Home Clipping PM do Rio atrasa pagamentos, e fornecimento de alimentos aos batalhões é...

PM do Rio atrasa pagamentos, e fornecimento de alimentos aos batalhões é interrompido

2870
20
Rio de Janeiro, Formatura de turma de soldados da PM realizada no CFAP.
Rio de Janeiro, Formatura de turma de soldados da PM realizada no CFAP.

Por Rafael Soares

ClippingPor conta do atraso de pagamento a fornecedores, todos os batalhões da PM no estado passam por uma crise no fornecimento de alimentos. O subsecretário de Educação, Valorização e Prevenção da Secretaria de Segurança (Seseg), Pehkx Jones da Silveira, admitiu que a partir de sexta-feira as empresas não iriam mais fornecer insumos às unidades:
— A questão da alimentação não é só do Cfap, é da instituição. É uma coisa muito maior, há um atraso dos pagamentos que compromete as empresas fornecedoras. A partir de hoje, elas não vão mais fornecer os insumos. Estamos sendo impactados por esse processo econômico.

Nesta sexta-feira, o EXTRA revelou que, por conta da falta de alimentos no rancho, a partir de segunda-feira os recrutas do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) passarão a ser liberados ao meio-dia, e não mais às 18h — o que vai atrasar o cronograma do curso, programado para terminar antes das Olimpíadas.

A Seseg, entretanto, já admite usar os recrutas no policiamento da cidade durante os Jogos Olímpicos. A turma, de 1.400 alunos, ainda não tem previsão de formatura.

— No currículo da PM, está previsto o estágio em unidades operacionais. Além disso, o aluno que entra no Cfap já é servidor público, só não pode atuar armado. Naturalmente, eles serão empregados, atuando com bastões — disse o subsecretário.

Também por conta da falta de alimentos, a turma de 500 alunos que seria chamada para entrar no Cfap entre abril e maio será postergada.

Professores sem pagamento
A crise no Cfap vai além da falta de alimentos no rancho. O pagamento aos professores do Banco de Talentos da Secretaria de Segurança — instrutores que não fazem parte das polícias Civil ou Militar — está atrasado desde agosto de 2015. O objetivo do programa é selecionar e remunerar profissionais qualificados para atuar na área de ensino das polícias.
— Os professores que são policiais recebem uma gratificação dentro do salário. Com esses, não temos problema. Devemos R$ 60 mil aos professores contratados de fora, acadêmicos, aposentados — afirmou o subsecretário.

Ontem, o Cfap não teve aulas. Os alunos foram liberados por conta de manutenção na rede elétrica da unidade.
Procurada, a PM informou que “a Diretoria Geral de Ensino e Instrução (DGEI) está adotando medidas administrativas para solucionar os problemas momentâneos decorrentes da crise financeira que afetou o estado”. A corporação também alegou que “o Cfap continuará empenhando esforços para que as turmas iniciadas se formem no período previsto e estejam em condições de reforçar o policiamento para os Jogos Olímpicos 2016”.
A redução no expediente do Cfap foi discutida em uma reunião na manhã da última quinta-feira, com participação da cúpula da PM. No encontro, também foram debatidas outras maneiras de cortar gastos na corporação.

FONTE: Jornal EXTRA

20
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
14 Comment authors
anderson borges bastosDelfim SobreirafagnerDefourtRafael Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

É uma situação,normal para quem.trabalha ou se aposentou no serviço público.O funcionário publico, só trabalha inventando desculpas, para o povo.E ele nem acredita mais no quê fala.A matéria é sobre polícia,mas o caus na área de saúde é muito maior,nos hospitais federais e estaduais é lastimável,como aquele povo levanta para trabalhar todos os dias? Só a força de Deus.Olhar pacientes sendo tratado,como bicho,no horário de verão levantar ás duas da manhã para pegar transporte,e tendo a chance muito grande de seu problema não ser ,resolvido,por falta de médico ou outro problema.Nós funcionários só remendamos,só consertamos materiais para poder trabalhar,só sucata,desde… Read more »

W.K.
Visitante
W.K.

É a falência do Estado brasileiro.
.
Os sintomas se tornaram visíveis primeiro nos municípios, logo se espalhou para os estados e depois chegou ao governo federal.
.
Tenho ouvido de algumas fontes que o governo federal corre sério risco de atrasar os salários em breve.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Olimpíadas a vista.
_____________________

Renato de Mello Machado 3 de abril de 2016 at 15:24
_____________________

Todos os funcionários públicos concursados merecem respeito e consideração.
Todos sem exceção.
_____________________

Mas funcionários ligados a saúde, charlie’s e mike’s certamente é um terror,
lidam com vidas, inclusive com as próprias.
_____________________

Saída ? ……………………………………………………… Exit >>>>

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

Sim! Carlos Alberto Soares,concordo.

