Um General para ser lembrado e uma guerra para não ser esquecida

38
11130

General-Carlos-Alberto-dos-Santos-Cruz1

“Eu procuro fazer as coisas de forma simples, focar no que precisa ser feito. Se começar a focar na dificuldade, ficar raciocinando na complexidade do problema, acaba perdendo tempo… há um planejamento, e temos que colocar em prática. Eu dou o ritmo, de forma mais rápida, ou menos. Mas temos que andar pra frente, a coisa tem que ter dinamismo” – General de Divisão Santos Cruz

Carlos Alberto dos Santos Cruz é um militar brasileiro. E um cidadão que o resto do mundo conhece ( e reconhece) melhor que o seu próprio país.

No comando da missão de paz na República Democrática do Congo (MONUSCO) em 2013, estiveram sob sua coordenação cerca de 23,7 mil militares de 20 países. Pela primeira vez desde a Guerra da Coréia (1950-53), a ONU (Organização das Nações Unidas) autorizou o uso de força militar para fazer cumprir suas resoluções.

Sob Cruz, deu-se o fim do confronto com o Movimento 23 de Março (M23), o maior grupo guerrilheiro do país africano, que acabou por encerrar a luta armada nos fins de 2013.

Pouco conhecido no Brasil fora dos meios militares, a missão bem sucedida de Santos Cruz foi descoberta pela rede de televisão árabe Al Jazeera e revelada ao resto do mundo em documentário de 25 minutos.

Profundamente humanitário em sua visão de mundo , é dele uma das frases que talvez mais defina a natureza do trabalho conduzido por civis e militares a serviço da ONU:

“A gente nunca se acostuma com
o sofrimento humano”

(Fontes: Portal G1 , Revista Istoé e Rede Al Jazeera), via www.robinsonfarinazzo.com.br

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Diego Fabuel Garcia
5 anos atrás

Belo documentário!

Claudio Moreno
Claudio Moreno
5 anos atrás

De fato um bom documentário. Não tendencioso e demonstrando que quando a ONU pode agir e tem um comando comprometido…as coisas saem…

NOTA:
A velha M-60 e FAL sempre presente assim como o me pareceu o em algumas tomadas o Galil..

CM

Possani
Possani
5 anos atrás

No caso do General, só por curiosidade, quem paga seu soldo? A ONU?

guilherme rodrigues
guilherme rodrigues
5 anos atrás

Fico feliz ao ver o trabalho deste militar, o que não entendo é como esse cara ficava fazendo serviço administrativo e o não promoveram para general de exército o que é pouco pelo seu trabalho, aTV brasileira deveria fazer um documentário lá.

znemo
5 anos atrás

Possani até onde tenho conhecimento de fato a ONU paga uma parte do soldo, um extra por assim dizer.

Delfim
Delfim
5 anos atrás

O Brasil já esteve enfiado no Congo na década de 1960, e lá teve uso da força militar sim.

BrancoF-16
5 anos atrás

É um bom exemplo o do general santos, que tenhamos mais como ele.

Delfim,
mudando um pouco de assunto de pato pra ganso, a algum tempo ouvi falar, que o brasil tem sido local para recrutamento para mercenários, sendo que alguns já estiveram em mais de uma oportunidade em pais africanos e na Colômbia, ha não muito tempo atras.

ivan barbosa da silva
ivan barbosa da silva
5 anos atrás

Forjado pela uma das maiores academia militar do mundo , A M A N . Seus os brasileiros por questões culturais , desconhecem e ignoram as qualidades dos nossos combatente , os exercitos por mundo afora os admiram!

carlosegoes
5 anos atrás

Temos um militar altamente capacitado e com experiência em combate. Nesta horas me pergunto, quando este voltar ao Brasil, o que o Exército fará com ele??? Horas, os militares que voltaram do Haiti que me desculpem, mas a experiência que este comandante conseguiu (pois lá sim havia uma guerra verdadeira) é maior que qualquer tropa militar hoje possua no Brasil todo. Este homem sim, deveria ao retornar, assumir o comando do Exército, pois o mesmo viu de perto os horrores da guerra, e com os parcos recursos que possuia, os adaptou e empregou de maneira muito melhor, obtendo resultados até… Read more »

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
5 anos atrás

Off topic: Primeiro T90 russo atingido por um TOW no Síria

https://www.youtube.com/watch?v=fYOJSz1WOEg

Corsário DF
Corsário DF
5 anos atrás

Eu o conheço pessoalmente, e digo categoricamente, foi sem dúvida o melhor Oficial General que tive a honra de conhecer e conversar.

