Home Exército Brasileiro 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada – Operação Bormann

15ª Brigada de Infantaria Mecanizada – Operação Bormann

2595
20

 

Cascavel (PR) – De 19 a 23 de outubro, na região do Campo de Instrução Marechal Hermes (Três Barras/SC), ocorreu a Operação Bormann, que visa à experimentação doutrinária para emprego das viaturas Guarani na Infantaria Mecanizada.

Operação Bormann - 2

Operação Bormann - 3

Operação Bormann - 4

FONTE: 15ª Bda Inf Mec

20
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
leandro moreiraWellington GóesBosco JrRafael Oliveiraandreas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

Essa torre “Pratt” é mais esquisita e mais feia, que aquela dos antigos M-113BR.

Vader
Membro
Trusted Member

Caras, olha a chuva e o barro que os caras pegaram ahahahahaha…

Isso que é exercício top. 🙂

Claudio Moreno
Visitante
Member
Claudio Moreno

Pois é lama até dentro do cantil ! Daí no final do dia tu vai pro rancho e bebe aquele “caol” que é servido…tá quase na mesma cor do solo …kkkkkk

MauricioR pelo menos a proteção é melhor que do vestudo M113BR.

Feio mesmo ficou na minha opinião a torre do canhão de 30 mm MK30-2/ABM Rheinmetall

CM

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Bizu: não tomar o caol servido no café que dá piriri e tu vai se esvair no mato.

Está de parabéns o 14 RC MEC pela camuflagem das viaturas, inclusive realizando tiro com a mesma sem problemas. Não aparece ai, mas tem no video da operação. Padrão.

Observar os pneus esvaziados para aderência. Pelo menos estes tem a torre e uma arma. Os da treme cerrado nem isso tem. Fiasco.

Juarez
Visitante
Juarez

Aquela corrente no Marrua seria totalmente desnecessária, se ele estivesse com quatro Mud 31 ou 33, pneus para aplicação off road militar de verdade mas como está com pneus tipo “Mãmae quero ser gay” dá nisto.
O setimo BIB aqui da minha terra tem o mesmo problema, inclusive puxei um para fora de olho de boi com minha Toyota devidamente calçada somente usando 4×4 sem redução.

O Sargente estava dando uma bronca no motorista e eu imediatamente chamei ele mostri o que é um pneu de verdade e não aquilo que estavam usando nos Marruas.

G abraço

Claudio Moreno
Visitante
Member
Claudio Moreno

Fala Colombelli ! Já tomou muito caol na vida né…! Mas ou era aquilo ou era nada…então…vamos de aquilo mesmo!

Juarez a Agrale largou aqueles pneuzinhos pra ficar bonitinhos…ahhhh vão se lascar! Atola mesmo!

CM

Vader
Membro
Trusted Member

Juarez, traduz pa nóis do “gauchês” o que vem a ser “olho de boi”. 🙂

Amigos, o caol do EB pela manhã é a salvação do infante que tem os “trem” meio preso, hehehehe…

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Como ninguém comentou, registro que o EB está fazendo bastante exercícios nos últimos meses. E não é pouca coisa não. Só nesse aí, vieram várias unidades de outros estados. Temos a participação do 20º Batalhão de Infantaria Blindado (Curitiba/PR), com o M113 BR; do 5º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (Curitiba/PR), com o Obuseiro VBC M108; do 15º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (Lapa/PR), com o VBC OAP M109; da Bateria de Comando da Artilharia Divisionária da 5ª DE (Curitiba-PR), com o M113 B; do 12ª Grupo de Artilharia de Campanha (Jundiaí/SP), com o Obuseiro M 114; do… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Vader, olho de boi, é o apelido para um atoleiro que dá no tercho, aonde existe normalmente um vertente que brota do sub solo transformando o trecho em uma armadilha para quem não sabe como abordar e para quem não está em um 4×4 com penus de “homem com H”.

G abraço

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Caol passo a vez. Botavam laxante nele no campo pra dar risada da gente. sacanagem. Rafael nos meses de setembro e outubro de 2015 foram 08 exercícios envolvendo brigadas, chegando até 4000 elementos, e um exercício de artilharia divisionária ( AD 1) com cinco unidades de artilharia, sendo três delas orgânicas. Se formos ver na AL nos temos liderança em grandes exercícios. Neles é possivel ver as armas atuando junto e o trabalho de estado maior. Ainda tivemos a operação do CFN em Formosa. So estou contando exercícios de gerra convencional- defesa externa. Ainda falta este ano a brigada de… Read more »

andreas
Visitante
andreas

Colombelli, essa sua última fala me remeteu a uma conversa que tive com o X.O. no Naval faz alguns dias. Nossas Armas são muito ruins de propaganda!!!! Cadê vídeos e fotos desses exercícios? Puxa, um vídeo do que você descreveu no último parágrafo seria bom demais!!!!

