Home Clipping Comandante do Exército Brasileiro chama de ‘lamentável’ clamor por intervenção militar

Comandante do Exército Brasileiro chama de ‘lamentável’ clamor por intervenção militar

133555
218

Segundo o general, a situação política e social atual não se relaciona com o clima instável que levou ao regime ditatorial militar na década de 60

Lucas Jardim

O Comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, chamou de lamentável o clamor por intervenção militar que vem de parte dos manifestantes presentes nos atos antigovernistas das últimas semanas.

O general comentou o assunto durante um simpósio jurídico realizado no Comando Militar da Amazônia (CMA), em Manaus, na manhã desta sexta-feira (18).

“Eu acho lamentável que, num país democrático como o Brasil, as pessoas só encontrem nas Forças Armadas uma possibilidade de solução da crise, mas isto não é extensivo nem generalizado e, felizmente, está diminuindo bastante a demanda por intervenção militar”, declarou o general.

A autoridade militar ponderou, no entanto, que esse pedido demonstra certas necessidades do país. “[Ele indica] que as Forças Armadas são a referência de valores éticos e morais e de padrão de eficiência [de] que a sociedade se sente tão carente”, disse Villas Bôas.

Sem paralelo

Segundo o comandante, a situação política e social atual não se relaciona com o clima instável que levou ao regime ditatorial militar na década de 60.

“Não há paralelo com 1964, primeiro porque hoje nós não temos o fator ideológico. Naquela época, nós vivíamos a situação de Guerra Fria e a sociedade brasileira cometeu o erro de permitir que a linha de fratura da Guerra Fria [a] dividisse. Isso não existe mais. O segundo aspecto é que hoje o Brasil tem instituições sólidas e amadurecidas, com capacidade de encontrar os caminhos para a saída dessa crise”, comentou Villa Bôas.

Rotina inalterada

Villas Bôas destacou que a rotina dentro da instituição não se alterou. “Os quarteis estão prosseguindo naturalmente nas suas atividades e o Exército está profundamente empenhado em contribuir para a manutenção da estabilidade”, explicou.

Para ele, a atual crise é de natureza política, econômica e ética. “Os três aspectos se interrelacionam e, em consequência, é uma crise para ser solucionada dentro desses ambientes, principalmente o ambiente político e jurídico”, concluiu a autoridade militar.

Ministro rebate

O simpósio jurídico organizado pelo CMA também contou com a presença do ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na ocasião, ele defendeu a instituição, que foi recentemente descreditada pelo ex-presidente Lula em uma conversa telefônica com a presidenta Dilma Rousseff, grampeada pela Polícia Federal (PF) e divulgada nesta quarta-feira (16).

FONTE: acritica.uol.com.br

218
Deixe um comentário

avatar
217 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
161 Comment authors
sebastiao ferreira cantarinofrancisco de oliveiraKowalski _dcrnassif almeidaMarco Aurelio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Eduardo Rivas
Visitante
Eduardo Rivas

Ele está certo. Chega de gambiarra política desonrando a farda

georgelopes493769658
Visitante

O título da matéria foi “tendencioso”, ao mau leitor, pode parecer que ele fez uma crítica aos manifestantes, porém, lendo o conteúdo, fica visível que ele não criticou os manifestantes, mas sim o fato de o brasileiro ter chegado à uma situação tão crítica ao ponto de precisar clamar por intervenção das Forças Armadas.

Tulio Stephanini
Visitante

Você tem um partido comunista mandando no país e ainda fala que não há fator ideológico? Não sou a favor de intervenção militar mas há muito tempo que esse general repete a mesma falacia, as instituições ainda funcionam bem, num governo canceroso como esse claramente nada está funcionando como deveria e acreditar que o problema é apenas politico e econômico é mentira.
Quando a guerra civil começar ai ele vai se dar conta de que o buraco era mais em baixo.

Sidney
Visitante
Sidney

Ele esta certo. neste momento precisamos de pessoas equilibradas, penso que o General é um estadista. Ele pode pensar em 2018?

Lucas Lima
Visitante

Concordo com General! ! Chega do exercito Brasileiro se intrometer em assunto do povo.. desde 1889 o Exercito se intrometia na politica do Brasil.. agora é hora do Povo achar os meios necessários para atender sua solicitações (impeachment) nas instituições!!