Não tenho nem palavras para expressar a admiração que eu tenho por sua pessoa.

E só um dado que talvez não seja dito ou de conhecimento de todos, a ONU o recrutou depois que ele já estava na reserva para cumprir essa missão, ou seja, o DEVER e a HUMANIDADE em primeiro lugar.

Parabéns ao fórum por trazer essa notícia e ao pessoal que fez esse documentário.

Antônio Carlos Alocer
5 anos atrás

Um grande herói nacional.

Seal
5 anos atrás

Belo documentário da TV Al Jazeera. Único General brasileiro em que os EUA confiariam deixar sob o Comando de suas tropas.

Fernando
Fernando
5 anos atrás

e pensar que valorizamos (o povo brasileiro) mais atores globais e outras “coisas” que aparecem na mídia. BRASIL ACORDA! temos tantos heróis de verdade que não são valorizados ou reconhecidos em seu país.

victot filipe
victot filipe
5 anos atrás

Esse vídeo do T-90 parece que a escotinha tava aberta antes do impacto e que TOW fez pouco ou nenhum efeito contra ele

Sergio Prado
Sergio Prado
5 anos atrás

Magnífico…..

Fresney
Fresney
5 anos atrás

To interessante para nosso Guarani e A29

Delfim
Delfim
5 anos atrás

Branco f16
.
Soube de colegas policiais que teriam sido convidados pra serem “operadores contratados” (tipo Blackwater) em países árabes.
Como policiais fluminenses praticamente possuem proficiência em armamento e táticas em TO urbano, nada que me surpreenda. Quando falo que o mundo está de olho no que acontece no RJ, ninguém aqui endossa. Pois é.

Nonato
Nonato
5 anos atrás

Esse t90. Não entendi. Foi danificado ou não? Pergunta aos experts. Qual a função de um tanque afinal de contas? Não se trata de uma artilharia móvel certo? Falo isso porque se o alcance é de 4 a 6 km no máximo e em alguns vídeos na Síria eles ficam circulando nos becos atirando a tira roupa significa que eles não atuam como canhões móveis à distância para minar as defesas. Estariam mais para uma infantaria protegida contra fuzis. Mas totalmente vulneráveis a tows ou até a granadas que soldados inimigos poderiam plantar. Acho estranho isso entrar em território inimigo… Read more »

Nonato
Nonato
5 anos atrás

Por que escolheram esse general?
Indicado pelo governo brasileiro?
Indicado pelo exército?
Ele tinha alguma experiência prévia?
Militares estrangeiros já o conheciam de treinamentos conjuntos?
Se ele é tão bom, como o descobriram?
Falo isso porque acredito que ninguém se torne bom, um lider da noite para o dia.
E se é tão bom era valorizado aqui?
O fato de ele ser da reserva implicaria a necessidade de alguma autorização do governo brasileiro? Já que teoricamente ele não representaria o exército?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Um General com estrelas nos ombros, um homem na acepção mais pura.
Parabéns Gal Santos Cruz

Fresney
Fresney
5 anos atrás

Dizem que o credenciou para essa missão foi o bom trabalho feito no Haiti, mas acredito não ser apenas isso, seria interessante mais relatos!!

Seal
5 anos atrás

Nonato e Fresney. Se vcs derem uma pesquisada aqui no Forte mesmo, tem vários links que falam sobre o Gal. Santos Cruz e as estratégias adotadas para eliminar o Grupo guerrilheiro M-23 na República Democrática do Congo. Façam boa leitura. Sds.

augusto
augusto
5 anos atrás

Porque escolheram esse General ? já viram o que esta escrito encima da bandeira do Brasil no uniforme dele ? COMANDOS

Daniel Dutra
Daniel Dutra
5 anos atrás

Esse general tem cara que já nasceu pra profissao

Renato Vieira
5 anos atrás

Sou Fã de carteirinha do SANTOS CRUZ, mostra que temos oficiais de respeito e não como somente como citava Renato Russo em uma de suas canções “c. na mão”. Comandos e Forças Especiais bota respeito, os facas na caveira sempre são em sua maioria militares que cumprem de forma impar as missões dadas. Servi com um também COMANDOS e FE, hoje ele é coronel antigo, e com nome muito parecido, chama-se SANTOS FRANÇA, já foi subcomandante do BRABAT, e assim como SANTOS CRUZ não fica inventado modinha, foca no preparo, no pronto emprego e na missao. Parabéns por nos orgulhar… Read more »