Vader, essa lama toda para exercício é legal, mas a coisa tá feia no Sul companheiro. Para nós do Estado de São Paulo que estamos na seca, dá até saudade de uma boa chuva, mas lá tá sobrando, e faz tempo, e não para de chover…

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Colombelli,

Pois é, mesmo na pindaíba, quem tem os pés no chão consegue seguir em frente, pelo menos com as operações.

Sobre colocar laxante no caol é bem coisa de idiota e uma grande falta de profissionalismo.
.
Agora está ocorrendo a Operación Huracán 2015, no Chile, que é um exercício grandioso, mas ainda não achei as quantidades envolvidas – talvez, quando acabar o exercício, divulguem direito.

Andreas, o EB anda colocando vários vídeos curtos sobre os exercícios e sobre outros temas. Com o tanto de oficial jornalista, tem mais é que por eles para trabalhar, pelo menos.

Segue o da Bormann:

https://www.youtube.com/watch?v=S1LCmZAjKZU

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Este o vídeo que falei da camuflagem padrão. FO positivo. Alto nivel. Mas observem que é do RC Mec so. Foi feito pelo pessoal da unidade, por isso ficou legal. A operação teve artilharia, RCC, BIBs, Defesa AA, 80 Blindados. O EB de fato muito pobre em propaganda. Fica pondo videos e notícias idiotas no seu site, relativas à besteiras administrativas, e deixa de dar ênfase à operacionalidade que é o que chama o jovem. Operações ganham 04 fotos. Os videos ficam pegando entrevista do comando pra puxar o saco. Video de militar tem que ser feito por militar e… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Colombelli, eu não entro no site do EB há um bom tempo. É só besteira administrativa mesmo, entrega de medalhas, visita do ministro etc. Entro direto no youtube e procuro vídeos de operações. Fujo das entrevistas bisonhas. E aí é que está, um monte de oficial jornalista e fazendo pouca coisa que preste. Uma dúzia de GoPro pro pessoal do batalhão e o vídeo sai muito melhor. Voltando ao caol, não é normal uma bebida qualquer dar piriri. Se deu, é porque zuaram o negócio. Para mim, tinha que ter IPM e punição exemplar – ou, se é pra resolver… Read more »

Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

Nada é por acaso.
A torreta UT30 é alta porque não penetra no interior do veículo. Isso é bom porque mantém o espaço interno intacto, mas é ruim porque mexe com o centro de gravidade.
A torreta TORC 30 é mais baixa porque tem alguma penetração no interior do veículo.
São proposta que se adequam às intenções do usuário.

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

A Torc não pode ter “crescido” para os lados, em vez de “crescer” para baixo?

Tudo bem que é só uma maquete, mas você viu essa reportagem da Janes sobre ela? Parece que toma pouco espaço dentro do blindado.

http://www.janes.com/article/50749/laad-2015-ares-looks-to-enhance-lethality-of-brazil-s-guaranis

Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

Rafa, Se for só isso que mostra a foto realmente a penetração no interior do veículo da TORC 30 é bem reduzida. Mas será que é só isso? Eu acho que é pouco tendo em vista o canhão, o berço do canhão, as calhas de alimentação, os cofres de munição, os optrônicos, os sistemas de estabilização, os servomotores, etc. Se for mesmo sem penetração, resta saber porque fizeram a torreta UT30 tão alta já que há tecnologia que consegue o mesmo resultado com volume bem menor. Só se a torreta UT30 for alta de propósito, sendo uma das características do… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Bosco, Se você não sabe, eu é que não irei saber rsrsrs. Se fossem divulgadas as dimensões da UT30BR e da Torc30, daria para a gente comparar o “volume” delas e ter um bom parâmetro de comparação. Mas eu pelo menos não tenho esses dados. Tentei achar imagens da torre e do interior do IFV Puma, mas não foram conclusivas. Não acho que o tamanho e, principalmente, a altura da UT30 tenha sido intencional. Como foi a primeira, dá para imaginar que o EB não ficou muito satisfeito com ela e pediu para a Ares, Elbit e demais parceiros pensarem… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Se não me falha a memória, a UT-30 já era um projeto pronto da ELBIT, fizeram foi ofertar ao EB através da AEL.

Ao que parece o EB a quis para testá-la no Guarani, mas por causa da altura que ficou, prejudicando também seu centro de gravidade (que já é um problema natural do Guarani 6×6), o EB resolveu bancar o desenvolvimento da TORC-30. Até ficar pronta, o EB vai de algumas poucas UT-30.

Pelo menos foi isto que eu soube, se é verdade ou não, não posso confirmar.

Até mais!!! 😉

leandro moreira
Visitante

Meu filho ficou do dia 10 de outubro ate o dia 26 de outubro nestas operacoes, impressionante ver uma operacao deste tamanho. Se nao me engano foi neste site que li que este ano nao haveria treinamentos, e lembro de um dos comentarios, “o exercito combate como treina” kkkkkkk, ainda bem.