Rheinmetall vai modernizar tanques Leopard 2 da Polônia

23
5145

Leopard_2_tank

DUSSELDORF, Alemanha, 22 de Fevereiro – A Rheinmetall vai modernizar 128 tanques Leopard 2 do Exército polonês em cooperação com Polska Grupa Zbrojeniowa e ZM Bumar-Łabędy S.A.

Nos termos do contrato, a Rheinmetall fornecerá capacidades fundamentais para a atualização. No upgrade estão incluídas eletrônica e tecnologia de armas para trazer os tanques para o padrão Leopard 2 PL, que corresponde ao alemão Leopard 2 A5 e A6. O contrato está avaliado em cerca de US$ 244,8 milhões para a Rheinmetall.

“A nossa disposição para compartilhar tecnologia e operar em conjunto com a indústria local foi decisiva para levar o governo polonês a selecionar a Rheinmetall como seu parceiro estratégico”, disse a Rheinmetall. “No caso da Polônia, o contrato vai significar a criação de empregos altamente qualificados, bem como a obtenção valiosa de know-how tecnologia de defesa”.

Os tanques Leopard foram comprados a partir do excedente do Exército alemão em 2002. A Rheinmetall não deu nenhuma indicação de quanto tempo levará a modernização dos tanques.

FONTE: Rheinmetall

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leo
Leo
5 anos atrás

Precisa mesmo, com uma quantidade esmagadora de tanques e com os armata entrando em produção e bom esses países modernizar a frota de blindados.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

O Colombelli já tinha avisado:
Esqueçamos Leo 2, quem tem vai mante-los.
Eis a prova.
Que venham +++++ Leo 1a5 e Guepard’s.

Paraná CWB
Paraná CWB
5 anos atrás

Está certa a Polônia. Tem mesmo que investir, e muito em seus sistemas/armas.
Pois é a primeira linha de defesa da OTAN contra os russos.

dieter91360
dieter91360
5 anos atrás

Pobre os poloneses…Seu pais é o eterno campo de batalha Leste-Oeste.

Caio Romão
Caio Romão
5 anos atrás

Pois é, “Carzalbé”. Fiquemos com os Leopard 1A5 que já temos e esperemos até que um certo “capitão da reserva” chegue à presidência da República para que voltemos a desenvolver nosso tanque médio nacional, a partir do Engesa “Osório”.

augusto
augusto
5 anos atrás

unica coisa que a Polônia é de munições de urânio empobrecido, o resto ta de bom tamanho se adotarem táticas certas, como israel na guerra do yom kippur que com 175 blindados destruirão 1400 blindados sírios

Blind Mans Bluff
Blind Mans Bluff
5 anos atrás

Quanto mais Leo2 modernizado na Europa melhor para o mundo.

Blind Mans Bluff
Blind Mans Bluff
5 anos atrás

Seria interessante se a Merkel desse uma bombada no orçamento militar da Alemanha e renovasse seus MBT. Assim, boa parte do estoque atual poderia ser repassado para os países da “Zona Buffer” da Europa: (Finlandia, Ucrania, Estonia, Georgia, Lituania, Polonia, Romenia…).

gengisduEduardo Pereira
5 anos atrás

Aos mais entendidos ,pergunto;
Há possibilidade de , se aproveitando o chassi do Leo 1A5, montar outra torre mais moderna e nisto o equipar com novos e melhores sensores e tal ???

Caio Romão
Caio Romão
5 anos atrás

Creio que sim, Eduardo. Os Argentinos fizeram isso com o “Marder” para produzir o “TAM” (Tanque Argentino Mediano).

Cláudio PQDT
Cláudio PQDT
5 anos atrás

Com certeza!!!!!
Só temos que verificar se valerá a pena, pois os demais mecanismos já estão bastante desgastados.

Mauricio Veiga
5 anos atrás

Eduardo, esta modificação já foi feita, Canada e Itália, ficou excelente, seria uma boa opção para o EB, até a chegada de algo mais moderno…

Abraço.

augusto
augusto
5 anos atrás

Mauricio acho que na Itália não foi feita não, o Canada só acrescentou blindagem modular, na minha opinião se colocar um 120 mm no leo1a5 vai ter que trocar o motor esse de 800 hp é muito fraco o tanque viraria um pather grande poder de fogo e nenhuma mobilidade

gengisduEduardo Pereira
5 anos atrás

Obrigado a todos pelas respostas. Em tempos difíceis monetariamente e com os preços dos MBT’s nas alturas, uma adaptação em nível que padronize nossos tanques os elevando a uma maior competitividade frente aos veículos mais modernos deixaria nosso EB mais folgado para projetar e construir um novo MBT nacional sob medida pois não creio( minha opinião de leigo) que os Leo 1A5 segurem por muito mais que 15 anos de operação no modo que estão .

Blind Mans Bluff
Blind Mans Bluff
5 anos atrás

Corrijam-me se estiver errado, mas o caro de um tanque não é a torre?

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Blind com certeza, so pra teres uma ideia, os Leo 1A5 nossos foram escolhidos pelo estado do equipamento de visão termal. E quem me disse isso pessoalmente foi quem fez a escolha na Alemanha.

Mauricio Veiga
5 anos atrás

Augusto, os italianos desenvolveram uma versão altamente modificada e superior do LEO I, anterior ao Ariette, procure por MBT OF-40.

Abraço.

augusto
augusto
5 anos atrás

mais o mbt of-40 continuou com calibre de 105 mm

Mauricio Veiga
5 anos atrás

O calibre é adequado para o peso do veiculo, no mais a proteção blindada aumentou bastante, seria um MBT interessante para o EB, estaria atual no nosso TO …

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Desculpem-me, só agora vi essa m………
Fui.

Soldat
Soldat
5 anos atrás

Fala serio coitados dos Poloneses não aprenderam nada!!!

Foram usados pelos pelos aliados e depois entregue aos Comunistas.

Agora em nome da liberdade,Igualdade e Fraternidade, da Republica e Democracia dos Valores e da civilização Judaicos-Cristão(protestante Âmis) serão de novo destruídos e bem rapidamente pelo Urso..

Pobre Polônia.

Ocidental Sincero
Ocidental Sincero
5 anos atrás

A melhor opção para os polacos seria o T-90. O T-90MS é o herdeiro de uma longa história de carros de combates soviéticos e garante não só sua permanência no mercado mas também a tomada da dianteira sob diversos aspectos de inovação em um veículo ágil e muito mais leve do que seus principais concorrentes como o Leo2 de 65 toneladas.. No combate urbano seriam usados veículos mais leves, sem dúvida, como os T-90MS, eles estariam melhor adaptados aos cenários de conflitos urbanos. O tanque seria transportado para o teatro de combate em outros veículos como trem, navios, caminhões e… Read more »