O DEVER DO EXERCITO É DEFESA DA SOBERANIA BRASILEIRA

Luiz Campos
Visitante
Luiz Campos

Não é preciso manter as FFAA na penúria para que ela não intervenha na política. Se FFAA fortes fossem motivo de intervenção militar os EUA seriam uma ditadura.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Excelente, exatamente o que a situação demandava do Comandante. Racionalidade e calma. Muito bom.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Como disse o Ayres Britto, fora das Instituições não há salvação. Que as outras instituições se comportem do mesmo jeito que o EB e cumpram seu trabalho.

Luiz Campos
Visitante
Luiz Campos

“Não há paralelo com 1964, primeiro porque hoje nós não temos o fator ideológico”. discordo.

Alex
Visitante
Alex

Um soco na cara da extrema direita de um militar lúcido e antenado com seu tempo, a Guerra Fria acabou há décadas.

Zmun
Visitante
Zmun

É um período difícil, com muitas incertezas, mas eu acredito que conseguiremos superar isso de forma democrática. O atual governo está cada vez mais fragilizado, já queimaram todas as suas fichas. De qualquer forma, papel de militar não é e, nunca foi, governar.

Zmun
Visitante
Zmun

Detalhe, o povo não conhece verdadeiramente suas instituições militares.

Antonio C L Paiva
Visitante

Será que um judiciário que é formado por pessoas indicadas por políticos e governo e um legislativo que é totalmente submisso do executivo,que só tem projetos para se beneficiar a si próprio e não o povo, que só trabalha em cima de MPs que o executivo manda, será que essas instituições merecem credibilidades de democratas, roubar e quebrar o país faz parte da democracia?????????????

edimur
Visitante
edimur

Na minha opiniao estao todos comprados todos .

Nicolas
Visitante

Depois de prender a Dilma e o Lula eh colocar todos os militares de alta patente atrás das grades, maioria tudo comprada, tudo incompetente!

Franco Ferreira
Visitante
Franco Ferreira

Tá bom, general. Quantos anos você tinha em 1964? Já usava calças cumpridas? Agora dizer que não há fator ideológico afronta a consciência dos seus subordinados que ainda honram o uniforme que vestem!

housemaq
Visitante

“Não há paralelo com 1964, primeiro porque hoje nós não temos o fator ideológico”
Discordo diametralmente!
Senhores, leiam as atas do Foro de São Paulo e do programa do ParTido e tirem suas conclusões!

marcus vinicus azevedo
Visitante
marcus vinicus azevedo

lamentavel senhor comandante e ver o exercito assistir esse mar de lama no pais sentado e de braços cruzados . isso é lamentavel.. eu quero o caralho do meu pais de volta.
o voces toma uma atitude agora ou isso vai virar uma venezuela…
tem que tirar esse bando de ladrão do planato. agoraaaaaaaaaaaaaaaaaaa……

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Acho que vou ter que traduzir…

Valdson Vercellotti
Visitante
Valdson Vercellotti

Em outras palavras “”” AVERMELHOU “”” isso sim.

Lucas Janusckiewicz Coletta
Visitante
Lucas Janusckiewicz Coletta

Estamos em Guerra, o Brasil sendo demolido pela Revolução Cultural Comunista, e o Gen. que deveria ser o primeiro a denunciar a Guerra Psicológica feita pelos comunistas para destruir a Familia e a Propriedade Privada.

luiz campos
Visitante
luiz campos

grande erro estratégico do general, quando acordar será tarde.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Tá bom ! (rs).

Antonio thomaz
Visitante
Antonio thomaz

Sinto dizer sr general q país o sr vive? Acho q não está se localizando bem.Sempre acreditei q o lugar q com certeza ainda haveria brasileiros seria nas FFAAs mas já tenho dúvidas eu e muitas outras pessoas.também

MarceloAndrade
Visitante
MarceloAndrade

Estou com o Leandro, não sou a favor deste governo e defendo o uso de todas as ferramentas jurídicas e constitucionais antes de partir para a Guerra Civil, uma resposta lúcida e calma, em um momento de ânimos acirrados, como todo oficial deve ser.

