Home Exército Brasileiro 13º Grupo de Artilharia de Campanha – Operação Farroupilha

13º Grupo de Artilharia de Campanha – Operação Farroupilha

1086
16

 

Cachoeira do Sul (RS) – de 26 a 29 de outubro, o 13° Grupo de Artilharia de Campanha participou da terceira fase da Operação Farroupilha, conduzida pelo Comando de Artilharia do Exército, no Campo de Instrução de Butiá (CIB). Durante a realização do Exercício, foram executados tiros autoexplosivos e fumígenos, com a execução de regulação, tiro sobre zona e missões tipo “hora no alvo” (HNA). Foram utilizadas espoletas instantânea e tempo do projetil compatíveis como obuseiro M114 155mm.

Operação Farroupilha - 1

Operação Farroupilha - 2

Operação Farroupilha - 4

FONTE: 13º GAC

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
wwolf22
wwolf22
4 anos atrás

O que seria um tiro “fumígenos” ??
Qnd foi que o EB adquiriu modelos novos de obuses pela ultima vez ?? será que o US ARMY não tem nenhum obuse no estoque ??
esse obuseiro da ultima foto deve ter uns 40 anos…

Mauricio R.
Mauricio R.
4 anos atrás

Fumígeno = fumaça, tanto p/ marcação de alvo, como p/ ocultamento de posição.

Bem qnto a idade de nossos obuseiros melhor deixar quieto por enquanto, mto teclado já foi gasto a respeito, se e qndo houver algum din, din, o EB se mexerá de acordo.

joao.filho
joao.filho
4 anos atrás

Deveriam fazer uma materia especial aqui no blog chamada:
“Oldies but goodies. Os obuseiros mais antigos do continente americano”.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
4 anos atrás

Boa tarde Senhores!

MaurícioR tu foi sensato agora rapaz….concordo contigo em gênero, número e grau.

Somente não consigo compreender porquê a IMBEL não partiu para a produção de um AR 155mm sei lá da Norinco que fosse!

Em fim…

CM

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

Claudio, não teria produção de escala. Pra nós seriam so 64. Wolf fumigeno é uma granada de coloração verde bem clarinha que tem fosforo branco dentro como carga principal. Sua principal finalidade é criar cortinas de fumaça para ocultar a vista do inimigo agindo sobre a posição dele quando atacamos ou para ocultar um movimento nosso em um retirada, por exemplo, sendo lançadas, neste caso, próximas de nossas posições.Ela não tem carga de estilhaçamento e não explode tão forte. A característica é a fumaça branca e duradoura em contraponto a preta e rápida da HE. Nossos obuseiros 155mm tem uns… Read more »

Ivan
Ivan
4 anos atrás

Uma descrição sumária em português de Portugal
do robusto M198 L/39 de 155mm.

http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/CAN.aspx?nn=232

Foi criado para substituir os vetustos M-114 de 155mm (aquele da foto), que eram o velho M1 da Segunda Guerra Mundial.

Hoje em dia, como registrou Colombelli, tem estoque deles no US Army e US Marine Corps.

O substituto do M-198 é o mais leve e moderno M-777 (do nosso Mestre Bosco), igualmente em 155mm.

Sds.,
Ivan.

vassilizaitsev
vassilizaitsev
4 anos atrás

Se dá dó ver a pindaíba da Infantaria, muito pior é ver nossa Artilharia com equipamentos datando da IIGM. Alcance extremamente curto, canos com certeza pra lá de gastos afetando negativamente a pontaria. E a munição……….. imagino que boa parte esteja com a validade vencida; um belo perigo para quem a está manuseando…… De atual mesmo no quesito artilharia de campanha rebocada, apenas os L118 Light Gun com cerca de 40 unidades adquiridas cerca de 15 anos atrás. Os morteiros de 120mm que atualmente estão sendo recebidos à conta gotas não tem nada de inovadores, mas pelo menos são novos… Read more »

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

Temos 36 L-118 adquiridos na metade dos anos 90, o qual tive oportunidade de conhecer na escola quando a artilharia queria nos vender a imagem de modernidade. Mais os 40 M-109 do lote belga e agora os 36 do lote americano que ainda demorarão um ano pra chegar. Os morteiros 120mm são 120, e este ano chegam mais 30 unidades. Maioria é pra infantaria e cavalaria. Nossos tubos não estão muito gastos por disparo, pois atiram muito pouco. Mas a manutenção neles é outra questão. Embora a artilharia não dispare a maior parte do tempo em alcance máximo o que… Read more »

juarezmartinez
juarezmartinez
4 anos atrás

Colombelli, parece que o negócio do M 198 vai rodar no ao que vem.

G abraço

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

Rodar seria melar? chafurdar a missão?

juarezmartinez
juarezmartinez
4 anos atrás

Não Tchê, vai sair, o pessoal do BIB comentou aqui.Via FMS.

G abraço

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

sim, ao que eu sabia ja tem contrato assinado, vão modernizar 32 das 36. Felizmente, mas ainda que não modernizassem ja seriam um grande salto

juarezmartinez
juarezmartinez
4 anos atrás

Colombelli, me refiro a obuseiro rebocado M 198.

G abraço

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

capaz, nem me fala isso que vou largar uma caixa de foguete. Tomara, mas não tem nada de rumores oficiais

juarezmartinez
juarezmartinez
4 anos atrás

Isto está sendo costurado para 2016, segundo a fonte o valor é pequeno, mas tem translado e tudo, e grana está muiiiito curta, mas o CE já deu sinal verde.

G abraço

Colombelli
Colombelli
4 anos atrás

Valeria largar até uma vaquinha na internet para pagar isso ai no desespero para não chafurdar. Ai tiraremos o pé da lama, ficará faltando somente os 11 grupos com o M-101