorrente, ou seja, algo que indique qualquer falha de projeto ou baixa qualidade de construção.

Augusto
Visitante
Augusto

Acredito que os equipamentos Russos sao inferiores aos ocidentais sim!

Porem devemos levar em consideração que eles possuem um merito e tanto!

Conseguem desenvolver sua tecnologia com um percentual infinitamente menor que o ocidente e apesar de todos os problemas a Russia continua no mapa!

Eduardo Pereira
Visitante
Eduardo Pereira

Eta nós, o Galante pondo lenha na fogueira que acendeu no tópico do Mi-28 !!!kkkkk

Claudio Quadros
Visitante
Claudio Quadros

As armas russa sao sucata vcs vao ve venezuela daqui alguns anos precaridade suas armas

Zefiris
Visitante
Zefiris

Um helicóptero Mi-17 caiu no Afeganistão, matando 17 pessoas. Mas difícil saber se foi por falha técnica ou por ataque do talibã.

http://www.reuters.com/article/2015/08/06/us-afghanistan-helicopter-idUSKCN0QB0QF20150806

Talibã pode estar só se vangloriando por algo que não fez, mas o governo também poderia estar tentando minimizar a situação.

Felipe
Visitante
Felipe

Cara que futilidade. Não a postagem em si, mas os comentários. Sugestões de pesquisa no you tube: ” acidentes militares EUA”; “acidentes militares China”; ” acidentes militares França”; “acidentes militares Israel”…melhor, pesquisam a lista de todos os países militarizados no mundo. Após a cada país, coloquem a expressão ” acidentes militares “. Pronto, verão como é comum.

João Girardi
Visitante
João Girardi

Legal a mudança de discurso, me lembro dos tempos do Orkut em que viviam usando o M16 emperrando como exemplo pra dizer que só o armamento americano/ocidental não é confiável. Agora se é armamento russo dando chabu dizem que todo armamento dá problema. Vai entender.

De qualquer forma acidentes acontecem mesmo, seja por defeito de fábrica ou pela “monstrice” do usuário.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Felipe 6 de agosto de 2015 at 14:07 #

Boa cara !!! Eu quis comentar isso mas decidi ficar quieto.
Já que vc escreveu algo, vou ao menos engrossar o coro.

O povo podia pesquisar um pouco antes de escrever QUALQUER COISA !!!

É uma pena ver comentários de “torcedores de futebol” em meio a comentários ricos de detalhes técnicos, como o mestro Bosco sempre faz.

Nereu
Visitante
Nereu

Su-30mki 12 X 0 Typhoon

alesandro
Visitante
alesandro

Sempre fui fã da trilogia. Mas peço desculpas aos diretores do site. Vocês estão passando do limite, isso na minha opinião é no mínimo parcial e tendencioso. Falta de respeito com uma nação e seu corpo técnico, científico. Será mesmo que precisamos disso? Todo dia tem uma matéria falando sobre equipamentos russos e com parcialidade querendo insinuar a capacidade dos mesmos. Não sou russófilo, porém considero ser de nenhum valor esta campanha contra o que é russo. Sem contar a contradição que vira e mexe se vê na trilogia. A China é tratada como super potência, porém sabemos que 80%… Read more »

Tadeumar
Visitante
Tadeumar

A verdade e que os metodos e processos de manufatura russa e os procedimentos de Controle de Qualidade dos russos deixa a desejar.

Isso sempre foi um problema para a Russia e uma pedra no sapato.

Talvez o melhor produto jamais fabricado pelos russos foi e continua sendo as AK-47.

Os submarinos russos sao tumbas ambulantes.