Emerson R.B
Visitante

“Não há paralelo com 1964, primeiro porque hoje nós não temos o fator ideológico”

Meu Deus do céu , eu não acredito que li isso de um general do exercito.Depois dessa, estamos todos ferrados.
É como o Olavo disse.–Não contem com nada além de vcs (o povo de bem)mesmos.
É como o colega disse ai em cima, leia as atas do FORO DE SÃO PAULO, veja a quem o PT e seus aliados se submetem, e, quem eles DEFENDEM como aliados.Veja o nível de aparelhamento das instituições.E o General me diz uma coisa dessas.

É só nós e Deus mesmo!!!

Francisco de Assis da Cruz Feitosa
Visitante
Francisco de Assis da Cruz Feitosa

O povo Brasileiro, está sendo abandonado pelas Forças Armadas.E quando as Forças Armadas desejar ser apoiada pelos brasileiros, o Pt. já terá acabado com com o Brasil.
Nós brasileiros gostariamos de saber de lado estão as Forças Armadas. É trite ler as declarações deste comandante.O Comandante precisa se explicar melhor para a sociedade brasileira.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Caramba, as pessoas deste fórum são malucas! Sério mesmo, vocês queriam uma quartelada??? Meu Deus, como a falta da matéria OSPB nas escolas acabou com toda uma geração!!! Estou com o Leandro Costa, não sou partidário, sou contra este governo, quero tirá-lo do poder, estou desempregado desde Dezembro/2015, mas, defendo a utilização de todas as ferramentas jurídicas e constitucionais para fazê-lo, mostrando para o mundo que o Brasil não é uma Republiqueta centro americana qualquer. A Guerra Civil , que parece que é o que a maioria aqui quer, não será melhor para ninguém e, duvido, repito, duvido que se… Read more »

ilson s correa
Visitante
ilson s correa

Mostrou que é um covarde,dominado por um comunista.Duque de Caxias,deve estar se revirando no túmulo.

Ricardo Souza
Visitante

decepção, o exercito não ver o que esta havendo, isso e triste, nossa unica salvação e Jesus, creio que estamos passando por um Juizo, o Brasil precisa de um avivamento, pois não lembram mais de Deus

Rui
Visitante
Rui

Não entendo alguns dizeres anteriores. Não se pode abrir qqr empresa aqui? Os bancos e administradoras de cartões não cobram os juros que querem? Nós estamos terceirizando as instituições hospitalares e as educacionais publicas via Organizações Sociais. Qual é o perigo que o capitalismo brasileiro sofre?

Maurilio
Visitante
Maurilio

Agora eu sei porque a Presidenta colocou o senhor onde está. Toma vergonha General.

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

comentário errado na hora errada, Fica de boca fechada comandante, e fala o minimo possivel. Vá cuidar dos teus afazeres e pare de emitir opinião que não é da tua alçada. Vá dar cabo da vergonhosa parada do Guarani e dos Pel de fronteira que ficaram so no papel.

Curiango
Visitante
Curiango

A que ponto chegamos

Curiango
Visitante
Curiango

Help ti San!!

Daniela
Visitante
Daniela

Eh impressionante como as pessoas exigem Respeito.. Sendo que só sabem falar da opiniões sendo mal educadas e ridículas usando um português baixo e desnecessário…. Pode pensar diferente gente o que não eh legal é usar de baixaria de desrespeito à autoridade… Seja a a mudança que vc tanto quer ver.

Possani
Visitante
Possani

Este é o militar melancia.

Luís
Visitante
Luís

Se for verdade este comentário, lastimável General, “Não temos o fator ideológico…” Sr. General, foi montado o maior esquema de perpetuação no poder jamais visto nesta nação, superou muito 64, dezenas de partidos de esquerda para dar a falsa impressão de “democracia”(Teoria das tesouras), Ursal, Unasul, Foro de São Paulo, treinamentos de forças comunistas em nosso litoral, visita de iranianos a controles de fronteira (Áreas de segurança nacional) levados por um ministro comunista, estranha posição do Sr. General.

Antonio
Visitante
Antonio

Isso não poderia ser uma dissimulação, que General avisaria o seu oponente de um ataque iminente?