Nonato
Nonato
5 anos atrás

E só porque tem o nome comandos se torna líder de uma força tarefa? Alguns comentários. O vídeo não me impressionou. Esses guerrilheiros talvez não sejam tão bons. São violentos mas talvez não tenham tanto treinamento. Não vi tanque algum… Não vi nenhuma batalha. Me passou a impressão de que esse força tarefa talvez não esteja suficientemente bem apsrelhada. Talvez paraquedistas helicópteros de ataque tanques. Se os guerrilheiros são fracos também não me pareceu que essa força seja tão forte. Soldados de diversos países. Triste ver um soldado que tinha se destacado, se tornou líder e poucos dias depois foi… Read more »

Nonato
Nonato
5 anos atrás

Conto. Adorei as imagens. Que país bonito. Muito verde, florestas, colunas, rios…

Nonato
Nonato
5 anos atrás

* Congo

jesusbaccaro
5 anos atrás

O general não conhecido aqui no Brasil, porque nossos meios de comunicação não valorizam absolutamente nada que brasileiros façam no exterior, isso em matéria de política exterior. Tudo, absolutamente tudo que fazemos nesse sentido, é menosprezado e tratado como coisa pequena. Isso acontece com a missão Haiti, acontece com o trabalho do general Cruz, acontece com nossas intervenções na ONU, acontece com toda a nossa política exterior. Tudo que fuja da visão anglo-saxônica não é divulgada e quando é, sempre se minimiza o papel dos brasileiros. Parabéns ao general, que tem uma visão humanista das coisas e não apenas na… Read more »

DaGuerra
DaGuerra
5 anos atrás

A função do CC é, participando duma FT , utilizando sua proteção blindada, poder de fogo, mobilidade tática e comunicações flexíveis, liderar movimentos ofensivos ou contra-ataques quando na defensiva.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Acho melhor chamar o General de volta, pois a chapa vai esquentar porraqui.

Temo que vou ter muito trabalho este ano.

Delfim
Delfim
5 anos atrás

Se eu fosse o General voltava pra cá.

A situação está se deteriorando.
_
NOTA DOS EDITORES: SENHORES, OS FATOS DE HOJE DA POLÍTICA / JUSTIÇA NÃO SÃO OBJETO DOS TEMAS EM DISCUSSÃO NESTE BLOG. PEDIMOS MODERAÇÃO QUANTO A COMENTÁRIOS FORA DE TÓPICO, POIS ISSO COSTUMA DESCAMBAR PARA DISPUTAS POLÍTICO-IDEOLÓGICAS ENTRE OS COMENTARISTAS DESTA OU DAQUELA VERTENTE POLÍTICA, QUE NÃO COSTUMAM ACABAR BEM E NÃO LEVAM A NADA DE PROVEITOSO.
SE OS COMENTÁRIOS SOBRE ESSES TEMAS POLÍTICOS / JURÍDICOS DO DIA DE HOJE, LAVA JATO ETC, COMEÇAREM A PASSAR DO PONTO, SERÃO APAGADOS SEM AVISO PRÉVIO.

Delfim
Delfim
5 anos atrás

Se julgar necessário pode apagar. Sem problemas.

Aloysio Bannwart
Aloysio Bannwart
5 anos atrás

Para quem conhece o Gen Div Santos Cruz, sabe muito bem de suas excepcionais qualidades. Fez um extraordinário trabalho no Congo quase que no anonimato para nós brasileiros, mas não para a ONU, que o reconduziu nessa árdua missão e poderia, agora, muito bem contribuir mais para o Brasil, além do que já fez. Gen, nós nos orgulhamos de V.Excia.

Gabriel
Gabriel
5 anos atrás

Endosso aqui as palavras do nosso Capitão A.B., sobre o Grande General CARLOS ALBERTO DOS SANTOS CRUZ, nos que tivemos o privilégio de servir sob seu comando no 28º BIB, durante a sua fase de Oficial subalterno, sabíamos de antemão que estava sendo ali forjado uma grande militar. Seja pelo vigor físico, seja pela competência e muito mais pela maneira em que tratava a tgropa – Grande Oficial do nosso Exército.
Sinto-me muito feliz e ser seu amigo!.