Emerson R.B
Visitante

Desculpe moderação , mas não da pra aguenta.
Pezão de C% É RO&%!!

Luciano
Visitante
Luciano

E a coisa vai piorar com esse acordo de ajuda aos Estados, pois ele esta atrelado à nao concessão de reajustes nos próximos dois anos e ao aumento da contribuição previdenciária. Isso significa que além de termos salários defasados vamos ter perdas reais com a inflação galopante e com pagamentos maiores de taxas!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Luciano 3 de abril de 2016 at 23:02
Com certeza e há outras variáveis que complicarão muito.
A INFLAÇÃO Luciano é a pior de todas, avassaladora.
_________________________________

Pessoal, vou dar um toque:
_________________________________

Teremos greves de policiais durante as Olimpíadas.
_________________________________

Adivinhem quem será chamado para sentar na r&l@ ?
_________________________________

Sim elas, as FA’s. Ai não tem jeito, insubordinação nas FA’s é p#c@ !

Celso Cruz
Visitante

não me venham atribuir responsabilidades nas costas do servidor público. ele trabalha sim, e muito. a culpa é nossa que votamos nos “trastes” de sempre. se falou aí em sucateamento. por exemplo… porque OS (organizações sociais sem fins lucrativos) devem administrar hospitais públicos? se é sem fins lucrativos porque pagar uma fortuna a estas tais “organizações”? porque pagar a iniciativa privada (terceirizados) para reparar ou alugar viaturas policiais? certamente alguém ganhou ou ganha com isso e é nestas coisas que podemos vêr que o dinheiro público é mal administrado propositalmente (deliberadamente) para atender interesses que não o bem comum. para… Read more »

W.K.
Visitante
W.K.

Celso.
.
Na verdade nada funciona por que o Estado, não importa qual, é naturalmente um mau administrador de recursos.
.
Reduza o peso e o poder do Estado brasileiro, e voce verá o Brasil crescer como nunca se imaginou…

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Ontem os Bombeiros e a Força nacional, hoje a PM, amanhã a PF e depois…

Delfim
Visitante
Delfim

Até parece que atividades típicas e exclusivas de Estado podem ser terceirizadas. Não podem, e cabe ao Estado, em suas esferas, cuidar disso.
Tem muita gente tecno-anarco-liberal que acredita em Estado zero. Isto é anomia, não anarquia. O Estado deve ser mínimo, parra ter recursos para cuidar bem daquilo que não pode ser repassado à iniciativa privada : Justiça, Segurança, e Educação e saúde para aqueles realmente carentes.
1 bilhão no metrô, ainda por cima privatizado, nada a ver.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Celso Cruz 4 de abril de 2016 at 11:10
__________________-

LRF, esse é o motivo, limite de gastos com pessoal, ai transferem para outras contas.
++++ Pixuleco.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Delfim 4 de abril de 2016 at 18:09
_________________________

Caro Delfim,
Tenho dúvidas, saúde e educação. Mas …..
_________________________

Segurança pública, exclusividade dos Estados, do GF e dos municípios.
Neste item não tem como.
Inclui ai a Polícia Judiciária e acrescento, autonomia
as PF e PRF com dotação de recursos próprios e independência.
Pergunto:
Subordinada ou não ?

M@K
Visitante
M@K

Aki no Rio Grande do Sul a situação também não é das melhores. O Governador Ivo Sartori parcelou o vencimentos dos funcionários do executivo em 9x e sem juros (condições assim? Acho que nem nas Casas Bahia). Além disso há inúmeras propostas no legislativo para diminuição em alguns direitos trabalhistas.

Rafael
Visitante
Rafael

O importante é as olimpiedas o resto é resto.
Constroe mais um estádio de futebol q o povo fica feliz feliz.

Defourt
Visitante
Defourt

Antes de se falar em cortes nos direitos trabalhistas haveria de se falar nos cortes dos direitos governistas. Mas estamos no brésil.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Defourt 5 de abril de 2016 at 16:59
Onde assino ?

fagner
Visitante
fagner

Para que a Polícia tem rancho, paga um salário digno e o policial escolhe qual comida comer e onde!

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Dornelles pagou um mês de extras atrasado.
Parece que a cúpula do RJ percebeu que ganhos atrasados + Olimpiada só podia dar melda.

anderson borges bastos
Visitante

quem acha que vai dar merda no meio da olimpiada levanta o braço kkkkk