André Tadeu
Visitante
André Tadeu

Como dói ler gente chamando o partido que está no poder de comunista. Desconhecimento zero de economia e ciências políticas.. 🙁

Gerson Carvalho
Visitante
Gerson Carvalho

No tempo que eu estava na ativa General era “General” não pensaria duas vezes para tomar uma atitude, hoje parece um político! Quero ver quando o Lula for preso e o PT chamar o MST pra rua e houver mortes nos confrontos. Quem vai pagar o pato?

Robson
Visitante
Robson

Discordo do general… O fator ideológico existe e PIOR do que antes, pois a ideologia marxista deles invadiu todos as aspectos da vida social do povo, o que é pior, a vida escolar, os livros de crianças que ainda não tem suas mentes formadas! E mais: as instituições estão amadurecidas aonde? Só se ele quis dizer que estão tão amadurecidas que ficaram PODRES, ou seja, estão é apodrecidas, isso sim!!!

Robson
Visitante
Robson

General em fim de carreira… Quer é ficar engordando sua tropa no quartel, pois se for ficar esperando “inimigos externos” NUCA entrarão em ação… Ou se for esperar guerra civil, piorou, pois vão é lutar pelo status quo, pela “estabilidade” como ele disse, ou seja, lutará pelo Governo, contra o povo…

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Tem muita gente aqui que tá descontrolada, tem alguns mencionando até “…treinamento de forças comunistas em nosso litoral…”

Gente, 64 foi há 52 anos atrás. A União Soviética acabou há 25 anos. Hello!!…O mundo mudou…

Vamos atualizar os parâmetros de análise?

Fabiano S
Visitante
Fabiano S

As pessoas pedem como segurança e não como governo, pois o país esta muito corrompido, sabemos que a democracia vai prevalecer e que os militares protegem nossa nação contra socialista que podem vim a ajudar esse governo corrupto, sabemos que podemos contar com militares, policiais, federais, juízes e o povo pra mudar nosso BRASIL, e quem sabe ser primeiro mundo.

Irineu Evangelista de Sousa
Visitante

URGENTE: Caros amigos patriotas, o Juiz Sérgio Moro corre perigo iminente contra sua vida. Ao lado de Lula, presidente da CUT Brasil, Vagner Freitas, ameaça: “nós vamos nos livrar do Moro”. A facção criminosa não tem mais nada a perder. É hora de darmos um ultimato ao comandante do Exército para acabar com essa palhaçada! Ou ele acaba com isso ou pode acabar preso, pois a Constituição determina que a destinação das Forças Armadas é defender a Pátria e os poderes constitucionais que estão sendo agredidos por esses traidores!

Irineu Evangelista de Sousa
Visitante

Razões para a Intervenção Militar: I – Dilma não detém DE DIREITO o comando das Forças Armadas, pois a destinação destas, segundo a Constituição, é DEFENDER a Pátria e os poderes constitucionais e existem robustas provas de que Dilma é uma AGRESSORA da Pátria (envio de dinheiro para a construção de obras em outros países ignorando importantíssimas carências nacionais sendo que há brasileiros morrendo ou tendo a vida abreviada em função disso, conluio com a submissão do Brasil a uma organização que atuaria como uma sanguessuga do Brasil – URSAL) e AGRESSORA dos poderes constitucionais (tentativa de contornar o Congresso… Read more »

Athos
Visitante
Athos

E o ouro de Ban Kin Moon?

Kkkkkk

Marcelo Silveira
Visitante
Marcelo Silveira

O general quer botar uma estrela vermelha na farda!
Lamentável a postura do comandante do exército.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Ponderação, senhores, ponderação. É isto que o país precisa neste momento. Não quer dizer que proponho que coloquemos panos quentes, mas de que as coisas sejam resolvidas nas instituições competentes para tal. Propor intervenções militar, nestas alturas do campeonato, é jogar contra o próprio país. Eu, particularmente, não acho que este governo tenha condições de ficar, muito menos de que o Cunha, ou Renan também devam permanecer aonde estão, de repente o caminho seja uma nova eleição, quem sabe?!?! Ou seja, existem mecanismos legais pra isto e eu entendo que é isto o que o comandante entende ser o caminho.… Read more »