Andrei
Visitante
Andrei

“O problema que ocorreu em Fukushima meramente foi advindo da união de 2 eventos extremos (terremoto de 9 graus + tsunami) e a usina nuclear ser antiga (segunda geração). Fosse uma usina de terceira geração, ou só ocorrido o terremoto, não haveria maiores sequelas.” Olha, Zefiris, se você analisar o histórico das usinas nucleares e de acidentes verá um padrão muito interessante, desde o princípio foi prometido que acidentes seriam eventos com raridade na ordem das centenas\milhares de anos, só que a realidade mostrou bem ao contrário. De forma que não seria incorreto afirmar que: O teor do seu comentário… Read more »

Andrei
Visitante
Andrei

apenas um detalhe, não tenho qualquer implicância em relação aos seus comentários apenas achei o tema mais interessante para ser discutido…

Zefiris
Visitante
Zefiris

A prosperidade da humanidade está atrelada a sua capacidade de produção energética, sendo que no último século ela trouxe saúde e consequente aumento nos padrões de vida e​ expectativa de vida para bilhões de pessoas. Mas ainda há 1,3 bilhão de pessoas no mundo sem acesso a eletricidade. Muitos dos quais na África Subsaariana ( http://www.iea.org/newsroomandevents/pressreleases/2014/october/energy-sector-is-key-to-powering-prosperity-in-sub-saharan-africa.html ), onde muitos morrem anualmente por fatores advindos da falta de eletricidade. Tempos atrás pesquisei sobre a situação da energia nuclear (pós-Fukushima) pelo mundo e vi algumas coisas interessantes, com eventuais paradoxos igualmente interessantes. > China: Esse país possui 26 usinas nucleares, com +23… Read more »

Ivo Holanda
Visitante
Ivo Holanda

a Rússia é a única que possui o poderoso Domo de Tesla…. Escudo de ondas magnéticas interferômicas…. os próprios eua já admitiram que estão totalmente desguarnecidos diante de tal arma….

JT
Visitante
alessandro
Visitante
alessandro

Desculpem, Nae-12 São Paulo De origem francesa!

Leonardo
Visitante
Leonardo

Alessandro foi perfeito em seu comentário, o site Trilogia não age de forma imparcial quando o assunto em questão é a Rússia, as matérias de certa forma são sempre tendenciosas, e mesmo quando não agem dessa forma os comentários tendem a ser anti-russos, já está enraizado aqui, basta ler o que foi comentado sobre a queda do helicóptero Mi-28, se fosse ocidental os anti-russos lamentariam a queda e prestariam condolências a família do piloto, como já foi verificado inúmeros vezes, mas como é russo, a vida humana não tem valor, o que importa é que materiais são sucatas, lixo e… Read more »

Zefiris
Visitante
Zefiris

Os russos são um povo complicado de entender de uma perspectiva puramente ocidental. Tem seus defeitos, mas às vezes são simplesmente mal compreendidos. Pode-se dizer que isso remonta da época em que os russos estabeleceram a Igreja Ortodoxa Russa, cerca de 1.000 anos atrás. Vladimir, Grande Príncipe de Kiev, achou que se o estado adotasse uma única fé, isso poderia dar origem à unidade política. Segundo se consta, ele decretou a fé oficial somente depois de ter enviado emissários para colher informações sobre o islamismo, o judaísmo e o cristianismo. Dessas religiões, a primeira ele rejeitou porque proibia a bebida.… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Leonardo, Por que você não vai reclamar lá no Planobrazil que não age de forma imparcial em relação aos americanos? Já observou que de cada 4 artigos, 3 são parciais e com viés antiamericano? Só pra citar um exemplo, já observou que lá tem um participante chamado Lucena que independente do tema ele sempre posta alguma propaganda antiamericana, como se fosse doente ou pago pra fazê-lo. Por exemplo, num post que fala de uma ameaça da Arábia Saudita de invadir o Kuwait o Sr. Lucena inicia os comentários postando um vídeo onde um policial americano algema uma criança americana de… Read more »

leo
Visitante
leo

bosco esta certo.

Bravoone
Visitante
Bravoone

Não faz sentido qualquer comparação entre os armamentos russos e americanos, pois é evidente que os russos não tem as mesmas condições que os americanos, e quem não enxerga isso é cego ou faz vista grossa só para ter quem criticar.